Vai um podcast aí? | Rafael Fernandes | Digestivo Cultural

busca | avançada
64948 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Rodolpho Parigi participa de live da FAAP
>>> Para fugir de ex-companheiro brasileira dá volta ao mundo com pouco dinheiro
>>> Zé Guilherme encerra série EntreMeios com participação da cantora Vania Abreu
>>> Bricksave oferece vistos em troca de investimentos em Portugal
>>> Projeto ‘Benzedeiras, tradição milenar de cura pela fé’ é lançado em multiplataformas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Breve História do Cinismo Ingênuo
>>> Minha cartomante não curte o Facebook
>>> Geza Vermes, biógrafo de Jesus Cristo
>>> Da Poesia Na Música de Vivaldi
>>> Os olhos brancos de Deus
>>> Alívios diamantinos
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Ser intelectual dói
>>> Simone de Beauvoir: da velhice e da morte
>>> Alice in Chains, Rainier Fog (2018)
Mais Recentes
>>> Contabilidade de Custos de Osni Moura Ribeiro pela Saraiva (2013)
>>> Cachaça artesanal. Do alambique à mesa de Atenéia Feijó & Engels Maciel pela Senac Nacional (2001)
>>> Pirâmides E Soberanos Do Egito de Sérgio Pereira Couto pela Escala (2015)
>>> O Velho Monge do Castelo de Lauro Trevisan pela Mente (2010)
>>> Dinâmica do Desejo de Frei Carmelo Surian pela Vozes (1982)
>>> Testemunho Sem Medo Como Partilhar sua Fé com Segurança de Bill Bright pela Candeia (1988)
>>> Cachaça. The Authentic Brazilian Drink de Diversos Autores pela Abrabe (2010)
>>> Natal a Humanidade e a Jovialidade de Nosso Deus de Leonardo Boff pela Vozes (2000)
>>> Blitzkrieg 1940 de Ward Rutherford pela Bison (1985)
>>> Cantores do Rádio. A trajetória de Nora Ney e Jorge Goulart e o meio artístico de seu tempo de Alcir Lenharo pela Unicamp (1995)
>>> Titeres y marionetas en alemania de Hans R. Purshke pela Neue Darmstädter Verlagsanstalt Darmstadt (1957)
>>> Aritmética da Emília de Monteiro Lobato pela Ciranda Cultural (2019)
>>> Caçadas de Pedrinho de Monteiro Lobato pela Ciranda Cultural (2019)
>>> Histórias Diversas de Monteiro Lobato pela Ciranda Cultural (2019)
>>> Emilia no País da Gramática de Monteiro Lobato pela Ciranda Cultural (2019)
>>> Histórias de tia Nastácia de Monteiro Lobato pela Ciranda Cultural (2019)
>>> O Saci de Monteiro Lobato pela Ciranda Cultural (2019)
>>> O Picapau amarelo de Monteiro Lobato pela Ciranda Cultural (2019)
>>> Os 13 Porquês de Jay Asher pela Ática (2009)
>>> Só o Amor é Real de Brian Weiss pela Sextante (2012)
>>> Memórias Póstumas de Brás Cubas de Machado de Assis pela Ciranda Cultural (2017)
>>> O clamor do Mundo de Oswaldo Smith pela Vida (2009)
>>> DVD Coleção Mazzaropi Tristeza do Jeca vol. 3 de Direção, Amácio Mazzaropi / Milton Amaral pela Pam filmes (1961)
>>> A Cinco Passos de Você de Rachael Lippincott pela Alt (2019)
>>> O Poço do Visconde de Monteiro Lobato pela Ciranda Cultural (2019)
>>> Peter Pan de Monteiro Lobato pela Ciranda Cultural (2019)
>>> Memórias da Emília de Monteiro Lobato pela Ciranda Cultural (2019)
>>> O Minotauro de Monteiro Lobato pela Ciranda Cultural (2019)
>>> História do Mundo para Crianças de Monteiro Lobato pela Ciranda Cultural (2019)
>>> Dom Quixote das Crianças de Monteiro Lobato pela Ciranda Cultural (2019)
>>> As Aventuras de Hans Staden de Monteiro Lobato pela Ciranda Cultural (2019)
>>> A chave do Tamanho de Monteiro Lobato pela Ciranda Cultural (2019)
>>> viagem ao Céu de Monteiro Lobato pela Ciranda Cultural (2019)
>>> Serões de dona Benta de Monteiro Lobato pela Ciranda cultural (2019)
>>> Go Down Together The true Untold story of Bonnie and Clyde de Jeff Guinn pela Simon & Schuster (2009)
>>> Fbi--43--o grande golpe--105--41--67 de Monterrey pela Monterrey
>>> Hh--epopeias de guerra--375--furia e odio--6--160--146--153--158-- 23--141 de Peter kapra pela Monterrey
>>> Rpg--29--anjos e demonios--58--temporada de caça. de Trama pela Trama
>>> Egw--100--call of duty--black ops de Tambor pela Tambor
>>> A Saga dos Cristãos Novos de Joseph Eskenazi Pernidji pela Imago (2005)
>>> Uma Técnica de Viver de Leonard A. Bullen pela Pensamento (1988)
>>> Avaliação de Programas - Concepções e Práticas de Blaine R. Worthen, James R. Sanders e Jody L. Fitzpatrick pela Gente (2004)
>>> Concentração de Mouni Sadhu pela Pensamento (1984)
>>> O Melhor Livro Sobre Nada de Jerry Seinfeld pela Frente (2000)
>>> A República de Platão pela Nova Cultural (2000)
>>> Condenados da Terra de Frantz Fanon pela Edição Popular (1961)
>>> Com Olhos de Criança de Francesco Tonucci pela Instituto Piaget (1988)
>>> Revista Neuro Educação – Nº 4 – Dormir Bem Para Aprender Melhor de Vários Autores pela Segmento (2015)
>>> de Jorge Carvalho do Nascimento pela Criação (2018)
>>> Revista Ciência & Vida Psique – Ano 1 – Nº 2 – Psicopedagogia Pra Que? de Vários Autores pela Escala
COLUNAS >>> Especial Podcasts

