A Amazônia sem pátria | Félix Maier | Digestivo Cultural

busca | avançada
64744 visitas/dia
1,7 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Evento de reinauguração da Praça do Centro de Convenções da Unicamp
>>> Oficina Som Entre Fronteiras está com inscrições abertas
>>> Projeto “Curtas de Animação” com estudantes da zona rural de Valinhos/SP
>>> Novos projetos do Festival de Dança de Joinville promovem atividades culturais para 120 alunos
>>> Toca do Morcego anuncia agenda primavera/verão 2022/2023
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
Colunistas
Últimos Posts
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
Últimos Posts
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
>>> Conforme o combinado
>>> Primavera, teremos flores
>>> Além dos olhos
>>> Marocas e Hermengardas
>>> Que porcaria
>>> Singela flor
>>> O cerne sob a casca
>>> Assim é a vida
>>> Criança, minha melhor idade
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Nuvem Negra*
>>> Discurso de William Faulkner
>>> Os Incríveis
>>> Erik Satie
>>> Ronnie James Dio em 1983
>>> O Leão e o Unicórnio
>>> O outro Carpeaux
>>> Something that grows
>>> Façam suas apostas
>>> Tempo de aspargos
Mais Recentes
>>> A Vida Secreta dos Profissionais Durante e Depois do Expediente de Suely Cândido e Outros pela Ser Mais (2012)
>>> As 100 Melhores Ideias para Terminar o Dia Com a Sensação de Missão... de Richard Templar pela Saraiva (2011)
>>> A Verdade é Insuportável: Ensaio sobre a Hipocrisia de Andrei Venturini Martins pela Filocalia (2019)
>>> O Pus Dei de Giorgio Agamben pela Boitempo (2013)
>>> Fisioterapia: História, Reflexões e Perspectivas de Marcus Vinícius Gava pela Metodista (2004)
>>> Memorias de uma Menina Católica de Mary McCarthy pela Companhia das Letras (1987)
>>> Quimica Geral - Volume 1 de Alceu Totti Silveira pela Do Autor (2014)
>>> Livro - Brasil: Terra e Gente (1871) - Coleção o Brasil Visto por Estrangeiros de Oscar Canstatt pela Senado Federal (2002)
>>> A Escola e o Conhecimento - Fundamentos Epistemológicos e Políticos de Mario Sergio Cortella pela Cortez (2008)
>>> O Assassinato do Casal de Velhos de Rodrigues Corrêa pela Mercado Aberto (1995)
>>> O Evangelho Perdido: Como o Mundo Veio a Conhecer a Versão de Judas... de Herbert Krosney pela National Geographic (2006)
>>> Econometria de Wonnacott/Wonnacott pela Livros técnicos e científicos
>>> Historias da Biblia para a familia - Gênesis o Principio de Anne de Graaf pela Abril Coleções (2010)
>>> Spining de Tillie Walden pela Veneta (2019)
>>> Coração de Vidro de José Mauro de Vasconcelos pela Melhoramentos
>>> Código de Processo Civil de Legislação Brasileira pela Saraiva (2005)
>>> Livro - Prazeres e Riscos de Martba Medeiros e outros pela L&pm (2001)
>>> Livro - Homossexualidade: uma História de Colin Spencer pela Record (1995)
>>> Revista Brasileira de Análise Transacional de Vários pela Parma (2003)
>>> Manual de Socorro de Emergência de Raimundo Rodrigues Santos; Marcelo Dominguez Canetti; Célio Ribeiro Júnior; Fernando Suarez Alvarez pela Atheneu (2000)
>>> Esta Noite a Liberdade de Dominique Lapierre/ Larry Collins pela Difel (1976)
>>> Era Uma Vez Um Sonho de J.D.Vance pela LeYa (2017)
>>> Livro de bolso - Além do Azul do Céu de Nora Roberts pela Harlequin (2011)
>>> Curso Completo do Novo Processo Civil de Rodolfo Kronemberg Hartmann pela Impetus (2016)
>>> 25 Anos Perdido no Lobby de Claudio Maksoud pela Markbook (2003)
COLUNAS

Quinta-feira, 22/5/2003
A Amazônia sem pátria
Félix Maier

+ de 4000 Acessos

Vez por outra, aparecem notícias de que as escolas dos EUA estariam mostrando o mapa do Brasil com a Amazônia e o Pantanal "amputados". Isso pode ser verdade. Porém, temos que ter algumas precauções. Um desses mapas, mostrado há alguns anos pela Internet, e sempre reapresentado de tempos em tempos, era pura ficção de quem não tem mais nada a fazer na vida além de vomitar antiamericanices. O texto, em inglês, continha erros tão primários que ninguém, de boa-fé, daria um centavo de dólar furado pela autenticidade da matéria.

Recebi esta semana, um e-mail afirmando que um livro didático norte-americano, "Introdução à Geografia", de David Norman, utilizado na Junior High School (equivalente, no Brasil, à 6ª série do 1º grau), contém um mapa do Brasil "falsificado". Um dos parágrafos da mensagem diz textualmente: "Os livros de geografia de lá estão mostrando o mapa do Brasil amputado, sem o Amazonas e o Pantanal. Eles estão ensinando nas escolas que estas áreas são internacionais... ou seja, em outras palavras, eles estão preparando a opinião pública deles, para dentro de alguns anos se apoderarem de nosso território com legitimidade".

