Livros, brinquedos, bichos de estimação e imagens | Marcelo Spalding | Digestivo Cultural

busca | avançada
29267 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quinta-feira, 16/10/2008
Livros, brinquedos, bichos de estimação e imagens
Marcelo Spalding

+ de 5400 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Recém-passou o Dia das Crianças, aquele dia em que algumas crianças ganham mais um brinquedinho, prévia do que virá no Natal. E eu gostaria muito de saber se as crianças ganharam muitos livros, se pediram mais do que ganharam, se lerão os que ganharam. Não é nostalgia; eu, quando criança, ganhava bonecos do Comandos em Ação e ficava muito brabo se me viessem com meia, cueca ou livro. Aliás, teve um ano que me deram um gato, um gato peludo e pidão. Peludo, pidão e traiçoeiro, nunca chegava perto de mim e quando um dia devo ter insistido, me lanhou com profundidade suficiente para eu nunca mais confiar em gatos.

Lembrei desse bichano e do Dia das Crianças porque acabei de ler Cida, a Gata Maravilha (Record, 2008, 96 págs.), do meu amigo Luiz Paulo Faccioli. E digo já que é meu amigo para não exigirem de mim crítica isenta: li o livro como se lê o livro de um amigo, saboreando, e não anotando com caneta vermelha os pontos a criticar ou louvar. Luiz Paulo Faccioli, o LP, sempre foi um ótimo leitor e, acima de tudo, teve uma ótima professora para a arte da escrita: sua esposa, Cíntia Moscovich. Publicou o primeiro livro, Elepê, em 2000, e o segundo, o romance Estudo das teclas pretas, pela Record, em 2004. No meio disso tornou-se presidente da Associação Gaúcha de Escritores e fundou a Casa Verde. Cida... é a primeira experiência na literatura infantil, e acho que só aceitou porque o assunto do livro são gatos: LP é juiz Allbreed e instrutor pela The International Cat Association (TICA), além de um apaixonado pelos bichanos.

A história conta como a gata Cida apareceu na vida do narrador (aqui vale misturar autor e narrador, porque, quem conhece, parece que está vendo o LP contar a história de sua gata), a chegada na casa, sua primeira gravidez e o ciúme que sentiu ao ter de dividir a casa com Pipoca, um belo e barulhento cachorrinho. Leve sem ser infantil (sic), já nas primeiras páginas encontraremos termos como "prole" ou "ronronava". E não apenas isso: LP aposta num texto razoavelmente extenso e que ocupa graficamente quase todo o livro, cabendo às ilustrações de André Neves pequenas aparições em meio ao texto.

Cito este fato porque os livros infantis contemporâneos, quase na totalidade, investem muito na ilustração e têm textos bastante curtos, cuidadosamente distribuídos nas páginas de forma a não prejudicar as cores e imagens do projeto gráfico. Não que isso seja um problema, mas dão a impressão de que é a única forma de se contar uma história para crianças. E é por isso que surpreende positivamente um livro como o de LP apostar em ilustrações em preto e priorizar o texto. Ainda mais lançado por uma editora como a Record, que não fez essa opção para investir menos, e sim por questões de estética.

O resultado é um texto que será lido e apreciado por amantes de bichos de todas as idades, ainda que uma ou outra criança possa fazer cara feia se ganhá-lo de presente. Não é um brinquedo, é um livro, um livro que conta uma história sem versos, sem rimas, sem concessões.

"Desde que Cida chegou, arranjou também um jeito de participar do meu café-da-manhã. Ela sobe na mesa quando me escuta lidando na cozinha e fica lá à minha espera. Tenho de lhe pedir licença para ocupar o meu lugar cativo, aquele que eu já ocupava muito antes de Cida chegar. Ela se afasta um pouco, miando um miado de contrariedade ― Cida vive contrariada. Aí fica me olhando, imóvel, sentada nas patas traseiras. Parece uma estátua que às vezes pisca os olhos muito lentamente, sempre morta de sono ou preguiça. Quando vê o iogurte, põe a pontinha da língua pra fora, como se estivesse com água na boca. Ela adora iogurte. Mas tem de ser um desses com sabor de fruta. E não é de todas as frutas que ela gosta não. Abacaxi, por exemplo, nem pensar. Em compensação, é louca por mamão."

Agora eu poderia comentar a semelhança entre os bichos de estimação e as crianças de hoje, tão mimados e tão necessários (acho que por isso se entendem tão bem), e pensar se Cida não poderia ser lido como uma crítica a essa postura indulgente dos pais, à medida que a história de LP terminará com a gata contrariada pela presença de Pipoca. Mas não, deixo isso para os que não são amigos do autor e para as professoras que precisam lidar com essas crianças mimadas. Volto à questão da ilustração.

Há aqueles que acham que o texto deve ser suficiente, independente da ilustração, seja ele para crianças ou adultos. Citam o clássico Sítio do Pica-Pau Amarelo, lido com entusiasmo pelas crianças, apesar de sua extensão. Ou o próprio Harry Potter, febre de nem-tão-crianças-assim há alguns anos. Para estes, o desenvolvimento gráfico dos livros é tamanho que muitos textos ruins são publicados e bem recebidos por causa da ilustração, numa inversão de valores inadmissível. Quando confrontados com o fato de vivermos uma era da imagem, lembram que os livros "para adultos" não são ilustrados e continuam circulando. Aliás, os próprios livros para adolescentes têm bem menos ilustrações.

