Você curte o Orkut? | Ram Rajagopal | Digestivo Cultural

busca | avançada
55141 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial Orkut

Quarta-feira, 8/2/2006
Você curte o Orkut?
Ram Rajagopal

+ de 4900 Acessos

Os editores do Digestivo me perguntaram sobre o que acho do Orkut. Não acho muito. O Orkut, ao menos para mim, funciona como uma agenda eletrônica. Por lá, tenho como contactar quase todas as pessoas que conheço, e volta e meia recebo convites de pessoas que não via há muito tempo.

Para muitos, é uma ferramenta de socialização. Mas até hoje não entendi a fascinação das pessoas por acessar scrapbooks alheios, por fazer testemunhos e receber estrelinhas de fã. Quer dizer, a única explicação plausível que encontro é que há uma carência afetiva generalizada na sociedade. Ou melhor, aos poucos estamos esquecendo o que é uma amizade, qual o valor de uma verdadeira amizade.

É impressionante a popularidade do Orkut no Brasil. Acho que os brasileiros são ou estão próximos de serem os maiores usuários do sistema. Na nossa cultura, conversar, manter contato, e por que não?, a fofoca, estão entre as formas mais importantes de se conseguir informações. Informações só não. Até mesmo um projeto ou emprego muitas vezes acontece porque conhecemos uma pessoa ou porque alguém que conhecemos nos mencionou para um conhecido seu. (Aqui, nos Estados Unidos, uma estatística conhecida é que a maioria dos cargos de confiança em empresas é preenchida por candidatos vindos por indicação. Mesmo assim, ao menos o primeiro emprego, você consegue com facilidade simplesmente indo a feiras de empregadores.)

Até aí tudo bem. Neste sentido manter uma rede de "amizades" pode ser útil, ainda mais em uma sociedade economicamente ineficiente. No entanto, somente alguma forma de carência, de instabilidade emocional, explica as várias brigas que já presencei sobre trocas de testemunhos ou porque o namorado de beltrano está na comunidade de sicrano e coisas do gênero. Conheço também muitas pessoas que abertamente leêm scrapbooks de homens e mulheres em que estejam interessados. Que rastreiam suas amizades e comunidades. Me pergunto: não seria mais fácil conversar com a pessoa para descobrir tudo isso?

Em uma verdadeira amizade, a necessidade de tapinhas nas costas é inexistente. Ela se baseia em interesses comuns ou em alguma afinidade de experiências de vida. E esta mesma amizade, que raramente se inícia apertando algum botão - até acontece - e certamente jamais se fortalece através de testemunhos, se torna mais forte, mais expressiva a medida em que os amigos vão se conhecendo melhor, e passam a compartilhar experiências novas e interessantes. Parece muito com o amor não é mesmo? Pois é, amizade é uma parte grande do amor, e o amor é o laço que une dois amigos. E em geral, numa amizade, o amor é ainda mais generoso, pois não há nada muito concreto que um amigo oferece. A amizade é um amor altruísta.

Se é altruísta, a amizade não pede ou recebe fan mail. Não requer testemunhos ou condecorações. Não exige nem mesmo um certificadozinho dizendo que se é amigo. Nunca sabemos quando uma amizade começa, e nem quando vai acabar. Não há um link, uma fotozinha na cortiça do nosso quarto com o 3x4 de cada amigo. As amizades duram enquanto elas duram. E a melhor coisa de uma amizade é a conversa e o companheirismo. É difícil manter estas duas coisas através do Orkut.

O que poderia ser uma ótima agenda eletrônica, ou até um ponto inicial para se começar uma conversa com alguém - talvez numa comunidade em comum -, se torna um templo de adoração do próprio umbigo para a maioria. O foco passa a ser o que os outros pensam, como os outros te veêm, como potenciais parceiros sexuais irão te avaliar. No cotidiano, nos preocupamos com estas coisas quando vamos a uma festa social ou à boate. No Orkut, é a única coisa com que a maioria se preocupa, pois não há muitas outras dimensões naquele ambiente.