Quarta-feira, 20/9/2006
Vai um podcast aí?
Rafael Fernandes

+ de 4400 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Antes desse especial meu conhecimento de podcast era só, digamos, "teórico". A verdade é que até semana passada não era um costumaz ouvinte. Não tenho iPod nem qualquer outro tocador de MP3. Aliás, nunca tive o hábito de ouvir música na rua, seja por walkman, discman ou tocador de MP3. Talvez por isso não tenha tanta proximidade com os podcasts, pois quando quero ouvir um vou de Winamp, mesmo, e se é para usá-lo acabo optando por ouvir os "básicos" MP3 (apesar de os podcasts terem a vantagem de poder apresentar uma ou outra informação nova interessante). Mas a partir da procura por material para este texto comecei a mudar de opinião e a ter mais afeição por essa nova forma de transmissão de áudio que, se não for a revolução que dizem, pode trazer muitas opções de informação.

A primeira analogia que pode vir à cabeça quando se pensa em podcasts é com o rádio - os apressados diriam que aqueles vão acabar com este. Mas o comparativo com as rádios parecem ser as próprias as rádios on-line, como a Live365 ou até mesmo os streamings das rádios "usuais" (como 89, Cultura e etc), entre outras; ou as novidades baseadas em tags como Last.fm, Pandora, entre outras, que têm diferenças em relação às rádios on-line, mas se aproximam mais das rádios convencionais do que os podcasts. De qualquer forma é sempre um erro "matar" uma mídia pelo surgimento de outra; a tendência, em geral, é de complementaridade ou, mais ainda, adaptabilidade, ou seja, ao enfrentar uma nova mídia a antiga tende a passar por uma mutação e achar sua nova cara e público. Mas é normal comparar podcasts com o rádio, afinal qualquer um pode "sintonizar" um deles e ir ouvindo de fundo. Mas são outra coisa - e não rádio - por alguns motivos: variedade, pois há um número limitado de rádios, já que se trata de concessão pública (ainda que as rádios on-line não tenham esse problema). A quantidade de podcasts de qualidade ainda é pequena, mas tende a crescer rápido (o que já está acontecendo) e não tem limite de número de novos. Poder de escolha é outro motivo: na rádio o ouvinte é obrigado a ouvir tudo o que toca, seja o que foi escolhido via jabá ou, em raros casos, pelos DJs. Com os podcasts, é possível focar no tema que se deseja ouvir e ninguém "perde" o programa da semana por esquecer o horário ou por não poder apreciar naquele momento. Além disso, para utilizar um podcast o ouvinte baixa um arquivo em MP3 em seu tocador ou computador, ou seja, tem "eternamente" o programa em seu poder (ao menos em teoria).

Para esse especial podcast saí pela rede procurando alguns. Li os textos do Julio e da Taís. Do Julio, peguei a dica do Música Discreta e do Guilherme Werneck que, se no geral não me atrai muito, me conquistou pelo ótimo Discofonia 50, de música instrumental brasileira, que abre com o Edu Ribeiro talentoso de verdade (o baterista, e não o "reggueiro-baladeiro"). E também pelo Discofonia 49 com a sempre ótima e estranha Björk e coisas bem pop e bem interessantes que não conhecia: Matthew Herbert, Matmos e Scott Walker. No Brasil outro lugar interessante para procurar novos programas, apesar de ainda ter uma variedade pequena, é a comunidade do Link, do Estadão, que traz algumas boas pedidas como o podcast do bom programa do Alto Falante que, tanto na TV quanto nos programas on-line, sempre traz boas surpresas e não tem o vício brit-pop de muitos podcasts atuais: aceita de Slayer a Franz Ferdinand, de Stevie Wonder a Metallica, de Justin Tmberlake a AC/DC sem restrições. Lá também achei o Miscelânea Vanguardiosa com material bastante interessante de música instrumental brasileira, mostrando Hermeto Pascoal, Moacir Santos, Luciana Souza entre outras ótimas transmissões.

Da Taís, peguei a dica do Podcasting Brasil, que tem um conteúdo variado, incluindo programas sobre negócios, cultura, entrevistas, entre outros, que cobrem desde marketing de empresas como Tigre, Caloi, MAM, Projeto Memória Brasileira, passando por nomes Bernardinho e Amaury Jr, entre tantas outras opções. Altamente recomendável. Por não ter o hábito de ouvir rádio, achei que não fosse muito a minha ouvir notícias ou entrevistas por podcast. Enganei-me. Nesse caso, as vantagens em relação à escolha do tema e momento da audição são muito grandes. Como no caso do podcast da Trip: não tenho o hábito de ouvir rádio, então dificilmente ouviria o programa Trip Fm. Seu podcast dá a oportunidade de ouvi-lo a qualquer hora, sem preocupação de esquecer ou não poder ouvir no exato momento em que passa na rádio - e posso escolher somente o que me interessa. O programa mistura entrevistas e músicas (algumas vezes com seleções feitas por convidados) - ouvi ótimas entrevistas de Zeca Baleiro, Maurício Kubrusly, Juca Kfouri, entre outros. Também achei bastante interessante ouvir o podcast da Info, com as notícias de mais destaque da semana comentadas pelos editores da revista. É altamente geek, mas e daí, é interessante mesmo.

Mas, quando é pra ouvir música tenho de admitir que, ao menos ultimamente (e mesmo com as novas descobertas citadas acima), me sinto muito mais atraído por sites como o Pandora ou o Last.fm, no qual posso descobrir novas bandas de um determinado estilo - que é classificado pelas já citadas tags (mais um hype atual da Internet). Dessa forma, posso pesquisar novos artistas e bandas especificamente por estilos mais próximos do meu gosto. É claro que num podcast posso, no meio de uma seleção maluca de seu autor, encontrar um artista que nunca acharia ouvindo uma rádio específica de, digamos, prog metal ou jazz. Mas não dá pra cobrir tudo, não é mesmo? E, além do mais, o uso de tag pode trazer agradáveis surpresas, sim, como, por exemplo, ouvindo a tag prog metal ser agraciado com um Deep Purple logo após um interessante Devin Townsend e, em seguida, Muse (talvez por ser algumas vezes associada a progressivo essa banda seja vista com certa birra por parte de críticos viciados em brit-pop) - bandas e artistas que se encaixam dentro de um estilo, mas são bastante diversas.

