Reflexões sobre um século esquecido (1901-2000), por Tony Judt | Digestivo Cultural

busca | avançada
77305 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Exposição virtual 'Linha de voo', de Antônio Augusto Bueno e Bebeto Alves
>>> MAB FAAP seleciona artista para exposição de 2022
>>> MIRADAS AGROECOLÓGICAS - COMIDA MANIFESTO
>>> Editora PAULUS apresenta 2ª ed. de 'Psicologia Profunda e Nova Ética', de Erich Neumann
>>> 1ª Mostra e Seminário A Arte da Coreografia de 17 a 20 de junho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Daslusp
>>> A essência de Aldous Huxley
>>> 80 anos de Alfredo Zitarrosa
>>> Dize-me com quem andas e eu te direi quem és
>>> 7 de Setembro
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Sultão & Bonifácio, parte I
>>> Retrato de corpo inteiro de um tirano comum
>>> Você é rico?
>>> Podcasters do mundo, uni-vos!
Mais Recentes
>>> Free Riders de Luiz H. Rose; Maiza Fatureto; Tereza Sekiya pela Cambridge (2008)
>>> Difícil Decisão de Juciara Rodrigues pela Atual (1996)
>>> A História Vazia da Garrafa Vazia de Jonas Ribeiro pela Do Brasil (2004)
>>> A Cadelinha Lambada de Márcia Glória Rodriguez pela Icone (1997)
>>> Pra Você Eu Conto de Moacyr Scliar pela Atual (1998)
>>> Meio Circulante de Edison Rodrigues Filho; Walter Vasconcelos pela Melhoramentos (2012)
>>> The Big Picture Level 1 de Sue Leather pela Cambridge do Brasil (2001)
>>> The Big Picture Level 1 de Sue Leather pela Cambridge do Brasil (2001)
>>> A Dieta dos 17 Dias de Mike Moreno pela Sextante (2011)
>>> Atitude Vencedora de John Maxwell pela Cpad (2004)
>>> Os Adolescentes e o Sexo de Mary Kehle pela Mundo Cristão (1989)
>>> Sonhos Mais Que Possíveis de Odir Cunha pela Planeta do Brasil (2008)
>>> 101 Idéias Criativas para o Culto Doméstico de David J. Merkh pela Hagnos (2002)
>>> A Droga da Obediência: a Primeira Aventura dos Karas! de Pedro Bandeira pela Moderna (2003)
>>> Cinco Minutos / a Viuvinha de José de Alencar pela Atica (1995)
>>> O Homem do Bone Cinzento e Outros Contos de Murilo Rubião pela Companhia das Letras (2007)
>>> Sabor de Vitória de Fernando Vaz; Jean; Cris pela Saraiva Didáticos (2010)
>>> A Autêntica Cozinha Vegetariana de Rose Elliot pela Manole
>>> Pássaros Feridos de Collen Mc Cullough pela Circulo do Livro
>>> Setembro de Rosamunde Pilcher pela Bertrand Brasil
>>> Campanhas Inesquecíveis - Propaganda Que Fez História no Brasil de Meio & Mensagem pela Meio & Mensagem
>>> História da Civilização de Will e Ariel Durant pela Companhia Editorial Nacional
>>> Vetor de Robin Cook pela Record
>>> Os Maias de Eça de Queiros pela L&pm
>>> Abc de las Naciones Unidas de Naciones Unidas pela Naciones Unidas
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Imprensa

Terça-feira, 7/9/2010
Reflexões sobre um século esquecido (1901-2000), por Tony Judt
Julio Daio Borges

+ de 9900 Acessos
+ 2 Comentário(s)




Digestivo nº 470 >>> Tony Judt comoveu, recentemente, o mundo, ao lutar contra uma doença rara, que ia paralisando-o, progressivamente, até a morte. O mal avançava a galope, e a morte não tardaria a ocorrer, mas Judt, supreendentemente, concedeu uma entrevista à Época — onde afirmava que continuaria escrevendo enquanto pudesse. Seu corpo quase não respondia, mas sua mente continuava límpida. Impossível não se lembrar dessa história ao ler Reflexões sobre um século esquecido (1901-2000), que acaba de sair pela editora Objetiva. Judt ficaria conhecido por Pós-guerra (2008), igualmente traduzido no Brasil, mas seus ensaios, coligidos neste novo volume, são tão interessantes quanto. E a sensação, ao avançar pela leitura, é que o mundo perdeu mais um ensaísta — do quilate de Juan Luis Cebrián; do tipo que não se forja mais (talvez porque se escreva cada vez menos em profundidade). E Judt é, deliciosamente, fluido — desde a introdução, que fisga o leitor ainda na livraria, até a última parte, quando aborda pesos pesados como Kissinger. Judt partiu convencido de que o século XXI assumiu o controle de nossa época aos borbotões: saímos dos 1900s propriamente sem nos despedir, nem ponderar o que "ganhamos" e o que deixamos para trás. Judt, por exemplo, lamenta — como Umberto Eco — o fim de uma "cultura comum", dada a profusão de informações, também na internet, isolando-nos de nossos contemporâneos e, em igual medida, de nossos antepassados. Judt observa — como Marco Antonio Villa, outro dia — que a política se esvaziou, que as discussões são majoritariamente econômicas e que não existem novas "metas sociais" a serem cumpridas. E Judt lamenta, sobretudo, o desaparecimento dos chamados "intelectuais públicos": "homens e mulheres que se dedicavam ao debate e a influenciar a opinião pública e a política" — "assumindo o papel de porta-vozes do interesse público e do povo, contra a autoridade do Estado". Tudo isso na supracitada "introdução", habilmente designada "O mundo que perdemos". Judt ainda relembra Koestler, Primo Levi e tem a audácia de criticar a quase unânime Hannah Arendt. Ressuscita Camus — sem poupá-lo —, e desconstrói, para espanto dos historiadores (ou simpatizantes), Eric Hobsbawn. Consegue retomar o interesse pela história do marxismo (quem diria) e discutir, como se fosse hoje, a "Queda da França" (em 1940). É possível supor — como Nélson Rodrigues afirmava — que Tony Judt tenha alcançado "a serenidade dos que vão morrer". O certo é que numa era de tantos "extremos" quanto a anterior, precisamos de novos faróis, como Tony Judt — pois, "se quisermos compreender o mundo do qual acabamos de emergir, precisamos ter em mente o poder das ideias".
>>> Reflexões sobre um século esquecido (1901-2000)
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Luciano do Valle (1947-2014) (Televisão)
02. A importância de ser prudente e outras peças, de Oscar Wilde (Literatura)
03. A morte da MTV Brasil (Televisão)
04. O dilúvio informacional, segundo a Economist (Imprensa)
05. Cinema em 2009 (Cinema)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
7/9/2010
03h00min
Julio, muito obrigado por repercutir o lançamento desse livro. O Judt foi uma das mentes mais lúcidas do século 20. Mal posso esperar para ler seu livro póstumo de memórias.
[Leia outros Comentários de Daniel Lopes]
8/9/2010
10h07min
A reflexão nasce da serenidade, da busca íntima dos valores morais e éticos e da leitura crítica de um período em que construímos a vida. No momento em que podemos partir devido a uma doença ou coisa assim teremos tempo pra essa reflexão. Mas o importante é elaborar o tempo enquanto estamos vivos e respirando, refletindo sobre a nossa forma de existir.
[Leia outros Comentários de Manoel Messias Perei]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CÉtait un Temps Déraisonnable: les Premiers Résistants Racontent
Georges Marc Benamou
Robert Laffont (paris)
(1999)



João Lobo 15
Thales Trigo Simonetta Persichetti
Senac Sp
(2008)



A Madrasta
Nancy Thayer
Círculo do Livro
(1987)



Parque Górki
Martin Cruz Smith
Círculo do Livro
(1984)



O Brasil na França
Ruy Pacheco de Azevedo Amaral
Fund Alexandre de Gusmão
(2008)



Recurso de Apelação e Novas Aplicações de Seu Efeito Devolutivo
Mauro Pedroso Gonçalves
Juruá
(2009)



Revista Brasileira de Filosofia Vol. Lvi Fasc 231
Fundação Nuce e Miguel Reale
Instituto Brasileiro Filosofia
(2008)



Preços de Produção, Métodos de Longo Prazo e Equilíbrio Geral: uma Crí
Marcos de Barros Lisboa
Bndes (rj)
(1993)



Ilha da Trindade: a Ocupação Britânica e o Reconhecimento da Sobe
Martin Normann Kämpf
Fundação Alexandre de Gusmão
(2016)



Estudos Jurídicos Criminais
Luciano Nascimento Silva
Juruá
(2008)





busca | avançada
77305 visitas/dia
2,7 milhões/mês