Pequenos grandes negócios poéticos | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Salão e a Selva
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> A massa e os especialistas juntos no mesmo patamar
>>> Entrevista com Jacques Fux, escritor e acadêmico
>>> Nuno Ramos, poesia... pois é
>>> Literatura e interatividade: os ciberpoemas
>>> O Valhalla em São Paulo
>>> Por dentro do Joost: o suco da internet com a TV
Mais Recentes
>>> Aprenda Xadrez com Garry Kasparov de G. Kasparov pela Ediouro (2003)
>>> Poemas para Viver de P. C. Vasconcelos Jr. pela Salesiana Dom Bosco (1982)
>>> A Casa dos Bronzes de Ellery Queen pela Círculo do livro (1976)
>>> Warcraft Roleplaying Game de Christopher Aylott e outros pela Blizzard / Arthaus / wizards (2004)
>>> A Dama do Lago de Raymond Chandler pela Abril cultural (1984)
>>> ABC do Vôo Seguro de Manoel J. C. de Albquerque Filho pela O Popular (1981)
>>> A Relíquia de Eça de Queirós pela Klick (1999)
>>> Manual Completo de Aberturas de Xadrez de Fred Reinfeld pela Ibrasa (1991)
>>> Para Sempre - Os Imortais - volume 1 de Alyson Noel pela Intrínseca (2009)
>>> A Máscara de Dimítrios de Eric Ambler pela Abril cultural (1984)
>>> Rômulo e Júlia - Os Caras-Pintadas de Rogério Andrade Barbosa pela Ftd (1993)
>>> O Nariz do Vladimir de José Arrabal pela Ftd (1989)
>>> Perigosa e Fascinante de Merline Lovelace pela Nova Cultural (2002)
>>> Brincar de Viver de Maggie Shayne pela Nova Cultural (2001)
>>> O Grande Conquistador de Rita Sofia Mohler pela Escala (1978)
>>> Comédias para se Ler na Escola de Luis Fernando Veríssimo pela Objetiva (2001)
>>> As 21 Irrefutáveis Leis da Liderança de John C. Maxwell pela Agir (2007)
>>> Dungeon master guide de Jonathan Tweet / Skip Williams pela Core Rulebook II (2000)
>>> Disfunção Cerebral Mínima de Antonio Branco Lefévre - Beatriz Helena Lefevre pela Sarvier (1983)
>>> Viagem Fantástica II - Rumo ao Cérebro de Isaac Asimov pela Best Seller (1987)
>>> Tpm Número 57 Maio 2009 de Caetano Veloso pela Trip (2009)
>>> Incorporações Imobiliárias de J. Nascimento Franco/ Nisske Gondo pela Revista dos Tribunais (1984)
>>> Cavalo-Marinho no Céu de Edmund Cooper pela Hemus
>>> Suspensão de Liminares e Sentenças Contrárias ao Poder Público de Elton Venturi pela Revista dos Tribunais (2019)
>>> Revista Trip número 184 de Lyoto Machida pela Trip (2009)
>>> Revista Trip número 132 de Melaine, 21, o primeiro ensaio de uma trip girl na cadeia pela Trip (2005)
>>> A Casa do Penhasco de Agatha Christie pela Nova Fronteira (1996)
>>> A Brasileira de Prazins de Camilo Castelo Branco pela Nova Fronteira (1995)
>>> Seitas e Novos Movimentos Religiosos de Coleção Quinta Conferência pela Paulus (2006)
>>> O Dia da Sua Morte de Neimar de Barros pela Shalom (1987)
>>> A Interpretação Sistemática do Direito de Juarez Freitas pela Malheiros (2002)
>>> Tiras de Letra de Diversos pela Virgo (2003)
>>> O Guia dos Curiosos de Marcelo Duarte pela Cia das letras (2001)
>>> Ensaio sobre a Cegueira de José Saramago pela Cia. das Letras (1998)
>>> Quebrando o Código da Vinci de Darrell L. Bock, Ph.D. pela Novo século (2004)
>>> O Caso dos Irmãos Naves de João Alamy Filho pela Círculo do livro (1978)
>>> Hercólubus ou Planeta Vermelho de V. M. Rabolú pela Milenium Edições do Brasil (2003)
>>> Anjo da Morte de Pedro Bandeira pela Moderna (1996)
>>> História Social da Criança e da Família de Philippe Ariès pela Guanabara (1973)
>>> Homo Loquens - O Homem como Animal Falante de Dennis Fry pela Zahar (1977)
>>> Homem Total e Parapsicologia de Albino Aresi pela Albino Aresi (1982)
>>> Ilusões - As Aventuras de um Messias Indeciso de Richard Bach pela Record (1977)
>>> Buddha de Ordem do Graal na Terra pela Círculo do livro (2002)
>>> Você verdadeiramente nasceu de Novo da Água e do Espírito? de Paul C. Jong pela Hefzibá (2002)
>>> Trip número 139 de Danielli Freitas pela Trip (2005)
>>> 500 Perguntas sobre Sexo de Laura Muller e Nélson Vitiello pela Objetiva (2002)
>>> Direito Eleitoral Brasileiro:... (acompanha Cd) de Thales Tácito Pontes Luz de Pádua Cerqueira pela Del Rey/ Belo Horizonte (2004)
>>> Iniciação à Sociologia de Nelson Dacio Tomazi pela Atual (1993)
>>> Memórias do Armandinho Do Bixiga de Depoimento a Júlio Moreno pela Senac de SP./ SP. (1996)
>>> Convite a filosofia de Marilena Chauí pela Ática (1998)
COLUNAS

