Acadêmicos de Curitiba | Rafael Azevedo | Digestivo Cultural

busca | avançada
78105 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Filó Machado e Felipe Machado dividem o palco em show online pelo CulturaEmCasa
>>> Cassio Scapin e artistas de grandes musicais fazem campanha contra o abuso sexual infantil
>>> Terça Aberta na Quarentena une teatro e a dança
>>> “Um pé de biblioteca” estimula imaginação e ajuda a criar novas bibliotecas pelo Brasil
>>> Diálogos na Web FAAP: Na pauta, festivais de cinema e crítica cinematográfica
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Escrevendo um currículo
>>> Frases que soubessem tudo sobre mim
>>> Por que somos piratas musicais
>>> 6 pedras preciosas do rock
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST)
>>> Para você que vai votar...
>>> A medida do sucesso
>>> Fuvest divulga lista de livros para 2017
>>> 35 anos do Clube da Esquina
>>> É Julio mesmo, sem acento
Mais Recentes
>>> O Sítio no Descobrimento: a turma do Picapau amarelo na expedição de Pedro Álvares Cabral de Luciana Sandroni pela Globo (2000)
>>> Zelia, uma Paixão de Fernando Sabino pela Record (1989)
>>> Volta ao Lar de Nora Roberts pela Harlequin Books (2006)
>>> Você Pode Curar Sua Vida de Louise L. Hay pela Best Seller (1984)
>>> Você é Tímido? de Núria Roca pela Companhia Nacional (2008)
>>> Vivências de Vozes pela Vozes
>>> Violetas na Janela de Vera Lucia Marinzeck de Carvalho Tipo: Semin pela Petit (2013)
>>> Vinte Anos de David Nicholls pela Intrínseca (2011)
>>> Vingadores Todos Querem Dominar o Mundo Marvel de Dan Abnett pela Novo Século (2015)
>>> Vidas Secas de Graciliano Ramos pela Record (1981)
>>> Vida Depois da Vida o Que Acontece Quando uma Pessoa Morre? de Dr. Raymond A. Moody pela Círculo de Livro (1979)
>>> Vida de Droga Sinal Aberto de Aberto Walcyr Carrasco pela Ática (2007)
>>> Vice-versa ao Contrário de Heloisa Prieto; Spacca pela Cia das Letrinhas (1994)
>>> Viagens de Gulliver Série Reencontro de Jonathan Swift pela Scipione
>>> Viagens de Gulliver de Jonathan Swift - Ad. Paulo Sergio de Vasconcellos pela Objetivo
>>> Vestido de Noivo de Pierre Lemaitre pela Vertigo (2013)
>>> Veronika Decide Morrer de Paulo Coelho pela Rocco (2003)
>>> Vencendo o Passado ( Bolso) de Zibia Gasparetto pela Vida e Consciência (2017)
>>> Várias Histórias Coleção a Obra-prima de Cada Autor de Machado de Assis pela Martin Claret (2003)
>>> Van Gogh Museum Vida, Obra y Coetáneos de Vicent Van Gogh pela Ne
>>> Valores para Viver Inspirações para Refletir de Maria Isabel Borja e Márcio Vassallo pela Guarda Chuva (2005)
>>> Urso Com Música na Barriga Ilustrações de Eva Furnari de Erico Verissimo pela Companhia das Letrinhas (2002)
>>> Uma Torre Além do Tempo: a Colmeia de Almas de Francisco José B. Sá pela Mnêmio Túlio (1999)
>>> Uma Questão de Tempo de Alvaro Esteves pela Objetiva
>>> Uma História de Sabedoria e Riqueza de Mark Fisher pela Ediouro
>>> Um Pai Criminalista um Ensaio Sobre Educação Infantil e Administração de Chistian Mirkos pela Ceitec (2008)
>>> Um Homem de Sorte Edição de Bolso de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2011)
>>> Um Estranho Segredo de Marcos Diego Mogami pela Db (2014)
>>> Um Estranho no Espelho de Sidney Sheldon pela Klick (1997)
>>> Um Dia de Bradley Trevor Greive pela Sextante (2001)
>>> Um Caso Muito Sujo de Shirley Souza pela Paulus (2011)
>>> Um Caldeirão de Poemas Vol 2 de Tatiana Belinky pela Companhia das Letrinhas (2007)
>>> Um Anjo Em Nossa Vida de Célia Xavier de Camargo pela Petit (2014)
>>> Um Amor Conquistado de Danielle Steel pela Record (1984)
>>> Ubirajara Série Bom Livro de José de Alencar pela Ática (1998)
>>> Turma da Mônica Jovem um Novo Amor? Número 82 de Mauricio de Sousa pela Panini Comics (2015)
>>> Turma da Mônica Jovem N° 63 Dia das Bruxas de Mauricio de Sousa pela Panini Brasil (2013)
>>> Turma da Mônica Jovem no País das Maravilhas Parte 2 de 2 de Mauricio de Sousa pela Panini (2010)
>>> Tudo Tem Seu Preço de Zibia Gasparetto pela Vida & Consciência
>>> Tudo Aquilo Que Nunca foi Dito de Marc Levy pela Suma de Letras (2011)
>>> Tudo a Ganhar de Barbara Taylor Bradford pela Record (1995)
>>> Triste Fim de Policarpo Quaresma Ler é Aprender Volume 18 de Lima Barreto pela Klick
>>> Triste Fim de Policarpo Quaresma Ler é Aprender Volume 18 de Lima Barreto pela Klick
>>> Triste Fim de Policarpo Quaresma (pocket) de Lima Barreto pela L&pm Pocket
>>> Tio Sam Chega ao Brasil a Penetração Cultural Americana de Gerson Moura pela Brasiliense (1988)
>>> Til Coleção a Obra-prima de Cada Autor de José de Alencar pela Martin Claret
>>> The Testament de John Grisham pela Penguin Readers (1999)
>>> The Plays and Sonnets of William Shakespeare Vol 2 de Shakespeare pela Britannica
>>> The New Illustrated Treasury of Disney Songs de Hal Leonard pela Hal Leonard (1998)
>>> The Lost Symbol de Dan Brown pela Corgi Books
COLUNAS

