Sábias palavras de um amigo | Marcelo Zanzotti

busca | avançada
71485 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> FESTIVAL CORO NA QUARENTENA
>>> MAB FAAP estará fechado nos próximos dois finais de semana, devido ao Plano SP
>>> Exposição de Pietrina Checcaci é prolongada no Centro Cultural Correios
>>> Escritora Luci Collin participa de encontro virtual gratuito
>>> Máscaras Decoloniais: Dança e Performance (edição bilingue)
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
>>> Jogando com Cortázar
>>> Os defeitos meus
>>> Confissões pandêmicas
>>> Na translucidez à nossa frente
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
Últimos Posts
>>> Kate Dias vive Campesina em “Elise
>>> Editora Sinna lança “Ninha, a Bolachinha”
>>> “Elise”: Lara Oliver representa Bernardina
>>> Tonus cristal
>>> Meu avô
>>> Um instante no tempo
>>> Salvem à Família
>>> Jesus de Nazaré
>>> Um ato de amor para quem fica 2020 X 2021
>>> Os preparativos para a popular Festa de Réveillon
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Olavo de Carvalho: o roqueiro improvável
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Os sapatos confessam
>>> Caneando o blog
>>> Ofício com Carlos Herculano
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Ser intelectual dói
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Freedom, de Jonathan Franzen
>>> O dia em que Paulo Coelho chorou
Mais Recentes
>>> Perseguição: o Fogo Amigo das Lembranças de Alessandro Piperno pela Betrand Brasil (2012)
>>> The Wither - A torre da andorinha de Andrzej Spakowski pela Editora WMF (2019)
>>> O Penúltimo Perigo - Desventuras Em Série de Lemony Snicket pela Companhia das Letras (2006)
>>> A Terra Longa de Terry Pratchett pela Betrand Brasil (2018)
>>> ALBERT SCHWEITZER de Enrico Colombo pela Edições Loyola (2010)
>>> Breve história do Canadá de Desmond Morton pela Alfa-Ômega (1989)
>>> Uma Vez - Eva - Vol. 2 de Anna Carey pela Galera Record (2015)
>>> Direito do Trabalho - 11ª Ed. 2015 de Vólia Bomfim Cassar pela Editora Método
>>> Jovem, o Caminho Se Faz Caminhando de Dunga pela Canção Nova (2012)
>>> Direito Policial - Leis Orgânicas - Comentadas e Anotadas de Alberto Angerami pela Grupo Editorial Nacional (2009)
>>> História do café de Ana Luiza Martins pela Contexto (2017)
>>> Esclarecendo as Deficiências de Márcia Honora pela Ciranda Cultural (2008)
>>> História da imprensa no Brasil de Nélson Werneck Sodré pela Mauad (1999)
>>> Literatura como missão: tensões sociais e criação cultural na primeira república de Nicolau Sevcenko pela Brasiliense (1985)
>>> O Livro Que Ninguém Vai Ler de Sylvia Orthof pela Rovelle (2013)
>>> A guerra da Argentina de Alfredo Sirkis pela Record (1982)
>>> A tirania do prazer de Jean-Claude Guillebaud pela Bertrand Brasil (1999)
>>> Breve história dos argentinos de Félix Luna pela , Quartet (1995)
>>> A capital de Eça de queiroz pela Globo (2020)
>>> História cultural da Alemanha (1919-1960) de Louis Dupeux pela Civilização Brasileira (1992)
>>> Vencer é possível: democracia sem exclusão, globalização com soberania de Nelson Mandela pela Revan (1998)
>>> A Concha Mágica de Eduardo Oliveira pela Prazer de Ler (2015)
>>> Administração da Produção - Edição Compacta de Nigel Slack e Outros pela Atlas
>>> Harry Potter and the Order of the Phoenix de J. K. Rowling pela Scholastic Books (2018)
>>> Livro de exercícios - English for everyone - Módulo 1 de Lili Bryant pela PubliFolha (2017)
>>> Buscai as Coisas do Alto - Audiolivro de Pe. André Lima pela Canção Nova (2006)
>>> How to Speak Droid with R2-D2: A Communication Manual de Urma Droid pela Chronicle Books (2013)
>>> Gabriela, cravo e canela de Jorge Amado pela Record (2001)
>>> Historias inusitadas de José cam,ilo lelis pela Cepe (2016)
>>> Pantaleão e as Visitadoras de Mário Vargas Llosa pela Alfaguara Brasil (2007)
>>> Psicanálise e Instituição de Chaim Samuel Katz pela Documentário (1977)
>>> O Assassino e a Musa de Roa Lynn pela Francisco Alves (2001)
>>> As Consequências do Amor de Salaiman Addonia pela Record (2009)
>>> Conecte Matemática - Volume 1 de Gelson Iezzi pela Saraiva (2021)
>>> Queda de Gigantes de Ken Follett pela Arqueiro (2010)
>>> Vade Mecum Policial de Carlos Alberto Marchi de Queiroz pela Iglu (2000)
>>> El Libro de la Huerta de Eulalia Domingo pela Libsa (2015)
>>> Isaac Newton - uma Biografia de James Gleick pela Companhia das Letras (2004)
>>> O Noivo da Princesa de William Goldman pela Marco Zero (1987)
>>> Tudo Começou Em Babel de Herbert Wendt pela Ibrasa (1958)
>>> La Misión de Sigmund Freud de Erich Fromm pela Fondo del Cultura Económica (1960)
>>> Rumo a uma Vida Significativa de Simon Jacobson (adap) pela Maayanot (2001)
>>> Sufismo Universal de H. J. Witteveen pela Triom (2003)
>>> Na Escola da Fenomenologia de Paul Ricoeur pela Vozes (2009)
>>> Iniciação à História da Filosofia de Danilo Marcondes pela Zahar (2010)
>>> A Conquista do Presente de Michel Mafessoli pela Rocco (1984)
>>> A Potência de Existir de Michel Onfray pela Martins Fontes (2010)
>>> Ética como Amor-próprio de Fernando Savater pela Martins Fontes (2000)
>>> O Visível e o Invisível de Merleau-Ponty pela Perspectiva (2000)
>>> Não Pise na Bola de Richard Simonetti pela Clarim (1997)
COMENTÁRIOS

