Quero ser Marina Abramović | Elisa Andrade Buzzo | Digestivo Cultural

busca | avançada
28338 visitas/dia
737 mil/mês
Mais Recentes
>>> Documentário "O Corpo em Terapia' estreia em São Paulo no Cinema Reserva Cultural
>>> EXPOSIÇÃO DOS FINALISTAS E ANÚNCIO DOS VENCEDORES DO 5º PRÊMIO DE ARQUITETURA INSTITUTO TOMIE OHTAK
>>> HOSPITAL CRUZ VERDE REALIZA LEILÃO DE ARTES BENEFICENTE EM SÃO PAULO
>>> Ópera rock curitibana concorre ao Troféu HQMIX, um dos mais importantes prêmios do cartoon nacional
>>> Jornada do Patrimônio: Shopping Pátio Higienópolis abre o casarão "Nhonhô Magalhães" para visitação
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Não quero ser Capitu
>>> Desdizer: a poética de Antonio Carlos Secchin
>>> Pra que mentir? Vadico, Noel e o samba
>>> De quantos modos um menino queima?
>>> Entrevista com a tradutora Denise Bottmann
>>> O Brasil que eu quero
>>> O dia em que não conheci Chico Buarque
>>> Um Furto
>>> Mais outro cais
>>> A falta que Tom Wolfe fará
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> Não sei se você já deitou em estrelas.
>>> UM OLHAR SOBRE A FILOSOFIA (PARTE I)
>>> Globo News: entrevista candidatos
>>> Corpo e alma
>>> Cada poesia a seu tempo
>>> De Repente 30! Qual o Tabu Atual de Ter Essa Idade
>>> Uma jornada Musical
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES V
>>> A passos de peregrinos lll - Epílogo
>>> Jeferson De, Spike Lee e o novo Cinema Negro
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Quente e aromática tradição
>>> A esperança segundo a ficção
>>> Drummond: o mundo como provocação
>>> Michael Jackson, destinado ao eterno
>>> Quem destruiu Anita Malfatti?
>>> Influências da década de 1980
>>> Entrevista com Luis Salvatore
>>> TV pública ou estatal?
>>> Não quero ser Capitu
>>> Arrington pós-TechCrunch
Mais Recentes
>>> Pedro Médio e Rita Doce de Telma Guimarães de Castro Andrade pela Atual (1997)
>>> Pedro Médio e Rita Doce de Telma Guimarães de Castro Andrade pela Atual (1997)
>>> Pedro Médio e Rita Doce de Telma Guimarães de Castro Andrade pela Atual (1999)
>>> Pedro Médio e Rita Doce de Telma Guimarães de Castro Andrade pela Atual (1994)
>>> Pedro Médio e Rita Doce de Telma Guimarães de Castro Andrade pela Atual (1998)
>>> O Impeachment De Fernando Collor - Sociologia De Uma Crise de Brasilio Sallum Jr. pela 34 (2015)
>>> Pedro Médio e Rita Doce de Telma Guimarães de Castro Andrade pela Atual (1997)
>>> Billy And The Queen de Stephen Rabley pela Longman (1996)
>>> Macapacarana de Giselda Laporta Nicolélis pela Atual (1999)
>>> Macapacarana de Giselda Laporta Nicolélis pela Atual (1993)
>>> Macapacarana de Giselda Laporta Nicolélis pela Atual (1996)
>>> Macapacarana de Giselda Laporta Nicolélis pela Atual (1991)
>>> A Máquina de Fazer Espanhóis de Valter Hugo Mãe pela Biblioteca Azul (2016)
>>> A Maçã no Escuro de Clarice Lispector pela Rocco (1998)
>>> A Civilização do Espetáculo de Mario Vargas Llosa pela Objetiva (2013)
>>> A fada Enfadada de Marco Túlio Costa pela Ftd. (1991)
>>> A fada Enfadada de Marco Túlio Costa pela Ftd. (1990)
>>> A fada Enfadada de Marco Túlio Costa pela Ftd. (1990)
>>> A fada Enfadada de Marco Túlio Costa pela Ftd. (1988)
>>> Eu, Robô de Isaac Asimov pela Aleph (2014)
>>> Cem Anos de Solidão de Gabriel García Márquez pela Record (2014)
>>> Los Álamos de Martin Cruz Smith pela Record
>>> Los Álamos de Martin Cruz Smith pela Record
>>> Los Álamos de Martin Cruz Smith pela Record
>>> E por Falar Em Amor de Marina Colasanti pela Rocco/ RJ. (1986)
>>> E por Falar Em Amor de Marina Colasanti pela Rocco/ RJ. (1986)
>>> E por Falar Em Amor de Marina Colasanti pela Rocco/ RJ. (1985)
>>> E por Falar Em Amor de Marina Colasanti pela Rocco/ RJ. (1986)
>>> E por Falar Em Amor de Marina Colasanti pela Rocco/ RJ. (1985)
>>> E por Falar Em Amor de Marina Colasanti pela Rocco/ RJ. (1986)
>>> E por Falar Em Amor de Marina Colasanti pela Rocco/ RJ. (1985)
>>> Caminhos de Saida do Estado de Menoridade de Alfonso M. Iacono pela Lacerda (2001)
>>> Para uma Vida Melhor de Joseph Murphy pela Record
>>> Para uma Vida Melhor de Joseph Murphy pela Record
>>> Para uma Vida Melhor de Joseph Murphy pela Record
>>> Para uma Vida Melhor de Joseph Murphy pela Record
>>> As ideias de Marcuse de Alasdair MacIntyre pela Cultrix (1973)
>>> Fórmula para o Caos de Luiz Alberto Moniz Bandeira pela Civilização Brasileira (2008)
>>> Oito Minutos Dentro da Fotografia de Ganymédes José pela Ática/ SP. (1989)
>>> Oito Minutos Dentro da Fotografia de Ganymédes José pela Ática/ SP. (1989)
>>> Oito Minutos Dentro da Fotografia de Ganymédes José pela Moderna/ SP. (1989)
>>> Oito Minutos Dentro da Fotografia de Ganymédes José pela Moderna/ SP. (1987)
>>> Oito Minutos Dentro da Fotografia de Ganymédes José pela Moderna/ SP. (1988)
>>> Oito Minutos Dentro da Fotografia de Ganymédes José pela Moderna/ SP. (1989)
>>> Oito Minutos Dentro da Fotografia de Ganymédes José pela Moderna/ SP. (1990)
>>> Oito Minutos Dentro da Fotografia de Ganymédes José pela Moderna/ SP. (1992)
>>> Oito Minutos Dentro da Fotografia de Ganymédes José pela Moderna/ SP. (1990)
>>> Oito Minutos Dentro da Fotografia de Ganymédes José pela Moderna/ SP. (1985)
>>> Oito Minutos Dentro da Fotografia de Ganymédes José pela Moderna/ SP. (1985)
>>> Oito Minutos Dentro da Fotografia de Ganymédes José pela Moderna/ SP. (1992)
COLUNAS