Se isso for verdade, o Embaixador dos EUA deverá ser imediatamente chamado pelo Governo brasileiro para confirmar ou desmentir a grave acusação acima. Nas circunstâncias atuais, não sei que moral teria o Governo Lula para questionar os EUA, já que não consegue sequer reconhecer que as FARC são um grupo narcoterrorista, nem de emitir um protesto veemente contra Fidel Castro, que mandou recentemente três cubanos para o paredón.

Em primeiro lugar, nós, os brasileiros, é que temos que cuidar da Amazônia. Cuidar não significa fazer daquela região um "santuário ecológico" para gringo ver e filmar, como querem muitos ecochatos de galocha. Cuidar, antes de tudo, é TOMAR POSSE do lugar. Como?

Durante o Governo Sarney, com o Projeto Calha Norte, foram criados, pelo Exército, vários Pelotões de Fronteira junto aos países limítrofes da Amazônia. O Projeto previa que outros ministérios (como Saúde, Educação etc.), além da Polícia Federal, também se fizessem presentes nos pelotões, porém somente os militares se deslocaram para a área. Região inóspita, malária, calor infernal - somente os milicos foram lançados aos mosquitos. Havia até um lema criado pelos militares, na época: "Integrar para não entregar".

Bombardeado por toda a mídia, que via no Projeto um programa "militarista", e por antropólogos de gabinete, que não permitiam que se construíssem mais pelotões em áreas indígenas, o importante programa de governo não se completou e caiu no esquecimento.

Hoje, o Governo Federal deveria retomar o Calha Norte o mais rápido possível, ampliando o número de Pelotões e completando o serviço de Sarney, ou seja, enviando funcionários de outros ministérios para que os Pelotões se tornem o embrião de futuros núcleos urbanos, que ao longo do tempo se transformariam em cidades. Somente colocando o ser humano para tomar posse da região é que poderemos ter domínio sobre aquela rica área no futuro. Se não fizermos isso, outros o farão. Poderão ser até os EUA, como muitos se preocupam. Poderão ser os guerrilheiros das FARC ou os nossos traficantes de armas e drogas, como os colegas de Fernandinho Beira-Mar. Sem dizer que atualmente existe enorme contrabando de nossas riquezas para o exterior, como metais raros, a exemplo do nióbio, do qual o Brasil possui 98% das reservas mundiais, assim como espécies da fauna e da flora - uma das mais ricas biodiversidades do planeta.

Não adianta xingarmos os EUA, esbravejarmos contra uma possível "internacionalização" da Amazônia. Precisamos tomar vergonha na cara e tomar conta do que é nosso.

Ainda sobre o Pantanal
Uma área do Pantanal, hoje, é "patrimônio da humanidade", título fornecido pela UNESCO. Não há nenhuma restrição econômico-social na área, desde que os fazendeiros, agricultores, pescadores e empresas de turismo tomem os devidos cuidados com a preservação do meio ambiente, evitando a poluição e o abate de animais e aves em extinção. Não perdemos, com isso, a soberania sobre o lugar. Pelo contrário, a valorizamos, com um projeto de economia sustentável ao longo dos anos, além de permitir que se instale um turismo de alto nível e alto movimento na região, por ora ainda incipiente e insignificante. Da mesma forma, podemos tornar uma grande região da Amazônia também um "patrimônio da humanidade" - por que não? Não toda a Amazônia, o que seria um absurdo, porém uma vasta área, com os mesmos objetivos já propostos para o Pantanal: preservação da fauna e da flora, aproveitamento comercial auto-sustentável da floresta e instalação de um turismo de altíssimo nível, que será único no mundo.

Não é preciso acrescentar que a água do Rio Amazonas, amanhã, terá um valor superior ao do petróleo, hoje. Não podemos perder a posse desta rica torneira...


Félix Maier
Brasília, 22/5/2003


Mais Félix Maier
Mais Acessadas de Félix Maier em 2003
01. A verdade sobre o MST - 4/3/2003
02. Doutrina Bush: democracia de cruzeiro? - 25/4/2003
03. Não chore por nós, Argentina! - 25/2/2003
04. A Amazônia sem pátria - 22/5/2003
05. ShoppinG: o ponto G da questão - 6/1/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Mudança - Romance
Andrea Canobbio
Mandarim
(1998)



Deu no Jornal
Moacyr Scliar
Edelbra
(2009)



As Mulheres, O Poder e a Família
Eni de Mesquita Samara
marco zero
(1989)



Sabedoria Todo Dia
Lourival Lopes
Otimismo
(2007)



A Emergência da Criança Divina
Rick Phillips
pensamento
(1990)



As Duas Vidas de Martinha
Agostinho Stacciarini
Paulo de Tarso
(2002)



Eco Empreendedor - Oportunidades de Negocios Decorrentes da Revol
Steven J. Bennett
Makron
(1992)



Teoria e Prática de Crédito Rural
Felipe Meira Aguiar
Herba
(1977)



Descobertas e Refutações: A Lógica do Método Psicanalítico
Jorge L. Ahumada
imago
(1999)



Livro - the Rough Guide to the Usa
Samantha Cook / J D Dickey
Rough Guides
(2011)





busca | avançada
64744 visitas/dia
1,7 milhão/mês