Meus álbuns: '00 - '09 ― Pt. 5 | Rafael Fernandes | Digestivo Cultural

busca | avançada
49568 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 1/9/2010
Meus álbuns: '00 - '09 ― Pt. 5
Rafael Fernandes

+ de 4900 Acessos

Chego à última parte da seleção de cinquenta álbuns musicais que me marcaram entre 2000 e 2009. Uma lista sem a pretensão de classificações de "melhores". São apenas discos que me acompanharam durante dez anos, despertando muito meu interesse. Tudo, claro, no restrito universo do que consegui ouvir e já sabendo de futuros arrependimentos do tipo "como pude esquecer esse?". Já publiquei a primeira, segunda, terceira e quarta partes.

* * *

41) Scott Henderson ― Well to the bone (2005)
Scott Henderson é um dos grandes guitarristas dos últimos vinte e cinco anos. Surgiu junto com sua banda, o Tribal Tech, que encerrou suas atividades em 2000. Henderson continua firme e forte com sua carreira solo, mais focada no blues rock, sem perder sua veia característica com influências de jazz e fusion. Ele veio algumas vezes ao Brasil ― veja o que achei de uma delas aqui. Seu trabalho acaba sendo para um público mais restrito. Realmente, não é de fácil assimilação numa primeira audição. Mas muitos guitarristas o idolatram, com razão. Ele é dono de um fraseado criativo e insinuante, com influências diversas, como Stevie Ray Vaughan. Well to the bone é uma boa amostra de tudo isso, entre canções cantadas (não por ele) e instrumentais. Destaque para a faixa-título, ótima e com boa interpretação da cantora Thelma Houston.

Minhas preferidas do álbum: "Lady P.", "Well to the bone", "Hillbilly in the band", "Ashes", "Lola Fay", "Dat's da way it go".


Ouça um trecho de "Well to the bone"

* * *

42) Sieges Even ― The art of navigating by the stars (2006)
O Sieges Even é uma banda de prog rock surgida em 1985. Depois de uma pausa, em 1997, alguns de seus membros formaram o Looking Glass Self. Quando estavam gravando uma demo, Alex Holzwarth (bateria) resolveu chamar seu amigo André Mattos (solo, ex-Angra, ex-Shaman) para dar uma força. Os dois se conheciam de longa data, já que Alex tocou bateria no primeiro disco do Angra, Angels Cry. Era um trabalho interessante, um progressivo acústico. Depois de algumas mudanças, inclusive de nome (para Val'Paraiso) a banda acabou. Mas músicas criadas nessa época, como "Stigmata" e "The lonely view of condors", apareceram no retorno do Sieges Even nesse The art of navigating by the stars. É um disco indicado para os fãs do gênero, com músicas longas, instrumentais bem trabalhados, boas melodias, vocais de apoio e tudo mais o que pede um bom prog rock.

Minhas preferidas do álbum: "Stigmata", "The lonely view of condors", "Unbreakeable", "Blue ide open", "To the one who have failed".


Ouça um trecho de "Unbreakeable"

* * *

43) The Cinematic Orchestra ― Ma Fleur (2007)
Como o próprio nome diz, o Cinematic Orchestra é uma banda com um som "cinematográfico", cheio de climas e texturas sonoras que nos convidam a imaginar diversas paisagens. O grupo tem feito bons discos desde sua formação no final dos anos noventa, como Man with a movie camera e Every day. Ma Fleur foi o primeiro que ouvi e, assim, o que me captou para seu universo. Tem uma música que gosto muito, "Breathe", apesar de preferir a versão do disco ao vivo Live at the Royal Albert Hall. Ma Fleur nos convida para uma viagem de sons que vale a pena acompanhar.

Minhas preferidas do álbum: "To build a home", "Familiar ground", "Breathe", "Music Box", "Prelude", "As the stars fall".


Ouça um trecho de "Breathe"

* * *

44) Eyvind Kang ― Virginal Co-ordinates (2004)
Eyvind Kang é um dos músicos mais interessantes dos últimos tempos. Suas músicas em geral unem influências do erudito, pop e "estranhezas". Virginal Co-ordinates apresenta uma procura pelo lado mais "puro" dos sons, em como uma melodia pode soar de diferentes maneiras, sem muitas preocupações em criar uma música com diferentes partes. Um minimalismo aliado a melodias acessíveis. As músicas são simples: partem de pequenos motivos sonoros e vão crescendo com mudanças no arranjo. De certa forma, é mais a exploração de sentimentos do que "dizer algo" com a música por meio da variação de melodias e harmonia. É um disco que vale também para se prestar atenção em como diferentes formas de se alterar um arranjo mudam as intenções de uma música.

Minhas preferidas do álbum: "Go in a good way to a better place", "I am the dead", "Doorway to the sun", "Virginal Co-ordinates, "Innocent eye, crystal see", "Marriage of days".


Ouça um trecho de "I am the dead"

* * *

45) My Brightest Diamod ― A Thousand Shark's Teeth (2008)
Com momentos que lembram algo de Cinematic Orchestra, outros de Björk e até alguma coisa do Radiohead, o My Brightest Diamod foi uma das gratas surpresas daquelas navegadas infinitas na internet. Músicas climáticas, intensas e belas, mas não indicadas para quem não é muito chegado em músicas mais, digamos, depressivas. Quem procura canções boas e intimistas, aliadas a bons arranjos pode aproveitar. A abertura, "Inside a boy", é uma boa amostra: a música começa misteriosa e vai crescendo até um riff de guitarra. Entre as minhas preferidas também estão "If I where a queen", simples, curta e elegante, e "Goodbye forever", bela e triste.

Minhas preferidas do álbum: "Inside a boy", "If I where a queen", "Goodbye forever", "The ice & the storm", "Black & costaud", "The brightest diamond".


Ouça um trecho de "Goodbye Forever"

* * *

46) Nitin Sawhney ― Philtre (2005)
Nitin Sawhney vem realizando um pop de respeito. Conheci uma música sua sem saber, já que Jeff Beck já havia gravado uma excelente versão de "Nadia", no disco You Had It Coming que comentei aqui. Philtre apresenta um pop inteligente, maduro e bem acabado. Como o pop está, cada vez mais, flertando com o juvenil, é um alento ouvir um disco como esse. "Journey", minha favorita, é um bom exemplo: o arranjo de cordas do começo vai se juntando a uma programação de bateria elegante, bem longe dos exageros dos timbalands da vida. O vocal de Nitin Sawney vai no ponto certo e o refrão soa moderno, no melhor sentido da palavra.

Minhas preferidas do álbum: "Everything", "Journey", "Spark", "Koyal (Songbird)", "Flipside", "Sanctuary", "Noches en vela (part 1)".


Ouça um trecho de "Journey"

* * *

47) Kadaa/Patton ― Romances (2004)
Desde o fim do Faith No More, Mike Patton continuou atuante. Além de ter fundado seu próprio selo, o Ipecac, se empenhou em diversos projetos. Se tornou um músico prolífico. Ele tem o mérito de fazer ou participar de projetos de estilos muito diferentes um dos outros. E que em pouco, ou nada, se parecem com a banda que o levou ao estrelato. Um exemplo é esse Kadaa/Patton, que até agora gerou apenas um CD e um DVD. Em Romances, os músicos parecem ter buscado fazer um disco de amor... bizarro! Músicas um pouco românticas, um pouco tristes e um pouco estranhas. O resultado é bastante interessante e inusitado, mas, admito, para gosto de poucos.

Minhas preferidas do álbum: "Invocation", "Pitié pour mes larmes", "Aubade", "Labsent", "Seule", "Nuit silencieuse".


Ouça um trecho de "Seule"

* * *

48) Animals as Leaders ― Animals as Leaders (2009)
Outra boa surpresa vinda de navegações sem rumo pela internet. Tosin Abasi, guitarrista e líder desse ótimo grupo instrumental, mostra que a guitarra bem tocada e inventiva está muito viva. Se inspirando no rock progressivo e nos guitarristas do anos 80, mas indo além, Abasi consegue ser virtuoso e melódico. Traz abordagens já conhecidas, mas com algumas adições interessantes, como uma guitarra de oito cordas. Animals As Leaders mostra que boas canções instrumentais estão longe de ser sinônimos de autoindulgência quando feitas por quem entende do assunto.

Minhas preferidas do álbum: "Tempting time", "Soraya", "Thoroughly at home", "On impulse", "Behaving badly", "Point to point", "Modern meat".


