ne sutor ultra crepidam... | Gustavo A. R. Silva

busca | avançada
60272 visitas/dia
2,0 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Unil oferece abordagem diferenciada da gramática a preparadores e revisores de texto
>>> Conversas no MAB com Sergio Vidal e Ana Paula Lopes
>>> Escola francesa de Design, Artes e Comunicação Visual inaugura campus em São Paulo
>>> TEATRO & PODCAST_'Acervo e Memória', do Célia Helena, relembra entrevista com Nydia Licia_
>>> Projeto Cultural Samba do Caxinha cria arrecadação virtual para gravação de seu primeiro EP
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Aos nossos olhos (e aos de Ernesto)
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Mentiras diplomáticas 1: a Copa do Mundo é nossa
>>> Separar-se, a separação e os conselhos
>>> Eu não uso brincos
>>> Sou diabético
>>> Safra grande de poesia
>>> Higher Than The Sun
>>> Aos aspirantes a escritor
>>> Literatura Falada (ou: Ora, direis, ouvir poetas)
>>> A Web 2.0 Critique
>>> Diogo Salles no podcast Guide
Mais Recentes
>>> História do mundo contemporâneo de Paulo G. Fagundes Visentini .Analucia Danilevicz pela Vozes (2008)
>>> Traçando Paris de Luís Fernando Verissimo & Joaquim da Fonseca pela Artes e Ofícios (1993)
>>> O Suicida e o Computador de Luis Fernando Verissimo pela L&PM (1992)
>>> Pequeno Vocabulário Mirandês-Português de Moisés Pires pela Câmara Municipal de Miranda do Douro (2004)
>>> Tony e Susan de Austin Wright pela Intrínseca (2011)
>>> Cavalos e Obeliscos de Moacyr Scliar pela Mercado Aberto (1989)
>>> A Busca de Carlos Magno de Steve Berry pela Record (2010)
>>> Max e os Felinos de Moacyr Scliar pela L&PM Pocket (2001)
>>> Ermitagem de Pedro Jofre Marodin pela Do autor (1988)
>>> Pateo do Collegio - Coração de São Paulo (Autografado) de Hernâni Donato pela Loyola (2008)
>>> Guide illustré du Château et de la Ville. de Heidelberg pela Edm.von König - Verlag (1996)
>>> Neve de Orhan Pamuk pela Companhia das Letras (2006)
>>> São Francisco de Assis na Literatura e na Arte de Corrêa Junior pela Martins (1968)
>>> Pour Étudie un Poéme de Françoise Nayrolles pela Hatier (1987)
>>> As lutas, a Glória e o Martírio de Santos Dumont de Fernando Jorge pela Mc Graw Hill do Brasil (1977)
>>> Inglês para viagem de Michaelis tour pela Melhoramentos (1994)
>>> Quase tudo(memórias) de Danuza Leão pela Companhia das Letras (2005)
>>> Corredor Polonês de Alfredo Sirkis pela Record (1986)
>>> Bartolomeu de Gusmão de Afonso de E. Taunay pela Leia (1942)
>>> O último Voo do Flamingo de Mia Couto pela Companhia das Letras (2008)
>>> Le Cid de Pierre Corneille pela Didier (1978)
>>> Memórias do Visconde de Taunay de Alfredo D´Escragnolle Taunay pela Melhoramentos (1946)
>>> Fé e Fogo de Marco Adolfs pela Brasiliense (2008)
>>> Ana Sem Terra de Alcy Cheuiche pela Sulina (2001)
>>> A Retirada da Laguna de Visconde de Taunay pela Melhoramentos (1942)
>>> Antigone de Jean Anouilh pela Didier (1978)
>>> Callíope A Mulher de Atenas de Cintia de Faria Pimentel Marques pela Letras Jurídicas (2004)
>>> Cinemarden de Marden Machado pela Arte e Letra (2018)
>>> A Luneta Mágica de Joaquim Manuel De Macedo pela Ática (2012)
>>> Abismo de Pompília Lopes dos Santos pela Repro-set (1985)
>>> Enquanto o dorso do tigre não se completa de Sérgio Rubens Sossélla pela Gráfica União
>>> Maria e outros poemas de J. Cardias pela Do autor (1991)
>>> Fênix de Carlos Barros pela Arte Quintal (1989)
>>> Rousseaus Politische Philosophie: Zur Geschichte des demokratischen Freiheitsbegriffs de Iring Fetscher pela Hermann Luchterhand (1960)
>>> Poesia de Jake pela Pallotti
>>> La métamorphose de Franz Kafka pela Flamarion (1988)
>>> The Invisible bridge de Julie Orringer pela Random House (2011)
>>> ... E o mundo silenciou de Ben Abraham pela Parma (1979)
>>> Minha Alma Gêmea de Adélia Bastos Krefta pela Santa Mônica (1999)
>>> Como falar com as mães de Alec Greven pela Record (2009)
>>> O doce veneno do escorpião de Bruna Surfistinha pela Panda Books (2005)
>>> Aprender a Viver de Luc Ferry pela Objetiva (2007)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Nova Cultural (1987)
>>> Enquanto o Amor não vem. de Lyanda Vanzant pela Sextante (1999)
>>> Meninas Boazinhas vão para o céu, as más vão à luta. de Ute Ehrhardt pela Objetiva Mulher (1996)
>>> Poeta, Mostra a Tua Cara de Berecyl Garay pela Toazza (1992)
>>> Medida Provisória 1 6 1 de Ademir Antonio Bacca pela Toazza
>>> Eu amo Hollywood de Lindsey Kelk pela Fundamento (2013)
>>> A Torre Invisível de Nils Johnson-Shelton pela Intrinseca (2013)
>>> De Volta ao Paraíso de Gwen Davis pela Nova Epoca
COMENTÁRIOS

