O boom literário | Rafael Rodrigues | Digestivo Cultural

busca | avançada
37376 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
>>> Steve Jobs em 1997
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Até você se recompor
>>> Lobão e Olavo de Carvalho
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Crítica à arte contemporânea
>>> A literatura feminina de Adélia Prado
>>> Jorge Caldeira no Supertônica
>>> A insustentável leveza da poesia de Sérgio Alcides
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Millôr e eu
>>> As armas e os barões
Mais Recentes
>>> Mana Silvéria de Canto e Melo pela Civilização Brasileira (1961)
>>> O Ladrão de Palavras de Marco Túlio Costa pela Record (1983)
>>> Belle Époque de Max Gallo pela Globo/ RJ. (1989)
>>> Sonetos (livro de Bolso) de Antero de Quental pela Edições Cultura/ SP.
>>> O Imprecador de René-Victor Pilhes pela Círculo do Livro
>>> Escola de Mulheres (Capa dura) de Molière (Tradução): Millôr Fernandes pela Circulo do Livro (1990)
>>> Vida Incondicional de Deepak Chopra pela Best Seller (1991)
>>> Poesias Escolhidas de Sá de Miranda pela Itatiaia (1960)
>>> Prosas Históricas de Gomes Eanes De Zurara pela Itatiaia (1960)
>>> Historiadores Quinhentistas de Rodrigues Lapa (Seleção pela Itatiais (1960)
>>> Os Oceanos de Vênus de Isaac Asimov pela Hemus (1980)
>>> O Vigilante de Isaac Asimov pela Hemus (1976)
>>> Today and Tomorrow And... de Isaac Asimov pela Doubleday & Company (1973)
>>> Como Fazer Televisão de William Bluem pela Letras e Artes (1965)
>>> Clipper Em Rede - 5. 01 de Gorki da Costa Oliveira pela Érica (1999)
>>> Para Gostar de Ler - Volume 7 - Crônicas de Carlos Eduardo Novaes e outros pela Ática (1994)
>>> londres - American Express de Michael jackson pela Globo (1992)
>>> Programando em Turbo Pascal 5.5 inclui apêndice da versão 6.0 de Jeremy G. Soybel pela Makron Books (1992)
>>> Lisa- Biblioteca do Ensino Médio -vol. 7 - Ciências - Minerais e sua pesquisa de Aurélio Bolsanelo pela Livros Irradiantes (1973)
>>> Ciências - Corpo Humano de Francisco Andreolli pela Do Brasil (1988)
>>> standard postage stamp catalogue de Sem autor pela Scott (1976)
>>> standard postage stamp catalogue de Sem autor pela Scott (1977)
>>> standard postage stamp catalogue de Sem autor pela Scott (1977)
>>> A World on Film de Stanley Kauffmann pela Harper & Row (1966)
>>> American Wilderness de Charles Jones pela Goushã (1973)
>>> Brazil on the Move de John dos Passos pela Company (1963)
>>> A Idade Verdadeira ( Sinta-se mais Jovem cada dia) de Michael R. Roizen M.D. pela Campus (2007)
>>> The Experience of America de Louis Decimus Rubin pela Macmillan Company (1969)
>>> Regions of the United States de H. Roy Merrens pela Nally & Company (1969)
>>> The Making of Jazz de James Lincoln Collier pela Company (1978)
>>> The Borzoi College Reader de Charles Muscatine pela Alfred. A. Knopf
>>> Architecture in a Revolutionary Era de Julian Eugene Kulski pela Auropa (1971)
>>> Asatru - Os Deuses do Tempo de Bruder pela Do autor (2018)
>>> Talento para ser Feliz de Leila Navarro pela Thomas Nelson Brasil (2009)
>>> Trappers of the West de Fred Reinfeld pela Crowell Company (1957)
>>> Familiar Animals of America de Will Barker pela Alastair (1956)
>>> Asatru - Os Deuses do Tempo de Bruder pela Do autor (2018)
>>> O Outro Lado do Céu de Arthur C. Clarke pela Nova Fronteira (1984)
>>> international human rights litigation in U. S. courts de Beth stephens pela Martiuns (2008)
>>> the round dance book de Lloyd shaw pela Caxton printers (1949)
>>> Fonte de Fogo de Anne Fraisse pela Maud (1998)
>>> The Story of Baseball de John Durant pela Hastings House (1947)
>>> Dicionário de Clínica Médica - 4 volumes de Humberto de Oliveira Garboggini pela Formar
>>> Modern artists na art de robert L. Hebert pela A spectrum book (1964)
>>> A Treasury of American Folklore de Benjamin Albert Botkin pela Crown (1947)
>>> Walk, run, or retreat de Neil V. Sullivan pela Indiana university press (1971)
>>> enciclopédia dos museus--galeria nacional washington de Sem Autor pela Ceam (1970)
>>> Asatru - Os Deuses do Tempo de Bruder pela Do autor (2018)
>>> Four Weddings and a Funeral de Richard Curtis pela Peguin Readers (1999)
>>> a Presidência Afortunada de Candido Mendes pela Record (1999)
COLUNAS >>> Especial Autores novos

Terça-feira, 30/5/2006
O boom literário
Rafael Rodrigues

+ de 3800 Acessos
+ 3 Comentário(s)

O "boom literário" no Brasil é conseqüência da criação dos weblogs ou isso aconteceria mesmo sem tal tecnologia?