Quinta-feira, 7/5/2015
Quero ser Marina Abramović
Elisa Andrade Buzzo

+ de 2300 Acessos

Não sei se preciso necessariamente desacelerar; talvez minha vida, na contramão da própria vida estandartizada, não seja assim tão acelerada. Talvez eu tenha estratégias próprias de sobrevivência. Ao menos, não me vanglorio de ter uma "vida corrida" e todas as publicidades enganosas, vícios e vaidades que daí podem decorrer. No entanto, estive em uma sessão, com o intuito de "desacelerar", do Método Abramović, que "reúne uma série de exercícios que exploram os limites do corpo e da mente". Alguns ingênuos pensavam que ela, a avó da performance, estaria presente pessoalmente para ensinar o método a nós, pobres mortais, pois todos querem ver Marina Abramović.

Todos querem Marina e sonham em vê-la tomando um cafezinho no Sesc Pompeia, que abriga a maior retrospectiva de sua obra já feita na América Latina. Sua presença é onipresente: televisores em linha exibem as performances históricas, nas quais vemos o rosto de Marina comendo cebolas, o rosto de Marina imerso entre cristais, o cabelo de Marina penteado com fúria enquanto ela diz "art must be beautiful", o corpo de Marina engolfado por uma cobra gigante e medonha, Marina lavando um esqueleto com afinco, o rosto de Marina, o corpo de Marina. Além desses vídeos, que se iniciam na década de 70 e prolongam-se até os anos 2000, telões com as performances impressionantes em colaboração com o antigo parceiro Ulay e trabalhos de performers brasileiros complementam a mostra.

