Haiti, o cisne negro, já virou branco | Vicente Escudero | Digestivo Cultural

busca | avançada
74210 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Contos do Índio e da Floresta estreia dias 03 e 04 de outubro na Sympla Streaming
>>> “Conversa de Criança – Coronavírus” discute o acolhimento das emoções das crianças durante pandemia
>>> São Paulo ganha grafitti gigante que propõe reflexão sobre igualdade racial
>>> Buena Onda Reggae Club faz maratona de shows online a partir de 1ª de outubro
>>> Filó Machado e Felipe Machado dividem o palco em show online pelo CulturaEmCasa
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Two lost souls living in a fish bowl
>>> Brochadas, romance inquietante de Jacques Fux
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Parangolé: anti-obra de Hélio Oiticica
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> A agonia das semanais nos EUA
>>> Entre a simulação e a brincadeira
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Iron Maiden com Clive Burr
Mais Recentes
>>> Downbeat Magazine April 2020 de Gregory Porter pela Db (2020)
>>> Le Coté de Guermantes de Marcel Proust pela Gllimard (1945)
>>> House & Garden July/August 2020 de Where the Hearts pela Condé Nast (2020)
>>> Uncut Magazine July 2020 de Bob Marley pela Bandlab (2020)
>>> Drogas e Álcool no Local de Trabalho de Drusilla Campbell e Marilyn Graham pela Nórdica (1991)
>>> Uncut Magazine June 2020 de Prnce pela Bandlab (2020)
>>> Uncut Magazine May 2020 de George Harrison pela Bandlab (2020)
>>> Os Deuses subterrâneos de Cristovam Buarque pela Record (2005)
>>> Uncut Magazine December 2019 de Bob Dylan pela Bandlab (2019)
>>> O livro da sabedoria dos pais de Edward Holffman pela Dcl (2010)
>>> O prazer da produção científica de Israel Belo de Azevedo pela Unimep (1998)
>>> O leque de Oxum de Vasconcelos Maia pela Ponte da Memória (2006)
>>> O mar, o Marujo de Mauro a. L. Hespanhol pela Chiado (2012)
>>> Os 4 pilares da lucratividade de Leslie H. Moeller; Edward C. Landry pela Campus (2010)
>>> A fuga de João Goulart de Hélio Silva pela Três (1998)
>>> A Majestade do Xingu de Moacyr Scliar pela Deagostini (2004)
>>> Memórias Sentimentais de João Miramar de Oswald de Andrade pela José Olympio (1973)
>>> Noventa e Três de Victor Hugo pela Otto (1980)
>>> A Queda de Albert Camus pela Circulo do Livro (1986)
>>> Você - A idéia mais fantástica de Deus de Max Lucado pela Thomas Nilson (2007)
>>> The abolition of the Brazilian slave trade de Leslie Bethell pela Cambridge University Press (2009)
>>> O processo de Franz Kafka pela Globo (1997)
>>> A brincadeira de Milan Kundera pela Circulo do Livro (1967)
>>> Vôo Noturno de A. de Saint - Exupery pela Circulo do Livro (1985)
>>> A Segunda Dama de Irving Wallace pela Circulo do Livro (1980)
>>> O RETRATO DE dORIAN gray de Oscar Wilde pela Circulo do Livro (1975)
>>> Os Condenados da Terra de Frantz Fanon pela Ufjf (2006)
>>> Imaginologia e radiologia odontológica - 4D de Plauto Watanabe pela GEN Guanabara Koogan (2013)
>>> Ten Cate Histologia oral - 4D de Antonio Nanci pela Elsevier (2013)
>>> sturdevant arte e ciência da dentística operatória - 4C de Harald pela Elsevier (2013)
>>> O Folclore da Caixa = Contos de Gil Gouvêa Macieira pela Dupligráfica (1984)
>>> Craig Materiais Dentários Restauradores - 3C de Ronald L. Powers, John M.^Sakaguchi pela Elsevier (2012)
>>> Curso de Folclore Musical Brasileiro de José Teixeira D'Assumpção pela Livraria Freitas Bastos (1967)
>>> Como Desenhar Mangá Método Profissional de Produção Nobu Chinen / Daniel de Rosa pela Escala (2009)
>>> Danças Folclóricas da Europa de Maria Amalia Corrêa Giffoni pela Melhoramentos (1974)
>>> A Linguagem Secreta dos Relacionamentos de Gary Goldschneider; Joost Elffers pela Elsevier (2000)
>>> Aquela Canção de Vários autores pela Publifolha (2005)
>>> Histologia veterinária de Dellmann - 3C de Jo Ann Eurell pela Manole (2012)
>>> Terapia assistida por animais - 3D de Marie Odile Monier Chelini pela Manole (2015)
>>> Manual Saunders Terapia Veterinaria - Pequenos E Grandes Animais - 6B de Mark G. Papich pela Elsevier (2012)
>>> Comportamento e bem-estar de animais domésticos - 6D de D. M. Broom pela Manole (2010)
>>> Cirurgia de Pequenos Animais - 7C de Theresa Theresa Fossum pela GEN Guanabara Koogan (2014)
>>> ...E Nossos Filhos Cantam as Mesmas Canções 8800 de Malcolm Montgomery pela Integrare (2008)
>>> ...E o Mundo Silenciou de Ben Abraham pela Wg Comunicações (1972)
>>> ...E Quem Quiser Que Conte Outra de Tatiana Belinky pela Imprensa Oficial (2007)
>>> ...Uma Proposta Irrecusável de Jill Manselll pela Novo Conceito (2011)
>>> 1, 2... Feijão Com Arroz - Educação Alimentar de Maria José Paes Leme & Maria da Luz F. Perim pela Mercado das Letras (1997)
>>> 1. 000 Perguntas e Respostas de Direito Internacional Público e Privad de José Cretella Júnior / José Cretella Neto pela Forense (2002)
>>> 1° Festival Internacional de Humor do Rio de Janeiro 2008 de Vários Autores pela Gráfica Minister (2008)
>>> 10 Minutos de Exercício por Dia - 10385 de Jacqueline Lysycia pela Texto Editores (2005)
COLUNAS

Quinta-feira, 11/3/2010
Haiti, o cisne negro, já virou branco
Vicente Escudero

+ de 3100 Acessos
+ 1 Comentário(s)

* Lá pelos idos de 1995 tive o primeiro contato com essa bacia das almas chamada Haiti. Um grupo de freiras do colégio católico em que estudava estava de partida para visitar o país, nesse período que seria o início do segundo governo de Aristide, resguardado por uma intervenção militar liderada pelos EUA e autorizada pelo Conselho de Segurança da ONU. Lembro-me da líder do grupo passar pelas salas pedindo aos alunos que orassem por sua segurança e pelo restabelecimento da ordem no país, o mais pobre das Américas. A conversa marcou bastante pela estranha solenidade de uma viagem que fazia parte da rotina itinerante da atividade assistencial desempenhada pela congregação da escola, e pela aparente preocupação de todas elas. Afinal, qual a razão de concederem explicações a um bando de garotos e garotas entre seus quatorze e quinze anos sobre o que faziam ou deixavam de fazer? O tom era de despedida e algum amigo dessa época poderia ter dito: "Acho que elas pensam que não voltarão. Vieram se despedir..."

* Não me recordo se todas elas voltaram. A lembrança deste país que atemorizava essas mulheres, portadoras das mais nobres intenções, despertou meu interesse. Pensava que o Haiti estivesse incrustado no meio da América Central, em vez de dividir uma ilha com a República Dominicana, no Caribe. Não conseguia imaginar a maior miséria da América dividindo a mesma geografia de praias paradisíacas. Até hoje este bloqueio mental resiste. O pouco que descobri era sobre a instabilidade política da ilha desde a chegada de Colombo, em 1492, passando pelo domínio francês do final do século XVII, a divisão da ilha depois da independência do Haiti ― com o nascimento de seu vizinho, a República Dominicana, em meados do século XIX ―, até os seguidos regimes ditatoriais, falsas democracias e revoltas do século XX. Por ironia do destino, o país mais pobre das Américas também foi o primeiro no mundo a abolir a escravidão, em 1794.

* A missão das freiras era de magistério. Terminada a construção de uma escola em Porto Príncipe, capital do Haiti, elas trabalhariam como professoras para a metade analfabeta da população. A maioria delas dominava mais de dois idiomas e estava preparada para cumprir a tarefa num ambiente hostil, politicamente volátil e extremamente violento. Só não contavam com a temporada de furacões. Os alunos não tiveram sequer a oportunidade de conhecer a nova escola, antes que elas retornassem para o Brasil.

*A deusa Fortuna não parece favorecer o Haiti, esteja onde ela estiver. Imaginar que um país assolado pela miséria, violência e desgoverno político ainda pode sofrer catástrofes naturais como furacões, inundações e terremotos leva os mais desesperados a buscar respostas em opiniões e fatos nada confiáveis, como na crença de que um pacto vodu realizado entre os escravos ocupantes da ilha com o diabo, no início do século XIX, para acabar com a dominação francesa, amaldiçoou o Haiti e o colocou sob o polegar de Deus. Desde então, a ilha dividida ao meio é separada entre os problemas eternos dos haitianos e a boa condição econômica do país vizinho, a República Dominicana. O alívio causado pela resposta religiosa a vários problemas seguidos, incapaz de determinar suas causas, contrasta com a obscuridade da análise científica dos fatos que oprimem o país há tanto tempo. Embora as dificuldades políticas e sociais possam ser estudadas em retrospecto para serem solucionadas, os problemas envolvendo catástrofes naturais, principalmente furacões e terremotos, não encontram resposta científica capaz de impedi-los ou amenizar seus efeitos.

