Não dá para confiar | Andrea Jacques

busca | avançada
74501 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> SESC 24 DE MAIO RECEBE EVENTO DE LANÇAMENTO DA COLEÇÃO ARQUITETOS DA CIDADE
>>> Encomenda De Livro On-Line É Disparo Para Novo Espetáculo Do Grupo Pano
>>> Senac São Paulo abre as portas para atividades voltadas ao protagonismo juvenil
>>> Ribeirão Preto recebe o Teatro Portátil no Dia das Crianças
>>> SHOPPING GRANJA VIANNA INCENTIVA A ARTE NA REGIÃO COM O GRANJA CULTURAL
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
Colunistas
Últimos Posts
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
Últimos Posts
>>> Universos paralelos
>>> Deseduquei
>>> Cuidado com a mentira!
>>> E agora? Vai ter pesquisa novamente?
>>> Cabelos brancos
>>> Liberdade
>>> Idênticos
>>> Bizarro ou sem noção
>>> Sete Belo
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> A fragilidade dos laços humanos
>>> Anomailas, por Gauguin
>>> Felicidade
>>> Ano novo, vida nova.
>>> 31 de Maio #digestivo10anos
>>> Parangolé: anti-obra de Hélio Oiticica
>>> Como ler mais livros
>>> Apoio: Digestivo Cultural
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
Mais Recentes
>>> Histórias de tia Nastácia de Monteiro Lobato pela Globinho (2017)
>>> Drogas Hegemonia Do Cinismo de Sergio Dario Sibel ; Maurides De Melo Ribeiro pela Memorial (1997)
>>> Família de Alta Performance: Conceitos Contemporâneos na Educaçã de Içami Tiba pela Integrare (2009)
>>> Verdade tropical de Caetano Veloso pela Companhia das Letras (1997)
>>> Licoes De Private Equity Que Qualquer Empresa Pode Implementar de Hugh Macarthur Orit Gadiesh pela Elsevier (2009)
>>> Dalai Lama. Sobre O Budismo E A Paz De Espirito de Dalai Lama pela Record (2002)
>>> Voar de João Penteado pela Senac São Paulo (2013)
>>> Memórias De Ramses O Grande de Claire Lalouette pela Ediouro (1999)
>>> Ano da Avaliação Psicologia - Textos geradores - Brasília de Conselho Federal de Psicologia. pela Conselhos Regionais de Psicologia (2011)
>>> MICHAELIS: dicionário escolar espanhol. de Câmara Brasileira do Livro, SP, Brasil. pela Melhoramentos (2008)
>>> O Caminho do Samurai de Inazo Nitobe pela Pé da Letra (2019)
>>> Laroiê Exu Veludo de Ademir Barbosa Júnior pela Anubis Editores (2014)
>>> Laroiê Exu Tiriri de Ademir Barbosa Júnior pela Anubis Editores (2014)
>>> A Missão de Allan Kardec de Carlos Imbassahy pela Feb (1988)
>>> Death Note - Black Edition 2 de Tsugumi Ohba & Takeshi Obata pela Jbc (2022)
>>> Death Note - Black Edition I de Tsugumi Ohba & Takeshi Obata pela Jbc (2022)
>>> Batman - A Slight Case of Poison Ivy! de Doug Moench / outros pela Dc Comics (1983)
>>> Compêndio de O Capital de Carlo Cafiero pela Prime (2014)
>>> Mundo Invernal de Chuck Dixon - Jorge Zaffino pela Mythos (2017)
>>> Ela & o Monstro de Mary Shelley & Frankenstein pela Darkside (2020)
>>> Contos de Terror, de Mistério e de Morte de Edgar Allan Poe pela Nova Fronteira (2017)
>>> Bruxa Natural: Guia Completo de Arin Murphy - Hiscock pela Darkside (2021)
>>> Noticias do Planeta Azul de Celso Martins pela Associação Francisco Cândido Xavier (2011)
>>> Naturalmente Bruxa: Desperte a magia que existe em você! de Gabi Violeta pela Planeta (2019)
>>> Bruxas, Bruxos: e o feitiços mais cruéis que se podem imaginar de Joseph Jacobs pela Martin Claret (2011)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 4/5/2005
Comentários
Leitores


Não dá para confiar
A China é tudo isto e muito mais. Um pouco do muito mais está no livro de Diamond Jared, "Armas, germes e aço". Eles já ocuparam este espaço na economia e no mundo algumas vezes durante a história. Leiam lá o que aconteceu. Não dá para confiar.

[Sobre "A mão pesada do gigante"]

por Andrea Jacques
4/5/2005 às
02h33 201.17.188.247
(+) Andrea Jacques no Digestivo...
 
Cultura voltada para novidades
Não creio que fecharam porque eram caros... Aqui no Rio há restaurantes caríssimos que vivem cheios. Acredito que no Brasil, em geral, há um repúdio ao que não é "jovem", incluindo pessoas... Alguém com mais de 40 anos é considerado velho para trabalhar como vendedora de loja, por exemplo. Há uma cultura voltada para tudo que é novo ou talvez novidade...Na Europa há senhoras que trabalham como garçonetes, coisa difícil ou quase impossível de se ver no Brasil. Mas acredito que estamos mudando - devagar mas mudando, sim...

[Sobre "Quando a tradição não põe mesa"]

por REGINA MAS
4/5/2005 à
00h55 200.179.216.74
(+) REGINA MAS no Digestivo...
 
arte é para poucos
Oi, Donizete. Nós, crescidos sob os lemas da república, com seus ideais de igualdade, ainda teremos que aceitar a máxima de Schoenberg segundo o qual "a arte é para poucos, se for para muitos não é arte". jardel

[Sobre "O poeta em pânico"]

por jardel
3/5/2005 às
09h18 200.218.227.54
(+) jardel no Digestivo...
 
tributação diferenciada
Parabéns, Daniela, pelo esenvolvimento da idéia a respeito do mundo do trabalho focado no Brasil. Tenho dúvidas se: (caso de grandes empresas) se o governo diminuísse a carga tributária, as grandes multinacionais aumentariam a remuneração de seus funcionários (acredito apenas que a remessa de lucros para o exterior seria engordada). A tributação deve ser diferenciada para pequenas, médias e grandes empresas. Veja o caso das grandes empresas transnacionais: apresentam consideráveis lucros em relação às outras empresas do grupo em outros países. Portanto, em meu entendimento, ainda somos país colônia e terceiro mundista.

[Sobre "Diploma ou não diploma... não é esta a questão"]

por Miguel Angelo
2/5/2005 às
22h50 200.149.61.29
(+) Miguel Angelo no Digestivo...
 
Mediocridade que resolve
Lucas, concordo com quase tudo o que o você escreveu sobre a festa da Globo e a despedida do Romário. Quanto à mediocridade do Parreira, vale resaltar o seguinte: mediocridade não é privilégio brasileiro não. Tirando o Mourinho do Cheusea, não sobra muita cabeça pensante à beira do campo. O problema é que desde a revolução do Hinnus à frente do Carrossel Holandês na copa de 74, o futebol mundial está carente de inovações nas quatro linhas. Os exemplos que tivemos de técnicos menos burocráticos como Wanderlei Luxemburgo e o próprio Leão - aclamado como unanimidade no meio - no comando da seleção não foram favoráveis. Até o Luis Felipe, que conseguiu o Penta, é tachado como retranqueiro. O fato é que o futebol apresentado nos últimos anos pela equipe brasileira não encanta, mas dá resultados. Afinal temos a única seleção com cinco títulos mundiais no planeta.

[Sobre "Seleção, minha desilusão!"]

por Marco Garcia
2/5/2005 às
17h00 200.207.126.115
(+) Marco Garcia no Digestivo...
 
Gritaria, não!
Não concordo com o dito "gritaria e barulheira infernal", sobre a participação de Lenine em Cambaio. Nem sou fã do cara, mas a questão é que as músicas ficaram aguçadas em relação ao espetáculo. Tá, música é música, mas tem tudo haver com a peça. Só não percebe quem não viu a mesma. E penso ser agressivo demais, pois a música não é, dizer que "...eu quero moça que me deixe maluco, procuro moça que me deixe cambaio..." seja uma gritaria... Sem mais. Renata Linhares

[Sobre "Digestivo nº 225"]

por Renata
4/5/2005 às
15h02 200.176.21.97
(+) Renata no Digestivo...
 
Misturas
Um fator a mais para a preponderancia de certos "tipos" de musica e a expectativa do que e musica brasileira no estrangeiro... Aqui nos EUA musica brasileira e' samba, e musica eletronica com loops de bossa, e tom jobim, e agora os funks e pagodes. O brasileiro que faz uma destas coisas imediatamente tem "reconhecimento" e mercado. Por outro lado, quem se dispoe a ser o Gershwin brasileiro? Afinal, Gershwin compos musicas com a cara dos EUA, morando por aqui e absorvendo justamente influencias locais, isso tudo num pais com mais dinheiro e educacao que o nosso... Talvez para o Brasil seja o Lenny Kravitz :).

[Sobre "A balela do Nacionalismo musical"]

por Ram
2/5/2005 às
10h36 68.127.149.98
(+) Ram no Digestivo...
 
nós, o povo.
Estou lendo pela primeira vez "Em busca do tempo perdido". Como ler na diagonal um livro onde cada frase guarda raciocínios extensos e, muitas vezes, complexos? Imagine se eu tivesse escrevendo uma tese! Essa coisa de quantidade é para norte-americanos, economistas e professores universitários empobrecidos. Nós, o povo, lemos devagar e compreendemos cada vez mais devagar, se é que compreendemos algo.

[Sobre "Leitura-tartaruga"]

por Flávio
2/5/2005 às
09h09 200.252.157.100
(+) Flávio no Digestivo...
 
Nacionalismos e Preconceito
Maior que o nacionalismo fora de órbita é absorver a musicalidade universal achando que é nossa, sem parâmetros culturais, sem referências. Concordo com você a respeito dos Axés, e outros que "fazem muito barulho por nada"... Maas as vertentes musicias que criaram o mangue beat tinham uma sonoridade que apetecia a criatividade e fazia bem aos ouvidos de quem entende de música na sua inspiração harmonica... Os instrumentos nunca estavam em demasia... É lógico que, com o seu criador (Chico Science) morrendo, o que sobrou? Nada... A Maria Rita é uma sombra de Elis e uma das que não refletem nem o por-do-sol nas águas do pântano... Mas acredito que a boa música está na capacidade criativa de cada um, não importa em que área do planeta esteja vivendo, só precisamos conhecer a música e sua referência nmusical.

[Sobre "A balela do Nacionalismo musical"]

por bete brácidas
2/5/2005 às
08h43 148.177.88.252
(+) bete brácidas no Digestivo...
 
O cenário é desolador
O fato que assombra é que a mídia não se ocupa dos desempregados "de diploma": é incrível a avalanche de informações tentando nos vender o aumento no nível de emprego! Que empulhação! Uma pequena variação na oferta de empregos na "base" da pirâmide salarial nos é vendida como retomada da economia! O país está parado, e continuará parado por um bom tempo, para desespero de bacharéis na faixa dos 35/45 anos que tiverem a desventura de se encontrarem desempregados. Com o país parado, só se gasta dinheiro com mão-de-obra o mais barata possível. E vale mais contratar 3 recém-formados do que um pai de família experiente. O cenário é desolador.

[Sobre "Diploma ou não diploma... não é esta a questão"]

por José Geraldo
2/5/2005 às
02h35 200.222.150.50
(+) José Geraldo no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O lado Interno do Culto na Igreja
Geoffrey Hodson
Pensamento



O Segredo de Chimneys
Agatha Christie
Circulo do Livro



Negócios e Ócios
Boris Fausto
companhia das letras
(1997)



Jahú - Sonho Com Asas
Ivan Jaf; Ronaldo Barata
Panda Books
(2009)



Winston Churchill CEO
Alan Axelrod
Elsevier
(2011)



Além do Bem e do Mal
Friedrich Nietzsche
Escala
(2000)



Yemanja a Rainha do Mar
Ariomar Lacerda
pallas
(2006)



Livro - O Estado Federal
Dalmo de Abreu Dallari
Saraiva
(2019)



Cavaleiros do Zodíaco - Saint Seiya - Vol 26
Masami Kurumada
Conrad
(2005)



O Sumiço da Santa: uma História de Feitiçaria
Jorge Amado
Record
(1988)





busca | avançada
74501 visitas/dia
2,0 milhão/mês