Sexta-feira, 24/8/2001
Acadêmicos de Curitiba
Rafael Azevedo

+ de 3200 Acessos

Yara Mitsuishi

As universidades brasileiras estão aniquilando intelectualmente toda uma geração, graças à sua insana doutrinação esquerdista. É o que me vem à cabeça quando vejo o "protesto" de estudantes que invadiram a Câmara dos Deputados do estado, sob o pretexto de se opor (democraticamente, claro!) à privatização da companhia de energia do Paraná. A turba, enquanto derrubava a grade e invadia o plenário, ria, cantava as velhas e sem imaginação musiquinhas de torcida (ah-ha, uh-hu, não-sei-o-quê é nosso!), enquanto outros se penduravam, sem camisa, como seres simiescos, pelas mesas e bancadas do recinto. Tudo é farra, tudo é motivo pra cabular aula e se mostrar na frente das coleguinhas. Se perguntados, garanto que a imensa maioria, se não a totalidade, não saberiam dizer contra quê estavam protestando. Só saberiam dizer que eram contra.
Os líderes da "revolução", claro, têm na ponta da língua o discurso. Algo vago, indecifrável para mentes coerentes, cujas palavras-chave são "estratégico", "entreguismo", "interesse nacional".
O nacionalismo continua sendo mesmo "o último refúgio dos velhacos"...

¡Viva la revolución!
Fernando Henrique na TV, abraçado ao insano presidente Chávez, da Venezuela, e a Fidel Castro, o Pol Pot das Américas. Eu tento, sr. presidente, mas está cada vez mais difícil defendê-lo...

É brincadeira? - parte I
"Os clube de futebol" (sic), diz Aldo Rebelo em sua participação num programa da TV Cultura... é este homem que faz campanha pelo bom uso da língua portuguesa? Ô Rebelo, tem coisa mais importante pro idioma que "purgá-lo" dos estrangeirismos, como, por exemplo, falá-lo corretamente em público...

É brincadeira? - parte II
Dois deputados do PT pregam a extensão do horário eleitoral gratuito (gratuito? E nossa paciência, já não vale mais nada?) às TVs por assinatura. Só serve pra confirmar o quanto as esquerdas, que protestam por liberdade e gritam contra "a ditadura", enquanto fazem campanha, anseiam por cumprirem com seus sonhos totalitários, uma vez estando no poder.

Corta essa, velhinho...
Paulo Coelho afirma naquele lixo jogado semanalmente à minha porta, chamado Veja, que Ulisses, de Joyce, é ilegível. Tive um desagradável déjà-vu, lembrando-me de uma edição da mesma revista de alguns anos atrás, onde o estudante mentally challenged que na ocasião passara em primeiro lugar na Fuvest (ah, de novo as faculdades brasileiras!) e destilava todo o seu filistinismo, "sem medo de ser feliz", ao afirmar que Picasso parecia, para ele, tinta arremessada a esmo numa tela. Onde é que está a inquisição cultural quando a gente mais precisa dela?

A Cartilha de Lord Chesterfield
Na Inglaterra do final do século XVII e início do XVIII, Philip Dormer Stanhope, o quarto conde de Chesterfield, foi uma pessoa de posição destacada e de inteligência respeitada, mesmo tendo envolvido-se a fundo com a política, e que notabilizou-se como autor, orador e mecenas. A epítome do tory, aristocrático e conservador.
Um que por um breve período recebeu seu auxílio financeiro foi Samuel Johnson, que parece não ter achado Mr. Stanhope das pessoas mais dignas de sua admiração. Anyway, a obra de mais destaque de Lord Chesterfield foi a série de cartas que mandou para seu filho e que sua esposa posteriormente reuniu. Essas cartas constituíam na época uma espécie de guia de comportamento (e pensamento, para os que precisavam desse auxílio, como aparentemente o jovem Philip Stanhope Junior) aos gentlemen ingleses. Eis alguns destes ensinamentos, juntamente com algum criticismo do Dr. Johnson.

"O que vale a pena fazer, vale a pena fazer bem."

"O homem de boa criação deixa as pessoas satisfeitas com ele deixando-as primeiro satisfeitas com si mesmas."

"A única paz sólida e duradoura entre um homem e sua mulher é, sem dúvida, a separação."

"Nossos preconceitos são nossas amantes; a razão é no máximo nossa esposa, frequentemente ouvida, mas raramente considerada."

"Modéstia é a única isca garantida quando se pesca por louvor."

"Um conselho quase nunca é bem-vindo; e aqueles que mais o querem quase sempre menos gostam dele."

"Recomendo-lhe que tome conta dos minutos; pois as horas tomarão conta de si mesmas."

"Em assuntos de religião e matrimônio não dou nunca nenhum conselho; porque não quero os tormentos de alguém neste mundo ou no próximo colocados ao meu encargo."

"A inteligência é uma qualidade tão brilhante que todo mundo a admira; a maioria das pessoas a almeja, todas as pessoas a temem, e poucas a amam a não ser em si mesmas. Um homem deve ter uma boa parcela de inteligência nele mesmo para aguentar uma grande parcela dela noutro."

"O costume fez da dança às vezes necessária para um jovem; portanto se preocupe com ela enquanto a aprende, para que possa aprender a fazê-la bem, e não ser ridículo, embora num ato ridículo."

"Quanto às óperas, são essencialmente muito absurdas e extravagantes para serem mencionadas. Vejo-as como um cenário mágico concebido para agradar os olhos e os ouvidos ao custo da compreensão."

"Estou convencido de que um leve jantar, uma boa noite de sono e uma ótima manhã já fizeram um herói do mesmo homem que, por uma indigestão, uma noite de insônia e uma manhã chuvosa, teria se provado um covarde."

"Sexo: o prazer é momentâneo, a posição é ridícula, e o custo é odioso."

"Seja mais sábio que outras pessoas, se puder; mas não lhes diga isso."

"Deve-se abraçar o homem que se odeia, se não for justificável derrubá-lo."

* * *

"[Suas cartas] ensinam as morais de uma puta, e as maneiras de um mestre de dança."

"Não é um patrono, meu Senhor, alguém que olha sem preocupação para um homem que se debate na água, e, quando este consegue chegar à terra, o amontoa de ajuda?" (em carta ao próprio Lord Chesterfield)

"Alguém que patrocina, apóia ou protege. Normalmente um miserável que apóia com insolência, e é pago com lisonja."

"There mark what ills the scholar's life assail, Toil, envy, want, the patron and the gaol."

Marque aí os males que atacam a vida do intelectual,
Labor, inveja, necessidade, o patrono e a cadeia.

E, para terminar, uma intraduzível:

"This man I thought had been a Lord among wits; but, I find, he is only a wit among Lords!"

(Samuel Johnson)



Rafael Azevedo
São Paulo, 24/8/2001


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O retalho, de Philippe Lançon de Wellington Machado
02. Intervenção militar constitucional de Gian Danton
03. Lear e Potter de Ricardo de Mattos
04. Tempo vida poesia 2/5 de Elisa Andrade Buzzo
05. O que aprender com Ian McEwan de Tais Laporta


Mais Rafael Azevedo
Mais Acessadas de Rafael Azevedo em 2001
01. A TV é uma droga - 23/11/2001
02. Os males da TV - 6/7/2001
03. A primeira batalha do resto da guerra - 30/11/2001
04. Só existe um Deus, e Bach é seu único profeta - 2/11/2001
05. A Má Semente - 19/2/2001


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O PRIMO BASÍLIO
EÇA DE QUEIRÓS
MARTIN CLARET
(2004)
R$ 6,00



O DIREITO DE SER JOVEM
JOSÉ FERNANDES DE OLIVEIRA
PAULINAS
(1982)
R$ 5,00



O PAI QUE VIRAVA BICHO
CARLOS ALBERO CASTELO BRANCO
LE
(1998)
R$ 7,90



PSICOLOGIA EXPERIMENTAL
P. PAULO SIWEK
ANCHIETA
(1949)
R$ 24,50



OS PAIS DO CRUZADO CONTAM POR QUE NÃO DEU CERTO
ANDRÉ LARA RESENDE E OUTROS
L&PM
(1987)
R$ 5,00



VIDA
KEITH RICHARDS
GLOBO LIVROS
(2010)
R$ 30,00



DUPLO E A METAMORFOSE, O: A IDENTIDADE MITICA EM COMUNIDADES NAGO
MONIQUE AUGRAS
VOZES
(2008)
R$ 64,95



MUDANDO DE CASCA
GISELDA LAPORTA NICOLELIS
MODERNA
(2003)
R$ 9,90



COLOR E RESTAURANT DESIGN
ETHEL BARAONA/ LILIANA BOLLINI E JULIO FAJARDO
REDITAR LIBROS
(2009)
R$ 100,00



MATEMÁTICA CONECTE 1
VARIOS AUTORES
SARAIVA
(2014)
R$ 50,00





busca | avançada
78105 visitas/dia
2,2 milhões/mês