Vai um podcast aí? | Rafael Fernandes | Digestivo Cultural

busca | avançada
44947 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS >>> Especial Podcasts

Quarta-feira, 20/9/2006
Vai um podcast aí?
Rafael Fernandes

+ de 4300 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Antes desse especial meu conhecimento de podcast era só, digamos, "teórico". A verdade é que até semana passada não era um costumaz ouvinte. Não tenho iPod nem qualquer outro tocador de MP3. Aliás, nunca tive o hábito de ouvir música na rua, seja por walkman, discman ou tocador de MP3. Talvez por isso não tenha tanta proximidade com os podcasts, pois quando quero ouvir um vou de Winamp, mesmo, e se é para usá-lo acabo optando por ouvir os "básicos" MP3 (apesar de os podcasts terem a vantagem de poder apresentar uma ou outra informação nova interessante). Mas a partir da procura por material para este texto comecei a mudar de opinião e a ter mais afeição por essa nova forma de transmissão de áudio que, se não for a revolução que dizem, pode trazer muitas opções de informação.

A primeira analogia que pode vir à cabeça quando se pensa em podcasts é com o rádio - os apressados diriam que aqueles vão acabar com este. Mas o comparativo com as rádios parecem ser as próprias as rádios on-line, como a Live365 ou até mesmo os streamings das rádios "usuais" (como 89, Cultura e etc), entre outras; ou as novidades baseadas em tags como Last.fm, Pandora, entre outras, que têm diferenças em relação às rádios on-line, mas se aproximam mais das rádios convencionais do que os podcasts. De qualquer forma é sempre um erro "matar" uma mídia pelo surgimento de outra; a tendência, em geral, é de complementaridade ou, mais ainda, adaptabilidade, ou seja, ao enfrentar uma nova mídia a antiga tende a passar por uma mutação e achar sua nova cara e público. Mas é normal comparar podcasts com o rádio, afinal qualquer um pode "sintonizar" um deles e ir ouvindo de fundo. Mas são outra coisa - e não rádio - por alguns motivos: variedade, pois há um número limitado de rádios, já que se trata de concessão pública (ainda que as rádios on-line não tenham esse problema). A quantidade de podcasts de qualidade ainda é pequena, mas tende a crescer rápido (o que já está acontecendo) e não tem limite de número de novos. Poder de escolha é outro motivo: na rádio o ouvinte é obrigado a ouvir tudo o que toca, seja o que foi escolhido via jabá ou, em raros casos, pelos DJs. Com os podcasts, é possível focar no tema que se deseja ouvir e ninguém "perde" o programa da semana por esquecer o horário ou por não poder apreciar naquele momento. Além disso, para utilizar um podcast o ouvinte baixa um arquivo em MP3 em seu tocador ou computador, ou seja, tem "eternamente" o programa em seu poder (ao menos em teoria).

Para esse especial podcast saí pela rede procurando alguns. Li os textos do Julio e da Taís. Do Julio, peguei a dica do Música Discreta e do Guilherme Werneck que, se no geral não me atrai muito, me conquistou pelo ótimo Discofonia 50, de música instrumental brasileira, que abre com o Edu Ribeiro talentoso de verdade (o baterista, e não o "reggueiro-baladeiro"). E também pelo Discofonia 49 com a sempre ótima e estranha Björk e coisas bem pop e bem interessantes que não conhecia: Matthew Herbert, Matmos e Scott Walker. No Brasil outro lugar interessante para procurar novos programas, apesar de ainda ter uma variedade pequena, é a comunidade do Link, do Estadão, que traz algumas boas pedidas como o podcast do bom programa do Alto Falante que, tanto na TV quanto nos programas on-line, sempre traz boas surpresas e não tem o vício brit-pop de muitos podcasts atuais: aceita de Slayer a Franz Ferdinand, de Stevie Wonder a Metallica, de Justin Tmberlake a AC/DC sem restrições. Lá também achei o Miscelânea Vanguardiosa com material bastante interessante de música instrumental brasileira, mostrando Hermeto Pascoal, Moacir Santos, Luciana Souza entre outras ótimas transmissões.

Da Taís, peguei a dica do Podcasting Brasil, que tem um conteúdo variado, incluindo programas sobre negócios, cultura, entrevistas, entre outros, que cobrem desde marketing de empresas como Tigre, Caloi, MAM, Projeto Memória Brasileira, passando por nomes Bernardinho e Amaury Jr, entre tantas outras opções. Altamente recomendável. Por não ter o hábito de ouvir rádio, achei que não fosse muito a minha ouvir notícias ou entrevistas por podcast. Enganei-me. Nesse caso, as vantagens em relação à escolha do tema e momento da audição são muito grandes. Como no caso do podcast da Trip: não tenho o hábito de ouvir rádio, então dificilmente ouviria o programa Trip Fm. Seu podcast dá a oportunidade de ouvi-lo a qualquer hora, sem preocupação de esquecer ou não poder ouvir no exato momento em que passa na rádio - e posso escolher somente o que me interessa. O programa mistura entrevistas e músicas (algumas vezes com seleções feitas por convidados) - ouvi ótimas entrevistas de Zeca Baleiro, Maurício Kubrusly, Juca Kfouri, entre outros. Também achei bastante interessante ouvir o podcast da Info, com as notícias de mais destaque da semana comentadas pelos editores da revista. É altamente geek, mas e daí, é interessante mesmo.

