Entre o Curtir e o Trollar | Noah Mera | Digestivo Cultural

busca | avançada
33925 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Namíbia, Não! curtíssima temporada no Sesc Bom Retiro
>>> Ceumar no Sesc Bom Retiro
>>> Mestrinho no Sesc Bom Retiro
>>> Edições Sesc promove bate-papo com Willi Bolle sobre o livro Boca do Amazonas no Sesc Pinheiros
>>> SÁBADO É DIA DE AULÃO GRATUITO DE GINÁSTICA DA SMART FIT NO GRAND PLAZA
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Modernismo e além
>>> Pelé (1940-2022)
>>> Obra traz autores do século XIX como personagens
>>> As turbulentas memórias de Mark Lanegan
>>> Gatos mudos, dorminhocos ou bisbilhoteiros
>>> Guignard, retratos de Elias Layon
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> A moça do cachorro da casa ao lado
>>> A relação entre Barbie e Stanley Kubrick
>>> Um canhão? Ou é meu coração? Casablanca 80 anos
>>> Saudades, lembranças
>>> Promessa da terra
>>> Atos não necessários
>>> Alma nordestina, admirável gênio
>>> Estrada do tempo
>>> A culpa é dele
>>> Nosotros
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Os Rolling Stones deveriam ser tombados
>>> Manual prático do ódio
>>> Por que Faraco é a favor da mudança ortográfica
>>> Modernismo e Modernidade
>>> A favor do voto obrigatório
>>> O último estudante-soldado na rota Lisboa-Cabul
>>> Sobre o Ronaldo gordo
>>> A nova escola
>>> 100 homens que mudaram a História do Mundo
>>> Entrevista com Ruy Castro
Mais Recentes
>>> Kaplan GMAT 800, 2005-2006 de Vários Autores pela Kaplan Publishing (2005)
>>> Crónica de la Colonia Galesa de la Patagonia de Abraham Matthews pela El Regional (1975)
>>> Le New York de Paul Auster de Gérard de Cortanze , James Rudnick pela Du Chêne (1993)
>>> Effective horsemanship de Noel Jackson pela Arco Publishing (1967)
>>> Livro - Guias de campo- O ceu de Guias de campo pela Escala educacional
>>> Eclipse de Stephenie Meyer pela Intrinseca (2008)
>>> Famílias Terrivelmente Felizes de Marçal Aquino pela Cosac Naify (2003)
>>> Crepusculo de Stephenie Meyer pela Intrinseca (2008)
>>> O Olho Mais Azul de Toni Morrison pela Companhia das Letras (2019)
>>> The White Face de Carl Ruthven Offord pela Robert M. McBride Company (2023)
>>> Belas Maldições de Neil Gaiman Terry Pratchett pela Bertrand do Brasil (2017)
>>> Um dia minha alma se abriu por inteiro de Iyanla Vazant pela Sextante (2000)
>>> Marley e eu de John Grogan pela Prestigio (2006)
>>> Na Companhia de Soldados - o Dia-a-dia da Guerra do Iraque de Rick Atkinson pela Bertrand Brasil
>>> Leila Diniz de Joaquim Ferreira dos Santos pela Companhia das Letras (2008)
>>> A casa das sete torres de Nathaniel Hawthorne pela Nova Fronteira (2019)
>>> A cabana de William P Young pela Sextante (2008)
>>> Política - uma brevíssima introdução de Kenneth Minogue pela Jorge Zahar (1998)
>>> Cinquenta tons mais escuros de E L James pela Intrinseca (2012)
>>> Ensino da Gramática. Opressão? Liberdade? de Evanildo Bechara pela Atica (1995)
>>> Os cem melhores poemas brasileiros do século de Italo Moriconi pela Objetiva (2001)
>>> Cadê meu travesseiro? de Ana Maria Machado pela Salamandra (2004)
>>> Pré-socráticos a Invenção da Razão de Auterives Maciel Júnior pela Odysseus (2007)
>>> A batalha das Ardenas - a cartada final de Hitler de Antony Beevor pela Critica (2018)
>>> Coleção engenhocas: Guia do educador de Vários autores pela Desconhecido
COLUNAS

Quarta-feira, 10/8/2011
Entre o Curtir e o Trollar
Noah Mera
+ de 4800 Acessos

Um vídeo da - até então - grande unanimidade musical nacional Chico Buarque espantado com as demonstrações de ódio na internet alcançou alguma repercussão no mês que passou. O cantor relata seu espanto ao encontrar em comentários da internet uma raiva contra si que nunca havia experimentado na rua. Na mesma linha o jornalista Geneton Moraes Neto relata indignado o ataque que sofreu via internet.