Mas os vídeos, o único registro dessa arte, não são suficientes. O público quer Marina em carne e osso. Nem que, para tanto, sejam necessárias horas de espera numa fila imensa dos ingressos para uma de suas conferências públicas. E quando Marina fala, seu tom de voz é tão calmo e envolvente, que somos imediatamente cativados por ela, transportados para outra frequência (além de ficarmos extremamente felizes de entendermos tudo o que ela fala em inglês, devido a seu sotaque). Sempre de preto, como se usasse um uniforme político, e com os longos cabelos impecáveis, ela lança um aspecto de semideusa por onde passa e, no entanto, o afeto com que trata seu público a traz de volta à realidade.

A performance, o teatro real, lugar onde tudo pode acontecer e tem sua dose de perigo, onde não há falas marcadas, aquilo que não é para ser necessariamente belo, onde se confrontam os medos, onde se repousam as questões, o quão longe é possível ir, um teste dos limites humanos, uma arte imaterial − tudo isso diz a artista sobre a chamada performance, em sua primeira palestra ao público brasileiro. E, revendo agora suas palavras, acompanhando outros performers no Sesc, parece-me que a arte performática é a que mais se parece com a vida em estado vivo, pulsante, o acontecer diário, a que se conjuga no instante presente e fugaz das ações, reinando absoluta e obrigatória na existência própria.

Estou agora com um fone de ouvido especial, com o qual nada mais se ouve, a não ser o abafamento bizarro do nada, como se o ar pudesse ser limpo do mero adereço do som. Deito numa cama com cristais encravados na cabeceira, fecho os olhos. Sou acordada com um leve toque de dedos. Percorro o ambiente lentamente, sentindo todos os ossinhos dos pés passeando no chão. A cada passo, meu corpo se inclina, o centro de massa é alterado. Agora estou sentada, novamente envolta por cristais. Depois, em pé, no vão mais longínquo do galpão percebo uma grande aranha preta caminhar pela estrutura do telhado. Não vejo seu corpo, apenas uma de suas patas, que alternadamente surge e se oculta na dimensão da viga de madeira.


Elisa Andrade Buzzo
São Paulo, 7/5/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O Wunderteam de Celso A. Uequed Pitol
02. Sobre os Finais de Franco Fanti
03. Geração X-Tudo de Adriane Pasa
04. Notas Obsoletas sobre os Protestos de Duanne Ribeiro
05. Um outro mundo de Daniel Bushatsky


Mais Elisa Andrade Buzzo
Mais Acessadas de Elisa Andrade Buzzo em 2015
01. Rugas e rusgas - 15/1/2015
02. 50 tons de Anastasia, Ida e outras protagonistas - 26/2/2015
03. Viagem aos baixos do Viaduto do Chá - 5/2/2015
04. Em noite de lua azul - 6/8/2015
05. Quero ser Marina Abramović - 7/5/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




SONHOS LÚCIDOS
FLORINDA DONNER
NOVA ERA
(2009)
R$ 30,00



DICTIONARY OF FINANCE AND INVESTMENT TERMS
JOHN DOWNES AND JORDAN ELLIOT GOODMAN
BARRON'S
(1995)
R$ 29,00



O EXECUTIVO SEM CULPA
JOÃO ERMIDA
LUA DE PAPEL
(2010)
R$ 13,16



BORNÉU - COLEÇÃO AS REGIÕES SELVAGENS DO MUNDO
TIME LIFE LIVROS
TIME LIFE
R$ 8,08



BUCARESTE - CONTOS E CRÔNICAS
ALEXANDRU SOLOMON
LETRAVIVA
(2010)
R$ 17,00



CURSO DE MATEMÁTICA - VOLUME ÚNICO
EDWALDO BIANCHINI / HERVAL PACCOLA
MODERNA
(2003)
R$ 12,00



OS PÁSSAROS
FRANK BAKER
DARKSIDE
(2016)
R$ 30,00



VERDI - GRANDES COMPOSITORES DA MÚSICA CLÁSSICA VOL 17 COM CD
ABRIL COLEÇÕES
ABRIL COLEÇÕES
R$ 14,90



NAMORO, CASAMENTO E MATERNIDADE
MASAHARU TANIGUCHI
SEICHO NO IE
(2003)
R$ 15,00



O DEUS DAS PEQUENAS COISAS
ARUNDHATI ROY
ASA
(1999)
R$ 11,90





busca | avançada
28338 visitas/dia
737 mil/mês