2008 e os meus CDs | Rafael Fernandes | Digestivo Cultural

busca | avançada
28584 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
Colunistas
Últimos Posts
>>> Brandenburg Concertos (1 - 6)
>>> 100 nomes da edição no Brasil
>>> Eu ganhei tanta coisa perdendo
>>> Toda forma de amor
>>> Harvard: o que não se aprende
>>> Pedro Cardoso em #Provocações
>>> Homenagem a Paulo Francis
>>> Arte, cultura e democracia
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
Últimos Posts
>>> João Gilberto: o mito
>>> Alma em flor
>>> A mão & a luva
>>> Pesos & Contra-pesos
>>> Grito primal II
>>> Calcanhar de Aquiles
>>> O encanto literário da poesia
>>> Expressão básica II
>>> Expressão básica
>>> Minha terra, a natureza viva.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Christian Barbosa no MitA
>>> Obama e o oba-oba
>>> E se Amélia fosse feminista?
>>> O que é ser jornalista?
>>> Toda forma de amor
>>> O filósofo da contracultura
>>> Oderint Dum Metuant
>>> Beleza e barbárie, ou: Flores do Oriente
>>> A fragilidade dos laços humanos
>>> A fragilidade dos laços humanos
Mais Recentes
>>> Language Its Nature - Development and Origini de Otto Jespersen, (Prof. Univ. Coppenhagen)./ pela George Allen & UnwinnLtd/London (1949)
>>> El Espejo y La Lámpara: Teoría Romántica y Tradición Clásica de M. H. Abrams pela Eitorial Nova/ Argentina (1962)
>>> Clause Sauf Encaissement de Casimir Pajot pela Librairie Nouvelle de Droit Et de Jurisprudence (1891)
>>> Catolicismo para Leigos de John Trigilio e Kenneth Brighenti pela Altabooks (2008)
>>> Estudos Sobre Sucessões Testamentária de Orosimbo Nonato pela Forense (1957)
>>> Los Caminos Actuales de La Critica (Encadernado) de René Girard/ G. W. Ireland/ Jacques Leenhardt... pela Planeta/ Barcelona (1969)
>>> Instituições de Direito Civil Portuguez de M.A. Coelho da Rocha pela Garnier Livreiro (1907)
>>> Régimen Argentino de la Propiedad Horizontal de José A. Negri pela Arayú (1953)
>>> Enciclopédia de Cultura de Joaquim Pimenta pela Freitas Bastos (1963)
>>> Direitos de Família de Lafayette Rodrigues Pereira pela Freitas Bastos (1945)
>>> Demarcação Divisão Tapumes de Alfredo de Araujo Lopes da Costa pela Bernardo Alves S.A. (1963)
>>> Consultor Civil de Carlos Antonio Gordeiro pela Garnier (1913)
>>> El Derecho de Familia en La Legislacion Comparada de Luis Fernandez Clerico pela Hispano Americana (1947)
>>> Estudos de Direito Civil de Manoel Martins Pacheco Prates pela São Paulo (1926)
>>> Direitos Reaes de Garantia de J.L. Ribeiro de SouSa pela C. Teixeira
>>> Obrigações de Pagamento em Dinheiro (Três Estudos) de Paulo Barbosa de Campos Filho pela Jurídica e Universitária (1971)
>>> Teoria e Pratica dos Testamentos de Manoel Ubaldino de Azevedo pela Saraiva (1965)
>>> Les Groupements D' Obligataires de Albert Buisson pela Librairie Générale de Droit et de Jurisprudence (1930)
>>> Novo Código Civil Anotado Volume II ( Direito das Obrigações) de J.M.Leoni Lopes de Oliveira pela Lumen Juris (2002)
>>> Curso de Direito Civil ( Volume 6 ) Direito das Sucessões de Washington de Direito Monteiro pela Saraiva (1964)
