Toda poesia de Paulo Leminski | Humberto Pereira da Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
39185 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
Colunistas
Últimos Posts
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
>>> Steve Jobs em 1997
>>> Jeff Bezos em 2003
>>> Jack Ma e Elon Musk
>>> Marco Lisboa na Globonews
>>> Jorge Caldeira no Supertônica
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Retomada do crescimento
>>> Drummond: o mundo como provocação
>>> Cigarro, apenas um substituto da masturbação?
>>> De volta às férias I
>>> Redes e protestos: paradoxos e incertezas
>>> 2005: Diário de bordo
>>> Alfa Romeo e os bloggers
>>> Defesa dos Rótulos
>>> O Jovem Bruxo
>>> Sua Excelência, o Ballet de Londrina
Mais Recentes
>>> Organize-se num Minuto de Donna Smallin pela Gente (2005)
>>> Assassinato no Expresso do Oriente de Agatha Christie pela Nova Fronteira (2011)
>>> Quatrocentos Contra Um - Uma História do Comando Vermelho de William da Silva Lima pela Vozes (1991)
>>> Confronto pedagógico: Paulo Freire e Mobral de Gilberta Martina Jannuzi pela Cortez & Moraes (1979)
>>> Escravidão, Homossexualidade e Demonologia de Luiz Mott pela Icone (1988)
>>> Socialismo Síntese das origens e doutrinas de Edgar Rodrigues pela Porta Aberta (2003)
>>> Sentença: Padres e Posseiros do Araguaia de Rivaldo Chinem pela Paz E terra (2019)
>>> Pancho Villa O revolucionário Mexicano de Earl Shorris pela Francisco Alves (1983)
>>> México em Transe de Igor Fuser pela Scritta (1996)
>>> Sociologia Política da Guerra camponesa de Canudos - Da destruição do Belo Monte ao aparecimento do MST de Clóvis Moura pela Expressão Popular (2000)
>>> Exclusão Escolar Racializada - Implicações do Racismo na Trajetória de Educandos da EJA de Tayná Victória de Lima Mesquita pela Paco Editorial (2019)
>>> Crítica da Razão Negra de Achille Mbembe pela N-1 Edições (2018)
>>> Esferas da Insurreição - Notas para uma vida não cafetinada de Suely Rolnik pela N-1 Edições (2013)
>>> Arqueofeminismo - Mulheres filósofas e filósofos feministas – Séculos XVII-XVIII de Maxime Rovere (Org.) pela N-1 Edições (2019)
>>> A Doutrina Anarquista ao Alcance de Todos de José de Oiticica pela A Batalha (1976)
>>> Helena de Machado de Assis pela Ática (1994)
>>> A 3° Visão de T. Lobsang Rampa pela Record (1981)
>>> A História Da Indústria Têxtil Paulista de Francisco Teixeira pela Artemeios (2007)
>>> Ciência tecnologia e gênero abordagens Iberoamericanas de Marília Gomes de Carvalho (org.) pela utfPR (2011)
>>> A Jornada de Erin. E. Moulton pela Nova Conceito (2011)
>>> A Melodia Feroz de Victoria Schwab pela Seguinte (2016)
>>> Despertar ao Amanhecer de C.C. Hunter pela Jangada (2012)
>>> Sussurro - Coleção Hush Hush de Becca Fitzpatrick pela Intrínseca (2009)
>>> Holocausto Nunca mais de Augusto Cury pela Planeta
>>> Lusíada (Nº 1): Revista Ilustrada de Cultura.- Arte.- Literatura.- História.- Crítica de Martins Costa/ Portinari/ Texeira Pascoaes (obras de) pela Simão Guimarães & Filhos./ Porto (1952)
>>> Fábulas que Ajudam a Crescer de Vanderlei Danielski pela Ave Maria (1998)
>>> Ninguém é igual a ninguém de Regina Otero e Regina Rennó pela Do Brasil (1994)
>>> Você Pode Escolher de Regina Rennó pela Do Brasil (1999)
>>> Apelido não tem cola de Regina Otero e Regina Rennó pela Do Brasil (2019)
>>> Coração que bate, sente de Regina Otero e Regina Rennó pela Do Brasil (1994)
>>> A galinha que criava um ratinho de Ana Maria Machado pela Ática (1995)
>>> Pinote, o fracote e Janjão, o fortão de Fernanda Lopes de Almeida pela Ática (2000)
>>> A lenda da noite de Guido Heleno pela José Olympio (1997)
>>> A História de uma Folha de Leo Buscaglia pela Record (1999)
>>> Chapeuzinho Amarelo de Chico Buarque pela José Olympio (1999)
>>> O último judeu: uma história de terror na Inquisição de Noah Gordon pela Racco (2000)
>>> Confissões de um Torcedor: Quatro copas e uma Paixão de Nelson Motta pela Objetiva (1998)
>>> Controle de Infecções e a Prática Odontológica em Tempos de Aids de Vários pela Brasília (2000)
>>> A Roda do Mundo de Edimilson de Almeida Pereira e Ricardo Aleixo pela Mazza/ Belo Horizonte (1996)
>>> Roda Mundo de Fanny Abramovich/ Ilustrações: Paulo Bernardo Vaz pela Formato/ Belo Horizonte (1993)
>>> Roda Mundo de Fanny Abramovich/ Ilustrações: Paulo Bernardo Vaz pela Formato/ Belo Horizonte (1993)
>>> Roda Mundo de Fanny Abramovich/ Ilustrações: Paulo Bernardo Vaz pela Formato/ Belo Horizonte (1993)
>>> A Propagação do Amor: Sobre o Plantio e a Colheita do Bem de Betty J. Eadie pela Nova Era/ Record (2003)
>>> Auto- Estima: Amar a Si Mesmo para Conviver Melhor Com os Outros de Christophe André - Françoise Lelord pela Nova Era/ Record (2003)
>>> Os Lusíadas: Reprodução Paralela das duas Edições de 1572 / Ed. Ltd. de Luis de Camões pela Impr. Nac. Casa da Moeda/ Lis (1982)
>>> Administração de Marketing: Desvendando os segredos de: Vendas. Promoç de Stephen Morse pela McGraw Hill (1988)
>>> Obras Completas de Álvares de Azevedo - 02 Tomos ) de Álvares de Azevedo/ Org. Notas: Homero Pires pela Companhia Ed. Nacional (1942)
>>> Obras Completas (Poesia, Prosa e Gramática) de Laurindo José da Silva Rabelo/ Org: O. de M. Braga pela Companhia Ed. Nacional (1946)
>>> Sempre Em Desvantagem de Walter Mosley pela Record (2001)
>>> Sempre Em Desvantagem de Walter Mosley pela Record (2001)
COLUNAS

Quarta-feira, 8/5/2013
Toda poesia de Paulo Leminski
Humberto Pereira da Silva

+ de 5800 Acessos



Acaba de ser lançada Toda Poesia (Companhia das Letras, 421 pág.), de Paulo Leminski (1944-1989). A edição reúne livros publicados em vida, Caprichos e relaxos (1983) e Distraídos venceremos (1987), que foram objetos de culto entre apreciadores de poesia nos anos de 1980; traz também livros raros, como Quarenta clics em Curitiba (1976), e póstumos, como La vie em close (1991).

Edição "caprichada", enriquecida pela apresentação de Alice Ruiz, viúva do poeta, assim como pela reprodução de textos de Haroldo de Campos, Caetano Veloso, Leyla Perrone-Moisés e Wilson Bueno, que fizeram "orelhas" para as primeiras edições de seus livros. Completa ainda Toda poesia breve ensaio de José Miguel Wisnik, no qual é tratada da importância das incursões de Leminski no meio cancionista: destaque para "Verdura", canção gravada por Caetano Veloso em Outras Palavras (1981).

O curitibano Paulo Leminski foi principalmente uma figura de proa na cena cultural dos anos de 1980. Além de poeta, escreveu prosa experimental, Catatau (1974), Agora que são elas (1984), traduziu John Fante, Pergunte ao pó, James Joyce, Giacomo Joyce, Yukio Mishima, Sol e aço, Samuel Beckett, Malone morre, biografou Cruz e Souza, Matsuô Bashô, assim como se destaca como um dos grandes divulgadores de haicais, poemas curtos japoneses.

Um aspecto invariavelmente ressaltado na poesia de Leminski é o trânsito entre a vanguarda e a contracultura. De um lado, ele se aproxima dos concretistas, Haroldo e Augusto de Campos e Décio Pignatari, que reivindicavam o diálogo com experiências eruditas e de ruptura formal. Jovem, ele participa em 1963 da Semana Nacional de Poesia de Vanguarda, onde é acolhido e se alia ao grupo Noigandres, que poucos anos antes lançara o "Manifesto da Poesia Concreta".

Mas ele não se retém nas rígidas fronteiras concretistas. Sua poesia em seguida transborda e transita com igual desenvoltura entre os poetas da "geração mimeógrafo", fortemente influenciada pelos beatniks, os hippies e a transgressividade comportamental. No Brasil, os nomes mais representativos dessa geração foram Ana Cristina Cesar e Cacaso, que imprimiram um sentido informal, "desbundado", em suas composições poéticas.

Figura híbrida na cena cultural, Leminski se equilibra entre a formalidade erudita e a informalidade contracultural. E assim ocupa zona fronteiriça única na poesia contemporânea brasileira. Por isso, Caetano Veloso define sua produção poética como uma mistura de concretismo e beatnik. Mas, justamente por isso, ele se coloca no alvo de discussões sobre o valor literário do que realizou. O poeta Bruno Tolentino, em rota de colisão com concretistas e "poetas marginais", alerta para o embuste publicitário e superficial daqueles que seguem o caminho trilhado por estes.

A polêmica levantada por Tolentino sinaliza para certo tipo de embate que simplesmente se diluiu nas duas últimas décadas. Chamar a atenção para ela tem por fim ilustrar o quanto provocações literárias, a poesia em particular, mobilizavam a cena cultural de outrora. No contrapé de Tolentino, cuja poesia e digressão teórica podem ser acusadas de elitismo, o não menos elitista José Guilherme Merquior é um dos defensores da "poesia marginal".

Na cena literária dos últimos anos, poetas e romancistas se acomodam bem nas feiras literárias, num ambiente de explícito marketing cultural. E com isso não correm riscos, não se expõem a confrontos que pesam; enfim, rezam conforme regras do mercado editorial, da arte institucionalizada. Os argumentos utilizados por Tolentino para criticar a poesia de Leminski não são levianos, nem despropositados, mas qual o sentido deles hoje? Sim, qual o sentido quando a poesia assume feição solipsista: praticamente não ocupa espaço fora de eventos destinados a celebridades culturais e "especialistas".

O lançamento de Toda poesia poderia oxigenar o debate, trazer à tona a necessidade de colocar a poesia na pauta da questão cultural. E assim abrir espaço para discussão sobre o que se faz e como se faz poesia hoje, tanto quanto dar resposta às inquirições de Tolentino (nesse sentido, com respeito ao cinema Kleber Mendonça, queira ele ou não, instaura o debate com seu O Som ao Redor).

Mas não é o que pressinto. Apesar de ter quase toda sua poesia publicada de modo independente, infelizmente Toda poesia parece não ir além de grande lançamento com marketing editorial. Ótimo que as pessoas em geral, e os jovens em particular, leiam Leminski: Torquato Neto, Wally Salomão, Ana Cristina Cesar, Chacal, Cacaso..., podiam bem se incluir num projeto amplo em que se discutisse afetivamente o lugar da poesia nos dias de hoje.

Não há sinais, contudo, de que isso vá ocorrer. Assim, por caminhos tortuosos, essa publicação dá razão à parte do alerta de Tolentino: um embuste publicitário. Leminski, a poesia que fez - assim como os riscos e embates a que sua geração se expôs - congelaram-se nos anos de 1970 e 1980. A recepção de Toda poesia se confina à etiqueta Paulo Leminski; está, sim, bem divulgada pela Companhia das Letras, é provável não dê prejuízo.

Para ir além


Humberto Pereira da Silva
São Paulo, 8/5/2013


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A cidade e o que se espera dela de Luís Fernando Amâncio
02. Algo de sublime numa cabeça pendida entre letras de Elisa Andrade Buzzo
03. As palmeiras da Politécnica de Elisa Andrade Buzzo
04. De volta à antiga roda rosa de Elisa Andrade Buzzo
05. Dilúvio, de Gerald Thomas de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Humberto Pereira da Silva
Mais Acessadas de Humberto Pereira da Silva em 2013
01. Olgária Matos - 1/2/2013
02. Mino Carta e a 'imbecilização do Brasil' - 6/3/2013
03. Toda poesia de Paulo Leminski - 8/5/2013
04. Mídia Ninja coloca o eixo em xeque - 21/8/2013
05. O Som ao Redor - 13/2/2013


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PROCEDIMENTOS PENAIS
ANA PAULA DA FONSECA RODRIGUES MARTINS
ATLAS
(2010)
R$ 27,00



DAVID COPPERFIELD
CHARLES DICKENS
ABRIL CULTURAL
(1972)
R$ 4,50



FATOR X Nº 21 - NOVEMBRO / 98
MARVEL COMICS
ABRIL
(1998)
R$ 7,00



PALIMPSESTOS BÍBLICOS EM "SOMBRA SEVERA" DE RAIMUNDO CARRERO
ELIENE COSTA
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00



ESTUDO DE TEMPOS E MÉTODOS NO SETOR DE ESPUMAÇÃO
HENRIQUE GABRIEL ROVIGATTI CHIAVELLI
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 251,00



ULTIMO TANGO EM PARIS
ROBERT ALLEY
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1973)
R$ 10,00



BUON VIAGGIO! - ITALIANO PARA QUEM QUER VIAJAR
SILVIA BALZI
NOVA ALEXANDRIA
(2000)
R$ 14,90



A RADIOATIVIDADE E O LIXO NUCLEAR
M. ELISA MARCONDES HELENE
SCIPIONE
(1996)
R$ 5,00



CEM POEMAS CHINESES
HUGO DE CASTRO (ORG.)
VERTENTE
(1978)
R$ 16,00



BURNOUT NO DISCURSO DO SUJEITO COLETIVO DE RELIGIOSAS
THALES EPOV
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00





busca | avançada
39185 visitas/dia
1,1 milhão/mês