À primeira estrela que eu vejo | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
41820 visitas/dia
922 mil/mês
Mais Recentes
>>> TV Brasil pré-estreia Atos com Antonio Pitanga nesta segunda (19/11)
>>> TV Brasil apresenta programação temática na Semana da Consciência Negra
>>> Baterias Brasileiras do Sesc Belenzinho apresenta shows com Pupillo e Curumin
>>> Refúgios Musicais do Sesc Belenzinho apresenta banda de haitianos Surprise
>>> Avesso - O Musical aborda conflito de gerações em musical jovem de fortes emoções
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Goeldi, o Brasil sombrio
>>> Do canto ao silêncio das sereias
>>> Vespeiro silencioso: "Mayombe", de Pepetela
>>> A barata na cozinha
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> O Voto de Meu Pai
>>> Inferno em digestão
>>> Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos
>>> As pedras de Estevão Azevedo
>>> O artífice do sertão
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> Um lance de escadas
>>> No tinir dos metais
>>> De(correntes)
>>> Prata matutina
>>> Brazil - An Existing Alien Country on Planet Earth
>>> Casa de couro IV
>>> 232 Celcius, ou Fahrenheit 451
>>> Mãe
>>> Auto contraste
>>> Os intelectuais e a gastronomia
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Emagrecer sem sofrer? Isso é papo de revista
>>> Dez obras da literatura latino-americana
>>> O dinossauro de Augusto Monterroso
>>> Negrinha e os donos do sentido
>>> AC/DC com Bon Scott
>>> Filosofia de boteco
>>> Mar de Gente, de Ivaldo Bertazzo
>>> Cassionei Niches Petry
>>> A barata na cozinha
>>> O desafio de publicar
Mais Recentes
>>> Historia 2 - Projeto Buriti - Ensino Fundamental de Equipe Editora Moderna pela Moderna (2007)
>>> Revista nintendo world--187--captain toad treasure tracker de Case pela Case
>>> Revista nintendo world--5--1999--dicas,truques e codigos. de Conrad pela Conrad
>>> Geografia - Homem & Espaço - 7º Ano de Elian Alabi Lucci e Anselmo Lazaro Branco pela S M Edições (2018)
>>> Revista nintendo world--9--star wars--episodio 1. de Conrad pela Conrad
>>> Quem me roubou de mim? de Pe. Fábio de Melo0 pela Planeta (2014)
>>> Revista nintendo world--17--as melhores 2000 dicas,truques e codigos. de Conrad pela Conrad
>>> Geografia - Aprender Juntos - Ensino Fundamental 3º ano de Leda Leonardo da Silva pela S M Edições (2010)
>>> Madalena (novela) de Cristiane Dantas pela Mec (2006)
>>> Revista nintendo world--53--segura essa!.--2003-dicas,truques e codigos. de Conrad pela Conrad
>>> Revista nintendo world--34--jogamos o gamecube!. de Conrad pela Conrad
>>> Revista nintendo world--45--resident evil. de Conrad pela Conrad
>>> Revista nintendo world especial--1--quake ii. de Conrad pela Conrad
>>> Os Cinco Demônios de Camila S. Aguirre pela Novos Talentos (2015)
>>> Diário De Um Zumbi Do Minecraft - Trocando De Corpo de Herobrine Books pela Sextante (2015)
