Um outro mundo | Daniel Bushatsky | Digestivo Cultural

busca | avançada
45137 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Circomuns Com Circo Teatro Palombar
>>> Prêmio AF de Arte Contemporânea abre inscrições para a edição comemorativa de 10 anos
>>> Inscrições abertas para o Prêmio LOBA Festival: objetivo é fomentar o protagonismo de escritoras
>>> 7ª edição do Fest Rio Judaico acontece no domingo (16 de junho)
>>> Instituto SYN realiza 4ª edição da campanha de arrecadação de agasalhos no RJ
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
>>> Rodrigão Campos e a dura realidade do mercado
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
Últimos Posts
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Micronarrativa e pornografia
>>> Os dois lados da cerca
>>> A primeira vez de uma leitora
>>> Se eu fosse você 2
>>> Banana Republic
>>> Da Poesia Na Música de Vivaldi
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Construção de um sonho
>>> Quem é mesmo massa de manobra?
>>> A crise dos 28
Mais Recentes
>>> O que é Música de J. Jota de Moraes pela Brasiliense (1983)
>>> Para os Filhos dos Filhos dos Nossos Filhos de José Pacheco pela Papirus (2008)
>>> Liderando Crianças com Excelêcia de Márcia S.Ribeiro pela Videira (2008)
>>> Linguagem e Escola: Uma Perspectiva Social de Magda Soares pela Atica (1986)
>>> Regras Oficiais De Voleibol de Vários Autores pela Nd-sprint (1998)
>>> Mãozinhas Pequeninas: Toque e Sinta: Animais de Vários Autores pela Yoyo Books (2018)
>>> Uniforme de Tino freitas & Renato Moriconi pela Gato Leitor (2019)
>>> Musica Popular: Um Tema Em Debate de José Ramos Tinhorão pela 34 (1997)
>>> Atlas Geografico Do Estudante de Rosa Vaz pela Ftd (2016)
>>> Siga O Caminho. Pelo Mundo de Craig Shuttlewood pela Girassol (2014)
>>> A Festa Da Insignificancia de Milan Kundera pela Companhia Das Letras (2013)
>>> Contos 1ª edição. de Guy de Maupassant tradução de Mário Quintana pela Globo (1958)
>>> Só Concursos de Vários Autores pela Dcl (2007)
>>> Quem Sou Eu? de Richard Walker pela Girassol (2012)
>>> O Eu Dividido - Estudo Existencial da Sanidade e da Loucura de R.D. Laing pela Vozes (1978)
>>> Marketing Internacional de Philip R. E John L. Graham pela Ltc (2001)
>>> O Poder de Cura de Vitaminas, Minerais e Outros Suplementos de Leslie Anders, Robert A. Barnett e Jeanine Barone pela Readers Digest (2001)
>>> IV Mostra de Pesquisa em Educação de Vários Autores pela Fapesp (2006)
>>> El Gótico de Rolf Toman pela Konemann (1998)
>>> Holy Blood, Holy Grail: The Secret History Of Jesus, The Shocking Legacy Of The Grail de Michael Baigent, , Leigh Richard, Henry Lincoln pela Delacorte Press (1996)
>>> Eu Não Consigo Emagrecer - Avon de Dr. Pierre Dukan pela Best Seller (2014)
>>> Alguns Outros Pormas de Gonçalo de Barros / Mello Mourão pela Bertrand (1998)
>>> Aquarelas de Georges Wambach - Impressões do Brasil de Georges Wambach pela Marca D'Água (1988)
>>> Biblioteca Brasileira de Origenes Lessa pela Desiderata (2008)
>>> Memórias De Um Sargento De Milícias de Manuel Antônio de Almeida pela Moderna Paradidático (1993)
COLUNAS

Segunda-feira, 20/8/2012
Um outro mundo
Daniel Bushatsky
+ de 4000 Acessos

Era com esses sentimentos que foram para Paranaíba.

A ansiedade era muita. Há tempos combinavam de conhecer a terra natal de um dos seus melhores amigos, casado com uma de suas melhores amigas. Finalmente aquela sexta-feira chegou. A viagem era longa. Saíram às 21 horas da rodoviária Barra Funda, em ônibus leito, em direção a Santa Fé do Sul. Chegaram às 7 da manhã. De lá, seus amigos, casal recém casado, os levaram para Paranaíba, Mato Grosso do Sul. Embora tivessem acordado às 5 horas, graças ao fuso horário, estavam com ótimo humor e na casa da cidade, um café da manhã colonial os esperavam.

O garoto, loiro, "criado em apartamento" estava perplexo (ainda iria ficar deslumbrado, espera-se), com a longa viagem e a ótima receptividade. O pão caseiro era espetacular e até suíte ele e a namorada ganharam.

Antes de sair de casa os dois tinham feito uma pesquisa no site da prefeitura da cidade e descoberto que a cidade, com pouco mais de 50 mil habitantes, contava com impressionantes 37 escolas de ensino fundamental e médio. Possuía, ainda, quatro escolas de nível superior, sendo a maioria voltada para o ensino do Direito. Quanta escola para uma cidade tão pequena. Estavam curiosos.

A programação era intensa. Após o café, os amigos lhe deram um presente: uma botina. Ele não poderia sujar seu tênis de marca. Para completar o visual, calça jeans e camisa xadrez. As mulheres também de jeans, vestiram suas botas. Todos a caráter, lá foram eles para o leilão de bois. Os amigos foram claros: não olhem para a "piscadela". São garotas bonitas que ficam vendo quem dá o lance. Detalhe, o lance é através de uma piscada. Só olharam para baixo. E os bois como chamavam mesmo? Leroy? Neloy? Ah, Nelore! O que se deveria analisar? Tamanho da circunferência escrotal (traduzindo: saco)? 34 cm. 38 cm. Eca...

Fora o leilão, viram o concurso da melhor égua, o julgamento de bezerros, comeram churrasco e conheceram a cidade, onde todos se conhecem e todos sabem suas histórias.

No segundo dia, foram visitar a fazenda. Uma hora para chegar, em chão esburacado. Era lá que se criava o gado, se tirava o leite da vaca, se plantava (sem agrotóxico, que estranho). A comida simples, mas deliciosa e com gosto da terra.

Parece clichê, mas onde estava a poluição, a pressa, a ansiedade? O que mais se viu foi um novo olhar para a vida, uma nova pintura do cotidiano.

Os namorados perceberam que os hábitos mudam, mas o que realmente importa são os valores. Estes continuavam iguais aqui e lá.

Foi quando descobriram que a cidade já tinha tido sua cronista. Escrevia no jornal da cidade. Infelizmente, já era falecida. Chamava-se Nancylta Salgueiro Dias e a coletânea das melhores crônicas foi publicada em livro chamado "Paranaíba, minha querida". O livro reúne passagens e "estórias" da cidade do interior do Mato Grosso do Sul, que ela foi viver com seu marido por amor a ele e depois, certamente, à cidade, deixando o desenvolvido e importante Rio de Janeiro.

Duas crônicas chamaram atenção. A primeira surpreendeu a namorada, que se assustou ao ver as condições de parto na época que a cronista veio morar na cidade. Não havia exame pré-natal ou hospital maternidade. No começo do texto ela chega a afirmar que não veria o filho no berço ao lado de sua cama. Ela (a namorada) comentou "nossa quanto amor e que difícil a vida".

Já o namorado gostou da crônica "D. Tereza Ferraz, um exemplo", onde conta que esta senhora foi uma das principais articuladoras para a construção de um colégio na pequena cidade. D. Tereza não chegou a ver o "pólo" educacional que se tornou sua querida cidade, mas escritora e cidadã são dignas de aplauso. Uma por identificar e contar como um exemplo quem entende educação como fundamental para o desenvolvimento e outra por ter movido mundo e fundos para conseguir seus objetivos.

Mas as duas crônicas chamaram atenção mesmo do urbano casal pelas dificuldades que certamente sentiriam em mudar para aquele mundo. Como se adaptariam?

Mesmo sendo tudo tão diferente, o casal chegou à conclusão: o importante são os valores. Foram estes, com certeza, que D. Nancylta foi retratar em suas crônicas.

Ou não em suas crônicas, mas neste outro mundo, que são as Paranaíbas de todo o Brasil.



Daniel Bushatsky
São Paulo, 20/8/2012

Mais Daniel Bushatsky
Mais Acessadas de Daniel Bushatsky em 2012
01. Privacidade - 9/7/2012
02. Tebow é Fé - 30/1/2012
03. Corrupção ou esperança - 30/4/2012
04. Um outro mundo - 20/8/2012
05. Parque de Diversão Brasil - 19/3/2012


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Livro Psicologia Uma Visão Global do Psicodrama Fundamentos Históricos, Teóricos e Práticos
Adam Blatner e Alee
Ágora
(1996)



De Bem Com a Matemática Vol 3
Jorge Pereira Machado
Eldorado
(2007)



Os Mandamentos de Homens na Igreja de Cristo
Paulo Cesar Pereira
Kirios
(2012)



Filosofia Linguagem Arte
Arley R. Moreno; Celso F. Fav
Educ
(1985)



Blecaute
Marcelo Rubens Paiva
Brasiliense
(1988)



Bíblia em versos
Isnard Rocha
Ébano



Para Gostar De Ler Porta De Colégio Volume 16
Affonso Romano De Sant'anna
Ática
(2012)



Os Guardiões do Ser
Eckhart Tolle
Alaúde
(2019)



Guide Voir Amsterdam
Collectif
Hachette Touri
(2014)



Chasing the Light
Oliver Stone
Hmh
(2020)





busca | avançada
45137 visitas/dia
2,3 milhões/mês