Ouça um trecho de "Soraya"

* * *

49) Vital Tech Tones ― VTT2 (2000)
O Vital Tech Tones é um trio vigoroso formado por craques de primeira grandeza da música: Scott Henderson (guitarra), Steve Smith (bateria) e Victor Wooten (baixo). O nome veio da junção de palavras de suas banda principais, respectivamente: Tribal Tech, Vital Information e Bela Fleck and The Flecktones. Virtuosismo, autoindulgência, suingue, agressividade, bom gosto e pirações em altos graus. É impressionante como tocam, uma verdadeira aula de música. Destques para "Subzero" (com um Henderson infernal), "The litigants" (Wooten barbarizando) e "Catch me if U can" (Smith mostra o que é ser um baterista). Mas, devemos dizer, é um disco mais para músicos. Com os prós e contras que isso traz.

Minhas preferidas do álbum: "VTT", "Subzero", "The litigants", "Catch me if U can".


Ouça um trecho de "Catch me if U can"

* * *

50) Bumblefoot ― Abnormal (2008)
Agora mais conhecido como um do trio de guitarristas do Guns N Roses, Ron Bumblefoot Thal vem há anos fazendo bons discos. Unindo boas canções a guitarras de vanguarda, Ron ainda consegue adicionar algumas doses de humor às suas músicas ― sem ficar "engraçadinho". Abnormal é uma continuação do disco Normal; ambos falam de como o músico lidou com problemas de depressão e a medicação do tratamento. Ele optou por sair da medicação, mesmo arcando com as consequências ― é disso que Abnormal fala (veja mais sobre isso nesta entrevista que fiz com ele). Um bom exemplo é a faixa-título, que abre o álbum com uma guitarra virtuosa numa música que, ironicamente, tem uma pegada punk. É, realmente, "Abnormal".

Minhas preferidas do álbum: "Abnormal", "Dash", "Simple days", "Objectify", "Jenny B", "Conspiracy", "Piranha", "Guitar still suck", "Green".


Ouça um trecho de "Simple Days"



Rafael Fernandes
Araçoiaba da Serra, 1/9/2010


Mais Rafael Fernandes
Mais Acessadas de Rafael Fernandes em 2010
01. Os piores músicos da década - 22/9/2010
02. Futebol: 10 mandamentos e 5 mitos - 9/6/2010
03. Meus álbuns: '00 - '09 ― Pt. 1 - 17/2/2010
04. Meus álbuns: '00 - '09 ― Pt. 3 - 26/5/2010
05. Meus álbuns: '00 - '09 ― Pt. 4 - 28/7/2010


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O JARDIM DOS FINZI-CONTINI
GIORGIO BASSANI
RECORD
(2008)
R$ 9,90



UM LEGADO DE ESPIÕES
JOHN LE CARRÉ
RECORD
(2017)
R$ 30,00



O TRONO NO MORRO
JOSÉ J. VEIGA
ATICA
(2010)
R$ 20,00



ESTELA
CAMILLE FLAMMARION
FEB
(1996)
R$ 9,00



ADEUS, MINHA ADORADA
RAYMOND CHANDLER
L&PM
(1997)
R$ 10,00



A REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA E A DECADÊNCIA CONTEMPORÂNEA
MICHAEL HARRINGTON
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1967)
R$ 8,94



MÉTODOS NUMÉRICOS - COMPLEMENTOS E GUIA PRÁTICO
CARLOS LEMOS, HEITOR PINA
IST PRESS
(2006)
R$ 74,00



RHEMA REVISTA DE FILOSOFIA E TEOLOGIA DO INSTITUTO TEOLÓGICO ARQUIDIO
PROF ANTÔNIO HENRIQUE CAMPOLINA MARTINS (ORG)
TEMPLO GRÁFICA
(2004)
R$ 15,00



TRISTE FIM DE POLICARPO QUARESMA
LIMA BARRETO
OBJETIVO
(1996)
R$ 5,50



TOP NOTCH 2 - ASSESSMENT TEST
ALLEN ASCHER; JOAN SASLOW
LONGMAN DO BRASIL
(2007)
R$ 30,00





busca | avançada
49568 visitas/dia
1,2 milhão/mês