O meu perfil, caso vocês se incomodem em buscar, inclui fotos da minha família, de amigos, da namorada, etc. Uma concessão feita depois que cansei de responder a pedidos de amigos que estão longe. E após muito tempo mudei o texto que havia preenchido, incluindo coisas como: "Perfect First Date: 1/1/1111" (ei, é perfeito!). Mudei não porque passei a considerar o Orkut algo essencial em minha vida, mas sim porque uma colega me alertou que várias empresas estão averigüando os perfis do Orkut na hora de contratar estagiários e profissionais.

Ou seja, o Orkut já está se tornando uma espécie de dor de cabeça. Quem sabe, não sigo uma das colaboradoras do Digestivo, e cometo o tal do Orkuticídio. Primeiro terei que copiar os vários endereços para a minha velha agenda analógica - aka agenda de papel. E depois terei que convencer meus amigos que não cometi Orkuticídio porque cansei de dar testemunhos e estrelinhas para os outros, ou porque me desinteressei deles, ou porque minha namorada pediu, mas sim porque não curto o Orkut. Isto porque sou educado, senão bastaria desaparecer.

Quanto a amizades, ainda acredito que - como o Danoninho que vale por um bifinho - uma boa amizade vale por mais de um milhão de perfis lincados ao meu Orkut.


Ram Rajagopal
Berkeley, 8/2/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A Copa, o Mundo, é das mulheres de Luís Fernando Amâncio
02. O espelho quebrado da aurora, poemas de Tito Leite de Jardel Dias Cavalcanti
03. Numa casa na rua das Frigideiras de Elisa Andrade Buzzo
04. 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis de Ana Elisa Ribeiro
05. A menos-valia na poesia de André Luiz Pinto de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Ram Rajagopal
Mais Acessadas de Ram Rajagopal em 2006
01. Sobre responsabilidade pessoal - 1/5/2006
02. Como o Google funciona - 14/3/2006
03. Como começar uma carreira em qualquer coisa - 24/4/2006
04. Música é coração, computadores, não? - 28/2/2006
05. Reflexão para eleitores - 4/9/2006


Mais Especial Orkut
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O SEGREDO DE CHIMNEYS
AGATHA CHRISTIE
RECORD
R$ 19,90
+ frete grátis



RAICES FILOSOFICAS DE LA PSICOLOGIA
HENRYK MISIAK
TROQUEL
(1964)
R$ 60,00



CAESAR: A NOVEL
COLLEEN MCCULLOUGH
WILLIAM MORROW
(1997)
R$ 40,00



PROMETEU OS HOMENS E OUTROS MITOS
MENELAOS STEPHANIDES
ODYSSEUS
(2004)
R$ 14,00



TUDO AO MESMO TEMPO AGORA
JEAN WYLLYS
GIOSTRI
(2009)
R$ 4,00



A PERCEPÇÃO ALÉM DAS DIMENSÕES DA MENTE
ROBERTO JEROME FISICHELLA
ÍCONE
(1992)
R$ 16,00



CAMINHO SUAVE: CARTILHA - ALFABETIZAÇÃO PELA IMAGEM - 132ª EDIÇÃO
BRANCA ALVES DE LIMA
CAMINHO SUAVE
(2015)
R$ 45,60



AUTODOMÍNIO E O DESTINO COM OS CICLOS DA VIDA - 4642
SPENCER LEWIS
RENES
(1983)
R$ 10,00



A AVENTURA SUPREMA (A EXPERIÊNCIA DO CAMINHO DE SIDDHA YOGA
PETER HAYES
NOVA ERA
(1994)
R$ 4,40



NOS BASTIDORES DA ALMA
NILZA HELENA KFOURI
PSY
(1997)
R$ 4,00





busca | avançada
55141 visitas/dia
1,1 milhão/mês