O boom literário | Rafael Rodrigues | Digestivo Cultural

busca | avançada
58257 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Sessão Única com Jogo de Escape Game e debate do filme 'Os Bravos Nunca se Calam' em SP
>>> OBRAS INSPIRADAS DURANTE A PANDEMIA GANHAM DESTAQUE NO INSTITUTO CERVANTES, EM SÃO PAULO
>>> Sempre Um Papo com Silvio Almeida
>>> FESTIVAL DE ORQUESTRAS JUVENIS
>>> XIII Festival de Cinema da Fronteira divulga Programação
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
>>> Sem chance
>>> Imcomparável
>>> Saudade indomável
>>> Às avessas
>>> Amigo do tempo
>>> Desapega, só um pouquinho.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> iPad
>>> iPad
>>> iPad
>>> Sátiro e ninfa, óleo s/ tela em 7 fotos e 4 movies
>>> poeta del vacío existencial
>>> Croft & Kidman
>>> Histórias de gatos
>>> Whitesnake, 1987
>>> Por que Dilma tem de sair agora
>>> A árvore da vida
Mais Recentes
>>> Livro - A Ararajuba - Série natureza brasileira 2 de Rubens Matuck pela Biruta (2003)
>>> Arsène Lupin e Victor, da Brigada Anticrime (como novo) de Maurice Leblanc pela Principis (2021)
>>> Livro - Os Pássaros - Coleção Infanto Juvenil de Germano Zullo Albertine pela 34 (2013)
>>> Livro - Betina de Nilma Lino Gomes pela Maza (2009)
>>> Agente em campo (como novo) de John le Carré pela Record (2021)
>>> Fantasma sai de cena (muito bom) de Philip Roth pela Cia das letras (2008)
>>> Gota d’água - Coleção Teatro Hoje de Chico Buarque (Autor), Paulo Pontes (Autor) pela Civilização Brasileira (1977)
>>> Privação Cultural e Educação Pré-Primária de Maria Helena Souza Patto pela Livraria José Olympio (1977)
>>> Lisbela e o Prisioneiro de Osman Lins pela Planeta (2015)
>>> A Franco Maçonaria. Origem Historia e Influencia (raro exemplar) de Robert Ambelain pela Gnose (1990)
>>> O Desmonte de Amarildo Felix pela Patuá (2021)
>>> Diário de um Ladrão de Jean Genet pela Nova Fronteira (2005)
>>> Comédias para se ler na escola de Luis Fernando Verissimo pela Objetiva (2001)
>>> Auto da Barca do Inferno Farsa de Inês Pereira Auto da Índia de Gil Vicente pela Atica (2005)
>>> Eu não disse? (muito bom) de Mauro Chaves pela Perspectiva (2004)
>>> Os Sofrimentos Do Jovem Werther de Johann Wolfgang Von Goethe pela Martins Fontes (1998)
>>> O Quarto Reich (capa dura- ótimo estado) de M. A. Costa pela Livros de guerra (2018)
>>> A Inocência do Padre Brown (raro exemplar) de G. K. Chesterton pela Record
>>> Ventos de Quaresma (muito bom) de Leonardo Padura Fuentes pela Cia das letras (2008)
>>> Perseguido (muito bom) de Luiz Alfredo Garcia-Roza pela Cia das letras (2003)
>>> O Rei De Girgenti (muito bom) de Andrea Camilleri pela Record (2004)
>>> D. Pedro I (Perfis Brasileiros) de Isabel Lustosa pela Companhia das Letras (2006)
>>> Quatro Estações de Stephen King pela Objetiva (2001)
>>> Wicca Gardneriana de Mario Martinez pela Gaia (2005)
>>> O Feitiço do Cinema Ensaios de Griffe Sobre a Sétima Arte de Juan Guillermo D. Droguett e Flavio F. A. Andrade pela Saraiva (2009)
COLUNAS >>> Especial Autores novos

Terça-feira, 30/5/2006
O boom literário
Rafael Rodrigues

+ de 5000 Acessos
+ 3 Comentário(s)

O "boom literário" no Brasil é conseqüência da criação dos weblogs ou isso aconteceria mesmo sem tal tecnologia?

Essa pergunta é como aquela já famosa: "O que veio primeiro? O ovo ou a galinha?", que tanta gente tenta, mas nunca consegue responder.

Pode parecer uma pergunta boba. Resposta óbvia para ela seria "sim, os blogs são os responsáveis por esse aumento quase repentino no número de escritores". Mas "a coisa" não é tão simples assim.