Sexta-feira, 11/11/2011
Pequenos grandes negócios poéticos
Ana Elisa Ribeiro

+ de 2800 Acessos

O título desta coluna parece um contrassenso e meio. Aqui, o sentido de "pequeno" não é o antônimo de "grande" e os "negócios poéticos" são possíveis, mesmo sendo poéticos. O estranhamento ocorre porque é comum ouvir, a torto e a direito, que poesia não vende, não é mesmo? E como, então, pode ser negócio? Mas é. Um negócio importante, insumo para a cultura e para a perpetuação dos currículos escolares futuríssimos. Quem sabe um dia um poeta vivo, destes que se apresentam nos colóquios e festas, anjos "gauches" ou que vivem nas (das) sombras, possa adentrar o cânone, esta espécie de cemitério da palavra.

Meu despudor para este título é resultado da experiência de assistir a ao menos uma dezena de lançamentos de livros de poesia & prosa só neste meu quarteirão, no ano corrente. Também é fato que aceitei a alguns convites de participação em festivais e parlatórios para ler (e ouvir) poesia. Nitidamente poesia. Com autores espalhados por todos os cantos e gente para assistir. Plateia, ao mesmo modo do rock ou do pop. Plateia grande, com gente a bater palminhas no final da leitura. Não tinha cerveja nem churrasco. Havia gente & poesia. O que mais pede a cidade, por entre suas colunas de concreto?

Há alguns anos, uma poeta mineira decidiu-se, depois de muito debater-se, por morar em São Paulo, a capital. Luciana Tonelli frequentou a poesia mineira desde sempre, com os pés fincados na poesia contemporânea toda. E eis que, com a lei de incentivo paulista, ela lança um livro de poesia sobre a experiência de viver na/a pauliceia (desvairada?). Ainda não vou falar do livro dela (esta será outra coluna), mas preciso mencionar que já atinei ali, em abril ou maio, que viria enxurrada.

Vários outros autores, com presença significativa de mulheres que poetam, se seguiram, com seus livros belíssimos e carregados de sentido, à maneira de Pound (como li na graduação). Bruno Brum foi um dos lançadores de bombas poéticas virais. Seu Mastodontes na sala de espera, também realizado com a ajudinha básica de lei de incentivo à cultura (em Minas, desta vez), sai ao ar livre como uma fera faminta. Já passou pelo crivo de um monte de gente afeta a estas artes poéticas e já, depois de solto, andou angariando elogios de outros poetas de mão pesada.

Em novembro ainda, sob a indecisão climática da capital mineira, a poetíssima Ana Martins Marques lança Da arte das armadilhas, pela almejada (por muitos, mas nem todos) Companhia das Letras. Mineiríssima, para falar, olhar e se vestir, Ana MM vem de uma discreta e bem-sucedida carreira poética, estudada e dedicada. O livro anterior, A vida submarina (Scriptum), foi elogiado e já tinha lá seus prêmios. A autora ganhou duas vezes um grande prêmio nacional, em sequência, e mui merecidamente. Daí que tenha sido garimpada por uma grande editora, mui merecidamente também.

O que quero destacar, no entanto, e que diz respeito diretamente aos pequenos grandes negócios em literatura, é que boa, muito boa mesmo, parte dos livros que estão aqui, nesta pilha, diante de mim, foi lançada por pequenas editoras. Pequenas, às vezes desconhecidas, muita vez discretas e mal-distribuídas. Pequenas e importantíssimas editoras, que têm o papel (e sempre o tiveram) de renovar o sistema que, vez ou outra, parece parado e repetitivo (há alguns anos diríamos que o disco está arranhado). Mas não está. Nunca está. É que emergir é complicado.