Sexta-feira, 18/2/2005
Comentários
Leitores


Sábias palavras de um amigo
Gostaria de parabenizar meu mestre e amigo pelo excelente texto, aproveitando o ensejo para convidá-lo a visitar a velha turma da 1AFIN (hoje, 3AFIN) na sala 106C.

[Sobre "Sobre a leitura dos clássicos"]

por Marcelo Zanzotti
18/2/2005 às
17h23 200.206.72.162
(+) Marcelo Zanzotti no Digestivo...
 
para onde se está indo...
Oi, Julio! Mais uma vez leio teu texto com grande prazer. E vou contar que houve uma identificação com a parte "somos pobres de conteúdo", pois me deparei com uma situação minha assim há um tempo atrás. Despertei para a procura de um entendimento mais profundo sobre o meio e sobre mim há pouco tempo, aos 17 anos, tarde não? Pois é, foi quando pude entrar em um cursinho particular, e me encantar com Aulas (com letra maíscula, porque só o aluno que vive sabe a grande diferença entre uma aula ministrada por um professor que tem uma boa capacitação e disposição e os que não tem -sem esquecer neste caso o estímulo da remuneração e bom local de trabalho-) e a existência do extraordinário conhecimento me deu um banho, e passei, pelo que observo hoje, por estágios comuns dessa procura. A Filosofia, idealismos, entre outros interesses, tiveram efeitos vazios em um primeiro momento, pois não encontraram algum respaldo de noções que pudessem direcioná-los. E estive como "mero produto do meio". No entanto, a melhor coisa foi que continuei caminhando, e num sinal percebi como estava vazia, como era falso achar que tinha e emitia opiniões minhas, quando parava para pensar, e encontrava pouca bagagem intelectual (também por ler pouco). Não que esperava ter uma compreenssão incrível de algo, nem maturidade para perceber o mundo como é, mas tinha muito pouco, tanto que sentia que havia um potencial, pois havia vontade, mas me sentia presa a uma restrição de informações que poderiam enveredar para conhecimentos. Enfim, não que pense que hoje já cheguei em algum lugar, pois percebo que é uma inclinação a um exercício constante, de ler, ver, refletir, viver, e cada vez mais reconhecer o quão pouco é diante do que existe. Mas como é bom na passagem do ano, parar e sentir que o tempo não simplesmente passou, mas sim ele aconteceu, ele foi produtivo e analisando entendimentos de ontem, percerber que eles estão mudando, sendo acrescentados, transformados. Penso hoje que, não sei se todos, mas em momentos na vida o mais importante não é onde está, mas para onde se está indo... Um abraço

