Feliz escolha do tema | Silvio T Corrêa

busca | avançada
76521 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Rodolpho Parigi participa de live da FAAP
>>> Para fugir de ex-companheiro brasileira dá volta ao mundo com pouco dinheiro
>>> Zé Guilherme encerra série EntreMeios com participação da cantora Vania Abreu
>>> Bricksave oferece vistos em troca de investimentos em Portugal
>>> Projeto ‘Benzedeiras, tradição milenar de cura pela fé’ é lançado em multiplataformas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 9/11 books
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Cidade de Deus, de Paulo Lins
>>> Humberto Alitto
>>> Orra, meu
>>> A forca de cascavel — Angústia (Fuvest)
>>> Meu tio
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> Tarde, de Paulo Henriques Britto
>>> Curitiba
Mais Recentes
>>> Ilustrado de Miguel Syjuco pela Companhia das Letras (2011)
>>> Revista Viagem e Turismo - Ano 20 – Nº 2 - Quatro Roteiros na Itália Pra Ver Antes de Morrer de Vários Autores pela Abril (2015)
>>> Guia do Executivo Porto Alegre 1998 de Vários Autores pela Gazeta Mercantil (1998)
>>> Guia Quatro Rodas Brasil 2002 de Vários Autores pela Abril (2002)
>>> Éfeso de Naci Keskin pela Keskin Colors (2012)
>>> Clube do Livro, Ser Leitor - que diferença faz? de Luzia de Maria pela Literária (2009)
>>> The Good Life Guide to Sydney de Tessa Mountstephens pela Hark! (1996)
>>> Matemática - 8º Ano - 6º Edição de Edwaldo Bianchini pela Moderna (2006)
>>> Encontro com a Begõnia de Nilza de Oliveira pela Imagem (2014)
>>> Buenos Aires de Boca a River de Joaquim da Fonseca pela Artes e Ofícios (1996)
>>> Brisa Bia, Brisa Bel de Ana Maria Machado pela Record (1999)
>>> Barcelona – Um Ano Com 365 Dias de Marcos Eizerik pela Age (2008)
>>> De Mala e Cuia – Tudo o Que Você Precisa Saber Para Morar, Estudar, Trabalhar e se Divertir na Europa de Adriana Setti pela Jaboticaba (2005)
>>> Quebra de Confiança de Quebra de Confiança Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Viajando pela Europa e Pelo Mundo de José Cretella Júnior pela T. A. Queiroz (1985)
>>> Silêncio na Floresta de Harlan Coben pela Benvirá (2009)
>>> A Nova História Cultural de Lynn Hunt pela Martins Fontes (1992)
>>> O Livro dos Espíritos de Allan Kardec pela Círculo do Livro (1993)
>>> Não Conte a Ninguém de Harlan Coben pela Arqueiro (2009)
>>> Cyrano de Bergerac de Edmond Rostand pela Nova Cultural (2003)
>>> O Livro dos Incensos de Steven R. Smith pela Roca (1994)
>>> Confie Em Mim de Harlan Coben pela Arqueiro (2009)
>>> Romeu e Julieta - Macbeth - Otelo, O Mouro de Veneza de William Shakespeare pela Nova Cultural (2003)
>>> Consciência Cósmica de Rosabis Camaysar pela Lorenz (1994)
>>> Alta Tensão de Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Os Sentidos do Trabalho - Ensaio sobre a afirmação e a negação do trabalho de Ricardo Antunes pela Boitempo (2000)
>>> Luta Armada no Brasil do Anos 60 e 70 de Jaime Sautchuk pela Anita Garibaldi (1995)
>>> Jogada Mortal de Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Quando Ela Se Foi de Harlan Coben pela Arqueiro (2011)
>>> Descartes The Project of Pure Enquiry de Bernard Williams pela Routledge (2005)
>>> Desaparecido para Sempre de Harlan Coben pela Arqueiro (2010)
>>> Seis Anos Depois de Harlan Coben pela Arqueiro (2014)
>>> Estatuto da Criança e do Adolescente de Vários Autores pela Pmpa (2003)
>>> O Inocente de Harlan Coben pela Arqueiro (2013)
>>> A Dama das Camélias de Alexandre Dumas Filho pela Nova Cultural (2003)
>>> Equilíbrio Total Através da Parapsicologia de Miguel Lucas pela Almed (1981)
>>> Casa de Bonecas de Henrik Ibsen pela Nova Cultural (2003)
>>> O Poder da Oração para Mulheres de Jackie M. Johnson pela Povket ouro (2013)
>>> Jesus como Terapeuta - O Poder Curador das Palavras de Anselm Grün pela Vozes (2013)
>>> Manual do Astrônomo Amador de Jean Nicolini pela Papirus (1991)
>>> As Três Irmãs de Anton Tchekov pela Nova Cultural (2002)
>>> Constituição da República Federativa do Brasil de Alexandre de Moraes (Org.) pela Atlas (2001)
>>> Constituição da República Federativa do Brasil de Vários Autores pela Saraiva (2000)
>>> O Livro Secreto do Banheiro Feminino de Jo Barrett pela Essência/Planeta (2008)
>>> Código de Hamurabi – Código de Manu – Lei das XII Tábuas de Jair Lot Vieira (Superv.) pela Edipro (2002)
>>> Manual de Prática Forense Civil de Edson Cosac Bortolai pela Revista dos Tribunais (2003)
>>> Vade Mecum Método Cívil 2016 de Vários Autores pela Método (2016)
>>> Nossa próxima atração. O interprograma do Canal 3 de Mário Fanucchi pela Edusp (1996)
>>> Evaristo de Moraes Filho – 100 Anos de Vida Contribuição à Sociologia e ao Direito do Trabalho de Eliana Gonçalves da Fonte Pessanha e Outros (Orgs.) pela Ministério do Trabalho (2016)
>>> O tempo e a alma de Jacob Needleman pela Ediouro (1999)
COMENTÁRIOS

Sexta-feira, 10/9/2010
Comentários
Leitores


Feliz escolha do tema
Caro Rafael, maravilha de texto! Lá no EAE (Escritores, Autores e Editores) temos conversado sobre isso. Surgiram até ideias de eventos abertos em locais públicos, como o Metrô, com palestras ou debates com o autor. Você foi muito feliz na escolha do tema. Abraços.

[Sobre "Escrevemos para nós mesmos (?)"]

por Silvio T Corrêa
http://www.encontro.silviocorrea.com.br
10/9/2010 às
15h47 187.3.184.249
(+) Silvio T Corrêa no Digestivo...
 
Os meus estão encalhados
Oi, Rafael. Sempre achei que a humanidade tem muita violência porque "dizem" que o homem comecou "primitivo" e "ignorante". Como não penso assim, escrevi um livro em que descrevo um comeco com homens que viviam em harmonia e usavam a telepatia, comiam pouquíssimo e que foram dispersos por cataclismas inevitáveis, e, por isso, tornaram-se cruéis. Já enviei o livro para o Mel Gibson, para fazer um filme sem violência, mas como nao é "tema atual" ou porque está em português, não deu resultado. Meus 300 livros editados pela Scortecci estão encalhados, debaixo da cama. Acabei dando muitos para amigos. Abracos, M'Anna.

[Sobre "Escrevemos para nós mesmos (?)"]

por Maria Anna Machado
10/9/2010 às
13h43 70.118.124.179
(+) Maria Anna Machado no Digestivo...
 
Ato de pura vaidade
A maior parte das centenas ou milhares de criaturas que se pretendem escritoras sabe, muito bem, que não tem a menor chance de "emplacar" um trabalho qualquer, seja uma coletânea de contos, um ensaio, um romance ou mesmo uma autobiografia. A facilidade de se produzir um objeto-livro, independente do conteúdo, bastando pagar e receber qualquer tiragem que caiba no bolso do pretenso autor, está ajudando aos egos mais afoitos, na grande façanha de tornar-se "escritor". O oportunismo também produz "autores" escondidos na sombra dos "ghost-writers" e, aí, tome "celebridade" contando a própria historia de sucesso, meretrizes descrevendo sua gênese profissional etc. e tal... Escrever para si mesmo é catarse, é purgação, é um prazer ingênuo ou um ato de pura vaidade. Se não for para ser lido, pra que escrever? A outra ponta também precisa ter qualidade. Com 51% de adultos sem o ensino médio completo, a coisa fica difícil. Não dá para comparar os mercados brasileiro e americano.

[Sobre "Escrevemos para nós mesmos (?)"]

por Raul Almeida
10/9/2010 às
12h31 189.25.136.227
(+) Raul Almeida no Digestivo...
 
Só agradam aos críticos
Caro Rafael Rodrigues, andei pensando sobre este assunto hoje pela manhã, e, posteriormente, ao receber o e-mail do Digestivo Cultural, encontrei o seu texto, por pura coincidência. Estive exatamente pensando, e me indagando, por que alguns autores, especialmente poetas e contistas, fazem questão de escrever apenas para si, para críticos literários e para alguns outros escritores que gostam do que eles escrevem. Não pensam em momento algum, pelo que percebo, ou se pensam não fica patente este pensamento, no público leitor. Mas eu me refiro sem demagoria, ao cidadão comum, que em sua maioria acaba se distanciando dos autores por acharem os textos de difícil entendimento. Longe de ser político, mas se um escritor não consegue se comunicar com um leitor comum, é porque seu texto está complexo, prolixo, pedante, enfim, creio que só serve para agradar críticos literários, e outros autores que apreciam o mesmo estilo. Bom, por falta de espaço vou ficando por aqui. Abraços.

[Sobre "Escrevemos para nós mesmos (?)"]

por Sergio Tavares
10/9/2010 às
12h23 201.51.88.240
(+) Sergio Tavares no Digestivo...
 
Movimento literário constante
As imagens que marcaram: autor de quadrinhos tratado como popstar e milhares de pessoas consumindo literatura, concordo, são imagens de Bienal. Mas note, o nome já diz: Bienal, movimento a cada dois anos. A educação que transforma o bruto tem que ser diária, cotidiana. A Bienal, sem desmerecê-la, é elitizada, para poucos. Precisamos que saraus, feiras de livros, movimentos literários periféricos sejam incentivados, precisamos que a literatura não tenha apenas palco para estrelas, estas ficam longe da terra. Há que se trabalhar na comunidade em que se vive, juntando a família e amigos para ler uns aos outros, tal qual fazemos para jogos de futebol e último capítulo de novela. Isto, sim, seria impressionante. A Bienal é maravilhosa, mas também, com as verbas e incentivo que tem, não poderia ser diferente. É um evento livreiro que marca a vida, precisamos de movimento literário que componha a vida.

[Sobre "A Bienal do Livro ― diário de bordo"]

por Eliana de Freitas
http://www.elianadefreitas.recantodasletras.com.br
10/9/2010 às
11h48 200.171.248.6
(+) Eliana de Freitas no Digestivo...
 
É preciso pensar nos leitores
Há uma diferença entre escrever para si mesmo e não importar-se com os leitores. Melhor dizendo, escrever para si mesmo é mais "escrever o que quer, sem preocupar-se em agradar", o que é uma atitude correta por parte do escritor, que não se vende a um segmento qualquer, social, político, ou de consumo. Mas preocupar-se com leitores é essencial. No entanto, a dificuldade principal continua sendo a distribuição: eu publiquei um romance às minhas custas, tenho distribuído gratuitamente, pois essa era a finalidade: divulgação. Mas mesmo uma distribuição gratuita é problemática, e, por incrível que pareça, há veículos de divulgação cultural que se recusam a ajudar um empreendimento assim, e mesmo o livro sendo gratuito cobram para divulgá-lo!

[Sobre "Escrevemos para nós mesmos (?)"]

por Gil Cleber
http://www.gilcleber.com.br
10/9/2010 às
11h41 189.25.91.207
(+) Gil Cleber no Digestivo...
 
Não é tão simples assim
Caro Rafael, querer ser lido é inerente à maioria dos autores, mas atingir este objetivo não é "simples assim". Se você não é um autor conhecido, vai à Bienal para autografar e fica horas sem vender um único livro. Mesmo que você bata altos papos com leitores, troque ideias incríveis, somente um, outro ou mais provavelmente nenhum, comprará o seu livro. A não ser que, além de escritor, você seja bom vendedor. E note que, para chegar lá, no Anhembi, você teve que ter agenda livre, pagar combustível, estacionamento e, se passar o dia, terá que comer. Sem nenhum livro vendido, a verba terá de ter vindo de outra fonte de renda. Outro ponto: se você não está estabelecido por uma editora, não tem ponto de venda na Bienal, nas livrarias ou na Flip. Em Paraty, autores que vendiam seus livros na rua foram repreendidos por policiais. Esses são os fatos que não nos permitem sermos lidos.

[Sobre "Escrevemos para nós mesmos (?)"]

por Eliana de Freitas
http://www.elianadefreitas.recantodasletras.com.br
10/9/2010 às
11h08 200.171.248.6
(+) Eliana de Freitas no Digestivo...
 
Circo político brasileiro
Parabéns pelo excelente texto, Marcelo! Concordo com grande parte dos comentários, mas percebo, infelizmente, que o quadro traumático vivenciado pela política continuará ainda o mesmo enquanto nós, integrantes de uma "elite escolarizada", segundo o comentário feito por Regina acima, formos minoria. Li uma estatística assustadora que reforça os comentários: apenas um em cada quatro brasileiros é completamente alfabetizado, de acordo com pesquisa da INAF de 2005 sobre os indicadores de analfabetismo funcional (Fonte: "Analfabetismo e a Inviabilidade do Brasil", Gustavo Ioschpe). Enquanto for este o quadro, sinto que teremos diversos palhaços fazendo sucesso no circo político brasileiro.

[Sobre "A quem interessa uma sociedade alienada?"]

por Gabriel Marques
http://www.portalconstitucional.blogspot.com
10/9/2010 às
11h00 189.105.115.254
(+) Gabriel Marques no Digestivo...
 
Luta contra a moda e a mídia
Olá, sou poeta gaúcho e muito apreciei o ritmurbano deste teu texto. Uma viagem de comparações e de possibilidades num universo onde a poesia está em primeiro plano. Foi legal saber que no México a vida cultural acontece e é valorizada. Nestes Brasis continuamos lutando contra a moda e a mídia, na sua (des)função diária de alienação popular. Abraço.

[Sobre "Tempo vida poesia 3/5"]

por Ricardo Mainieri
http://www.mainieri.blogspot.com
10/9/2010 às
10h53 201.7.143.5
(+) Ricardo Mainieri no Digestivo...
 
A posteridade depende do hoje
Muito bom teu artigo, Rafael. Pessoalmente, escrevo por necessidade de dizer alto e a outros o que sinto; criar, contar na ficção coisa possível e mesmo tida como impossível de ocorrer. Venho repetindo que nada imita tão bem a vida, que nos choca, espanta e maravilha diariamente. A concorrência com a realidade é, pois, dificílima. Ainda assim, escrevo. E quero ser lido, sim. Edito eu mesmo até o momento minhas publicações: "O dia do descanso de Deus", 2007, novela de minha estreia, uma tragédia em prosa, e "O Império Bandido", 2010, um drama policial. Ofereço meus livros na rede, a amigos, e também volto a bairros onde atuei promovendo a cultura em espetáculos artísticos e oficinas, na minha cidade. Vou, à convite, a conversas em associações de moradores, escolas, saraus poéticos. Penso que a posteridade do que se escreve dependerá do que fizer o escritor hoje. Como fale do mundo que observa ou o imagine, ou mesmo o releia.

[Sobre "Escrevemos para nós mesmos (?)"]

por Adroaldo Bauer
http://retornoimperfeito.blogspot.com
10/9/2010 às
10h32 201.7.143.6
(+) Adroaldo Bauer no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




OMINDAREWA: UMA FRANCESA NO CANDOMBLÉ - 1ª EDIÇÃO
MICHEL DION
PALLAS
(2002)
R$ 37,95



GUERRA E ANTIGUERRA SOBREVIVÊNCIA NA AURORA DO TERCEIRO MILÊNIO
ALVIN E HEIDI TOFFLER
BIBLIOTECA DO EXÉRCITO
(1995)
R$ 15,00



PRIMEIRO ROMANCE DE CAETÉS/CLÁSSICOS DE S. BERNARDO
GRACILIANO RAMOS
BEST BOLSO
(2011)
R$ 5,50



LAS FOBIAS
JEAN MALLET
NUEVA VISIÓN
(1984)
R$ 20,00



O DIREITO PASSADO A LIMPO
SÉRGIO SANTOS RODRIGUES
PERGAMUM
(2012)
R$ 6,90



UM DIA DAQUELES - UMA LIÇÃO DE VIDA PARA LEVANTAR O SEU ASTRAL
BRADLEY TREVOR GREIVE
SEXTANTE
(2001)
R$ 6,90



QUEST-CE QUE LA "CONSTITUTION" DANS LES MONARCHIES IBÉRIQUES, DE
REVISTA THEMIS ANO I, Nº 2 DE 2000
ALMEDINA
(2001)
R$ 49,28



CANTORAL
OFICINAS DE ORAÇÃO E VIDA
OFICINAS DE ORAÇÃO E VIDA
R$ 5,00



ROTEIROS DE APRENDIAGEM - ATHOS HISTÓRIA
JOELZA ESTHER
FTD
(2014)
R$ 14,90



SOBRE MOEDA, MÉTODO E KEYNES
VICTORIA CHICK
UNICAMP
(2010)
R$ 18,00





busca | avançada
76521 visitas/dia
2,1 milhões/mês