Essa pergunta é como aquela já famosa: "O que veio primeiro? O ovo ou a galinha?", que tanta gente tenta, mas nunca consegue responder.

Pode parecer uma pergunta boba. Resposta óbvia para ela seria "sim, os blogs são os responsáveis por esse aumento quase repentino no número de escritores". Mas "a coisa" não é tão simples assim.

É notável que o caráter instantâneo dos blogs fez com que a publicação de textos na internet e o agrupamento de escritores ou interessados em literatura se tornasse mais fácil.

Me refiro aos blogs pelo fato de haver uma quase regra de que todo "novo autor" possui um blog, no qual publica seus escritos.

Mas vamos supor que vivemos num mundo no qual os blogs não existem.

Ora. Construir uma homepage básica em HTML não é tão complicado. Um escritor ou aspirante a não precisa de muito mais que um menu com os links "contato - biografia - textos". Para quê mais? Em qualquer programa de HTML mediano isso é feito em pouco tempo. Basta ter algum conhecimento prévio no assunto ou curiosidade para sair fuçando as ferramentas do programa e descobrir suas funções. Ou ter um amigo que entenda do assunto. Bem mais simples.

Onde quero chegar com isso? No seguinte: se a literatura produzida hoje em blogs estivesse hospedada em sites, seria a mesma coisa? O julgamento seria o mesmo? Ela seria levada mais a sério? O certo é que não existiriam tantos sites como existem blogs.

Quem escreve - e leva isso a sério - não o faz apenas porque um dia resolveu criar um blog com o intuito de contar histórias e escrever poemas.

("Leva isso a sério" no sentido de estar produzindo literatura que tenha um mínimo de valor, que não esteja escrevendo qualquer bobagem.)

O faz porque tem uma inquietação que o leva a escrever. E não porque fez um blog.

Somos incentivados a ler e a escrever desde quando entramos no colégio. Se de maneira correta ou não, não vem ao caso. Nos mandam fazer poemas, redigir redações, nos contam historinhas, nos mandam ler livros de literatura. Alguns descobrem o gosto pela leitura e pela escrita ainda quando não passaram nem dos dez anos de idade. É assim com a maioria dos "novos autores". Aliás, é assim com a grande maioria dos escritores.

Os blogs são apenas mais um incentivo. A grande sacada deles é o que eu disse algumas linhas acima: a instantaneidade. Para que esperar anos e anos para lançar um livro se posso publicar um conto por dia e "obrigar" alguns amigos a ler e emitir suas opiniões? Bem melhor do que tentar uma publicação meia-boca - tendo que gastar um bom dinheiro com ela - e não ter retorno algum.

A importância da internet
Mas não posso deixar de dizer que a internet tem sido uma ferramenta importantíssima na aproximação de escritores e divulgação dos mesmos.

É bem provável que, se não fosse a internet - os blogs, para ser mais específico -, eu não conheceria boa parte dos escritores que conheço hoje. Não estou falando apenas de conhecer pessoalmente, mas sim de saber da existência.

Por isso os blogs são tão importantes. E também porque muitos dos novos autores tiveram seus textos publicados em blogs ou sites literários, é claro.

Foi acessando um blog aqui e outro ali que cheguei ao site Pessoas do Século Passado, um coletivo no qual são publicados textos de uma forma geral: poesias, crônicas, contos, críticas, desabafos... De lá, conheci o Paralelos. E sempre entrando em contato com um e outro literato. Entre e-mails enviados e respondidos (ou não), conheci muita gente boa, e continuo conhecendo. Até chegar recentemente ao Digestivo.

Como eu iria comprar um livro de contos do escritor gaúcho Daniel Pellizzari se não fossem os blogs e sites que acessei? Moro no interior da Bahia. Por aqui, infelizmente, nunca ouvi ninguém falar nele.

Não saberia tão cedo - e não teria a oportunidade de ler - do lançamento do romance do escritor Daniel Galera pela Companhia das Letras. E isso seria uma pena, já que o livro é muito bom.

Pior: não estaria escrevendo este texto sobre "novos autores", pois não conheceria nenhum deles.

Os novos baianos
Falei que sou do interior da Bahia. E seria legal ao menos escrever um pouco sobre como andam os novos autores daqui.

Acho que o nome mais conhecido no sul/sudeste seja o do querido João Filho, que foi um dos autores convidados da FLIP no ano passado, se não me engano. O João tem publicado o aclamado livro - pela crítica e pelo público - de contos Encarniçado, que foi lançado pela editora Baleia em 2004. Apesar de ter certo reconhecimento, João Filho está com seu segundo livro, o romance Açougue soul, engavetado - pelo que eu sei, ele já o finalizou. Editores, abram os olhos.

Outros "novos autores" baianos são João de Moraes Filho e Renata Belmonte. Ambos ganhadores do Prêmio Braskem de Literatura. O primeiro com o livro de poesias Pedra retorcida. A segunda com o livro de contos Femininamente. O curioso é que Renata não tem blog. E dela, na internet, são encontrados poucos contos. Uma escritora que não saiu dos blogs.

Só para terminar
Essas classificações do tipo "geração 90", "geração 00", não passam de tentativas de criar uma unidade, um laço, que não existe entre os "novos autores".

O que acontece é que alguns deles têm características semelhantes. Mas não se pode colocar todos no mesmo balaio. Nem todos utilizam palavrões, cenas surreais ou têm cenas de relações sexuais descritas em seus textos. Essas são algumas das características que os críticos atribuem aos novos escritores.

Agora é pra valer
Autores novos sempre aparecerão. Diante de tantos escritores, a dúvida é apenas uma: quantos deles se manterão firmes e seguirão o sofrido caminho das letras?

A seleção natural se encarrega de resolver isso.

Nota do Editor
Rafael Rodrigues é estudante de Letras e atualmente, escreve para o Simplicíssimo, para a Argumento e para o Paralelos.org.


Rafael Rodrigues
Feira de Santana, 30/5/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A sedução da narrativa de Marta Barcellos
02. Tarifa de ônibus: estamos prontos p/ pagar menos? de Adriana Baggio
03. Meus álbuns: '00 - '09 ― Pt. 2 de Rafael Fernandes
04. 10 músicas: Michael Jackson de Rafael Fernandes
05. Histórias naturais de Eduardo Carvalho


Mais Rafael Rodrigues
Mais Acessadas de Rafael Rodrigues em 2006
01. A história do amor - 24/7/2006
02. Livro dos Homens - 7/8/2006
03. O soldado absoluto - 18/9/2006
04. O encontro marcado: 50 anos - 16/10/2006
05. Carta de um jovem contestador - 9/5/2006


Mais Especial Autores novos
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
30/5/2006
10h09min
Rafael, eu resisti a criar um blog, tanto que o meu é recentíssimo, mas confesso que depois que o fiz, não me arrependi. Afinal, além dos amigos que conquistei, o retorno foi muito maior do que eu esperava. Talvez esse seja mesmo um caminho (alternativo) para no "novo autor". Abraços.
[Leia outros Comentários de Janethe Fontes]
31/5/2006
18h09min
Rafael, não acredito nas classificações geração 80 ou 00! Acredito na realidade que o mimeógrafo foi substituído pelos blogs. O cheiro do álcool foi embora, ficaram as imagens digitais. Abraços! Sinceramente, Ayron de Melo.
[Leia outros Comentários de ayron de melo]
20/9/2010
07h53min
Rafael, interessantes colocações. Vejo a internet e também os blogues como uma possibilidade a mais, uma vitrine, digamos assim. O retorno é muito rápido (não o financeiro, claro), e quem escreve consegue saber se acertou ou não muito rapidamente. O quesito qualidade é muito relativo e isso devemos deixar para os críticos. Quando resolvi publicar meu primeiro livro, fui incentivado pelos leitores do meu blog que gostavam do que liam ali e praticamente forçaram que eu pensasse mais seriamente na edição e publicação. O fenômeno dos blogues vai passar, eu acho. A literatura fica. O tempo é o melhor avalista. Parabéns pelo texto. Abraço forte
[Leia outros Comentários de valter ferraz]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




COM VINHO E SANGUE
JANET DAILEY
RECORD
(1995)
R$ 6,00



SOCIEDADE MIDIATIZADA
ORGANIZADOR DÊNIS DE MORAES
MAUAD X
(2008)
R$ 27,00



ELEGIAS DE BIERVILLE BILINGUE
CARLES RIBA
VISOR
(1982)
R$ 50,00
+ frete grátis



AMOR NUNCA É DEMAIS
HELEN VAN SLYKE
NOVA CULTURAL
(1986)
R$ 6,00



PASCHOAL CARLOS MAGNO - CRÍTICA TEATRAL E OUTRAS HISTÓRIAS
MARTINHO DE CARVALHO E NORMA DUMAR
FUNARTE
(2006)
R$ 80,00



SOBRE AS FEITICEIRAS
JULES MICHELET
AFRODITE
(1974)
R$ 50,00



REENCARNAÇÃO E VIDA
AMÁLIA DOMINGO SOLER
INSTITUTO DE DIFUSÃO ESPIRITA
R$ 10,00



ARMANDO A BARRACA
NICK FISHER
MELHORAMENTO
(2001)
R$ 15,00



DIÁLOGOS IMPOSSÍVEIS
LUIS FERNANDO VERISSIMO
OBJETIVA
(2012)
R$ 15,00



CLEOPATRA
BENOIST MECHIN
NOVA FRONTEIRA
(1978)
R$ 10,00





busca | avançada
37376 visitas/dia
1,1 milhão/mês