Wanda Louca Liberal | Marta Barcellos | Digestivo Cultural

busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Salão e a Selva
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> A massa e os especialistas juntos no mesmo patamar
>>> Entrevista com Jacques Fux, escritor e acadêmico
>>> Nuno Ramos, poesia... pois é
>>> Literatura e interatividade: os ciberpoemas
>>> O Valhalla em São Paulo
>>> Por dentro do Joost: o suco da internet com a TV
Mais Recentes
>>> Sociedade e Ambiente: território, desigualdade e vulnerabilidade de Zoraide Souza Pessoa (Org.) pela Livraria da Física (2014)
>>> Elementos de Direito Administrativo de Celso Antonio Bandeira de Mello pela Revista dos Tribunais (1987)
>>> Odisséia de Homero - adaptação: Roberto Lacerda pela Scipione (1997)
>>> Constituição e Hermenêutica Constitucional de Márcio Augusto Vasconcelos Diniz pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2002)
>>> A Outra Face do Poder Judiciário: Decisões Inovadoras ...(Encadernado) de Giselda Maria Fernandes Novaes Hironaka pela Del Rey/ Bhz.: Esc. P. Direito (2005)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis pela Globo (2008)
>>> Administração do Tempo: Um Programa de Autodesenvolvimento de Luiz Augusto Costacurta Junqueira pela Cop Ed. (1992)
>>> O Enigma de Rama de Arthur C. Clarke pela Nova Fronteira (1991)
>>> Do Socialismo Utópico ao Socialismo Científico de Friedrich Engels pela Moraes Editores
>>> Sonhos de Robô de Isaac Asimov pela Record (1991)
>>> Verdadeiras Profecias de A.w. tozer pela Clássicos (2001)
>>> O Homem Eterno de G. K. Chesterton pela Mundo Cristão (2010)
>>> O Observador no Escritório de Carlos Drummond de Andrade pela Record (1985)
>>> Verde e Branco Ano 1 Número 1 Abril de 2004 de Eduardo Del Claro Jornalista pela Sulminas (2004)
>>> Verde e Branco Ano 1 Número 1 Abril de 2004 de Eduardo Del Claro Jornalista pela Sulminas (2019)
>>> Nada a perder volume 3 de Edir Macedo pela Planeta (2014)
>>> Campinas no início do século 20: percursos do olhar de Suzana Barretto Ribeiro pela Annablume (2006)
>>> A privataria tucana de Amaury Ribeiro Júnior pela Geração Editorial (2012)
>>> Campinas: visões de sua história de Lília Inés Zanotti de Medrano pela Átomo (2006)
>>> Direito Romano - Vol. II de José Carlos Moreira Alves pela Forense (2003)
>>> Divinas Desventuras: Outras Histórias da Mitologia Grega de Heloisa Prieto pela Companhia das Letrinhas (2011)
>>> Le Nouveau Sans Frontières 1 - Méthode de Français de Philippe Dominique e Jacky Girardet e Michele Verdelhan e Michel Verdelhan pela Clé International (1988)
>>> Sobrevivência de Gordon Korman pela Arx Jovem (2001)
>>> Ética Geral e Profissional de José Renato Nalini pela Revista dos Tribunais (2001)
>>> Mas Não se Mata Cavalos ? de Horace McCoy pela Abril (1982)
>>> O Menino no Espelho de Fernando Sabino pela Record (2016)
>>> Labirintos do Incesto: O Relato de uma Sobrevivente de Fabiana Peereira de Andrade pela Escrituras-Lacri (2004)
>>> Mas Não se Mata Cavalos ? de Horace McCoy pela Círculo do Livro (1975)
>>> Ponte para Terabítia de Katherine Patersin pela Salamandra (2006)
>>> O Desafio da Nova Era de José M. Vegas pela Ave-Maria (1997)
>>> Casa sem Dono Encadernado de Heinrich Boll pela Círculo do Livro (1970)
>>> Trabalho a Serviço da Humanidade de Escola Internacional da Rosa Cruz Áurea pela Rosacruz (2000)
>>> Casa sem Dono Encadernado de Heinrich Boll pela Círculo do Livro (1976)
>>> Ensinando a Cuidar da Criança de Nébia Maria Almeida de Figueiredo (org.) pela Difusão (2004)
>>> Ensinando a Cuidar da Mulher, do Homem e do Recém-nascido de Nébia Maria Almeida de Figueiredo (org.) pela Difusão (2004)
>>> Luxúria Encadernado de Judith Krantz pela Círculo do Livro (1978)
>>> Fundamentos, Conceitos, Situações e Exercícios de Nébia Maria Almeida de Figueiredo (org.) pela Difusão (2004)
>>> Personality: How to Unleash your Hidden Strengths de Dr. Rob Yeung pela Pearson (2009)
>>> Um Mês Só de Domingos de John Updike pela Record (1975)
>>> Um Mês Só de Domingos Encadernado de John Updike pela Círculo do Livro (1980)
>>> Um Mês Só de Domingos Encadernado de John Updike pela Círculo do Livro (1980)
>>> Caravanas de James Michener pela Record (1976)
>>> A Terra Ainda é Jovem de J.M. Simmel pela Nova Fronteira (1981)
>>> A Terra Ainda é Jovem de J. M. Simmel pela Nova Fronteira (1981)
>>> Deus Protege os Que Amam de J.M. Simmel pela Nova Fronteira (1977)
>>> Um Ônibus do Tamanho do Mundo de J. M. Simmel pela Nova Fronteira (1976)
>>> Um Ônibus do Tamanho do Mundo de J. M. Simmel pela Nova Fronteira (1976)
>>> O Quarto das Senhoras de Jeanne Bourin pela Difel (1980)
>>> Beco sem Saída de John Wainwright pela José Olympio (1984)
>>> Casais Trocados de John Updike pela Abril (1982)
COLUNAS

Sexta-feira, 10/6/2016
Wanda Louca Liberal
Marta Barcellos

+ de 4100 Acessos

Muitos escritores de ficção já desabafaram: está difícil competir com a realidade.

Eu, por exemplo, jamais conseguiria criar uma personagem como Wanda-louca-liberal. Aliás, numa ficção, a personagem não poderia se autodenominar Wanda-louca-liberal, para as cinco amigas que a acompanhavam no jantar. Nem a mesa do restaurante poderia estar justamente abaixo de uma plaquinha vintage com os dizeres “É um modo de amar”. O pacto de verossimilhança com o leitor, tão necessário à narrativa ficcional, estaria irremediavelmente comprometido.

Quem acreditaria em tamanha crueldade? Como aquela conversa, envolvendo mulheres de aparência tão banal, poderia estar acontecendo ali, na mesa ao lado? “Não sei, só sei que foi assim”, diria Chicó, o personagem de Ariano Suassuna que não se importava em embaralhar ficção e realidade. Eu acrescento: não sei, só sei que foi contado assim.

Isto porque, no fundo de meu ser ultimamente esmagado pela brutalidade do "real" (do golpe, do estupro coletivo, da hipocrisia humana), gostaria de acreditar que Wanda construiu uma ficção a partir de fatos não tão graves. Que sua narrativa seria apenas uma bravata (?), pois na prática ninguém consegue ser cruel e ardiloso como ela se gabava de ter sido.

Mas vamos à versão dos fatos. Ou melhor, às gravações - sempre elas. Não haverá necessidade de usarmos, aqui, algum símbolo (como ***) para substituir os palavrões. Nenhuma das seis mulheres falou um único palavrão. Aparentemente, educadíssimas. Isso apesar de gargalharem e endossarem cada detalhe sobre como Wanda-louca-liberal perseguira a atriz Letícia Sabatella e humilhara sua família, em especial a mãe de 71 anos, durante um voo internacional. O motivo? Ela ser “petista”.

***

As seis amigas estão reunidas em um restaurante do Leblon, não muito chique (a carta de vinhos é a mais viável do bairro). Falam simultaneamente, num burburinho alegre, até que Wanda consegue fisgar a atenção do grupo. “Ah, vocês não sabem o que eu fiz com a Letícia Sabatella.” A maldade orgulhosa, no tom de voz, é suficiente para calar as outras.

A atriz havia aparecido na classe executiva, a pretexto de conversar com os pais. Ousara mais, usar o banheiro da classe executiva. Foi quando, então, ousou terrivelmente: ao sair do banheiro, sentou-se em uma poltrona vaga, próxima aos pais.

“Espertinha”, comenta a amiga número 1 de Wanda, sentada à sua frente na mesa retangular. É quem tem a gargalhada mais alta.

Mas Wanda não deixou barato: “Pein! [imita campainha] Chamei a comissária e falei assim mesmo: ela pagou econômica. Não quero ela aqui. Você manda ela pra trás.”

Amiga 1, concordando: “Já que você pagou executiva...”

A comissária argumentou: “Ah, é família, sabe?”, Wanda imita, com voz melosa. Continua, como se estivesse se dirigindo à comissária: “Então, eu [inaudível] executiva. [amiga 1 dá gargalhada]. Aqui é o seguinte: pagou, anda. Não pagou, não anda!”

A comissária concordou: “Tem razão.” E Wanda: “Então pega essa senhora e manda pro lugar dela, que não é aqui. Nem no banheiro, nem na poltrona, nem no corredor. Rua!”

A amiga 2 encoraja Wanda (“Adorei”), que acrescenta: “O papa não quis falar com ela. [inaudível, risadas] Sinceramente, se fosse qualquer outra pessoa, não tô nem aí. Não vai me deixar nem mais pobre nem mais rica. Ao contrário, acho até um absurdo, na classe econômica, porque eu sempre viajei de econômica também, ter um banheiro para trocentas mil pessoas, e aquele banheiro lá na frente vazio.

Amiga 1: “O problema era ela, né?”

Wanda: “Lógico, lógico. A comissária começou a falar e ela [imitando Letícia, com voz mais melosa ainda]: ‘Aqui ninguém entende, aqui ninguém entende. Mas não quero confusão, vou lá pra trás’. Aí eu disse: ‘Vai, vai, ô Tico Santa Cruz, vai lá pra trás.’” [gargalhadas generalizadas]

Amiga 1: “Aí ela sacou, finalmente?”

Wanda: “Sacou, foi embora. Mas os pais ficaram lá. E a mãe dela, cada vez que queria passar, dizia assim: pode levantar o banco que eu quero ir ao banheiro?, pode levantar o banco que eu quero ir ao banheiro? [inaudível]. Aí, sabe quando você já está relaxada, pronta pra dormir, se desfez daquele entulho [risada]... Aí a mulher [querendo passar] e eu: Olha aqui, minha senhora, a senhora vai sentar, e ficar com esse rabo sentado até o fim da viagem. Eu não vou mais levantar, a senhora não vai mais ao banheiro, e sua filha não vai viajar aqui, estamos entendidas? Fui clara? Peguei ela no [inaudível] e enfiei [inaudível] pra ela.

A amiga 3, na ponta oposta da mesa, pela primeira vez se faz ouvir: “Será que ela pagou a passagem?”

Wanda: “Claro que não. Foi paga pela Dilma, né.”

Amiga 3: “Ou, lá na hora do embarque [inaudível] os pais eram mais velhos, de repente...”

Amiga 2: “Mas quem mandou foi a Dilma.”

No trecho seguinte, não fica claro se Wanda ainda se refere ao momento em que teria expulsado Letícia da classe executiva, ou quando todos saíam do avião.

Amiga 4: “Aí ela [inaudível]? Ficou em pânico?

Wanda: “Saiu fugida! Saiu correndo na frente. Ela queria se livrar de mim, mas eu saí batida atrás dela também.”

Amiga 1: “Deve ter pensado: ela vai fazer um escândalo no aeroporto e vão atrás de mim, igual foram atrás da Gleise [Gleise Hoffman, ex-ministra da Casa Civil].

Wanda: “Não! Eu fiz pior! Foi todo mundo esperar a mala, a família buscapé toda juntinha esperando a mala passar, aí eu peguei meu telefone. Wanda-louca-liberal!” [Começa a cantar, como se fosse a música do celular] “Chora, petista!” “E eu dançandinho. Gente, a mulher ficou desesperada. Pegou a mãe e arrastou [inaudível]. Sabe por quê? Você tem que ganhar deles na resistência, está me entendendo? Tem que fazer a vida dela ficar desagradável.

Burburinho. A conversa agora é sobre artistas, e, concluída a narrativa de Wanda, todas falam simultaneamente. É possível apenas ouvir os nomes Camila [Pitanga] e Jô Soares.

***

Espero que Letícia e sua família estejam bem. E que continuem se mantendo zen. Se precisarem, contem comigo.



Marta Barcellos
Rio de Janeiro, 10/6/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Senhor Amadeu de Ana Elisa Ribeiro
02. Na hora do batismo de Marta Barcellos
03. A melhor Flip de Marta Barcellos
04. Literatura engajada de Marta Barcellos
05. A casa da Poesia de Mariana Portela


Mais Marta Barcellos
Mais Acessadas de Marta Barcellos em 2016
01. A selfie e a obsolescência do humano - 7/10/2016
02. Wanda Louca Liberal - 10/6/2016
03. A melhor Flip - 1/7/2016
04. Na hora do batismo - 12/8/2016
05. Literatura engajada - 8/4/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




TIMOR, O NOSSO DEVER FALAR
VÁRIOS AUTORES
APEL
(1999)
R$ 22,11



OCIDENTE X ISLÃ
VOLTAIRE SCHLLING
L&PM
(2006)
R$ 10,00



ESTRUTURA DAS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS DA ARGENTINA E DO BRASIL
JEFERSON LUÍS LOPES GOULARTE, JEFFERSON MARÇAL ROCHA UND ALZIRA ELAINE MELO LEAL
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 413,00



O LIVRO DE OURO DA MITOLOGIA - HISTÓRIAS DE DEUSES E HERÓIS
THOMAS BULFINCH
EDIOURO
(2006)
R$ 53,91



ROTA DOS VENCEDORES
CESAR ROMÃO
ACADEMIA DE INTELIGE
(2009)
R$ 13,90



SOCIOLOGIA SISTEMÁTICA
KARL MANNHEIM
LIVRARIA PIONEIRA
(1962)
R$ 6,00



EM DEFESA DA MEMÓRIA JURÍDICA BANDEIRANTE
ASSOCIAÇÃO DOS ADVOGADOS DE SÃO PAULO
AASP
(2003)
R$ 15,00



PRINCIPIOS DA COMPETICAO EMPRESARIAL
LUPPA,LUIS PAULO
LANDSCAPE EDITORA LTDA-EPP
(2017)
R$ 15,88



MARKETING EM AÇÃO - UMA ABORDAGEM PARA LUCRAR CRESCER E RENOVAR
PHILIP KOTLER - DIPAK C. JAIN - SUVIT MAESINCEE
CAMPUS
(2002)
R$ 9,90



PLURALISMO DE INFORMAÇÃO NOS PALOP
SOPHIE NICK
PRINCIPIA
(2000)
R$ 57,00





busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês