Capacidade Intelectual? | Fabiano Caruso

busca | avançada
49702 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> De Kombi na Praça - Pateo do Collegio
>>> Primeiras edições de Machado de Assis são objeto de exposição e catálogos lançados pela USP
>>> Projeto lança minidocumentário sobre a cultura do Gambá na Amazônia
>>> Cinema itinerante leva sessões gratuitas a cidades do Sudeste e do Sul
>>> Artistas abrem campanha de financiamento para publicação de graphic novel
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
Colunistas
Últimos Posts
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
Últimos Posts
>>> Direitos e Deveres, a torto e a direita
>>> Os chinelos do Dr. Basílio
>>> Ecléticos e eficazes
>>> Sarapatel de Coruja
>>> Descartável
>>> Sorria
>>> O amor, sempre amor
>>> The Boys: entre o kitsch, a violência e o sexo
>>> Dura lex, só Gumex
>>> Ponto de fuga
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O governo mente para si mesmo
>>> 2005: Diário de bordo
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> Hasta la vista, baby
>>> O amor é importante, porra
>>> Por uma arquitetura de verdade
>>> O criador do algoritmo do YouTube
>>> Cisne Negro: por uma inversão na ditadura do gozar
>>> Filosofia teen
>>> Extraordinary Times
Mais Recentes
>>> From Color to Inexistent Color de Israel Pedrosa pela Léo Christiano Ltda (1995)
>>> Bem Mais Perto de Susane Colasanti pela Novo Conceito (2012)
>>> Wildlife Preserves A far side collection de Gary Larson pela futura (1990)
>>> Musica Perdida de Luiz Antonio de Assis Brasil pela L&pm (2006)
>>> Dom Kallar Oss Klottrare - They Call Us Vandals de Malcolm Jacobson pela Dom Kallar (2000)
>>> O Lobo da Tasmânia e Outras Crônicas de Taddeo Ferreyra pela Livre Expressão (2010)
>>> Sociedade, Estado e Partidos de Helio Jaguaribe pela Paz e Terra (1992)
>>> Hotel Atlântico de João Gilberto Noll pela Rocco (1989)
>>> Grammar and Style de Laurie E. Rozakis pela Alpha Books (1997)
>>> The Language of Things de Deyan Sudjic pela Penguim Books (2009)
>>> A Pocket Guide to Cars de Andrew Montgomery pela Parragon (2006)
>>> Guerra del Tiempo de Alejo Carpentier pela Latina (1975)
>>> Livro - O Melhor de Mim - O primeiro amor deixa marcas para a vida inteira de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2012)
>>> The Art of Spiritual Rock Gardening de Donna Schaper pela Hiddenspring (2001)
>>> Dicionário de Lustosa de Lustosa Costa pela ABC (2003)
>>> Livro - A Alma Imoral de Nilton Bonder pela Rocco (1998)
>>> Nem Só os Peixes Morrem pela Boca de Valéria Társia Duarte pela Deconhecida (2005)
>>> Herbal home remedies de Jude C. Todd, C. H. , M. H. pela Lllewellyn (2004)
>>> Eu, Minhas Tias, Meus Gatos e Meu Cachorro. de Mauro Rasi pela Ediouro (2003)
>>> Socialismo evolucionário de Eduard Bernstein pela Zahar (1997)
>>> Inigualável de Alyson Nöel pela Casa dos Livros (2016)
>>> Recuperação de Imóveis Privados Em Centros Históricos de Érica Diogo pela Iphan (2009)
>>> O Fascinante Livro da Fotografia de Don Morley pela Siciliano (1987)
>>> Os Cem Melhores Contos Brasileiros do Século de Italo Moriconi pela Objetiva (2000)
>>> Livro - Algumas Razões para Ser um Cientista de Vários Autores pela Cbpf
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 9/12/2003
Comentários
Leitores


Capacidade Intelectual?
Como se uma prova de vestibular fosse capaz de medir a "capacidade intelectual", e muito mais, como se a "capacidade intelectual" fosse uma coisa projetada para um único sentido.

[Sobre "O rei nu do vestibular"]

por Fabiano Caruso
9/12/2003 às
12h42 150.162.113.110
(+) Fabiano Caruso no Digestivo...
 
É para tanto?
Ela canta tanto assim? Conheço inúmeros casos de pessoas que se recordam de Elis Regin, viva e fenomenal, e choram em shows de Maria Rita. Acho que ela é uma baita cantora, melhor do que 95% das interpretes de sua geração, mas e Mônica Salmaso e outras? É fácil estabelecer como linha média da MPB Anas Carolina, Marisa Monte ou Ivete Sangalo e fazer uma comparação direta: mesmo o senso comum, aquele que aponta seu gosto sob os ditames das rádios, percebe que há uma gritante diferença. Mas, sinceramente, é para tanto? Ela é a única grande cantora do país? É droga para se consumir até a overdose? Maria Rita canta muito, tem uma rara sensibilidade para o repertório e é hábil em conduzir sua imagem. Mas que fique só na arte, não adentre a esfera do mito. Ainda é cedo.

[Sobre "Maria Rita: música em estado febril"]

por Daniel Aurélio
9/12/2003 às
08h27 200.161.131.239
(+) Daniel Aurélio no Digestivo...
 
Mais embaixo
Desculpa, Eduardo, permita-me um pequeno comentário: vc escreve muito bem, mas não tem boa pontaria. O alvo não foi atingido. A artilharia foi de boa qualidade, mas muita bala foi desperdiçada. Fustigar o DA, com suas medíocres cabeças, ou ter as cabeças medíocres de alguns professores apontadas, só serviu para levantar a lebre de outras tantas cabeças-de-vento, defensores de "verdades vendidas e comprazidas" como bem o disse Paulo Francis, em seu comentário "Calar, omissão e pecado". Mas não tergiversemos. Não adianta, no “benditoso” caso, atirar, sem mirar. Procure sondar a própria diretoria, senhores, senhoras e senhorinhas responsáveis pelas relações FG/MEC/FAM---->Brasília. Eis a ponta do "aisiberque". O grosso fica um pouco mais embaixo. E talvez ali esteja o seu, ou o nosso ALVO. Um abç Assis

[Sobre "Obrigado, GV"]

por Assis Santos
8/12/2003 às
16h01 200.97.135.10
(+) Assis Santos no Digestivo...
 
Mario Prata, o vestiba
Como se Mario Prata fosse um exemplo de capacidade intelectual. Ele não somente seria incapaz de passar na prova de interpretação, como provavelmente reprovaria em outras.

[Sobre "O rei nu do vestibular"]

por Coutinho
8/12/2003 às
13h04 200.181.169.94
(+) Coutinho no Digestivo...
 
Tenho um ídolo afinal!
Minha mãe diz que estou louca e meio psicótica, meio anestesiada de tanto vivenciar e viver a música e fatos em volta da Maria Rita... Acho normal para quem não pôde ter ídolos na adolescência e na juventude como ela pôde ter, aliás ela vivia atrás da Elis em festivais, ehehe, minha avó me contou antes de morrer que meu avô quebrava discos do Elvis e proibia a ela de ir a esses movimentos, detalhe, ela fugia, dizia que ia estudar na casa de amigas e lá se ia ela, quer pior? E aí? Eu não tenho festivais, não tenho a qualidade que ela tinha em sua época, mas tenho uma dentre todas e todos os que estão por aí e o nome dela é: MARIA RITA!!! Bjinhos

[Sobre "Maria Rita: música em estado febril"]

por Cristiana Passinato
7/12/2003 às
16h58 200.179.222.143
(+) Cristiana Passinato no Digestivo...
 
Revolutions
Enfatizo a informação citada nos outros comentários: Matrix é uma trilogia. Não foi originalmente anunciada como tal porque a Warner teve dúvidas em relação ao sucesso do primeiro filme. Discordo também que Reloaded foi despropositado, ele foi feito para levantar mais dúvidas do que respostas, respostas essas que não foram totalmente explicadas pelo Arquiteto, nos forçando a assistir Revolutions, esse sim, a grande decpeção, pois, não respondeu de forma satisfatória as dúvidas levantadas em Reloaded. Confesso que saí muito decepcionado do cinema, pois foi perdida a chance de se criar o primeiro grande mito do cinema no século XXI. Infelizmente se preocuparam com o lucro nas bilheterias e com efeitos especiais mirabolantes, cito por exemplo a tão comentada "Superbriga" entre Neo e Smith, que não é diferente do que qualquer episódio de Dragon Ball ou Cavaleiros do Zodíaco. Agora se comenta muito na possibilidade de um novo Matrix, aí sim, é admitir o fracasso de Revolutions.

[Sobre "Matrix, Reloaded e Revolutions"]

por Adriano
6/12/2003 às
21h05 200.203.32.160
(+) Adriano no Digestivo...
 
Quem sabe?
Perfeito tudo. A Maria Rita, o disco, a emoção, as críticas, as palavras de Jardel, a tentativa da seleção e da divisão inúteis da nossa sociedade em "quem gosta e em quem não gosta de Maria Rita"; Surge uma emoção nova, para alguns, uma emoção de resgate, agora podendo ser vivenciada na maturidade de muitos. Mas, cuidado, entre outras coisas, Elis era atormentada justamente pelos críticos e suas emoções... Dependia da ardência de suas opiniões. A Grande Elis hoje é unanimidade, mas como gostaria de tê-la visto livre de tudo isso! Vejo a euforia da crítica como algo limitante ao artista. Maria Rita é um feliz talento. Maria Rita é tudo isso que você Jardel falou, mas não se esqueça de dar espaço para o seu próprio caminhar para que não venha assim impedir de permiti-la levá-lo a emoções outras que deseje compartilhar. Desculpe o desabafo, é que não gosto de assistir à mesmice histórica: hoje queremos, colocamos no topo, amanhã quem sabe se teremos a capacidade de compreender a evolução daquele que ajudamos a colocar no topo. Quem sabe?

[Sobre "Maria Rita: música em estado febril"]

por Monica Facó
6/12/2003 às
10h55 200.140.3.178
(+) Monica Facó no Digestivo...
 
Arco-íris de letras
Caro Edu, felizmente continuas "tentando", maravilhando a muitos com tuas brilhantes pinceladas de letras, pintando com tuas cores cheias de vida. Seria muito bom te conhecer. Enquanto isso, continuo a ver teus eflúvios coloridos. Que Deus te abençoe. Assis

[Sobre "Apresentação; ou, O prazer foi meu"]

por Assis Santos
5/12/2003 à
01h34 200.97.135.67
(+) Assis Santos no Digestivo...
 
Blá, blá, blá
Não acho que a geração jovem não tenha predisposição de ter cultura musical, ou seja referenciais em relação a seu consumo como se tinha anteriormente. Acontece que quem nasceu depois do anos 80, não teve acesso a TV aberta de qualidade e outros canais culturais, além de ter vivido tramóias homéricas das gravadoras tipo axé, forró cearense, punk de boutique e muito mais. Tanto aqui, quanto nos EUA distribuição de bens culturais é basicamente uma questão de Poder, Não interessa se estatal ou privado. Vale sempre o autoritarismo. Não há então parâmetros para analisar os hábitos de consumo musical de hoje, baseando-se em inserção de novas tecnologias. A geração Big Brother pode ter muitos opções de hard, mas muito poucas em termos de software ou conteúdo. Vale lembrar que o sonho da Internet livre (leia-se Napster)morreu. Antes dos anos 80,os donos do poder, no caso aqui cultural, apenas deram uma distraída...

[Sobre "O dia em que a música rachou"]

por Izabela Raposo
4/12/2003 às
18h48 200.249.255.2
(+) Izabela Raposo no Digestivo...
 
Parabéns pelo site
Parabéns pelo site, sou estudante de jornalismo e costumo visitá-lo com freqüência, aprecio o conteúdo de ótima qualidade e o layout bem organizado e de fácil acesso.

[Sobre "Digestivo nº 152"]

por Ana Gabriela
5/12/2003 às
09h30 200.174.167.131
(+) Ana Gabriela no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Anão e a Ninfeta
Dalton Trevisan
Record
(2011)



Vinho o Melhor Amigo do Homem
Ivan Carlos Regina
Engenho
(2004)



Livro - Tina - Respeito
Fefê Torquato
Panini Comics
(2019)



A Origem das Religiões Primitivas
Guy E. Swanson
Forense
(1960)



The Red Balloon Stage 1
Eduardo Amos
Moderna
(1991)



Sindicalismo Contemporâneo uma Nova Visão para o Movimento Sindical
Sindicalismo Contemporâneo
Sem



Baianos Famosos - Biografia
Antonio Loureiro De Souza
Ibrasa



Você Tem Medo de Quê ?
Tim Lihoreau
Globo
(2008)



Num Outro Mundo - 4ª Edição
J. W. Rochester
Conhecimento
(2007)



Judas, o Obscuro
Thomas Hardy
Abril Cultural
(1971)





busca | avançada
49702 visitas/dia
2,0 milhão/mês