>>> Curso de Direito Civil ( Volume 5 ) (Direto das Obrigações 2ª parte) de Washington de Direito Monteiro pela Saraiva (1991)
>>> Curso de Direito Civil ( Volume 4 ) Direito das Obrigações de Washington de Direito Monteiro pela Saraiva (2019)
>>> Curso de Direito Civil ( Volume 3 ) Direito das Coisas de Washington de Direito Monteiro pela Saraiva (1991)
>>> Curso de Direito Civil ( Volume 2 ) Direito Família de Washington de Direito Monteiro pela Saraiva (1992)
>>> Curso de Direito Civil ( Parte Geral) Volume 1 de Washington de Direito Monteiro pela Saraiva (1964)
>>> Usucapião de Imóveis de Lourenço Mario Prunes pela Sugestões Literárias S/A
>>> Instituições de processo Civil (Volume VI) de Caio Mário da Silva Pereira pela Forense (2007)
>>> Direito Civil Volume 6 de Silvio Rodrigues pela Saraiva (2004)
>>> O Pensamento Vivo de Einstein (Edição Ilustrada) de José Geraldo Simões Jr.: (Pesquisa e Tradução) pela Martin Claret (1986)
>>> Direito Civil Volume 2 de Silvio Rodrigues pela Saraiva (2002)
>>> Posse o Direito e o Processo de Guido Arzua pela Revista dos Tribunais (1957)
>>> Estudo da Posse e das Acções Possessorias de Leopoldino Amaral Meira pela Livraria Academica (1928)
>>> Acção Possessória de J.M. de Azevedo Marques pela São Paulo (1923)
>>> O Direito de Ação e o Modo de Execê-lo de Ataliba Vianna pela Forense (1969)
>>> O Pensamento Vivo de Darwin (Edição Ilustrada) de Eide M. Murta Carvalho (Pesquisa/Org. Tradução) pela Martin Claret (1986)
>>> Contratos de Seguro de Vários pela Juruã (1990)
>>> O Pensamento Vivo de Darwin (Edição Ilustrada) de Eide M. Murta Carvalho (Pesquisa/Org. Tradução) pela Martin Claret (1986)
>>> Do Seguro Contra Fogo de J. Stoll Gonçalves pela Empreza Graphica (1926)
>>> O Pensamento Vivo de Darwin (Edição Ilustrada) de Eide M. Murta Carvalho (Pesquisa/Org. Tradução) pela Martin Claret (1986)
>>> O Pensamento Vivo de Darwin (Edição Ilustrada) de Eide M. Murta Carvalho (Pesquisa/Org. Tradução) pela Martin Claret (1986)
>>> Seguros Legislação de Nilton Alberto Ribeiro pela Francisco Alves (1974)
>>> Servidões de J.L. Ribeiro de Souza pela Academica Saraiva (1931)
>>> A Vontade Unilateral nos Direitos de Créditos da Acção Rescisoria das Sentenças e Julgadas de Manoel Ignacio Carvalho de Mendonça pela Freitas Bastos (1940)
>>> Dos Defeitos dos Jurídicos na Doutrina e na Jurisprudência de Ulderico Pires dos Santos pela Saraiva (1981)
>>> Condomínio e Incorporações de Caio Mário da Silva Pereira pela Forense (1981)
>>> Condomínio e Incorporações de Caio Mário da Silva Pereira pela Forense (1983)
>>> Manuel de L'Expertise Incendi de L. Lhéritier O. I. pela Librairie de la Construction Moderne (1934)
>>> El Derecho de Revision de Renta en los Arrendamientos Rusticos de J. Martin Blanco pela Revista de Derecho Privado (1954)
>>> Guida Pratica Del Condominio de Oliviero Bosisio pela Milano L. Di G. Pirola (1947)
>>> Posse o Direito e o Processo de Guido Arzua pela Revista dos Tribunais (1960)
COLUNAS >>> Especial Melhores de 2008

Quarta-feira, 11/2/2009
2008 e os meus CDs
Rafael Fernandes

+ de 3900 Acessos

Aqui vai a lista dos discos que me acompanharam em 2008. Como nos anos anteriores (2006 e 2007), podem ou não ser os "melhores"; mais importante é que estiveram comigo em diferentes momentos. Deixei de lado alguns (inclusive os que ainda não consegui ouvir), colocando aqui os que realmente me marcaram de alguma forma, num ano em que prestei mais atenção nos artistas estrangeiros.

***

Bumblefoot ― Abnormal / Barefoot


Ouça um trecho de "Simple Days", na versão de Abnormal


Ouça um trecho de "Delilah", na versão de Barefoot


Agora relativamente conhecido como um dos guitarristas do Guns N' Roses, Ron "Bumblefoot" Thal apresenta em seus discos peças de guitarra altamente velozes como "Guitar sucks", mas também é capaz de fazer canções de belas melodias, como "Delilah" ou "Simple days". Sua música traz diferentes referências como funk metal, grunge, pop, punk e rock clássico. Consegue aliar como poucos uma técnica exímia a músicas cativantes. Em Abnormal, Bumblefoot faz um disco mais direcionado a canções, mas sem deixar de caprichar nos arranjos de guitarra. E apresenta grande cardápio musical: uma inusitada mistura de Sex Pistols e pirotecnias guitarrísticas (faixa-título); virtuosismo desenfreado, mas com propósito ("Guitar still sucks", de veia country); baladas certeiras ("Simple days"); ska (a parte final de "Piranha", que tem ótimos licks) e músicas com carga dramática ("Dash"). Boa parte das canções é dotada de um toque do bom humor característico do músico. Ron Thal canta bem, é guitarrista fora-de-série e se mostra cada vez melhor compositor. No final do ano ainda teve folego de lançar um EP com versões acústicas de algumas de suas canções, o Barefoot, com destaque para "Dash", "She knows" e um versão fantástica de "Delilah", gravada ao vivo, com Thal acompanhado unicamente de sua guitarra.

***

Cynic ― Traced in air


Ouça um trecho de "Integral Birth"


O Cynic apareceu no final dos anos 80 e, no início dos 90, lançou seu primeiro e único disco apostando num metal bem trabalhado com influências de outra ótima banda, o Death. Causou certo frisson na cena underground e se tornou "cult". Voltou este ano pendendo ainda mais para o lado do prog metal, do math metal e do fusion. O resultado é ótimo para quem gosta do gênero, com músicas complexas, mas sem abdicar das melodias, nem se perder em virtuosismos tolos. "The space for this" começa com belos acordes, com algo do já citado fusion. Uma leve melodia vocal aparece, para dar lugar a incisividade de riffs quebrados e um vocal de apoio rasgado, mais para o death metal. É uma bela música. "Integral Birth" já é uma das minhas músicas preferidas, com sua junção muito bem feita de peso, instrumental coeso, belas melodias e um refrão que prende.

***

Edu Ardanuy ― Electric Nightmares


Ouça um trecho de "Alien Voice"


Esse grande guitarrista brasileiro já atingiu nível internacional há tempos. Em 2007 lançou Bravo, um belo disco com sua banda, o Dr. Sin, e em 2008 finalmente colocou no mercado seu aguardado disco solo. E não decepcionou. O álbum tem influências de grandes guitarristas como Steve Morse, Steve Vai, Eddie Van Halen, Jeff Beck, Steve Ray Vaughan e, principalmente Mattias "IA" Eklundh, mas sem deixar de ter personalidade. As músicas de Electric Nightmares investem mais em riffs, mas os solos estão lá, como não poderia deixar de ser ― e com grande desenvoltura. A faixa-título começa como um metal soturno, mas logo se abre para boas melodias. Os solos são muito bons e mostram bastante influência de Mattias "IA" ― um guitarrista desconhecido, mas fenomenal. A faixa de abertura ― "Rock will never die" ― faz juz ao título: é robusta, empolgante, viva e dinâmica. "Alien voice" apresenta, logo no início, uma melodia tão marcante que pode ser até chamada de "refrão". "Dixie" e "The Secret" remetem a Dixie Dregs. "Fire in the sky" (que poderia estar num disco do Dr. Sin), "Vertigo" e "Mad Dog" também fazem jus aos nomes e são "Edu clássico": roqueiras, de riffs nervosos, licks intrincados e solos matadores. Eletric Nightmares é tão bom que se eu colocar todos os destaques vou transcrever a lista das músicas.

***

Frost* ― Experiments in mass appeal


Ouça um trecho de "Pocket Sun"


Frost* é uma banda liderada por Jem Godfrey, um músico e produtor inglês. Em 2006 ele recrutou outros músicos conterrâneos para montar uma banda de rock/metal progressivo. Lançaram um disco muito bom, Milliontown, mas prefiro este lançado em 2008, Experiments in mass appeal, após um período de recesso. O disco é excelente para quem tem apreço pelo gênero. Tem ótimas canções, com belas melodias, que grudam na cabeça ― o fato de Godfrey ser um produtor de pop deve ter ajudado. Os arranjos são intrincados, mas muito bem amarrados. E ainda tem uma música bem próxima do pop, "Toys", um das minhas prediletas. Outras são "Welcome to nowhere", com belos contrapontos entre delicadeza e a intensidade do refrão; "Pocket sun", com um grande riff e ótima parte instrumental; e "Falling down", com seu solo de teclado bem bolado, levando a música ao auge.

***

Guns N' Roses ― Chinese Democracy


Ouça um trecho de "Better"


Avacalhado por ouvidos apressados e cheios de preconceitos, Chinese Democracy é um ótimo disco, que consegue melhorar mais ainda a cada ouvida. Apresentando arranjos muito bem elaborados, ruptura com o que se esperava da banda, solos de guitarra de vanguarda, trabalho instrumental primoroso e performances arrasadoras de Axl Rose, Chinese Democracy se sustenta muito bem como álbum e apresenta pérolas como "Better", "Street Of Dreams", "Sorry" e "Prostitute". Para ouvir e reouvir. Paro por aqui, já que este disco merecerá um texto só pra ele.

***

Nine Inch Nails ― The Slip


Ouça um trecho de "Letting You"


Já é um dos meus discos favoritos. Ouvi muito no ano passado e continuo escutando. É arrebatadora a sequência inicial com "999,000", "1,000,000", "Letting you", "Discipline" e "Echoplex". Mais pra frente ainda tem outra música que gosto bastante, "Lights in the sky", que nomeou a turnê que quase aconteceu aqui ― bateu na trave. Com esse belo disco Trent Reznor presenteou os fãs, apareceu na mídia, vendeu discos em edição especial, divulgou a turnê e também conseguiu mapear os principais locais em que o disco foi baixado ― um tipo de informação que vale ouro. Rendeu um texto.

***

The Mars Volta ― The Bedlam in Goliath


Ouça um trecho de "Aberinkula"


Uma das minhas bandas preferidas dos anos 2000 lançou em 2008 outro ótimo trabalho: The Bedlam in Goliath, em que cortaram um pouco o excesso de viagens sonoras e focaram numa música mais direta ― dentro de suas características. Claro que as tais "viagens" estão lá, mas mais controladas. É uma banda que sabe como poucas fazer faixas de abertura incríveis e a prova é "Aberinkula": pesada, funkeada, de melodia grudenta, com solos de guitarra e saxofone (!) e com um toque de nonsense e uma certa histeria característicos da banda. Ela consegue unir loucuras, psicodelia, rock progressivo, alguma coisa do funk e vocais gritados e melódicos de uma forma única. É ouvir e pensar: "é Mars Volta!". Não há semelhantes na música atual (se houver, por favor, me informem!). As músicas são bem construídas, com partes distintas sempre bem amarradas e que muitas vezes continuam na faixa seguinte, ou, então, são citadas em outra mais à frente.

***

Protest The Hero ― Fortrees


Ouça um trecho de "Sequoia Throne"


O Protest The Hero é uma banda canadense que segue uma linha de metal que ganhou força no underground nos anos 2000: o chamado "math metal", um metal bem agressivo com passagens instrumentais bastante complexas e bem executadas que são, como o nome diz, quase "matemáticas". Os grandes destaques do estilo são os excelentes Meshuggah e The Dillinger Escape Plan. O Protest The Hero não chega a ser tão "math" nem tão extremo assim e flerta com algo do pop, mas a influência é clara, como também é evidente que bebem de fontes como Metallica e Dream Theater. Não traz nada de novo nem de especial, mas é um trabalho muito bem feito. Gostei em especial de "Bloodmeat", "Sequoia Throne" e "Spoils". Tirando um excesso de afetação aqui e ali, é uma boa pedida para fãs do estilo.