Por outro lado, há muitos escritores e ilustradores que vêem o casamento entre texto e imagem como fundamental para despertar o interesse pela leitura e, mais que isso, trabalhar a imagem e a capacidade cognitiva da criança. Já dos anos 80, estudiosos como a pesquisadora Carmen Regina Alberton defendem esta relação: "desenhos e cores dão alegria aos livros infantis, compartilhando responsabilidades com o texto; a palavra se vê, assim, aclarada, enriquecida, ornamentada pela imagem". Para estes, a ilustração deveria também ser mais presente em livros "para adultos", e tanto que, quando são feitas "edições de luxo", há muitas ilustradas ou de visual mais arrojado.

Particularmente, me parece que um livro como Cida, a Gata Maravilha mostra que sempre haverá espaço para o bom texto, independente do apelo gráfico. O que não desmerece, evidentemente, a evolução das ilustrações na literatura infantil e na literatura como um todo. Aliás, hoje em dia talvez tenhamos mais ilustradores profissionais, que vivem apenas disso, do que escritores profissionais, e por uma razão simples: ilustradores ganham cachê pelo trabalho, além de uma parte dos direitos autorais.

Antes de significar uma inversão de valores, como querem alguns, esta mudança está em sintonia com a perda de importância da palavra e a valorização cada vez maior da imagem, como bem aponta Ítalo Calvino em seu Seis propostas para o próximo milênio:

"Vivemos sob uma chuva ininterrupta de imagens; os media todo-poderosos não fazem outra coisa senão transformar o mundo em imagens multiplicando numa fantasmagoria de jogos de espelhos ― imagens que em grande parte são destituídas da necessidade interna que deveria caracterizar toda imagem, como forma e como significado, como força de impor-se à atenção, como riqueza de significados possíveis. Grande parte dessa nuvem de imagens se dissolve imediatamente como os sonhos que não deixam traços na memória; o que não se dissolve é uma sensação de estranheza e mal-estar."

E, antes de me deixar abatido, tal constatação me alivia, porque explica aquela minha obsessão por Comandos em Ação. Em detrimento dos livros.

Para ir além




Nota do Editor
Leia também "Estudo das Teclas Pretas, de Luiz Faccioli".


Marcelo Spalding
Porto Alegre, 16/10/2008


Quem leu este, também leu esse(s):
01. T.É.D.I.O. (com um T bem grande pra você) de Renato Alessandro dos Santos
02. Pra que mentir? Vadico, Noel e o samba de Renato Alessandro dos Santos
03. Existem vários modos de vencer de Fabio Gomes
04. Reflexões sobre o ato de fotografar de Celso A. Uequed Pitol
05. Os Doze Trabalhos de Mónika. 1. À Beira do Abismo de Heloisa Pait


Mais Marcelo Spalding
Mais Acessadas de Marcelo Spalding em 2008
01. Burguesinha, burguesinha, burguesinha, burguesinha - 6/3/2008
02. O melhor de Dalton Trevisan - 27/3/2008
03. Nossa classe média é culturalmente pobre - 21/8/2008
04. Cartas a um jovem escritor - 31/1/2008
05. Literatura é coisa para jovem? - 11/9/2008


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
10/10/2008
19h51min
Olá, Marcelo! Deixa eu te contar o que aconteceu aqui em casa: não só minha filha (10 anos) se apaixonou pelo livro (e suas ilustrações - nem tão minorizadas assim, porque a qualidade suplanta a quantidade e a ausência de cores), como ainda o indicou a suas amigas. A uma delas demos como presente de aniversário: ela adorou! Particularmente, eu achei o livro uma verdadeira obra de arte do ponto de vista gráfico, capaz de agradar desde o público em formação quanto o mais crítico. LP conseguiu um difícil equilíbrio no âmbito da literatura: conquistar um público de todas as idades. Quanto à questão das imagens e da aplicação de ilustrações na literatura infantil, concordo quanto ao abuso e ao mascaramento (textos porcarias com ilustras nota dez). Não concordo quanto à competição: ainda se insiste nessa bobagem de que o verbo é superior à imagem? O ilustrador não tem culpa quando o texto não está a sua altura... Beijão pra vc.
[Leia outros Comentários de paula mastroberti]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




COMO VIVER COM UM INFARTO (E COMO EVITAR UM)
DR ROBERT A MILLER
ARTENOVA
(1974)
R$ 31,50
+ frete grátis



ACONSELHAMENTO DE ADULTOS: UMA ABORDAGEM EVOLUTIVA
WILLIAM H. VAN HOOSE & MAUREEN ROUSSET WORTH
ZAHAR
(1985)
R$ 18,00



IVANHOÉ
WALTER SCOTT
NOVA CULTURAL
(2003)
R$ 36,45
+ frete grátis



A VIDA ETERNA - COLEÇÃO DOIS MUNDOS
JACQUES ATTALI
LIVROS DO BRASIL
(1991)
R$ 54,78



GINSENG - A RAIZ QUE CURA TODOS OS MALES
NATHAN S. BENNET
GLOBAL
(1983)
R$ 10,00



O TRONCO DO IPÊ - COLEÇÃO JABUTI
JOSÉ DE ALENCAR
SARAIVA
(1972)
R$ 8,00



BUSINESS DICTIONARY: NOVO DICIONÁRIO DE TERMOS DE NEGÓCIOS
PAULO N. MIGLIAVACCA
EDICTA
(2000)
R$ 25,00



IN TOUCH - STUDENTS BOOK 2
OSCAR CASTRO / VICTORIA KIMBROUGH
LONGMAN
(1988)
R$ 15,00



O ÚLTIMO TANGO DE SALVADOR ALLENDE
ROBERTO AMPUERO
BENVIRÁ
(2014)
R$ 28,00



O RISO DOURADO DA VILA
JOÃO AMILCAR SALGADO
BELO HORIZONTE
(2003)
R$ 85,00





busca | avançada
29267 visitas/dia
1,1 milhão/mês