Luiz Antonio de Assis Brasil | Marcelo Spalding | Digestivo Cultural

busca | avançada
58424 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quinta-feira, 21/10/2010
Luiz Antonio de Assis Brasil
Marcelo Spalding

+ de 3100 Acessos
+ 3 Comentário(s)

O nome é imponente. E a obra, construída com o mesmo cuidado de cada romance, de cada frase, faz jus a tal imponência. Luiz Antônio de Assis Brasil, porto-alegrense de vida inteira, publicou seu primeiro livro em 1976 pela editora gaúcha Movimento. De lá para cá foram quase duas dezenas de romances, alguns com uma dezena de edições, muitos premiados e todos publicados por editoras gaúchas. Além disso, Assis ministra há 25 anos a Oficina de Criação Literária da PUCRS, reconhecida nacionalmente por forjar alguns dos melhores nomes da literatura contemporânea, como Cintia Moscovich, Daniel Galera, Michel Laub e Amílcar Bettega.

Não por acaso fala-se aqui no Sul que, em terra de Scliar e Verissimo, Assis Brasil é o mais importante nome do sistema literário gaúcho (aqui "sistema" entendido na definição de Cândido, autores, editoras e público), pois Assis ao mesmo tempo forma autores, arrebata leitores e fomenta o cambaleante mercado editorial local ao permanecer com suas edições por aqui.

Neste ano, felizmente, sua editora atual, a L&PM, resolveu retribuir essa postura e está republicando alguns títulos da obra do mestre que estavam fora das livrarias há mais de cinco anos. Com isso, Videiras de cristal, a trilogia Um castelo no Pampa, Bacia das almas, As virtudes da casa, Anais da Província-Boi, O Homem Amoroso, Manhã transfigurada e Cães da Província ganharão novas edições e voltarão a um catálogo de onde não poderiam ter saído, pois a obra de um autor como Assis Brasil não se mede por um dois títulos, um ou dois prêmios, e sim pelo seu conjunto.

Os romances Manhã transfigurada (L&PM, 2010, 128 págs.) e Cães da Província (L&PM, 2010, 264 págs.) foram os escolhidos para iniciar essa retomada, e poderíamos dizer que ambos representam bem a temática e a estética deste Assis anterior a Um pintor de retratos, publicado em 2001 e que, segundo palavras do próprio autor, é uma virada na sua forma de escrever. O Assis pré-2000, autor desses clássicos da literatura gaúcha que estão sendo republicados, recorre a episódios históricos da sociedade rio-grandense para criticar a organização burguesa e provinciana desta, aproximando-se daquilo que hoje chamamos Nova História. Alguns poderiam dizer que é um olhar contemporâneo do passado, o passado olhado com a lente pós movimento feminista, pós movimentos sociais.

Manhã transfigurada, por exemplo, narra a história de Camila, uma jovem que se casa por obrigação com um rude sargento local, dono de bela casa em frente à Igreja de Viamão e alguma terra no interior. O que nas mãos dos românticos seria uma bela história de amor torna-se, entretanto, uma intrincada disputa de direito canônico, pois o marido, ao descobrir que sua esposa não é mais virgem, pedirá anulação do casamento e prisão domiciliar da esposa enquanto o caso não for decidido pela Igreja, valendo-se de uma lei existente à época, o século XVIII.

A mesquinhez da minúscula cidade, o preconceito social e a opressão às mulheres, especialmente à sua sexualidade, ficam bastante evidentes na história, embora devamos considerar que as duas protagonistas, Camila e sua empregada, Laurinda, agem como mulheres contemporâneas.

"Camila teve um instante em que sentiu um calor no rosto: o homem descia o olhar perturbado pelo seu pescoço e parava-se no colo, para depois subir aos ombros, para novamente baixar, fixando-se nos peitos. Camila obtinha êxito na sedução, um jogo do qual não conhecia bem as regras, guiada mais pelos ensinos de Laurinda e por aquilo que toda mulher sabe de nascença."

Cães da Província é do estilo bom e velho romanção, com dois ou três núcleos de personagens, descrições generosas, diálogos mais extensos e conflitos marcados, como crimes, traição e loucura. A loucura, aliás, pode ser considerada o tema central dessa obra que traz Qorpo-Santo como protagonista, o hoje reconhecido dramaturgo que viveu em Porto Alegre no século XIX, "século das luzes", como ironicamente irá descrever o narrador.

Ironicamente porque o narrador, ao expor os acontecimentos e fatos da época, vai revelando ao leitor contemporâneo o quanto as relações sociais e a própria ciência de então tinham de absurdo e o quanto a aparente loucura de Qorpo-Santo tinha de genialidade, permitindo-nos percebê-lo como um homem a frente do seu tempo numa cidade que não parece a mesma que hoje circulamos. Dessa forma, o narrador em Cães da Província comporta-se como seus contemporâneos ficcionais, enquanto é Qorpo-Santo quem faz a crítica social mais contundente e questiona os valores da época:

"Onde se viu? Então acham que podem simplesmente apontar para qualquer cidadão e gritar-lhe na cara que é louco? E quem nos garante que eles é que são os certos? Só porque são bem-casados, bem-afamiliados, bem-dormidos, com empreguinhos públicos, julgam-se melhores que os outros?".

Vale ressaltar que embora os romances de Assis Brasil invariavelmente se passem no Rio Grande do Sul, os conflitos representados são universais, no melhor estilo queiroziano. Assim como em Manhã transfigurada é o papel da mulher que está em discussão, algo com o que o século XX de certa forma conseguiu lidar, em Cães da Província é a loucura e suas nuances o tema central, e este é um conflito que nem o século de Machado, autor do grande O Alienista, e nem o século de Assis conseguiu lidar de forma satisfatória, permanecendo a linha entre a sanidade e a loucura (hoje com nomes pomposos como mania, depressão, bipolaridade, esquizofrenia etc.) muito tênue, e os laudos médicos muito subjetivos.

Também é importante perceber que o olhar que dirigimos aos romances dessa primeira fase de Assis Brasil são, de certa forma, transformados pela ficção que o próprio autor apresenta em sua segunda fase, a fase de romances mais concisos e sutis. Ficamos com a impressão de que nos primeiros romances a linguagem era mais acessível ao leitor médio, o que explica o sucesso de vendas de muitos de seus livros, enquanto nos mais recentes a linguagem busca um leitor formado, maduro, como maduro está o próprio escritor. E isso, longe de ser algum tipo de defeito de um ou outro estilo, demonstra apenas que a literatura nos é fértil em possibilidades, e que feliz é aquele escritor capaz de, mesmo em meio a uma carreira tão exitosa, se reinventar.


Marcelo Spalding
Porto Alegre, 21/10/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Notas sobre a Escola de Dança de São Paulo - II de Elisa Andrade Buzzo
02. Lira da resistência ao futebol gourmet de Luís Fernando Amâncio
03. Virando as Latas: o atleta brasileiro e o esporte de Heloisa Pait
04. Soluções geniais para a escola e a educação de Ana Elisa Ribeiro
05. Do amanhecer ao adormecer: leitura, ato de amor de Marcela Ortolan


Mais Marcelo Spalding
Mais Acessadas de Marcelo Spalding em 2010
01. O hiperconto e a literatura digital - 8/4/2010
02. A quem interessa uma sociedade alienada? - 2/9/2010
03. Free: o futuro dos preços é ser grátis - 11/11/2010
04. Bastardos Inglórios e O Caso Sonderberg - 27/5/2010
05. O espiritismo e a novela da Globo - 30/9/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
8/9/2010
17h17min
Ótima notícia. Tive meu primeiro e até agora único contato com Assis Brasil através do ótimo "A margem imóvel do Rio". Abraços.
[Leia outros Comentários de Gabriel Lucas]
21/10/2010
10h39min
Leiam "As virtudes da casa". É maravilhoso.
[Leia outros Comentários de letrasecaminos]
30/10/2010
04h25min
Eu leio inexoravelmente cada livro dele. E a cada vez me apaixono mais por sua literatura. Merecidamente, será o Secretário da Cultura do governo Tarso Genro. Grande escolha!
[Leia outros Comentários de Romilda Raeder]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




AU BORD DE LA MER
LAURENCE MAQUET
GALLIMARD
(1994)
R$ 45,00



ENCANTADA - O LIVRO COM A HISTORIA DO FILME
EDITORA MELHORAMENTOS
MELHORAMENTOS
(2008)
R$ 5,00



PROJETO PRESENTE - CIÊNCIAS - 5º ANO - BNCC
LILIAN BACICH
MODERNA
(2019)
R$ 159,90



MESTRES DA PINTURA EM PORCELANA - VOL. 3
LUIZ WAKAO
ATELIER ESTHER BATISTA DA SILVA
(1985)
R$ 70,00
+ frete grátis



MARAMAR
HELENA PARENTE CUNHA
TEMPO BRASILEIRO
R$ 8,00



TARÔ DAS BRUXAS
ANDRÉ MANTONANNI E SOPHIA BENNKER
MADRAS
(2004)
R$ 19,90



O INTOCÁVEL
JOHN BANVILLE
RECORD
(1999)
R$ 45,90



O COTIDIANO EUROPEU NO SÉCULO XVI
HAYDN MIDDLETON
MELHORAMENTOS
(2000)
R$ 5,00



CONTAR HISTORIAS COM ARTE E ENSINAR BRINCANDO
AURORA FERREIRA
WAK
R$ 15,00



PRIMEIROS PASSOS 1 - O QUE E SOCIALISMO
ARNALDO SPINDEL
BRASILIENSE
(1983)
R$ 6,90





busca | avançada
58424 visitas/dia
1,8 milhão/mês