O que ambos experimentaram é um fenômeno ao qual está sujeito todo e qualquer conteúdo da internet: a ação de uma criatura saída da mitologia escandinava - o Troll. Como o ser mitológico, que pode ser gigante ou diminuto e domina as artes da ilusão, o troll tecnológico aproveita-se do anonimato e liberdade da internet para aprontar suas diabruras iconoclastas. Não há bastião, ícone ou ídolo que resista a sanha raivosa da criatura que utiliza-se largamente do twitter, fóruns, listas de discussão e da caixa de comentário dos blogs para sair destilando seu veneno e semeando a discórdia internet a fora.

Um ditado da internet dá o remédio para a praga: "Não alimente os Trolls". Um Troll que não encontre alguém para discutir perde seu encanto, a trollagem só funciona na medida da sua repercussão. Mas Trolls, como as baratas, alimentam-se de qualquer coisa e são incansáveis, insaciáveis.

E dá certo. Lembram da Banda Mais Bonita da Cidade (falei deles aqui )? Moro em Curitiba onde a banda atua há uns bons três anos e presenciei o poder do ódio. Conheci alguns dos membros da primeira onda de "Oração", pessoas que ajudaram a espalhar o vídeo, que haviam gostado genuinamente da coisa. Quando chegou a segunda onda, a dos ataques, alguma destas pessoas mudarem de opinião em minutos, da admiração e elogio ao escárnio. Não faço idéia de como se dá esse processo de convencimento, talvez porque a critica sempre parece mais inteligente que o endosso (mesmo que vazia, como é o caso da maioria absoluta das trollagens), talvez seja um processo de viralização análogo ao efeito manada do mercado de capitais, um ou dois comentários são replicados e puxam mais comentários que vão se espalhando e crescendo em número e influência.

Este fenômeno do ódio vem desde os primeiros tempos da internet e é relativamente bem conhecido, recentemente uma cultura crescente nos meios virtuais é que vem chamando a atenção dos especialistas, a cultura do curtir. Posso indicar dois excelentes artigos a estudar o fenômeno, o primeiro deles chama-se The Insidious Evil's of 'Like' Culture, de Neil Strauss e o segundo Curtir é Covardia, de Jonathan Franzen. Ambos dizem respeito sobre como a cultura do Curtir está invertendo os valores e a formação da autoestima nos indivíduos, que deveria ser construída de dentro para fora em algo fruto da quantificação de curtidas recebidas nas atualizações de status nas redes sociais. Como se, de repente, ao invés de um filme estivéssemos todos representando um stand-up pessoal eterno.

A cultura (e o botão) do curtir tem início em 2007 no site FriendFeed e cresceu exponencialmente a partir de sua implementação no Facebook em 2009 tornando-se quase onipresente do YouTube até o mais sisudo site de notícias e ainda acarreta em um outro mal, identificado por Strauss, não experimentamos ou lemos mais os conteúdos na internet para tirarmos nossas próprias conclusões, mas procuramos na quantificação das curtidas, pistas para como devemos nos sentir em relação a um determinado conteúdo.

Neste jogo de aprovação e pertencimento em busca da substituição das autoestimas será que a cultura do curtir, das massagens recíprocas em nossos egos, acabará com a cultura mais antiga, do ódio e do descontar nossas frustrações e stress no conteúdo alheio? Ou dividirão a internet cada uma em seus nichos/sites (que, coincidência ou não, fornecem ambiente favorável a cada um dos usos)?



Noah Mera
Curitiba, 10/8/2011

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Um socialista na Casa Branca? de Celso A. Uequed Pitol
02. Triste fim de meu cupcake de Elisa Andrade Buzzo
03. A arte da ficção política de Vicente Escudero
04. O romance policial e picaresco de Denis Johnson de Luiz Rebinski Junior
05. A Bienal do Livro ― diário de bordo de Gian Danton


Mais Noah Mera
Mais Acessadas de Noah Mera em 2011
01. Querem acabar com as livrarias - 17/1/2011
02. As Midias Sociais e a Intimidade Inventada - 11/5/2011
03. Anos 90, lado B - 15/6/2011
04. Informação, Redes Sociais e a Revolução - 9/3/2011
05. Walking Dead - O caminho dos mortos na cultura pop - 5/10/2011


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Urashima Taro
Ana Lucia Brandão
Paulinas
(1999)



O Tronco do Ipe
Jose de Alencar
Ediouro



Scooby-doo! Em Múmias no Shopping
Gail Herman
Babel
(2011)



Curso Pratico de Redação e Gramatica (2001)
Rena Signer
Silvadi
(2001)



O Gordine Mal Assombrado
Sergio Quintanilha e Isabel Reis
Algarve
(2004)



Livro - O Punhal de Marfim
Patricia Wentworth
Circulo do Livro
(1953)



Casei-me Com um Morto - Confira!
Cornell Woolrich
Companhia das Letras
(1996)



Livro - Série Princípios 46: Teoria da Literatura
Roberto Acízelo de Souza
Ática
(1995)



Refabular Esopo
Donaldo Schuler
Lamparina
(2004)



O Caçador de Pipas - Confira!
Khaled Hosseini
Nova Fronteira
(2005)





busca | avançada
33925 visitas/dia
1,4 milhão/mês