>>> Cobras em compota (contos) de Índigo pela Mec (2006)
>>> Coleção Da Série Conspiracy 365 - janeiro a Dezembro de Gabrielle Lord pela Fundamento (2016)
>>> Conspiracy 365 - Livro 12 Dezembro - Fuga Final de Gabrielle Lord pela Fundamento (2018)
>>> Léo, o pardo (biografia) de Rinaldo Santos Teixeira pela Mec (2006)
>>> Conspiracy 365 - Livro 11 Novembro - Surpresa de Gabrielle Lord pela Fundamento (2016)
>>> O conteúdo poítico da sociologia de Leon Bramson pela Fundo de Cultura (1961)
>>> Conspiracy 365 - Livro 10 Outubro - Novidade Chocante de Gabrielle Lord pela Fundamento (2015)
>>> Família composta (teatro) de Domingos Pellegrini pela Mec (2006)
>>> Conspiracy 365-livro 08 Agosto-o Pesadelo Se Torna Realidade de Gabrielle Lord pela Fundamento (2015)
>>> Conspiracy 365 - Livro 06 Junho - Caça Ao Tesouro de Gabrielle Lord pela Fundamento (2015)
>>> Conspiracy 365 - Livro 04 Abril - Contra O Relógio de Gabrielle Lord pela Fundamento (2015)
>>> Conspiracy 365 - Livro 02 Fevereiro - Em Busca Da Verdade de Gabrielle Lord pela Fundamento (2015)
>>> Conspiracy 365 - Livro 01 Janeiro - O Enigma Dos Desenhos de Gabrielle Lord pela Fundamento (2015)
>>> As Upanishads de Carlos Alberto Tinôco pela Ibrasa (1996)
>>> A Doutrina Secreta - Volume 1 - Cosmogênese de H.P. Blavatsky pela Pensamento (2017)
>>> Conspiracy 365 - Livro 09 Setembro - Quebra-cabeças de Gabrielle Lord pela Fundamento (2018)
>>> Conspiracy 365 - Livro 05 Maio - Entre Quatro Paredes de Gabrielle Lord pela Vergara e Riba (2015)
>>> Diário De Um Banana 13 Batalha Neval - Capa Dura de Jeff Kenney pela Vergara e Riba (2018)
>>> A Era Da Loucura de Michael Foley pela Alaúde (2011)
>>> As Cinco Habilidades Essenciais do relacionamento de Dale Carnegie pela Nacional (2011)
>>> Como fazer amigos e influenciar pessoas de Dale Carnegie pela Companhia Nacional (2003)
>>> Conspiracy 365 - Livro 07 Julho - Maldição De Família de Gabrielle Lord pela Fundamento (2015)
>>> Os Mitos da Felicidade de Sonja Lyubomirsky pela Odisséia (2013)
>>> Projeto Felicidade de Gretchen Rubin pela Best Seller (2009)
>>> Escolha Ser Feliz de Stephanie Dowrick pela Sextante (2011)
>>> Cure Suas Mágoas e Seja Feliz de Fernando Vieira filho pela Barany (2012)
>>> Cure Suas Mágoas e Seja Feliz de Fernando Vieira filho pela Barany (2012)
>>> A Boa Vida de Alex Rovira pela Sextante (2008)
>>> O Monge que Vendeu Sua Ferrari de Robin Sharma pela Fontanar (1997)
>>> O Médico Jesus de José Carlo De Lucca pela Intelítera (2010)
>>> A Arte da Imperfeição de Brené Brown pela Novo conceito (2012)
>>> Louco para Viver de Roberto Shinyashiki pela Gente (2013)
>>> Transforme seus sonhos em Vida de Eduardo Shinyashiki pela Gente (2012)
>>> O Despertar de uma Nova Consciência de Eckhart Tolle pela Sextante (2007)
>>> O Despertar de uma Nova Consciência de Eckhart Tolle pela Sextante (2007)
COLUNAS

Sexta-feira, 7/10/2011
À primeira estrela que eu vejo
Ana Elisa Ribeiro

+ de 4400 Acessos
+ 2 Comentário(s)

Era anoitecer. O Sol já se recolhera, enquanto a Lua surgia em algum lugar do céu que não podíamos contemplar. Mas é sempre bom saber que ela está lá. E resolvemos nos deitar na rede, pendurada na varanda, para viver uns momentos de pausa naquele dia tão enfiado de problemas e ações. É parar, momento de parar. Parar para pensar, para olhar, para enxergar, talvez. O dia, as pessoas, as conversas, os alimentos, os sons e tudo o que há passaram tão desavisadamente em frente ao nosso olhar. Desmazelo quase. Aflição quase nenhuma, de tão desapercebido que o dia passa. E ali estávamos nós, mãe e filho, deitados na rede bordada que ganhamos de um amigo.

Deitados então na rede, falávamos das pequenas ocorrências de um dia comum. A escola, o recreio, o colega brigão, o trânsito, os cabelos, as unhas, os telefonemas, os espirros, o dever de casa. Falávamos sem o tilintar dos sinos ou a buzina ansiosa da van que busca meu filho para ir ao colégio. Falávamos ignorando um pouco o alarido da rua ao lado, por onde muitas pessoas passam voltando para casa. (Sim, neste bairro ainda moramos em casas, com telhados só nossos e jardins de grama, como se estivéssemos fazendo algo muito acintoso.) E foi então que uma estrela surgiu no céu, bem à nossa frente.

Piscando levemente, ela parecia ainda indecisa. Enquanto meu filho reparava nela, atento, eu ainda me enrolava com as franjas da rede. E aí ele me lembrou daquela brincadeira eterna e popular: "Mãe, é a primeira estrela que eu vejo. Vamos fazer um pedido?". E entoou, evocativo: "Primeira estrela que eu vejo, satisfaz o meu desejo...".

Eu me surpreendi um pouco com a ideia. Nem sabia que meu filho já conhecia a brincadeira, muito menos que andava assim tão cheio de desejos. Lembrei que pedi muitas coisas às estrelas da noite, especialmente às primeiras que lampejavam diante dos meus olhos míopes. Lembrei também que andei pedindo coisas a Deus, aos santos, às santas e a Iemanjá, que atendeu quase prontamente à minha última sessão de pedidos aflitos. Já passei por Jesus e Deus, em momentos de angústia extrema; por São Jorge, quando a ideia era guerreira; por São Judas Tadeu, inclusive fazendo e cumprindo promessa (e recentemente o descobri meu protetor, São Judas/Xangô); Nossa Senhora Desatadora dos Nós, à qual ainda devo visita no santuário em Campinas (SP); virei as costas a Santo Antônio, mas andei dando umas rezadinhas para Santa Luzia, em intenção de meu irmão. Mas fazia tempo que eu não pedia nada às estrelas.

Meu filho, então, se calou. Ainda criança, já sabe que os desejos infinitos, aqueles bem internos, estados d'alma mesmo, pedem silêncio, calma, paz e um pedido concentrado. Calou-se o menino para centralizar as forças do pedido numa espécie de oração estelar. Peça, meu filho. Peça seu carrinho, seu brinquedo, sua infância. Peça sua alegria, que ainda é fácil como jogar bola de gude. Peça sua namoradinha, que ainda o paquera apenas com olhares. Peça sua aula de judô, seu DVD do Scooby Doo, sua ida ao cinema. Peça sua pipoca, seu chaveiro e sua falta de banho. Peça seu combo de sanduíche. Peça seu passeio pela praia. Peça, meu filho, fale com as estrelas. Parece que as crianças costumam ter muito mais crédito nos pedidos. Há qualquer tolerância a mais com elas. Peça.

Era o que eu esperava: que meu filho se calasse, mas concentrado aos pedidos das coisas que ele via na TV, nas propagandas de fábricas de brinquedos ou nas promoções dos programas infantis. Eu esperava que a primeira estrela a surgir na nossa noite, na varanda, deitados na rede, fosse ouvir os cochichos de um garotinho esperto, ansioso por ganhar uma pista de carrinhos, um robô, um bicho de pelúcia ou um novo transformer. Mas não. Meu filho, como quase sempre, é mais esperto e observador do que posso supor. E ele me surpreendeu. Depois de uns minutos de silêncio profundo, inclusive de olhos cerrados, como quase a rezar, meu filho disse: "pronto, mãe, já pedi". Eu, incontrolavelmente curiosa, como quase toda mãe-coruja, não me aguentei na discrição (que me parecia de bom tom) e acabei perguntando, meio timidamente: "O que foi que você pediu para a estrela?"

Meu filho não pestanejou. A despeito de todo o desejo pelos carrinhos e pelas plataformas de jogos eletrônicos; a despeito das propagandas de TV e do apelo dos supermercados; a despeito de tudo quanto é promessa de alegria e brincadeira, meu filho me revelou: "Mãe, eu pedi para você ser feliz".

Eu, completamente desfeita, envergonhada por me deixar subestimar os mais profundos desejos do meu pequeno; constrangida por desconsiderar a capacidade de observação e mesmo a inteligência dele; esquecida de que tinha dado a luz a um canceriano doce e sensível no trato com a mãe (sua única companheira de morada, cama, mesa e banho), só pude abraçá-lo muito, verdadeiramente agradecida, cheia de pejo por deixar tão à vista minha infelicidade flagrante, ou meio sem jeito porque não consigo mesmo esconder qualquer coisa dele neste meu olhar de Capitu. Ainda assim, diante de um exímio leitor de pessoas, tentei esconder a lágrima quente que me escorreu dos olhos. Acho que consegui.


Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 7/10/2011


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Só Cronista se Explica de Joca Souza Leão
02. Pecados, demônios e tentações em Chaves de Ademir Luiz
03. Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte II) de Jardel Dias Cavalcanti
04. A resistência, de Ernesto Sabato de Rafael Rodrigues
05. Ensino Inferior de Diogo Salles


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2011
01. É possível conquistar alguém pela escrita? - 21/1/2011
02. Meus livros, meus tablets e eu - 15/4/2011
03. Você viveria sua vida de novo? - 18/2/2011
04. Pressione desfazer para viver - 17/6/2011
05. Bibliotecas públicas, escolares e particulares - 20/5/2011


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
8/10/2011
08h29min
Um encanto ser mãe? Emoção em cada letra dessa crônica. E um sentimento de agradecimento pela sua existência. Esconder a tristeza e melancolia não passa desapercebido por uma criança. E espero que essa estrela se torne guia, permanente, da sua felicidade. E a nossa, ao ler. Abraços!
[Leia outros Comentários de Cilas Medi]
10/10/2011
10h51min
Que um dia Deus me conceda essa graça... Linda crônica!!
[Leia outros Comentários de Marta]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




SIC PROVAS NA INTEGRA SP E RJ A PARTIR DE 2005 - ANO 2013
ATILIO GUSTAVO BLANCO BARBOSA
MEDCEL
(2013)
R$ 69,00



ROMANCEIRO - BOSCO MACIEL (POESIA POPULAR)
BOSCO MACIEL
EDIÇÕES INTELIGENTES
(2005)
R$ 5,00



O PEQUENO FILÓSOFO
GABRIEL CHALITA
GLOBO
(2011)
R$ 4,90



EXÍLIOSAMARES, CIDADES
LÚCIO AUTRAN
IMPRESSÕES DO BRASIL
(1995)
R$ 350,00



CAPITÃO CUECA 8 E A SINA RIDÍCULA DO POVO DE PENICO ROXO
DAV PILKEY
COSACNAIFY
(2018)
R$ 21,00
+ frete grátis



FOME - NOBEL DE LITERATURA DE 1920
KNUT HAMSUN - TRADUÇÃO DE CARLOS DRUMMOND DE ANDRADE
OPERA MUNDI
(1973)
R$ 50,00
+ frete grátis



HISTÓRIA GERAL E DO BRASIL E UNIVERSAL EM 04 VOLUMES
JOSÉ DE CARVALHO E SILVA
LIVRARIA ED. IRACEMA
(1987)
R$ 30,00



A MISÉRIA BRASILEIRA - 1964 - 1994: DO GOLPE MILITAR À CRISE SOCIAL
J. CHASIN
AD HOMINEM
(2000)
R$ 69,90



ENSAIOS CÉTICOS
BERTRAND RUSSELL
L&PM
(2008)
R$ 7,60



MAKETING MANAGEMENT
PHILIP KOTLER
NINTH EDITION
(1997)
R$ 35,00





busca | avançada
41820 visitas/dia
922 mil/mês