Uma homenagem a Maysa | Rafael Fernandes | Digestivo Cultural

busca | avançada
74210 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Buena Onda Reggae Club faz maratona de shows online a partir de 1ª de outubro
>>> Filó Machado e Felipe Machado dividem o palco em show online pelo CulturaEmCasa
>>> Cassio Scapin e artistas de grandes musicais fazem campanha contra o abuso sexual infantil
>>> Terça Aberta na Quarentena une teatro e a dança
>>> “Um pé de biblioteca” estimula imaginação e ajuda a criar novas bibliotecas pelo Brasil
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Iron Maiden com Clive Burr
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> 7 de Setembro
>>> Amor fati
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Maria Erótica e o clamor do sexo
>>> Arte, cultura e auto-estima
>>> Escrevendo um currículo
>>> Frases que soubessem tudo sobre mim
Mais Recentes
>>> Novíssimo Aulete- dicionário contemporâneo da língua portuguesa de Paulo Geiger (org.) pela Lexikon (2011)
>>> Introdução à Programação Usando O Pascal de J. Pavão Martins pela Mcgraw-hill (1994)
>>> Bíblia Sagrada de Ivo Storniolo e Euclides Martins Balancin pela Paulus (2000)
>>> A Descoberta Diária de Org. João Ferreira De Almeida pela Alfalit Brasil (1998)
>>> Deus Ajuda Preces de Lorival Lopes pela Otimismo (1998)
>>> Gado Nelore 100 Anos de Seleção de Alberto Alves Santiago pela Dos Criadores (1987)
>>> Annuário De Jurisprudência Federal com um Apêndice de Legislação 1930 de Octavio Kelly pela A. Coelho Branco F. (1930)
>>> This Side Of Innocence de Taylor Caldwell pela Charles Scribner´s Sons (1946)
>>> Lands And Peoples 7 América Latina de Não Informado pela Grolier (1969)
>>> Lands And Peoples 6 Canadá de Não Informado pela Grolier (1969)
>>> Lands And Peoples 4 Ásia de Não Informado pela Grolier (1969)
>>> Soltando a Língua 8 de Sérgio Nogueira pela Gold (2007)
>>> Soltando a Língua 7 de Sérgio Nogueira pela Gold (2007)
>>> Soltando a Língua 6 de Sérgio Nogueira pela Gold (2007)
>>> Soltando a Língua 5 de Sérgio Nogueira pela Gold (2007)
>>> Soltando a Língua 4 de Sérgio Nogueira pela Gold (2007)
>>> Soltando a Língua 3 de Sérgio Nogueira pela Gold (2007)
>>> Soltando a Língua 2 de Sérgio Nogueira pela Gold (2007)
>>> Soltando a Língua 1 de Sérgio Nogueira pela Gold (2007)
>>> Acervo Artístico E Cultural dos Palácios do Governo do Estado de São Paulo de Org Ika Passos Fleury pela Gov. São Paulo
>>> Introdução à Estatística + CD de Mario F. Triola pela Ltc (2008)
>>> A Era Da Incerteza de John Kenneth Galbraith pela Pioneira (1998)
>>> Pc Guia Do Programador Soluções de Problemas de Robert Jourdain e outros pela Editora Campos (1993)
>>> Aprenda Brincando Artesanato e Atividades de Domingo Alzugaray e Cátia Alzugaray pela Três
>>> Lógica De Programação A Construção de Algoritmos e Estrutura de Dados de André Luiz Villar Forbellone e outro pela Mcgraw-hill (1993)
>>> Musculação Modelo Didático para Prescrição e Controle das Atividades de José Ricardo Claudio Ribeiro pela Casa Da Educação Física (2009)
>>> Porcelana Fria Encadernadas o Vol 1 ao Vol 10 de Org. Hugo García pela Bem Vindas (1999)
>>> Orçamento Participativo – A Experiência de Porto Alegre de Tarso Genro e Ubiratan de Souza pela Perseu Abramo (1997)
>>> A Mosca Azul – Reflexão Sobre o Poder de Frei Betto pela Rocco (2006)
>>> Ética e Cidadania de Herbert de Souza (Betinho) e Carla Rodrigues pela Moderna (2002)
>>> Olhares Sobre a Experiência da Governança Solidária Local de Porto Alegre de Jandira Feijó e Augusto de Franco (Org.) pela Puc/RS (2008)
>>> O Futuro da Cidade – A Discussão Pública do Plano Diretor de José Paulo Teixeira e Jorge E. Silva (Org.) pela Instituto Cidade Futura (1999)
>>> Ninguém Vive Sem Política de Adeli Sell pela Palmarinca (2002)
>>> O Impeachment de Olívio Dutra e o Estado Democrático de Direito de Paulo do Couto e Silva pela Do Autor (2000)
>>> Histórias Reais para Melhorar a Vida dos Gaúchos de Vários Autores pela PT Sul (2006)
>>> Congresso de Direito Municipal – A Federação e as Políticas Públicas em Debate – Oficinas de Vários Autores pela ESDM / VT Propaganda (2007)
>>> Discursos do Senador Pinheiro Machado de Pedro Simon (Org.) pela Senado Federal (2004)
>>> O Futuro do Trabalho – Fadiga e Ócio na Sociedade Pós-Industrial de Domenico de Masi pela José Olympio (2003)
>>> Mudando Paradigmas na Formação de Quadros Políticos de Ricardo João Santin (Org.) pela Hs (2009)
>>> Os Militares e a Guerra Social de Péricles da Cunha pela Artes e Ofícios (1994)
>>> Dez Anos de Leis e de Ações Municipais: 2002 a 2011 de Vários Autores pela Câmara Municipal de Porto Alegre (2011)
>>> aris Boêmia. Cultura, política e os limites da vida burguesa 1830-1930 de Jerrold Seigel pela L&PM (1992)
>>> 30 anos do The New York Review of Books. A primeira antologia de Robert B. Silvers et alii pela Paz e Terra (1997)
>>> Lendo Freud. Investigações e entretenimentos de Peter Gay pela Imago (1992)
>>> 1680-1720. O império deste mundo de Laura de Mello Souza & Fernanda Baptista Bicalho pela Companhia das Letras (2000)
>>> The Face Magazine 4, Spring 2020 de Lara Strong pela Wasted Talent (2020)
>>> Photo 543 Octobre-Nevembre 2019 de Tony Kelly pela Photo (2019)
>>> The Entrepreneurs 2, 2020 de Business Handbook pela Monocle (2020)
>>> A Nave de Noé de Trigueirinho pela Pensamento (1995)
>>> Miz Tli Tlan – Um Mundo que Desperta de Trigueirinho pela Pensamento (1995)
COLUNAS