Em Minas Gerais, que é onde estou localizada, consigo enxergar uma guerrilha muito viral e cheia de efeitos na cena literária. Pequenas e atrevidas editoras, agora, me fazem lembrar os inícios do século XXI, quando, com a ajuda da internet, outras pequenas editoras lançaram poetas e contistas que agora são visíveis. A Ciência do Acidente (de Joca Terron) e a Livros do Mal (de Daniel Galera) (entre outras e outros) fizeram o papel fundamental de entrar na cena. Atualmente, as mineiras Crisálida e Scriptum, a turma dos Jovens Escribas (em Natal, RN) e outras tantas editoras de atitude (e de pouco capital) se incumbem de olhar, sentir e lançar os poetas que logo (ou não) chegarão aos catálogos das bienais e festas do futuro.

Autores que pagam suas edições (agora belíssimas e nada precárias), autores que são seus próprios designers, diagramadores e revisores, autores que entram nos editais de incentivo (a despeito da burocracia e da complicação), autores que são poetas&empresários, são eles que movimentam, junto com as pequenas editoras (que às vezes sequer são pessoa jurídica), e forçam a roda da literatura (no caso, a brasileira). São eles que respingam este quadro estático (com todo o respeito aos que já conquistaram seus postos e cadeiras). São as pequenas editoras que têm coragem, audácia, luz. As grandes editoras têm poder e olheiros, quando são espertas. As pequenas editoras vivem no chão, a tecer tapetes junto com os poetas, contistas e romancistas, onde eles vivem e fazem conluios. São elas que empurram a fila, até que a existência evidente de poetaços vivíssimos cutuca, belisca e incomoda as grandes editoras e seus contratos de direito do autor.

É lindo ver a Ana Martins Marques na Companhia das Letras, uma das grandes editoras mais respeitadas do país. Uma grande editora de literatura, frise-se. E é lindo ver que a Ana Martins Marques é cria da Scriptum, aquela pequena editora-livraria ali na Savassi, em Belo Horizonte; e que Bruno Brum e outros tantos são cria da Crisálida, aquela pequena editora-livraria ali no edifício Maletta, no centrão da capital mineira; e que essas coisas se fazem com paixão pela palavra, um editor atrevido, bastante talento, um bom computador e um pouco de dinheiro.


Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 11/11/2011


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A verdade entre o professor e o rascunho de Vicente Escudero
02. Sincretismo imprevisível de Elisa Andrade Buzzo
03. Dorian Gray abre o sótão: Orkut de Andréa Trompczynski
04. De uma volta ao Brasil de Eduardo Carvalho
05. Minha Formação de Fabio Silvestre Cardoso


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2011
01. É possível conquistar alguém pela escrita? - 21/1/2011
02. Meus livros, meus tablets e eu - 15/4/2011
03. Você viveria sua vida de novo? - 18/2/2011
04. Bibliotecas públicas, escolares e particulares - 20/5/2011
05. Pressione desfazer para viver - 17/6/2011


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PRIMEROS PASOS EN PINTURA ARTÍSTICA
JOSÉ PARRAMÓN
PARRAMÓN
(1991)
R$ 40,00



GRUPOS FAMILIARES A EXPLOSÃO DA IGREJA NOS LARES
ALUÍZIO ANTONIO SILVA
O FRUTO DA VIDE
(1995)
R$ 20,00



MODIFICAÇÃO DE COMPORTAMENTO PRINCÍPIOS BÁSICOS 2
R. VANCE HALL
EPU
(1975)
R$ 4,40



FANTASMA
LUIZ ALFREDO GARCIA-ROZA
COMPANHIA DAS LETRAS
(2012)
R$ 24,00



SERENDIPITY NEW TESTAMENT FOR GROUPS
VÁRIOS AUTORES
ZONDERVAN
(1987)
R$ 40,00



CARTWHEELS IN A SARI: A MEMOIR OF GROWING UP CULT
JAYANTI TAMM
BROADWAY BOOKS
(2010)
R$ 19,82



DIÁRIO DE UM ZUMBI DO MINECRAFT: UM DESAFIO ASSUSTADOR
HEROBRINE BOOKS
SEXTANTE
(2015)
R$ 23,86



LIVRO DIDÁTICO EM DEBATE
SUZANNA NEVES FERREIRA
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00



THE LAST DAYS OF NEWGATE (A PYKE MYSTERY)
ANDREW PEPPER
PHOENIX
(2011)
R$ 19,82



TE CUIDA! GUIA PARA UMA VIDA SAUDÁVEL
DR CLÁUDIO DOMÊNICO
CASA DA PALAVRA
(2012)
R$ 39,00
+ frete grátis





busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês