Movimento literário constante | Eliana de Freitas

busca | avançada
44531 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Projeto cultural leva cinema até paradas de descanso de caminhoneiros
>>> HOMENS NO DIVÃ Ano XV
>>> Paulo Goulart Filho é S. Francisco de Assis na peça de Dario Fo
>>> Momo e o Senhor do Tempo estreia dia 15 de janeiro
>>> Rafa Castro leva canções de Teletransportar ao palco do Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> O melhor da Deutsche Grammophon em 2021
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
Últimos Posts
>>> Fazer o que?
>>> Olhar para longe
>>> Talvez assim
>>> Subversão da alma
>>> Bons e Maus
>>> Sempre há uma próxima vez
>>> Iguais sempre
>>> Entre outros
>>> Corpo e alma
>>> O tempo é imbatível
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Vamos pensar: duas coisas sobre home office
>>> Leituras, leitores e livros – Final
>>> A culpa é dos escritores, também
>>> Entrevista com Jacques Fux, escritor e acadêmico
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> Elke Coelho e a estética glacial-conceitual
>>> Cidade-sinestesia
>>> pessoas que me acontecem
>>> Suicídio
>>> Outliers, de Malcolm Gladwell
Mais Recentes
>>> Justiça - o Que é Fazer a Coisa Certa de Michael J. Sandel pela Civilização Brasileira (2014)
>>> Fronteiras da Inteligência de Nilton Bonder pela Rocco (2011)
>>> Mochila Social de Alex Fisberg pela Casa Rex (2013)
>>> Investigações Filosóficas de Ludwig Wittgenstein pela Abril Cultural (1979)
>>> Aprendizagem e Gestao do Conhecimento de Gideon Carvalho de Benedicto pela Alinea (2008)
>>> Projeto de produto de Mike Baxter pela Edgard Blucher (2000)
>>> Wicca - Espírito Selvagem - O Podedr da Magia Xamânica de Eddie Van Feu pela Modus
>>> Garota Replay de Tammy Luciano pela Novo Conceito (2012)
>>> La tierra de las papas de Paloma Bordons pela Sm
>>> O meu pé de laranja lima de José Mauro de Vasconcelos pela Melhoramentos (2009)
>>> Nascimento da era Caórdica de Dee Hock pela Cultrix (2014)
>>> Poemas Negros de Jorge de Lima pela Alfaguara (2016)
>>> O Espírito Criativo de Daniel Goleman pela Cultrix (2013)
>>> Geoatlas Básico de Maria Elena Simielli pela Ática (2013)
>>> Natureza Humana : Juatiça VS. Poder de Chomsky - Foucault pela Martins Fontes (2017)
>>> Equilíbrio e Resultado de Christian Barbosa pela Sextante (2012)
>>> Psicologia e Educação: Desenvolvimento Humano - Infância, Volume 1 de Berta Weil Ferreira [et al.] pela Edipucrs (2001)
>>> Matemática Financeira e Suas Aplicações de Alexandre Assaf Neto pela Atlas (2012)
>>> Convite à Filosofia de Marilena Chaui pela Ática (2012)
>>> Receitas e Delícias Ano 11 n 98 Leite Condensado de Receitas e Delícias pela Alto Astral (2010)
>>> Nelsinho para Todos! de Gerhard Rudolfo Anderer pela Santuário (2005)
>>> Livro da Família 2007 de P. Attilio I. Hartmann pela Abepare (2007)
>>> Parusia - A Segunda Vinda De Jesus de Leo Persch pela Raboni (1995)
>>> Catequese Renovada Orientações e Conteúdo 26 de Documentos da Cnbb pela Paulinas (1984)
>>> A Voz do Papa 154 Instrução Acerca de Algumas Questões de A Voz do Papa pela Paulinas (1997)
COMENTÁRIOS

Sexta-feira, 10/9/2010
Comentários
Leitores


Movimento literário constante
As imagens que marcaram: autor de quadrinhos tratado como popstar e milhares de pessoas consumindo literatura, concordo, são imagens de Bienal. Mas note, o nome já diz: Bienal, movimento a cada dois anos. A educação que transforma o bruto tem que ser diária, cotidiana. A Bienal, sem desmerecê-la, é elitizada, para poucos. Precisamos que saraus, feiras de livros, movimentos literários periféricos sejam incentivados, precisamos que a literatura não tenha apenas palco para estrelas, estas ficam longe da terra. Há que se trabalhar na comunidade em que se vive, juntando a família e amigos para ler uns aos outros, tal qual fazemos para jogos de futebol e último capítulo de novela. Isto, sim, seria impressionante. A Bienal é maravilhosa, mas também, com as verbas e incentivo que tem, não poderia ser diferente. É um evento livreiro que marca a vida, precisamos de movimento literário que componha a vida.

[Sobre "A Bienal do Livro ― diário de bordo"]

por Eliana de Freitas
http://www.elianadefreitas.recantodasletras.com.br
10/9/2010 às
11h48 200.171.248.6
(+) Eliana de Freitas no Digestivo...
 
É preciso pensar nos leitores
Há uma diferença entre escrever para si mesmo e não importar-se com os leitores. Melhor dizendo, escrever para si mesmo é mais "escrever o que quer, sem preocupar-se em agradar", o que é uma atitude correta por parte do escritor, que não se vende a um segmento qualquer, social, político, ou de consumo. Mas preocupar-se com leitores é essencial. No entanto, a dificuldade principal continua sendo a distribuição: eu publiquei um romance às minhas custas, tenho distribuído gratuitamente, pois essa era a finalidade: divulgação. Mas mesmo uma distribuição gratuita é problemática, e, por incrível que pareça, há veículos de divulgação cultural que se recusam a ajudar um empreendimento assim, e mesmo o livro sendo gratuito cobram para divulgá-lo!

[Sobre "Escrevemos para nós mesmos (?)"]

por Gil Cleber
http://www.gilcleber.com.br
10/9/2010 às
11h41 189.25.91.207
(+) Gil Cleber no Digestivo...
 
Não é tão simples assim
Caro Rafael, querer ser lido é inerente à maioria dos autores, mas atingir este objetivo não é "simples assim". Se você não é um autor conhecido, vai à Bienal para autografar e fica horas sem vender um único livro. Mesmo que você bata altos papos com leitores, troque ideias incríveis, somente um, outro ou mais provavelmente nenhum, comprará o seu livro. A não ser que, além de escritor, você seja bom vendedor. E note que, para chegar lá, no Anhembi, você teve que ter agenda livre, pagar combustível, estacionamento e, se passar o dia, terá que comer. Sem nenhum livro vendido, a verba terá de ter vindo de outra fonte de renda. Outro ponto: se você não está estabelecido por uma editora, não tem ponto de venda na Bienal, nas livrarias ou na Flip. Em Paraty, autores que vendiam seus livros na rua foram repreendidos por policiais. Esses são os fatos que não nos permitem sermos lidos.

[Sobre "Escrevemos para nós mesmos (?)"]

por Eliana de Freitas
http://www.elianadefreitas.recantodasletras.com.br
10/9/2010 às
11h08 200.171.248.6
(+) Eliana de Freitas no Digestivo...
 
Circo político brasileiro
Parabéns pelo excelente texto, Marcelo! Concordo com grande parte dos comentários, mas percebo, infelizmente, que o quadro traumático vivenciado pela política continuará ainda o mesmo enquanto nós, integrantes de uma "elite escolarizada", segundo o comentário feito por Regina acima, formos minoria. Li uma estatística assustadora que reforça os comentários: apenas um em cada quatro brasileiros é completamente alfabetizado, de acordo com pesquisa da INAF de 2005 sobre os indicadores de analfabetismo funcional (Fonte: "Analfabetismo e a Inviabilidade do Brasil", Gustavo Ioschpe). Enquanto for este o quadro, sinto que teremos diversos palhaços fazendo sucesso no circo político brasileiro.

[Sobre "A quem interessa uma sociedade alienada?"]

por Gabriel Marques
http://www.portalconstitucional.blogspot.com
10/9/2010 às
11h00 189.105.115.254
(+) Gabriel Marques no Digestivo...
 
Luta contra a moda e a mídia
Olá, sou poeta gaúcho e muito apreciei o ritmurbano deste teu texto. Uma viagem de comparações e de possibilidades num universo onde a poesia está em primeiro plano. Foi legal saber que no México a vida cultural acontece e é valorizada. Nestes Brasis continuamos lutando contra a moda e a mídia, na sua (des)função diária de alienação popular. Abraço.

[Sobre "Tempo vida poesia 3/5"]

por Ricardo Mainieri
http://www.mainieri.blogspot.com
10/9/2010 às
10h53 201.7.143.5
(+) Ricardo Mainieri no Digestivo...
 
A posteridade depende do hoje
Muito bom teu artigo, Rafael. Pessoalmente, escrevo por necessidade de dizer alto e a outros o que sinto; criar, contar na ficção coisa possível e mesmo tida como impossível de ocorrer. Venho repetindo que nada imita tão bem a vida, que nos choca, espanta e maravilha diariamente. A concorrência com a realidade é, pois, dificílima. Ainda assim, escrevo. E quero ser lido, sim. Edito eu mesmo até o momento minhas publicações: "O dia do descanso de Deus", 2007, novela de minha estreia, uma tragédia em prosa, e "O Império Bandido", 2010, um drama policial. Ofereço meus livros na rede, a amigos, e também volto a bairros onde atuei promovendo a cultura em espetáculos artísticos e oficinas, na minha cidade. Vou, à convite, a conversas em associações de moradores, escolas, saraus poéticos. Penso que a posteridade do que se escreve dependerá do que fizer o escritor hoje. Como fale do mundo que observa ou o imagine, ou mesmo o releia.

[Sobre "Escrevemos para nós mesmos (?)"]

por Adroaldo Bauer
http://retornoimperfeito.blogspot.com
10/9/2010 às
10h32 201.7.143.6
(+) Adroaldo Bauer no Digestivo...
 
Que situação engraçada, essa
Não dá mesmo para atribuir este poema a Borges, e quase acho engraçado visualizar a Sra. Kodama recusando-se a receber os direitos autorais, rsrsrsrs!!! Mas serviu de matéria-prima para um belo ensaio por parte de nossa cara Isabel! Destarte os questionamentos sobre o valor literário, a falsa atribuição do poema dá margem a uma situação que o próprio autor poderia abordar em um de seus contos...

[Sobre "Instantes: a história do poema que não é de Borges"]

por Adalgiso Junior
8/9/2010 às
19h10 189.25.64.117
(+) Adalgiso Junior no Digestivo...
 
Coelho adora Borges
Excelentes esclarecimentos da Isabel. Concordo com a opinião da Camila Silveira e acrescento que o mundo virtual é cheio de textos cuja autoria é atribuída a autores famosos e que não tem nada a ver com eles. Também encontrei uma "preciosidade", o livro "O Aleph", de Paulo Coelho. Mas não é que o Jorge Luis Borges também escreveu um livro com esse título? Donde concluo que Paulo Coelho adora o Borges...

[Sobre "Instantes: a história do poema que não é de Borges"]

por Luzia Helena
8/9/2010 às
18h17 187.113.191.105
(+) Luzia Helena no Digestivo...
 
Conhecendo Assis Brasil
Ótima notícia. Tive meu primeiro e até agora único contato com Assis Brasil através do ótimo "A margem imóvel do Rio". Abraços.

[Sobre "Luiz Antonio de Assis Brasil"]

por Gabriel Lucas
http://factoide.wordpress.com
8/9/2010 às
17h17 201.22.174.148
(+) Gabriel Lucas no Digestivo...
 
Quero ler seu livro
Compartilho a mesma opinião. E quero ler seu livro, viu?

[Sobre "Escrevemos para nós mesmos (?)"]

por Débora Carvalho
http://@debcaroli
8/9/2010 às
15h18 189.120.163.65
(+) Débora Carvalho no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Eugénie Grandet
Honor é de Balzac
Biblioteca Folha



Brasil Beer o Guia de Cervejas Brasileiras
Henrique Oliveira
Gutenberg
(2014)



História Ambiental Paulista
Paulo Henrique Martinez
Senac
(2007)



O Amor Entre Pais e Filhos
Seicho Taniguchi
Seicho-no-ie
(2012)



Naji Ayoub
Jacob Klintowitz
Do Autor
(2005)



Tchau
Lygia Bojunga
Casa Lygia Bojunga
(2003)



Animais Heróis
Ernest Lloyd
Casa
(1992)



Os homens e outras mentiras
Cristina Ferreira Pinto Bailey
Scortecci
(2010)



Estereótimos - Dicas de um Expatriado
Daniel Barros
Grupo Editorial Scortecci
(2011)



Eye of the beholder
Merline Lovelace
Mira Books
(2005)





busca | avançada
44531 visitas/dia
1,9 milhão/mês