Cidade limpinha | Elisa Andrade Buzzo | Digestivo Cultural

busca | avançada
50039 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quinta-feira, 5/7/2007
Cidade limpinha
Elisa Andrade Buzzo

+ de 3200 Acessos
+ 4 Comentário(s)


foto: Sissy Eiko

Igreja evangélica árabe, voltaram afinal teus graciosos arabescos (depois do cartaz gigante que te ocultavas)?

Fachadas pobrinhas da Teodoro Sampaio, reapareceram às pressas os entalhes sutis de mil novecentos e bolinha?

E o respiro de vidro dos bares e pequenos comércios, novamente trazem os estabelecimentos enegrecidos pelo tempo à luz?

Fazeis falta, ó outdoors, nas marginais cinzentas (ao menos as escolas públicas voltaram a ter rosto)?

Playcenter, estás desnudo sem as estratosféricas publicidades, verdadeiras hipnoses para a população?

Conjunto Nacional, teu relógio conseguirá autorização por liminar judicial?

E se tudo ficasse mais higiênico, mais Oscar Freire e sua fiação subterrânea, mais Higienópolis com seus quarteirões folhudos-úmidos?

São tantas as vozes, os apelos - que não se acabem - que se acabem - mantenham a identidade visual - preservem as fachadas hoje para o amanhã - satisfeitos e insatisfeitos, saibam que a cidade é de todos - mas cadê o respeito?

Que medida é essa que restringe os corações de 1,5m2 a 4m2?

Botas pontudas da Cicarelli, por que saístes de circulação (antes uma grande minhoca do que um placar tapando os prédios histéricos desta cidade)?

E o mega-anúncio da Hope Clean, colírio dos motoristas, agora perdidos nas curvas do centro da cidade?

Vou acabar também com o cheiro de urina que nauseia a cidade/ preservar os chicletes/ fósseis pretos/ documentais dos hábitos paulistanos/ extirpar os rosas e verdes/ frescos de saliva juvenil// interditem as pontes/ levem daqui os caminhões de água reutilizável santo elias/ tudo tem uma serventia/ votem em mim

E os grafites, arte das ruas, continuam a ser apagados impunemente dos viadutos, enquanto seus artistas ganham reconhecimento internacional?

Onde está a pintura no prédio em frente à Casa das Rosas, esta localizada na Avenida Paulista número 37? No imaginário prédio espelhado se via o reflexo não só da Casa, como também das outras casas, luz de cem anos atrás. Se alguém souber quem é autor daquela obra de assinatura pouco trivial, favor entrar em contato.

E se desatássemos os nós e fios cruzados da malha urbana, ainda haveria aconchego? O paulistano se encontra no emaranhado dos gatos, então, de que adianta uma

Cidade limpinha/ recendendo a pinho/ cidade remontanda/ lego a lego/ pastilhas e ladrilhos/ num desenho neoclássico

E se a publicidade boiasse no espaço ou num tapete mágico? Talvez o panorama dos canos de metal monstruosos, antes pescoços que saem de dentro de oficinas mecânicas, lápide de casas abandonadas nas esquinas das avenidas mais movimentadas, estruturas que ainda sobrevivem apesar de esqueléticas onde quer que haja espaço para uma mirada.

E se ninguém reparar nas mudanças das fotos antes e depois? No entanto, dizem os fashionistas que o look está mais natural. Pouco perfume, maquiagem clean, visual básico. Assim não tem como errar. Não?

Que medidas eram aquelas que vendavam os olhos e congelavam os sentidos?

Vejais as novas placas das ruas, facilitam a leitura com sua fonte alongada e legível à distância. As do centro, branquinhas, auxiliam no combate à poluição visual.

É necessário também uma limpeza nas copas majestosas, extirpar as raízes sobressalentes, costurar as bocas cariadas.

Em poucos anos todas as ruas ganharão um recapeamento, fora paralelepípedos e sua vegetação rasteira!

Vou exterminar os gritos e lamentos dos cidadãos/ embora a feira seja livre/ não me venham com choramingas/ esta cidade foi construída por cabras machos/

O caminhão-guindaste retira WAL-MART como se fossem letrinhas e tudo mais uma brincadeira. Cada unidade amarela deixa um espaço de contornos pretos, onde ainda se lê wal-mart. Limpeza que deixa resíduos, poeira que sobra debaixo do tapete...

Na surdina da madrugada/ placas são retiradas/ transformadas, no dia seguinte, a avenida/ retocada/

será miragem?/ tudo sumiu/ está desencontrado

Nem tudo/ se restam impugnáveis/ informativos/ Governo do Estado/ trabalhando/ veja, estamos trabalhando/ realmente vós precisais acreditar/ prefeitura trabalhando/ homens trabalhando/ nem todas as placas/ serão retiradas?