Domingo, 20/2/2005
Comentários
Leitores


ne sutor ultra crepidam...
Um sujeito que, aluno de Letras, deixa de ler Machado de Assis "porque a política estudantil não dava tempo" acaba de definir-se como aquilo que Mário de Andrade chamava de "uma reverendíssima b..."! Gustavo Aguiar Rocha da Silva

[Sobre "Machado e Érico: um chato e um amigo"]

por Gustavo A. R. Silva
20/2/2005 às
22h11 200.222.192.76
(+) Gustavo A. R. Silva no Digestivo...
 
Carta a Ana Elisa Ribeiro
Prezada Ana Elisa Ribeiro: seu aprendizado na década de 80 foi muito parecido com o meu na década de 50. Lemos muitas coisas em comum, você leu alguns autores que não li e de minha parte li outros que você não mencionou. Concordamos no que é essencial: ler nada faz pelo ser humano, a não ser torná-lo melhor. Por favor, diga quem foram os idiotas que se reuniram para dizer besteiras sob os auspícios do banco Itaú. Cordialmente, Gustavo Aguiar Rocha da Silva

[Sobre "O clássico e a baleia quadrúpede"]

por Gustavo A.R.Silva
20/2/2005 às
22h04 200.222.192.76
(+) Gustavo A.R.Silva no Digestivo...
 
o seu silêncio
São tão intrigantes, os campos de idéias desse escritor, o tratamento que a vida lhe deu e então o seu silêncio. A hipótese que me vem rodeiam certas interrogações sobre ele: No momento em que nega uma disposição com o outro, expressa que não a quer de ninguém? Quando não escreve mais, não acredita mais no homem? Se não acredita mais no homem, é pq se conheceu de tal forma que julga que não há um porquê? A existencia não é um risco? Se não se sente uma energia extraordinária em algum momento que faça tudo valer a pena, no que se apoiar quando se está boiando no esgoto? Se há a lembrança dessa energia, por que não desejar que ela continue a existir, mesmo que não todo o tempo, e sinta que existe algo pelo que se empenhar, caminhar, correr e por que não dançar? Não acho que Raduan parou de escrever por que há um excesso de verdade no mundo, mas talvez não tenha encontrado (no sentido mais profundo de encontro) mais motivação e sentido para sua energia criadora, para qualquer crença que o inspire, que passem pelo seu crivo individual. Acho que suas obras foram gritos desafogados de si e pensando que "o escritor escreve-se para que o leitor se leia" o corte dessa "comunicação" foi por uma distância incalculável que se deu.