***

Sia ― Some people have real problems


Ouça um trecho de "Soon We'll Be Found"


Como milhares de pessoas, conheci a Sia (ou Sia Furler) no último capítulo da ótima série A sete palmos. Na derradeira e acachapante sequência é executada a bela "Breathe me" ― já uma das minhas favoritas. Ela tem ótima voz, com boa profundidade e corpo; por vezes canta de maneira quase displicente. Suas músicas percorrem ruas pop, mas tentando desviar das bobagens; não tem grandes complexidades, mas tem bons achados e arranjos muito bem feitos. Em 2008 lançou Some people have real problems que é muito bom. Gostei bastante de "Soon we'll be found". Há alguns momentos superficiais demais, como "Day too son", mas o disco é feito de boas melodias como "Lenil" e na beatleniana "Electric Bird" e momentos delicados como "You have been loved", "I go to sleep" e "Lullaby" ― que são onde Sia se sai melhor.

***

Textures ― Silhouettes


Ouça um trecho de "Awake"


Dá para ouvir no som da banda influências de Metallica, Sepultura, Pantera e, como boa parte das bandas de metal dos anos 2000, dos trabalhos de Mike Patton (em especial Faith No More e Fantomas); também algo do Meshuggah, do Death. O Textures, como o próprio nome sugere, inclui no seu som algumas texturas sonoras e climas e melodias mais tranquilos. Também tem algo do já citado "math metal". A faixa que abre o disco é uma boa mostra disso tudo: "Old Days Born Abnew" abre com um riff que remete à banda de James Hetfield e cia, segue com algo do Meshuggah até uma espécie de refrão com uma bela melodia. Já as texturas aparecem mais na boa "Messengers". Gostei bastante de "Awake", a mais "palatável" do disco, com boas melodias, mas sem abrir mão do peso, em especial na parte intermediária.


Rafael Fernandes
São Paulo, 11/2/2009


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Virando as Latas: o atleta brasileiro e o esporte de Heloisa Pait
02. Gerald Thomas: Cidadão do Mundo (parte IV) de Jardel Dias Cavalcanti
03. Caminhos para a esquerda de Celso A. Uequed Pitol
04. Guerras sujas: a democracia nos EUA e o terrorismo de Humberto Pereira da Silva
05. O problema é com o assédio, não com os homens de Adriana Baggio


Mais Rafael Fernandes
Mais Acessadas de Rafael Fernandes em 2009
01. 10 músicas: Michael Jackson - 22/7/2009
02. A Crise da música ― Parte 1/3 - 25/3/2009
03. A Crise da música ― Parte 2/3 - 29/4/2009
04. Chinese Democracy: grande disco - 25/2/2009
05. A Crise da música ― Parte 3/3 - 8/7/2009


Mais Especial Melhores de 2008
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A PROMESSA
RICHARD PAUL EVANS
LUA DE PAPEL
(2011)
R$ 16,07



A ESPADA DO PODER
RUTH LANGAN
HARLEQUIN BOOKS
(2005)
R$ 8,94



OBRAS COMPLETAS VOL. 6
A. AUSTREGESILO
GUANABARA
(1946)
R$ 29,40



EXAME INFO DICAS 120 - FOTO PELO CELULAR
VÁRIOS AUTORES
ABRIL
(2013)
R$ 14,00



ARQUIVOS DE ZOOLOGIA DO ESTADO DE SÃO PAULO VOL II TOMO XXV
IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO
IMPRENSA OFICIAL DO ESTADO
(1942)
R$ 158,00



GRANDES LIDERES BENITO JUAREZ
DENNIS WEPMAN
NOVA CULTURAL
(1988)
R$ 4,90



ACTAS DAS 2AS JORNADAS DE CERÂMICA MEDIEVAL E PÓS MEDIEVAL MÉTODO
JOÃO MANUEL DIOGO HELDER CHILRA ABRAÇOS
CÂMARA MUNICIPAL DE TONDELA
(1998)
R$ 60,29



PARA SEMPRE
KIM E KRICKITT CARPENTER
NOVO CONCEITO
(2012)
R$ 44,90
+ frete grátis



BREVE DICCIONARIO ETIMOLÓGICO DE LA LENGUA ESPAÑOLA - 9099
GUIDO GÓMES DE SILVA
ECM FCE
(1995)
R$ 40,00



O PARAÍSO É UMA QUESTÃO PESSOAL
RICHARD BACH
RECORD
(1974)
R$ 10,00
+ frete grátis





busca | avançada
28584 visitas/dia
1,0 milhão/mês