* É neste ponto que entram as Ciências da Incerteza professadas por Nassim Nicholas Taleb. Catástrofes naturais imprevisíveis podem ser classificadas, segundo sua doutrina, como cisnes negros mandelbrotianos, eventos que podem ser considerados até certo ponto, mas cujas propriedades não podem ser completamente decifradas, mesmo numa análise retrospectiva dos acontecimentos, e para os quais é impossível produzir cálculos. As catástrofes naturais que atingem o Haiti há décadas, embora sequenciais, são completamente imprevisíveis, além de constantemente explicadas pelo determinismo, gerador de superstições como a do pacto vodu e, por que não, de uma vertente historicista baseada na análise retrospectiva do infortúnio sequencial do país em todas as suas esferas. Ambas são respostas platônicas e nenhuma delas é capaz de explicar com precisão as causas de inúmeros problemas num país territorialmente minúsculo.

*O Haiti tornou-se um país tão sui generis que nem mesmo a teoria do cisne negro de Taleb é capaz de abarcar todas as situações imprevisíveis, de impactos violentos crescentes, causadas por catástrofes naturais ocorridas nas últimas décadas. O último terremoto que vitimou mais de duzentas mil pessoas é o mais grave de toda a história no país, numa sequência de inundações, furacões e terremotos imprevisíveis. Ora, se o mundo para Taleb pode ser dividido em Extremistão e Mediocristão, com os ocupantes do primeiro se adaptando aos eventos imprevisíveis de impacto relevante, e os do segundo vivendo de acordo com a tirania do coletivo, caso os moradores do Extremistão não sejam capazes de se adaptar aos cisnes negros, naturalmente, serão destruídos. Os haitianos não desenvolveram as mesmas técnicas para suportar catástrofes naturais como os japoneses e seus prédios com amortecedores. E as organizações internacionais não tiveram disposição para estruturar o país, reduzindo os efeitos de todos os eventos naturais, nem de contribuírem para seu desenvolvimento, durante toda a segunda metade do século XX. Quem acreditaria num resultado desses? A filantropia das humildes freiras pode ser mais eficaz do que a ONU. Só nos resta torcer para que a deusa da Fortuna favoreça o Haiti.

Nota do Autor

Leia também A Lógica do Cisne Negro, de Nassim Nicholas Taleb


Vicente Escudero
Campinas, 11/3/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O Voto de Meu Pai de Heloisa Pait
02. As pedras de Estevão Azevedo de Wellington Machado
03. Noel Rosa de Fabio Gomes
04. Uma entrevista literária de Marta Barcellos
05. Esboços de uma biografia precoce não autorizada de Cassionei Niches Petry


Mais Vicente Escudero
Mais Acessadas de Vicente Escudero em 2010
01. Oversharing: que negócio é esse? - 24/6/2010
02. Colocando o preto no branco das câmeras digitais - 12/8/2010
03. Ausência do mal? - 15/4/2010
04. WikiLeaks, o melhor de 2010 - 9/12/2010
05. Cultura do livro digital? - 11/2/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
22/3/2010
20h53min
O mundo necessita compreender que o Haiti faz parte da Terra, e que pra isto foi vítima recente de um terremoto, e lá as pessoas pereceram e morreram. O que o mundo precisa é ser responsável pela Terra. Pra isto é que existem organismos internacionais, e movimentos, esperando que a solidariedade possa existir, assim como Cuba enviou médicos e preparou homens para atendimentos, sem pedir nada em troca. E pensando assim é que temos que ser solidários e entender que devemos olhar para o próximo sem perguntar quem é.
[Leia outros Comentários de Manoel Messias Perei]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CONFLITOS E EMOÇÕES - CONQUISTE O BEM-ESTAR
MARIA INÊS FELIPPE
QUALITYMARK
(1997)
R$ 32,00



O MULATO
ALUÍSIO AZEVEDO
ÁTICA
(1981)
R$ 5,00



O LEOPARDO
TOMASI DI LAMPEDUSA
DIFUSÃO EUROPÉIA
(1960)
R$ 22,44



DIVIRTA-SE SAIBA TORNAR SEU AMBIENTE DE TRABALHO AGRADÁVEL E DIVERTIDO
DAVE HEMSATH & LESLIE YERKES
FUTURA
(1998)
R$ 7,50



DIREITO E INTERNET
LILIANA MINARDI PAESANI
ATLAS
(2008)
R$ 35,90



PSICOLOGIA INDUSTRIAL I
JOSEPH TIFFIN ERNEST J. MCCORMICK
HERDER
(1969)
R$ 12,00



PALAVRAS DE UM DIA E DE OUTRO
ALOYSIO DE CASTRO
MONTEIRO LOBATO
(1922)
R$ 29,40



PRINCÍPIOS DE ANÁLISE E PROJETO BASEADOS EM OBJETOS
JAMES MARTINS
CAMPUS
(1994)
R$ 30,00



ANTROPOFAGIA: PALIMPSESTO SELVAGEM
BEATRIZ AZEVEDO
SESI-SP
(2018)
R$ 49,89



O DESPERTAR DA GUILLENT
JULIANA VELONESSI
NETBOOKS
(2012)
R$ 15,71





busca | avançada
74210 visitas/dia
2,2 milhões/mês