Terça-feira, 25/4/2006
Uma homenagem a Maysa
Rafael Fernandes

+ de 6700 Acessos
+ 2 Comentário(s)

Na sexta-feira, 10 de abril de 2006, deu-se início, no SESC Pompéia, a um fim de semana de apresentações em homenagem à cantora Maysa. Iniciativa do SESC-SP em parceria com a produtora Maritaca, os shows tiveram direção musical da flautista e compositora Léa Freire, com alguns arranjos da própria e outros de Laércio de Freitas, Tiago Costa, Edson Alves, Proveta, Tibô Delor, Bocato e Teco Cardoso. Ou seja, parte da nata da nata dos músicos brasileiros. Para completar, uma competente banda composta de piano, guitarra, baixo acústico, bateria, quarteto de cordas e naipe de metal com cinco integrantes - todos músicos da mais alta qualidade. E finalizando alto nível, apresentação de Miele e participação de intérpretes convidados de diferentes épocas e "praias" musicais: Pery Ribeiro, Paulinho Moska, Virgínia Rodrigues e Paula Lima. Imperdível.

Antes de falar do show em si, foquemos nos dois personagens da noite: o coadjuvante, a Maritaca, e a protagonista, Maysa. A Maritaca é uma produtora que, via shows e lançamentos de discos, fortalece o mercado da música brasileira de qualidade - com foco na música instrumental. Sim, música brasileira de qualidade. Porque paremos com essa ladainha de que qualidade é discutível, porque em certos pontos não é, e esse é o caso dos lançamentos e shows promovidos pela Maritaca. A gravadora tem lançado discos instrumentais antológicos de músicos brasileiros do mais alto gabarito, focando tanto em músicos experientes como em mais novos, com interpretações de clássicos da música nacional e novas canções, primando por arranjos e qualidade artística de primeira linha.

Maysa, a grande estrela da noite, homenageada por uma constelação de músicos, nasceu Maysa Figueira Monjardim em 1936, falecendo num acidente de carro na ponte Rio Niterói em 1977. Em 1956 lançou seu primeiro disco, Convite para ouvir Maysa. Sua vida ficou marcada não só pela música, mas também por tórridos romances e por problemas com bebida. Porém, o que fica para nós é a música e Maysa foi uma estrela com ascensão meteórica; privilegiava "músicas de fossa", como "Meu mundo Caiu", de sua própria autoria, mas sem abdicar de outros estilos. Foi uma das primeiras cantoras a gravar bossa e, por ter começado a carreira em meados dos anos 50 e também ter gravado clássicos pré-bossa como "A mesma rosa amarela" (Capiba e Carlos Pena Filho), pode ser considerada uma das "pontes" entre a música brasileira pré-bossa e pós-bossa. Gravou músicas de tendências variadas, muitas vezes transitando sem cerimônia entre o dramalhão e a elegância; lançou novos compositores e abdicou de formar uma família para dedicar-se à sua carreira, sempre com independência. E tudo isso numa época (mais) machista. Não foi pouco.

Voltemos ao show, que começou com alguns deslizes dos músicos, com necessidade de repetição de introduções e uma Virgínia Rodrigues aparentando estar um pouco insegura. Nada que comprometesse e nada como um par de músicas para ajeitar tudo. Virgínia foi se soltando e se destacou "Escuta Noel", de Maysa e "Preciso Aprender a Ser Só", de Marcos e Paulo Sérgio Valle.

Em seguida veio Paulinho Moska que, mesmo estando mais habituado ao universo pop, fez uma performance surpreendente e bastante segura, levantando o público principalmente em "A mesma rosa amarela", com ótimo arranjo de Lea Freire. Soube respeitar a beleza de "Por Causa de Você" (Tom Jobim e Dolores Duran) e a delicadeza da improvável parceria de Vinícius de Moraes e Adoniran Barbosa em "Bom Dia, Tristeza".

Dando seqüência ao entusiasmo do público, uma estonteante Paula Lima interpretou uma estonteante versão de "Dindi" (Tom Jobim e Aloysio de Oliveira), certamente uma das melhores da noite. Também cativou a platéia em mais uma música de autoria da própria Maysa, "Resposta", com brilhante arranjo de Tiago Costa. Paula Lima conseguiu suplantar os maneirismos black que às vezes a prejudicam (e que parece ser mania em algumas cantoras nacionais) e conseguiu performances exatas e elegantes, como as músicas pediam.

Entrecortando os shows, Miele apresentava os convidados e contava algumas histórias, alguns "causos", tal qual chegou a fazer em diversos shows com Maysa. Apesar de um pouco tenso no início e inseguro principalmente quando tinha que ler suas anotações, Miele aos poucos se soltou e quando foi o Miele de sempre arrasou - incluindo hilária imitação de uma conversa entre Tom e Vinícius. Dentre as histórias contadas, destacaram-se a de quando Ronaldo Bôscoli largou Maysa em São Paulo para ir ao Rio, mas logo voltou - algemado - para ela. Falando em Bôscoli, lendária também foi a parceria Miele-Bôscoli, que rendeu histórias engraçadas, principalmente referentes à constante confusão de que o "Miele-Bôscoli" seria um sobrenome. Miele também lembrou de quando Tom Jobim mostrou despretensiosamente a música "Por causa de você" a Dolores Duran, que escreveu uma letra no ato, sem saber que já havia uma outra, de autoria de Vinícius de Moraes. Tom, sem graça, contou a história a Vinicius que pediu para ler a criação de Dolores, para, em seguida, rasgar sua própria, deixando para a canção a letra dela.

Finalizando a participação dos convidados, Pery Ribeiro (de genes musicais, filho da cantora Dalva de Oliveira e do compositor Herivelto Martins) - o primeiro a gravar "Garota de Ipanema", nas palavras de Miele (tal gravação data de 1963) - subiu elegante ao palco e do alto de seus 69 anos apresentou-se com grande entusiasmo. A ele ficou destinada a missão de cantar alguns dos principais sucessos de Maysa: "Ouça" (Maysa); "Ne Me Quitte Pas", de Jacques Brel, num arranjo à prova de cafonice de Tibô Delor; "Demais" (Tom Jobim e Aloysio de Oliveira) e um dos maiores clássicos da bossa nova (sabe-se lá por quê), "O Barquinho", de Roberto Menescal e Ronaldo Bôscoli.

Para encerrar o show, todos voltaram ao palco e cantaram "Se Todos Fossem Iguais a Você", uma das mais famosas parcerias de Vinícius de Moraes e Tom Jobim. Ao final dessa música, Miele voltou ao palco e se desculpou pelos deslizes e pela falta de um bis, que, segundo ele, não foi ensaiado por falta de tempo. Nem precisava se desculpar.