Na cidade do gigantismo, tudo se minimaliza. Já ouviram dizer que a tendência da próxima estação é um verão triste?

Contagem regressiva/ as garras de metal se aproximam/ elas irão devorar todos os painéis/ solares ou não/ outdoors ou plotados/ ninguém está a salvo/ mas a impunidade morreu/

dos homens-sanduíche só vai sobrar o homem, talvez.


Elisa Andrade Buzzo
São Paulo, 5/7/2007


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Carta ao(à) escritor(a) em sua primeira edição de Ana Elisa Ribeiro
02. Do canto ao silêncio das sereias de Cassionei Niches Petry
03. De volta à antiga roda rosa de Elisa Andrade Buzzo
04. Não quero ser Capitu de Cassionei Niches Petry
05. Primavera para iniciantes de Elisa Andrade Buzzo


Mais Elisa Andrade Buzzo
Mais Acessadas de Elisa Andrade Buzzo em 2007
01. Ecos digitais: poema-em-música - 4/1/2007
02. Casa cor-de-rosa - 8/11/2007
03. A Via Láctea de Lina Chamie - 27/12/2007
04. Meninas eu vi - 26/4/2007
05. A brasileira - 22/2/2007


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
24/6/2007
15h16min
Um texto poético sempre provoca uma pausa no nosso pensamento indisciplinado e constante. É um dos atributos da poesia. Nessa pausa a gente se situa de novo, talvez, para lembrar bobagens como: lembrei que gosto de outdoors e grafites. Urbi et orbi, uma mensagem urbana para um cara urbano. Elisa, muito bonito o texto.
[Leia outros Comentários de Guga Schultze]
6/7/2007
11h01min
Você descreveu de forma brilhante o que vem acontecendo nessa cidade maravilhosa. Parabéns
[Leia outros Comentários de Neto]
16/7/2007
10h59min
Parabéns, Elisa!!! Voce retratou o novo visual da nossa cidade com extrema clareza, e simplicidade, "good job", voce me fez "ver" e me emocionar em saber que estao tratando com mais justiça, amor e carinho a cidade que tanto amo. Mais uma vez, voce fez um excelente trabalho! Margarida
[Leia outros Comentários de Margarida de Castro]
28/7/2007
23h50min
Elisa, que belo retrato de nossa cidade-caleidoscópio! Chamou-me a atenção uma das preciosidades recuperadas: "os entalhes sutis de mil novecentos e bolinha". Ah! Como já perambulei por ruas paradas no tempo e no espaço, examinando fachadas, à procura dos "entalhes sutis", admirando-as e imaginando de onde teriam vindo seus autores, esses artesãos/artistas, que também se perderam, no tempo e no espaço... Como gostaria de ver preservada essa memória, ainda que virtualmente!
[Leia outros Comentários de Eiji Arata]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




NAZISMO: POLÍTICA, CULTURA E HOLOCAUSTO
MARCIA MANSOR D'ALESSIO
ATUAL
(2004)
R$ 5,00



CAI O PANO
AGATHA CHRISTIE
CÍRCULO DO LIVRO
(1980)
R$ 25,00
+ frete grátis



STRATEGIC BRAND MANAGEMENT - SECOND EDITION
KEVIN LANE KELLER
PRENTICE-HALL
(2003)
R$ 90,00



A MÃO E A LUVA
MACHADO DE ASSIS
BRASILEIRA
(1961)
R$ 5,90



PABLO PICASSO: ARTISTAS FAMOSOS
ANTONY MANSON
ITATIAIA VILLA RICA
(2000)
R$ 25,00
+ frete grátis



ALEXANDRE BISSEXTO
ARMANDO SILVA CARVALHO
PRESENÇA
(1983)
R$ 18,98



CURSO DE DIREITO CIVIL 3º VOLUME - DIREITO DAS COISAS
WASHINGTON DE BARROS MONTEIRO
SARAIVA
(1995)
R$ 14,00



PAIXÃO
LAUREN KATE; ANA CAROLINA MESQUITA
GALERA RECORD
(2011)
R$ 18,00



LIÇÕES DE DIREITO PROCESSUAL CIVIL VOL. 3
ALEXANDRE FREITAS CÂMARA
LÚMEN JURIS
(2001)
R$ 10,00



PIXOTE INFÂNCIA DA MORTE
JOSÉ LOUZEIRO
EDIOURO
(2000)
R$ 4,00





busca | avançada
50039 visitas/dia
1,2 milhão/mês