Mas, quando é pra ouvir música tenho de admitir que, ao menos ultimamente (e mesmo com as novas descobertas citadas acima), me sinto muito mais atraído por sites como o Pandora ou o Last.fm, no qual posso descobrir novas bandas de um determinado estilo - que é classificado pelas já citadas tags (mais um hype atual da Internet). Dessa forma, posso pesquisar novos artistas e bandas especificamente por estilos mais próximos do meu gosto. É claro que num podcast posso, no meio de uma seleção maluca de seu autor, encontrar um artista que nunca acharia ouvindo uma rádio específica de, digamos, prog metal ou jazz. Mas não dá pra cobrir tudo, não é mesmo? E, além do mais, o uso de tag pode trazer agradáveis surpresas, sim, como, por exemplo, ouvindo a tag prog metal ser agraciado com um Deep Purple logo após um interessante Devin Townsend e, em seguida, Muse (talvez por ser algumas vezes associada a progressivo essa banda seja vista com certa birra por parte de críticos viciados em brit-pop) - bandas e artistas que se encaixam dentro de um estilo, mas são bastante diversas.

Fazer prognósticos sobre o futuro, em qualquer área, é sempre ruim. Na Internet, então, pior ainda. Há alguns anos, na 1ª bolha da rede, ela era a salvação, a solução para muitos negócios; muito se investiu e se apostou. A bolha estourou e muita gente se deu mal. O passo seguinte foi demonizar a rede: é inviável financeiramente, não funciona como negócio. Hoje, novamente, é a "salvação" - a saída para negócios em crise. Mas não sabemos o amanhã. Com os podcasts não poderia ser diferente: eles tanto podem realmente se afirmarem como uma mídia forte como sumir com o surgimento da próxima novidade - ou pode virar algo que nem imaginamos. Mas não dá pra negar que, agora, é seu momento (ao menos nos EUA). Até quando? Veremos.


Rafael Fernandes
São Paulo, 20/9/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Super-heróis ou vilões? de Cassionei Niches Petry
02. Nos brancos corredores de Mercúrio de Elisa Andrade Buzzo
03. A grama do vizinho de Adriane Pasa
04. Você vem sempre aqui? de Ana Elisa Ribeiro
05. Tua melhor palavra ou teu melhor silêncio de Verônica Papoula Mendes


Mais Rafael Fernandes
Mais Acessadas de Rafael Fernandes em 2006
01. 10 vídeos musicais no YouTube - 23/8/2006
02. Quem ainda compra música? - 2/8/2006
03. Ana Luiza e Luis Felipe Gama: bela parceria - 13/9/2006
04. Ney Matogrosso: ótimo intérprete e grande showman - 5/7/2006
05. Uma homenagem a Maysa - 25/4/2006


Mais Especial Podcasts
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
22/9/2006
18h26min
Ter o som ou programa que quiser ao alcance do ouvido em qualquer lugar e a qualquer momento não é nada de mais. Porém, divulga-se como se fosse. Na verdade, começar a ouvir demais é, além de uma paranóia tecnológica, uma fuga da realidade total. Quem ouve apenas digere, não mastiga, e sonha, não age. A música é feita para distrair em momentos quaisquer, não para ser catalogada, armazenada e mostrada aos amigos. Idolatrar uma seqüência musical é um típico desvio da juventude de hoje. Podcast não faz muito sentido. Bom, eu tinha que escrever minha opinião de podcast em algum destes textos. Escolhi o seu porque achei muito bom, Rafael, e minha opinião na verdade é pra mim. Por aqui, apenas parabéns e um abraço!
[Leia outros Comentários de Aluizio]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




INOCÊNCIA - COLECAO TRAVESSIAS
VISCONDE DE TAUNAY
MODERNA
(1998)
R$ 8,00



O ESPIÃO INVISÍVEL
MARK FOWLER
SCIPIONE
(1993)
R$ 8,88



85 VEZES SILVIO SANTOS AS MELHORES CARICATURAS DO REI DOS DOMINGOS
VÁRIOS AUTORES
ASTRAL
(2016)
R$ 27,44



GUIA PORTUGAL. O GUIA DE VIAGEM MAIS FACIL DE USAR
VÁRIOS AUTORES
PUBLIFOLHA
(2009)
R$ 70,00



A PSICOLOGIA DO ANORMAL E A VIDA CONTEMPORÂNEA
JAMES C. COLEMAN
PIONEIRA
(1973)
R$ 60,00



SEMPRE SERÁS LEMBRADA
JOSUÉ MONTELLO
NOVA FRONTEIRA
(1999)
R$ 7,48



MONTEIRO LOBATO VIDA E OBRA TOMO I
EDGARD CAVALHEIRO
COMPANHIA NACIONAL
(1956)
R$ 14,00



ESTORIAS PARA CRIANÇAS QUE OS ADULTOS DEVEM LER ESCONDIDOS
RICARDO BANDEIRA
DO AUTOR
(1977)
R$ 5,00



PAIXÃO E CRIME O PROCESSO DO DR. JACCOUD
CARLOS LACERDA
NOVA FRONTEIRA
(1965)
R$ 10,00



ECLIPSE
STEPHENIE MEYER
INTRÍNSECA
(2008)
R$ 34,90
+ frete grátis





busca | avançada
44947 visitas/dia
1,2 milhão/mês