Em 2007 completar-se-ão 30 anos da morte de Maysa. Essa homenagem, um ano antes, vem a calhar. Bom saber que ainda existem homenagens que não precisam de datas redondas para acontecer. Esperamos que, para as figuras que marcaram positivamente o Brasil, haja homenagens e lembranças em qualquer época, com respeito, mas sem demagogia ou ufanismo.

Nota do Editor
Todas as fotos são de autoria de Fernando Sciarra.


Rafael Fernandes
Sorocaba, 25/4/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A Garota do Livro: uma resenha de Heloisa Pait
02. Nem cobra, nem aranha: peçonhenta é a burocracia de Adriana Baggio
03. Alguém aí reconhece um poeta? de Ana Elisa Ribeiro
04. Alguns Jesus em 10 anos de Alexandre Petillo
05. Crônica do Quarto de Bagunça de Ricardo de Mattos


Mais Rafael Fernandes
Mais Acessadas de Rafael Fernandes em 2006
01. 10 vídeos musicais no YouTube - 23/8/2006
02. Quem ainda compra música? - 2/8/2006
03. Ana Luiza e Luis Felipe Gama: bela parceria - 13/9/2006
04. Ney Matogrosso: ótimo intérprete e grande showman - 5/7/2006
05. Uma homenagem a Maysa - 25/4/2006


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
26/4/2006
23h19min
Caro Rafael, concordo com você. Sou frequentadora do SESC/SP e tenho, a cada dia, boas e gratas surpresas. Mas este show OBRA VIVA MAYSA, dirigido por Léa Freire, foi o espetáculo mais amoroso, fiel e digno da homenageada. Fui à apresentação da sexta-feira, 8/4, e toda a platéia se emocionou com Virginia Rosa e seu tom grave, em oração por Maysa; a funkeira Paula Lima e sua generosa entonação comedida e bilhante como os olhos de Maysa; Moska e seu jeito brejeiro de quem nada quer, (en)cantou a mulher Maysa; e Peri Ribeiro, eterno apaixonado tinha todo o direito de levar o barquinho até o rio de lágrimas que arrancou de cada um que amou Maysa. Miéle, como sempre, contou casos entre muchochos e trovoadas, dos quais Maysa certamente deu de ombros, entre um e outro sorriso, lá do céu em que se encontra. Parabéns a todos os músicos da orquestra e aos cantores. Parabéns à Léa que soube tão bem encaixar música e tonalidade a cada convidado. Saí de lá bêbada - de felicidade!
[Leia outros Comentários de Elizabeth Salgado ]
19/8/2007
17h43min
Estou de pleno acordo. Somente hoje descobri este site, quero dar os parabéns a todos que lá estiveram. Maysa foi, é e será sempre MAYSA!
[Leia outros Comentários de margarida valenzi]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




UM NOVO MUNDO
ALFONS BALBACH
EDIFICAÇAO DO LAR
R$ 6,90



PROJETO ATHOS MATEMÁTICA A CONQUISTA 6º ANO
JOSÉ RUY GIOVANNI / JUNIOR / CASTRUCCI
FTD
(2017)
R$ 28,00



SEDUÇÃO PELA REDE
EMA FERRETI
ESCALA
(2005)
R$ 5,00



OS JUROS SUBVERSIVOS
JOELMIR BETING
BRASILIENSE
(1985)
R$ 6,90



CADERNO DE ARTES CÊNICAS VOL 1
SESI
SESI SP
(2012)
R$ 5,20



MACRO - ECONOMIA
THOMAS F. DERBURG
MESTRE JOU
(1971)
R$ 7,20



OBSESSÃO - UM DA TRILOGIA BREATHLESS
MAYA BANKS
QUINTA ESSÊNCIA
R$ 14,00



ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS - CLÁSSICOS INCRÍVEIS DISNEY
CULTURAMA
CULTURAMA
(2016)
R$ 8,38



A NOVA ORTOGRAFIA DA LÍNGUA PORTUGUESA
JOSÉ PEREIRA DA SILVA
IMPETUS
(2010)
R$ 13,75



DE MENINA PARA MENINA COM OS CONSELHOS DE MARI
INÊS STANISIERE
LEITURA
(2006)
R$ 5,90





busca | avançada
74210 visitas/dia
2,2 milhões/mês