Ausência do mal? | Vicente Escudero | Digestivo Cultural

busca | avançada
39185 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
>>> Steve Jobs em 1997
>>> Jeff Bezos em 2003
>>> Jack Ma e Elon Musk
>>> Marco Lisboa na Globonews
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Dicas para a criação de personagens na ficção
>>> Tiros, Pedras e Ocupação na USP
>>> Oficina de conto na AIC
>>> Crônica em sustenido
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> O julgamento do mensalão à sombra do caso Dreyfus
>>> Retomada do crescimento
>>> Drummond: o mundo como provocação
>>> Cigarro, apenas um substituto da masturbação?
>>> De volta às férias I
Mais Recentes
>>> Tania Castelliano e J. Cabral de Entenda Seus Conflitos e Livre-se Deles pela Record (2002)
>>> 1ª Oficina de Desenho Urbano de Florianópolis de Silvia Ribeiro Lenzi (et..al): Organização pela Ipuf/ Pmf Arq./ Ufsc (1994)
>>> 1ª Oficina de Desenho Urbano de Florianópolis de Silvia Ribeiro Lenzi (et..al): Organização pela Ipuf/ Pmf Arq./ Ufsc (1994)
>>> Primeira Vez de Ivan Jaf pela Moderna (1997)
>>> Primeira Vez de Ivan Jaf pela Moderna (1998)
>>> Fe, Razon y Civilizacion: Ensayo de Análisis Historico de Harold J. Laski pela Editorial Abril/ Buenos Aires (1945)
>>> Bolofofos e Finifinos de Fernando Sabino pela Ediouro (2006)
>>> ...Quando Florescem os Ipês de Ganymédes José pela Brasiliense (1986)
>>> Robinson Crusoé A Conquista do Mundo numa Ilha de Daniel Defoe pela Scipione (1983)
>>> O Monstro do Morumbi de Stella Carr pela Moderna (1993)
>>> O Útimo Magnata de F. Scott Fizgerald / Introd.: Edmund Wilson pela Record
>>> Poesia e Prosa - (obras Completas- Avulso): Volume 3/ Encadernado de Edgar Allan Poe pela Ed. da Livr. do Globo (1944)
>>> Dama da Caridade de Antonio Cesar Perri de Carvalho pela Radhu (1987)
>>> O Castelo dos Horrores de Thomas Brezina pela Melhoramentos (1996)
>>> Rita Está Crescendo de Telma Guimarães Castro Andrade pela Atual (1989)
>>> Feliz Ano Velho de Marcelo Rubens Paiva pela Círculo do livro (1989)
>>> Uma Escola para o Povo de María Teresa Nidelcoff pela Brasiliense (1980)
>>> O Mulato de Aluísio Azevedo pela Ática (1970)
>>> Uma Escola para o Povo de María Teresa Nidelcoff pela Brasiliense (1981)
>>> O Gato Sou Eu: Todos Têm o Direito de Sonhar... de Fernando Sabino pela Record (1983)
>>> O Navegador do Espaço de José Acleildo de Andrade pela Leal (2006)
>>> Os Raios Invisíveis O astral das Coisas de Acervo Papus pela Gnosis (2002)
>>> Passes e Radiações de Edgard Armond pela Aliança (1999)
>>> O Livro da Lua de Marcia Mattos pela Campus (2001)
>>> Yokaanam fala á Posteridade de Vários pela Edição do Autor (1970)
>>> Os Tecelões do Destino de Eurípedes Kühl pela Petit (2001)
>>> O Poder dos Anjos de Martin Claret pela Martin Claret
>>> Eliminando o Estresse de Brian L. Weiss M.D. pela Sextante (2006)
>>> Fenômenos Ocultos de Zsolt Aradi pela Ibrasa (1976)
>>> Los Rosacruces de Christopher Mc Intosh pela Edaf (1988)
>>> Bases Esenias ( Em 02 volumes ) de Oreb Raja Aari pela Organizacion Esenia Universal
>>> Mudando o seu destino de Mary Orser e Ricardo Zarro pela Summus (1991)
>>> Magia Organizada Planetária de Vicente Beltran Anglada pela Aquariana (1990)
>>> Muralhas do passado de Jaci Regis pela Dpl (2001)
>>> O séculos dos Cirugiões de Jürgen Thorwald pela Hemus
>>> Dicionarios de las artes adivinatorias de Gwen Le Scouézec pela Martínez Roca (1973)
>>> Há Solução Sim! de José Lázaro Boberg pela Chico Xavier (2012)
>>> A Outra Face da doença de Mokiti Okada pela Fundação Mokiti (1986)
>>> Como evitar as influências Negativas de Amadeus Volben pela Pensamento (1984)
>>> A Última Grande lição ( O Sentido da vida) de Mitch Albom pela Sextante (1997)
>>> Terceiro Milênio de Carlos E. Pesssione pela Z. Valentin gráfica (1992)
>>> Segurança Mediúnica de João Nunes Maia pela Espirita Cristã (1992)
>>> O Que é o Espiritismo de Allan Kardec pela Ide (2008)
>>> Os Novos Pagãos de Hans Holzer pela Record (1972)
>>> As propriedades curativas dos cristais e das pedras Preciosa de Katrina Raphael pela Pensamento (1995)
>>> Justça Além da Vida de José Carlos de Lucca pela Petit (2001)
>>> Vida Ativa de Parker J. palmer pela Cultrix (1990)
>>> Amor e Vida de René Pessa pela Seja (1996)
>>> Você já viveu outras Vidas de Kurt Allgeier pela Ediouro (1998)
>>> A Misericórdia Divina nos liberta do passado de Izoldino Resende pela Chico Xavier (2012)
COLUNAS

Quinta-feira, 15/4/2010
Ausência do mal?
Vicente Escudero

+ de 4900 Acessos
+ 2 Comentário(s)


Ele é tudo de bom!

Quando se descobre que a verdade é mentira e toda a sua esperança morre, você está sentado numa sala de cinema assistindo ao último filme dos irmãos Coen, ambientado numa comunidade judaica dos anos 60, localizada no estado americano de Minessota. Um rabino centenário repete o refrão de "Somebody to love" da banda Jefferson Airplane a um garoto que acabou de completar o bar mitzvah sob os efeitos de um baseado. Numa sala carregada de quinquilharias, onde uma réplica do quadro de Rembrandt com Abraão sacrificando Isaac, para provar a Deus sua fé, descansa na parede, o rabino termina o refrão pedindo carinhosamente ao garoto para que se torne uma boa pessoa.

Larry Gopnik é um professor universitário de física que assiste a própria vida ruir aos poucos com o pedido de divórcio da esposa e a oferta de suborno de um aluno sul-coreano chamado Clive, para ser aprovado na sua disciplina. As coisas vão muito mal. Sua esposa pretende se casar com seu melhor amigo e ainda sugerem, juntos, que Larry deixe a casa onde moram para que o fim do casamento não afete a vida familiar. O irmão de Larry surge e passa a dormir na residência, enquanto sua filha passa o tempo todo preocupada apenas com a oportunidade de fazer uma cirurgia plástica no nariz e seu filho o trata com a mesma atenção dispensada ao entregador de pizza.

Larry é impassível. Sua vida está se derretendo como cera e a única frase que é capaz de repetir, o mantra da autocomiseração, afasta sua culpa por todos os acontecimentos (Por quê? O que eu fiz? Não fiz nada de errado!).

Não pude deixar de notar que a reação da plateia, depois do filme, sobre o comportamento de Larry, parecia absolvê-lo da culpa por todos esses problemas. Ele não passaria de um homem sério que estava sendo testado dentro de sua fé, que merecia se reconciliar com a esposa, ter uma vida familiar melhor. Dignidade e felicidade. Ninguém gostaria de assistir um homem tão dedicado na vida profissional, alguém incapaz de demonstrar qualquer sinal de maldade, fracassar, certo? Mas desde quando a ausência do mal significa a presença do bem?

Neste ponto entra o talento dos irmãos Coen. A confusão moral dos personagens é mostrada de forma cruel e torturante em filmes como Queime depois de ler (o funcionário da academia de ginástica que acredita que vai se dar bem extorquindo dinheiro do analista aposentado da CIA), Onde os fracos não têm vez (o ex-fuzileiro que foge pela fronteira dos EUA com o México para tentar ficar com o dinheiro de traficantes, encontrado no deserto), até Um homem sério, com Larry Gopnik e sua dúvida sobre aceitar ou não o suborno para aprovar o aluno sul-coreano. A dupla de diretores disseca a capacidade do ser humano de distorcer a verdade, de criar uma fantasia de que tudo pode acabar bem quando começou completamente errado. Trata-se de um tratado sobre a estupidez humana, com um verbete para cada ato e estilo de disparate.

Larry Gopnik busca auxílio no judaísmo. Não consegue. O primeiro rabino com quem conversa é evasivo e jovem demais. O segundo conta uma fábula sobre um dentista judeu que encontrou uma frase entalhada atrás dos dentes de um paciente. Após meses de pesquisa e reflexão, o dentista não encontra significado nenhum para o fato, mas decide que essa era uma oportunidade de ajudar aos outros. Larry inspira-se com a história e começa a deixar a letargia. Escolhendo as iniciativas erradas.

Num primeiro momento, Larry vai até a casa de uma bela vizinha, com o espírito menos preparado para ajudar do que ser ajudado, e divide com ela um baseado. Péssimo começo! Em outra ocasião, assustado com a grande dívida que tinha com os advogados contratados para tratar de seu divórcio, da prisão do irmão e das divisas do terreno de sua casa, decide ficar com o dinheiro do suborno e aprovar Clive, o aluno sul-coreano. Como assim, Sr. Gopnik?

Ao terminar de retificar a nota de Clive no livro, o telefone do escritório toca. Uma voz grave diz que ele deve se dirigir o mais rápido possível ao consultório médico para discutir os resultados de um exame de raio-x realizado logo no início da história. Enquanto isso, um tornado se aproxima da cidade e seu filho observa-o curiosamente, com outros alunos do lado de fora da escola, como se fosse o primeiro estágio do juízo final. "Somebody to love" volta com toda força, o filme acaba e os créditos descem.

Existe uma relação sobre a visão da maioria das pessoas que assistem ao filme, entre o comportamento de Larry e a nossa cultura atual de superficialidades. Aceitamos passivamente que a ausência do mal representa a presença do bem. Enquanto o protagonista se omite em todos os fatos relevantes de sua vida prestes a ruir, a audiência interpreta suas omissões como positivas, afinal, Larry é um homem decente que não causa mal algum e que está passando por uma maré de azar. Mesmo durante a a evolução da história, quando ele comete as maiores bobagens, Larry não parece merecer a culpa por nenhum de seus infortúnios.

Que expectativas são essas? Imaginar a abstinência social de Larry como uma qualidade, é rebaixar demais as virtudes do ser humano. Não causar o mal, simplesmente não fazendo o bem, é delegar sua culpa aos outros. Sua indiferença ao resto do mundo só é rompida quando soprada a trombeta do apocalipse pelo médico, no telefone, anunciando sua provável causa mortis. É uma ironia bem ao estilo dos irmãos Coen. Azar o seu, Larry.


Vicente Escudero
Campinas, 15/4/2010


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Habemus Chope de Tyler Durden


Mais Vicente Escudero
Mais Acessadas de Vicente Escudero em 2010
01. Oversharing: que negócio é esse? - 24/6/2010
02. Colocando o preto no branco das câmeras digitais - 12/8/2010
03. Ausência do mal? - 15/4/2010
04. WikiLeaks, o melhor de 2010 - 9/12/2010
05. Cultura do livro digital? - 11/2/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
17/4/2010
15h31min
Ótima resenha. Os Coen não fazem filmes para imbecis e vivemos num mundo cada vez mais imbecializado. A tendência é aceitar a primeira impressão. Adoro diretores que não entregam tudo de bandeja. Abraço.
[Leia outros Comentários de Julio Corrêa]
17/11/2010
14h06min
Melhor comentário sobre o filme que vi até agora. Parabéns!
[Leia outros Comentários de Melk]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MENINOS SEM PÁTRIA
LUIZ PUNTEL
ATICA
(2000)
R$ 14,90



OS CACHORROS VIERAM DO ESPAÇO
REGINA CHAMLIAN
STUDIO NOBEL
(2000)
R$ 8,00



A DIETA DE SOUTH BEACH
ARTHUR AGASTON
SEXTANTE
(2003)
R$ 8,90



O TRONCO DO IPÊ
JOSÉ DE ALENCAR
EDIGRAF
R$ 35,00
+ frete grátis



PARANÁ VIVO: SUA VIDA, SUA GENTE, SUA CULTURA
TEMÍSTOCLES LINHARES
JOSÉ OLYMPIO
(1985)
R$ 12,24



MANUELZÃO E MIGUILIM - JOÃO GUIMARÃES ROSA
JOÃO GUIMARÃES ROSA
NOVA FRONTEIRA
(2001)
R$ 15,00



IT GIRL GAROTA INESQUECIVEL - VOLUME 4
CECILY VON ZIEGESAR
GALERA RECORD
(2009)
R$ 10,00



EM DEFESA DA ÁFRICA, ACUSO
RENÉ DUMONT
EUROPA AMERICA
(1988)
R$ 67,00



PROTEU
MORRIS WEST
RECORD
R$ 5,50



O MODELO POLÍTICO BRASILEIRO
FERNANDO HENRIQUE CARDOSO
DIFUSÃO EUROPÉIA DO LIVRO
(1972)
R$ 10,00





busca | avançada
39185 visitas/dia
1,1 milhão/mês