[Sobre "A solidão povoada de Raduan"]

por beatriz
18/2/2005 às
18h09 200.175.135.2
(+) beatriz no Digestivo...
 
Sábias palavras de um amigo
Gostaria de parabenizar meu mestre e amigo pelo excelente texto, aproveitando o ensejo para convidá-lo a visitar a velha turma da 1AFIN (hoje, 3AFIN) na sala 106C.

[Sobre "Sobre a leitura dos clássicos"]

por Marcelo Zanzotti
18/2/2005 às
17h23 200.206.72.162
(+) Marcelo Zanzotti no Digestivo...
 
para onde se está indo...
Oi, Julio! Mais uma vez leio teu texto com grande prazer. E vou contar que houve uma identificação com a parte "somos pobres de conteúdo", pois me deparei com uma situação minha assim há um tempo atrás. Despertei para a procura de um entendimento mais profundo sobre o meio e sobre mim há pouco tempo, aos 17 anos, tarde não? Pois é, foi quando pude entrar em um cursinho particular, e me encantar com Aulas (com letra maíscula, porque só o aluno que vive sabe a grande diferença entre uma aula ministrada por um professor que tem uma boa capacitação e disposição e os que não tem -sem esquecer neste caso o estímulo da remuneração e bom local de trabalho-) e a existência do extraordinário conhecimento me deu um banho, e passei, pelo que observo hoje, por estágios comuns dessa procura. A Filosofia, idealismos, entre outros interesses, tiveram efeitos vazios em um primeiro momento, pois não encontraram algum respaldo de noções que pudessem direcioná-los. E estive como "mero produto do meio". No entanto, a melhor coisa foi que continuei caminhando, e num sinal percebi como estava vazia, como era falso achar que tinha e emitia opiniões minhas, quando parava para pensar, e encontrava pouca bagagem intelectual (também por ler pouco). Não que esperava ter uma compreenssão incrível de algo, nem maturidade para perceber o mundo como é, mas tinha muito pouco, tanto que sentia que havia um potencial, pois havia vontade, mas me sentia presa a uma restrição de informações que poderiam enveredar para conhecimentos. Enfim, não que pense que hoje já cheguei em algum lugar, pois percebo que é uma inclinação a um exercício constante, de ler, ver, refletir, viver, e cada vez mais reconhecer o quão pouco é diante do que existe. Mas como é bom na passagem do ano, parar e sentir que o tempo não simplesmente passou, mas sim ele aconteceu, ele foi produtivo e analisando entendimentos de ontem, percerber que eles estão mudando, sendo acrescentados, transformados. Penso hoje que, não sei se todos, mas em momentos na vida o mais importante não é onde está, mas para onde se está indo... Um abraço

[Sobre "Apocalípticos, disléxicos e desarticulados"]

por Beatriz
18/2/2005 às
16h50 200.175.135.2
(+) Beatriz no Digestivo...
 
o governo não pensa na cultura
Ode ao desincentivo do Governo. Se hay governo, soy contra. O governo atual não pensa na cultura e quando pensa, caga. Veja os exemplos do Gilberto Gil. Quando estava fora do governo, era muito mais antivo como militante cultural do que agora. Não se vê inventivo cultural para a população de baixa renda. São tantos artistas sem amparo, tentando custear seus sonhos e projetos com o suor dos seus esforços. Falta uma politica cultural eficiente. O PT não tem uma politica cultural. Muito se discutiu mas não se chegou a lugar nenhum.Desde os primeiros passos discutidos em Diadema, nos primeiros esncontros de cultura do partido. Lá estava eu, esperançoso e acreditando que alguma coisa iria mudar. Tudo está como antes no País de abrantes. Merda. Clovis Ribeiro

[Sobre "Perdemos público em 2004? E daí?"]

por Clovis Ribeiro
17/2/2005 às
21h43 201.6.102.57
(+) Clovis Ribeiro no Digestivo...
 
LiteraturaFemininaBrasileiraHj
O texto da moça (ela deve ter menos de trinta anos, ou aparenta ter, ao menos nas fotos e nas letras) me chocou profundamente. Antes de tudo pelo seu caráter anódino. Não diz nada, só insinua com bastante elegância e nenhuma prova concreta, sem sequer posicionamento algum. O texto da autora Christiane Tassis, ou Chris Kitti (seria uma referência a Hello Kitti?) me parece uma tentativa de sedução vazia, com até mesmo elogios a sua própria voz(!) que antes de ser certamente metafórico é infeliz, muito infeliz em meu entender. O texto de Julio me divertiu, o da moça me chocou por sua inépcia. Um abraço, de uma escritora que se esconde temendo ser tomada por apenas uma pessoal retrucadora, mas que antes disso, está aburdamente chocada.

[Sobre "Digestivo nº 213"]

por Marina Cássia
15/2/2005 às
17h55 200.165.247.150
(+) Marina Cássia no Digestivo...
 
Nem mesmo a internet!
Nada substitui um livro! Nem mesmo a internet! Ainda que se sinta alergias às velhas folhas de um livro! Os sebos contam suas histórias... Muito boa a reportagem!

[Sobre "O discreto charme dos sebos"]

por Rosa Nina
14/2/2005 às
11h25 201.8.190.12
(+) Rosa Nina no Digestivo...
 
o horror que não horroriza
Parabens, Daniela Sandler. Enquanto o inexplicavel, o absurdo, o horror que não horroriza permear os "homens animais" da nossa civilizacao, a humanidade necessita de vigiliantes eternos. Precisamos rever continuamente nossos valores e a historia pode muito nos ensinar..

[Sobre "Abrir os portões de Auschwitz sessenta anos depois"]

por Salim Ibrahim Levi
13/2/2005 às
11h17 200.164.49.98
(+) Salim Ibrahim Levi no Digestivo...
 
Boquiaberto li essas linhas
Boquiaberto li essas linhas sobre o grande livro de Machado, "Dom Casmurro". Ao ler os comentários sobre as já citadas linhas, fiquei um pouco mais tranquilo. Entre essas pude perceber que o autor citava Ibrahim Sued como o único que "tivera a coragem de açoitar a obra em tela, tendo-a classificado como chatérrima". Vocês todos estão certos, meus queridos, inclusive o gênio da raça, o colunista social Ibrahim. Antônio Cândido, Houaiss e outros tantos estão errados ou, melhor, são uns chatos. E, agora, me vem à mente a seguinte questão: será que existe vida inteligente naqueles que, nos dias de hoje, não chegaram ainda aos 50 anos ou quase isso?

[Sobre "Machado e Érico: um chato e um amigo"]

por Roberto Morrone
12/2/2005 às
23h10 200.158.37.232
(+) Roberto Morrone no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




SAÚDE E ESPIRITISMO
VÁRIOS AUTORES
ASSOCIAÇÃO MÉDICO-ESPÍRITA DO BRASIL
(2004)
R$ 20,00



VIVA VIDA
LAURO TREVISAN
DA MENTE
(1998)
R$ 7,00



SUPERVISÃO EM EDUCAÇÃO
NARCISA VELOSO DE ANDRADE
LTC/MEC
(1976)
R$ 6,90



AS JÓIAS DO REI PELÉ
CELSO DE CAMPOS JUNIOR
REALEJO
R$ 149,00



OS PORQUÊS DO CORAÇÃO
CONCEIL CORREA DA SILVA
EB
(2010)
R$ 18,00



PORCELAIN
MOBY
INTRÍNSECA
(2016)
R$ 22,00



COMER REZAR AMAR
ELIZABETH GILBERT
OBJETIVA
(2006)
R$ 20,00



ENTRE O PASSADO E O FUTURO
HANNAH ARENDT
PERSPECTIVA
(2002)
R$ 40,00



LES AMERICAINS
ANDRE KASPI
POINTS
(1986)
R$ 9,90



BURITI GEOGRAFIA 3
PROJETO BURITI
MODERNA
(2013)
R$ 13,00





busca | avançada
60272 visitas/dia
2,0 milhões/mês