[Sobre "Apocalípticos, disléxicos e desarticulados"]

por Beatriz
18/2/2005 às
16h50 200.175.135.2
(+) Beatriz no Digestivo...
 
o governo não pensa na cultura
Ode ao desincentivo do Governo. Se hay governo, soy contra. O governo atual não pensa na cultura e quando pensa, caga. Veja os exemplos do Gilberto Gil. Quando estava fora do governo, era muito mais antivo como militante cultural do que agora. Não se vê inventivo cultural para a população de baixa renda. São tantos artistas sem amparo, tentando custear seus sonhos e projetos com o suor dos seus esforços. Falta uma politica cultural eficiente. O PT não tem uma politica cultural. Muito se discutiu mas não se chegou a lugar nenhum.Desde os primeiros passos discutidos em Diadema, nos primeiros esncontros de cultura do partido. Lá estava eu, esperançoso e acreditando que alguma coisa iria mudar. Tudo está como antes no País de abrantes. Merda. Clovis Ribeiro

[Sobre "Perdemos público em 2004? E daí?"]

por Clovis Ribeiro
17/2/2005 às
21h43 201.6.102.57
(+) Clovis Ribeiro no Digestivo...
 
LiteraturaFemininaBrasileiraHj
O texto da moça (ela deve ter menos de trinta anos, ou aparenta ter, ao menos nas fotos e nas letras) me chocou profundamente. Antes de tudo pelo seu caráter anódino. Não diz nada, só insinua com bastante elegância e nenhuma prova concreta, sem sequer posicionamento algum. O texto da autora Christiane Tassis, ou Chris Kitti (seria uma referência a Hello Kitti?) me parece uma tentativa de sedução vazia, com até mesmo elogios a sua própria voz(!) que antes de ser certamente metafórico é infeliz, muito infeliz em meu entender. O texto de Julio me divertiu, o da moça me chocou por sua inépcia. Um abraço, de uma escritora que se esconde temendo ser tomada por apenas uma pessoal retrucadora, mas que antes disso, está aburdamente chocada.

[Sobre "Digestivo nº 213"]

por Marina Cássia
15/2/2005 às
17h55 200.165.247.150
(+) Marina Cássia no Digestivo...
 
Nem mesmo a internet!
Nada substitui um livro! Nem mesmo a internet! Ainda que se sinta alergias às velhas folhas de um livro! Os sebos contam suas histórias... Muito boa a reportagem!

[Sobre "O discreto charme dos sebos"]

por Rosa Nina
14/2/2005 às
11h25 201.8.190.12
(+) Rosa Nina no Digestivo...
 
o horror que não horroriza
Parabens, Daniela Sandler. Enquanto o inexplicavel, o absurdo, o horror que não horroriza permear os "homens animais" da nossa civilizacao, a humanidade necessita de vigiliantes eternos. Precisamos rever continuamente nossos valores e a historia pode muito nos ensinar..

[Sobre "Abrir os portões de Auschwitz sessenta anos depois"]

por Salim Ibrahim Levi
13/2/2005 às
11h17 200.164.49.98
(+) Salim Ibrahim Levi no Digestivo...
 
Boquiaberto li essas linhas
Boquiaberto li essas linhas sobre o grande livro de Machado, "Dom Casmurro". Ao ler os comentários sobre as já citadas linhas, fiquei um pouco mais tranquilo. Entre essas pude perceber que o autor citava Ibrahim Sued como o único que "tivera a coragem de açoitar a obra em tela, tendo-a classificado como chatérrima". Vocês todos estão certos, meus queridos, inclusive o gênio da raça, o colunista social Ibrahim. Antônio Cândido, Houaiss e outros tantos estão errados ou, melhor, são uns chatos. E, agora, me vem à mente a seguinte questão: será que existe vida inteligente naqueles que, nos dias de hoje, não chegaram ainda aos 50 anos ou quase isso?

[Sobre "Machado e Érico: um chato e um amigo"]

por Roberto Morrone
12/2/2005 às
23h10 200.158.37.232
(+) Roberto Morrone no Digestivo...
 
blogando desesperadamente
Cara, cabamba, carao. Você deixou pirada a minha cabeça. Sabe, Julio, eu nunca tinha pensado sobre isso antes. É muita informação para minha cuca, cara. Caramba. Estou blogando desesperadamente e as vezes acho que me perdi em tantos caminhos. São tantas as emoções. Mas cada blog deve ter um sentido. Sinto isso. Sabe, cada um diz sobre alguma coisa específica: poemas, musicas, vampiros, etc. Vou continuar pensando sobre tudo isso que você colocou para se pensar. Clovis Ribeiro

[Sobre "A internet e os blogs"]

por Clovis Ribeiro
12/2/2005 às
22h06 201.6.102.57
(+) Clovis Ribeiro no Digestivo...
 
como tomar banho
"Julgo ser a literatura algo como o ato de tomar banho: só se consegue fazer bem sozinho..." Mas a verdade é que para alguns a necessidade de se sentir como "membro" de determinada camada social vem muito antes da necessidade de se realizar, pura e simplesmente, longe e alheio a regras. Institucionalizam a leitura e o banho (por exemplo, em clubes nudistas). Mas ai' me dizem: ha' uma necessidade de se compartilhar, de se discutir.. Mas por um outro lado o que se vê é, na maioria das vezes, guerra de egos... Assim, concordo e apreciei muito essa sua preleção a respeito da necessidade de um retorno ao bom e velho banheiro, ali no silêncio, junto com nossos bons e velhos autores (ou mesmo com os novos, sem a forçada necessidade de cita-los depois). Sobra apenas a boa sensação de prazer e gratidão pelo que se leu, mas sem uma necessidade de se retornar a isso depois. Um bom é fulgaz encontro.

[Sobre "Uma conversa íntima"]

por Fabio Lino
12/2/2005 às
18h40 200.161.83.82
(+) Fabio Lino no Digestivo...
 
é pedir muito da inteligência
Que artigo este... Só corrobora o que noto no meu dia-a-dia: quanto menos se sabe, mais se pensa que sabe; ou, como diria Sócrates, no outro extremo, o da sabedoria: "Só sei que nada sei..." Parâmetros é coisa que muitos, ao que parece, nem querem; a prepotência lhes camufla o medo de enfrentar um texto mais denso, um clássico, porque estes não se deixam domar facilmente; não são ralos como o que tem (freqüentemente, é triste dizê-lo) passado por literatura atualmente. E o medo? E se estes "sabichões" não conseguirem entender um Dostoiévski, um Shakespeare, um Lima Barreto, um Stendhal (cito só alguns dos que li e dos quais gosto)? Passar atestado de burrice? Confessar que não gostou (direito que todos têm, inalienável)? Explicar o motivo, ter de ter argumentos para tal? Bom, mas aí terá de ter enfrentado páginas e páginas de descrições, ambigüidades, sutilezas (imagina ler um Henry James!) - é pedir muito da inteligência... Percebo: fui irônica e agressiva, o que não é bom. Mas o caso é que me irrita essa pretensão, esse "nivelar por baixo" com ar de sapiência, com ar de "independência" de pensamento; que se leiam os clássicos, primeiro; depois - como já fiz e outros fizeram - se forme opinião. Elejam-se os favoritos, aqueles que nos falam à mente e/ou ao coração, ponham-se de lado aqueles com quem não se consegue comungar - mas que sejam lidos primeiro; porque ler os clássicos pode não ser "útil" nesse mundo "prático" - porém alimenta a alma...

[Sobre "O clássico e a baleia quadrúpede"]

por Carla
9/2/2005 às
06h42 200.217.22.42
(+) Carla no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Essencial Sobre Vieira De Almeida
Luis Manuel A. V. Bernardo
Livraria Camões (INCM)
(2008)
R$ 24,88



Hipersensibilidade Dentinária - Guia Clínico
Paulo V. Soares e Alexandre C. Machado
Quintessence
(2019)
R$ 399,00



Poesia Completa - Edição Bilíngue - 2ª Ed
Arthur Rimbaud
Topbooks
(1995)
R$ 158,40



Universo dos Super-Heróis - Stan Lee
Roberto Guedes
Discovery
(2013)
R$ 24,90



Literatura de Divinópolis Em Crônicas
Pedro Pires Bessa
Funedi - U F M G
(2006)
R$ 35,82



Funadamentos do Turismo - 5780
Luiz Renato Ignarra
Pioneira
(1999)
R$ 10,00



As Aventuras de Huckleberry Finn
Mark Twain
Principis
(2019)
R$ 14,50



Brida
Paulo Coelho
Rocco
(1994)
R$ 11,00



Vendas & Atendimento
Leandro Martins
Digerati Books
(2007)
R$ 5,00



Terapia Antiinfecciosa 1 Coleção Clínicas Pediátricas da América Do...
Diversos Autores
Interamericana
(1983)
R$ 20,00





busca | avançada
71485 visitas/dia
2,4 milhões/mês