É notável que o caráter instantâneo dos blogs fez com que a publicação de textos na internet e o agrupamento de escritores ou interessados em literatura se tornasse mais fácil.

Me refiro aos blogs pelo fato de haver uma quase regra de que todo "novo autor" possui um blog, no qual publica seus escritos.

Mas vamos supor que vivemos num mundo no qual os blogs não existem.

Ora. Construir uma homepage básica em HTML não é tão complicado. Um escritor ou aspirante a não precisa de muito mais que um menu com os links "contato - biografia - textos". Para quê mais? Em qualquer programa de HTML mediano isso é feito em pouco tempo. Basta ter algum conhecimento prévio no assunto ou curiosidade para sair fuçando as ferramentas do programa e descobrir suas funções. Ou ter um amigo que entenda do assunto. Bem mais simples.

Onde quero chegar com isso? No seguinte: se a literatura produzida hoje em blogs estivesse hospedada em sites, seria a mesma coisa? O julgamento seria o mesmo? Ela seria levada mais a sério? O certo é que não existiriam tantos sites como existem blogs.

Quem escreve - e leva isso a sério - não o faz apenas porque um dia resolveu criar um blog com o intuito de contar histórias e escrever poemas.

("Leva isso a sério" no sentido de estar produzindo literatura que tenha um mínimo de valor, que não esteja escrevendo qualquer bobagem.)

O faz porque tem uma inquietação que o leva a escrever. E não porque fez um blog.

Somos incentivados a ler e a escrever desde quando entramos no colégio. Se de maneira correta ou não, não vem ao caso. Nos mandam fazer poemas, redigir redações, nos contam historinhas, nos mandam ler livros de literatura. Alguns descobrem o gosto pela leitura e pela escrita ainda quando não passaram nem dos dez anos de idade. É assim com a maioria dos "novos autores". Aliás, é assim com a grande maioria dos escritores.

Os blogs são apenas mais um incentivo. A grande sacada deles é o que eu disse algumas linhas acima: a instantaneidade. Para que esperar anos e anos para lançar um livro se posso publicar um conto por dia e "obrigar" alguns amigos a ler e emitir suas opiniões? Bem melhor do que tentar uma publicação meia-boca - tendo que gastar um bom dinheiro com ela - e não ter retorno algum.

A importância da internet
Mas não posso deixar de dizer que a internet tem sido uma ferramenta importantíssima na aproximação de escritores e divulgação dos mesmos.

É bem provável que, se não fosse a internet - os blogs, para ser mais específico -, eu não conheceria boa parte dos escritores que conheço hoje. Não estou falando apenas de conhecer pessoalmente, mas sim de saber da existência.

Por isso os blogs são tão importantes. E também porque muitos dos novos autores tiveram seus textos publicados em blogs ou sites literários, é claro.

Foi acessando um blog aqui e outro ali que cheguei ao site Pessoas do Século Passado, um coletivo no qual são publicados textos de uma forma geral: poesias, crônicas, contos, críticas, desabafos... De lá, conheci o Paralelos. E sempre entrando em contato com um e outro literato. Entre e-mails enviados e respondidos (ou não), conheci muita gente boa, e continuo conhecendo. Até chegar recentemente ao Digestivo.

Como eu iria comprar um livro de contos do escritor gaúcho Daniel Pellizzari se não fossem os blogs e sites que acessei? Moro no interior da Bahia. Por aqui, infelizmente, nunca ouvi ninguém falar nele.

Não saberia tão cedo - e não teria a oportunidade de ler - do lançamento do romance do escritor Daniel Galera pela Companhia das Letras. E isso seria uma pena, já que o livro é muito bom.

Pior: não estaria escrevendo este texto sobre "novos autores", pois não conheceria nenhum deles.

Os novos baianos
Falei que sou do interior da Bahia. E seria legal ao menos escrever um pouco sobre como andam os novos autores daqui.

Acho que o nome mais conhecido no sul/sudeste seja o do querido João Filho, que foi um dos autores convidados da FLIP no ano passado, se não me engano. O João tem publicado o aclamado livro - pela crítica e pelo público - de contos Encarniçado, que foi lançado pela editora Baleia em 2004. Apesar de ter certo reconhecimento, João Filho está com seu segundo livro, o romance Açougue soul, engavetado - pelo que eu sei, ele já o finalizou. Editores, abram os olhos.

Outros "novos autores" baianos são João de Moraes Filho e Renata Belmonte. Ambos ganhadores do Prêmio Braskem de Literatura. O primeiro com o livro de poesias Pedra retorcida. A segunda com o livro de contos Femininamente. O curioso é que Renata não tem blog. E dela, na internet, são encontrados poucos contos. Uma escritora que não saiu dos blogs.

Só para terminar
Essas classificações do tipo "geração 90", "geração 00", não passam de tentativas de criar uma unidade, um laço, que não existe entre os "novos autores".

O que acontece é que alguns deles têm características semelhantes. Mas não se pode colocar todos no mesmo balaio. Nem todos utilizam palavrões, cenas surreais ou têm cenas de relações sexuais descritas em seus textos. Essas são algumas das características que os críticos atribuem aos novos escritores.

Agora é pra valer
Autores novos sempre aparecerão. Diante de tantos escritores, a dúvida é apenas uma: quantos deles se manterão firmes e seguirão o sofrido caminho das letras?

A seleção natural se encarrega de resolver isso.

Nota do Editor
Rafael Rodrigues é estudante de Letras e atualmente, escreve para o Simplicíssimo, para a Argumento e para o Paralelos.org.


Rafael Rodrigues
Feira de Santana, 30/5/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Saia curta, liberdade longa. de Adriane Pasa
02. O medo como tática em disputa eleitoral de Humberto Pereira da Silva
03. Rejeição de Daniel Bushatsky
04. As Aventuras de Pi de Duanne Ribeiro
05. Coisas que eu queria saber fazer de Ana Elisa Ribeiro


Mais Rafael Rodrigues
Mais Acessadas de Rafael Rodrigues em 2006
01. A história do amor - 24/7/2006
02. Livro dos Homens - 7/8/2006
03. O soldado absoluto - 18/9/2006
04. O encontro marcado: 50 anos - 16/10/2006
05. Carta de um jovem contestador - 9/5/2006


Mais Especial Autores novos
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
30/5/2006
10h09min
Rafael, eu resisti a criar um blog, tanto que o meu é recentíssimo, mas confesso que depois que o fiz, não me arrependi. Afinal, além dos amigos que conquistei, o retorno foi muito maior do que eu esperava. Talvez esse seja mesmo um caminho (alternativo) para no "novo autor". Abraços.
[Leia outros Comentários de Janethe Fontes]
31/5/2006
18h09min
Rafael, não acredito nas classificações geração 80 ou 00! Acredito na realidade que o mimeógrafo foi substituído pelos blogs. O cheiro do álcool foi embora, ficaram as imagens digitais. Abraços! Sinceramente, Ayron de Melo.
[Leia outros Comentários de ayron de melo]
20/9/2010
07h53min
Rafael, interessantes colocações. Vejo a internet e também os blogues como uma possibilidade a mais, uma vitrine, digamos assim. O retorno é muito rápido (não o financeiro, claro), e quem escreve consegue saber se acertou ou não muito rapidamente. O quesito qualidade é muito relativo e isso devemos deixar para os críticos. Quando resolvi publicar meu primeiro livro, fui incentivado pelos leitores do meu blog que gostavam do que liam ali e praticamente forçaram que eu pensasse mais seriamente na edição e publicação. O fenômeno dos blogues vai passar, eu acho. A literatura fica. O tempo é o melhor avalista. Parabéns pelo texto. Abraço forte
[Leia outros Comentários de valter ferraz]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Procura- Se Hugo / 8ª Ed
Diléa Frate
Ediouro
(2002)



II Simposio Estadual do Café
Cetcaf
Cetcaf
(1996)



Cenas Brasileiras
Rachel de Queiroz
ática
(2002)



Alice no País das Maravilhas
Lewis Carroll; Adaptado por Débora J. Durães
Abril
(2011)



Não Faça Tempestade Em Copo DÁgua no Trabalho
Richard Carlson
Rocco
(1999)



Meditação dos Guias Interiores
Edwin C. Steinbrecher
siciliano
(1990)



Os Mestres Secretos do Tempo
Jacques Bergier
hemus
(1974)



Guia Prático para a Ascensão
Tony Stubbs
pensamento
(2004)



Antologia Poética
Manuel Bandeira
Global
(2013)



Inocência
Visconde Te Taunay
Escala
(1992)





busca | avançada
58257 visitas/dia
1,6 milhão/mês