Fazer prognósticos sobre o futuro, em qualquer área, é sempre ruim. Na Internet, então, pior ainda. Há alguns anos, na 1ª bolha da rede, ela era a salvação, a solução para muitos negócios; muito se investiu e se apostou. A bolha estourou e muita gente se deu mal. O passo seguinte foi demonizar a rede: é inviável financeiramente, não funciona como negócio. Hoje, novamente, é a "salvação" - a saída para negócios em crise. Mas não sabemos o amanhã. Com os podcasts não poderia ser diferente: eles tanto podem realmente se afirmarem como uma mídia forte como sumir com o surgimento da próxima novidade - ou pode virar algo que nem imaginamos. Mas não dá pra negar que, agora, é seu momento (ao menos nos EUA). Até quando? Veremos.


Rafael Fernandes
Sorocaba, 20/9/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O gosto da cidade em minha boca de Elisa Andrade Buzzo
02. Sultão & Bonifácio, parte II de Guilherme Pontes Coelho
03. Corpo é matéria, corpo é sociedade, corpo é ideia de Duanne Ribeiro
04. O iPad não é coisa do nosso século de Marcelo Spalding
05. Por quem os sinos dobram em Paris? de Vicente Escudero


Mais Rafael Fernandes
Mais Acessadas de Rafael Fernandes em 2006
01. 10 vídeos musicais no YouTube - 23/8/2006
02. Quem ainda compra música? - 2/8/2006
03. Ana Luiza e Luis Felipe Gama: bela parceria - 13/9/2006
04. Ney Matogrosso: ótimo intérprete e grande showman - 5/7/2006
05. Uma homenagem a Maysa - 25/4/2006


Mais Especial Podcasts
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
22/9/2006
18h26min
Ter o som ou programa que quiser ao alcance do ouvido em qualquer lugar e a qualquer momento não é nada de mais. Porém, divulga-se como se fosse. Na verdade, começar a ouvir demais é, além de uma paranóia tecnológica, uma fuga da realidade total. Quem ouve apenas digere, não mastiga, e sonha, não age. A música é feita para distrair em momentos quaisquer, não para ser catalogada, armazenada e mostrada aos amigos. Idolatrar uma seqüência musical é um típico desvio da juventude de hoje. Podcast não faz muito sentido. Bom, eu tinha que escrever minha opinião de podcast em algum destes textos. Escolhi o seu porque achei muito bom, Rafael, e minha opinião na verdade é pra mim. Por aqui, apenas parabéns e um abraço!
[Leia outros Comentários de Aluizio]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O TRABALHO EM SAÚDE - ABORDAGEM QUANTITATIVAS E QUALITATIVAS
CELIA REGINA PIERANTONI E OUTROS (ORGS)
CEPESC; IMSUERJ
(2011)
R$ 19,82



MANGÁ OF THE DEAD
TERADA KATSUYA, HITOSHI KINO
JBC
(2013)
R$ 29,00



O PEQUENO PRINCIPE
ANTOINE DE SAINT-EXUPERY.
AGIR
R$ 14,00



MULHERES DE MÉDICOS
FRANK G. SLAUGHTER
NOVA CULTURA
(1985)
R$ 5,00



MICROECONOMIA
DONALD S WATSON E MARY A HOLMAN
SARAIVA
(1979)
R$ 5,00



AMAR SE APRENDE AMANDO
CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
RECORD
(1986)
R$ 8,00



IORA DI LETTURA - VOLUME 2
NÃO CONSTA
EDB
(1976)
R$ 49,16



INTERESSES CRIADOS / ROSAS DE OUTONO - NOBEL 1922
JACINTO BENAVENTE
DELTA
(1963)
R$ 10,00



TEORIA E PRÁTICA DOS TÍTULOS DE CRÉDITO
AMADOR PAES DE ALMEIDA
SARAIVA
(1999)
R$ 9,00



COMO GANHAR SEUS QUERIDOS PARA CRISTO
DON WILKERSON
BETÂNIA
(1979)
R$ 6,90





busca | avançada
64948 visitas/dia
2,1 milhões/mês