10 coisas que a Mamãe me ensinou | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
28584 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
Colunistas
Últimos Posts
>>> 100 nomes da edição no Brasil
>>> Eu ganhei tanta coisa perdendo
>>> Toda forma de amor
>>> Harvard: o que não se aprende
>>> Pedro Cardoso em #Provocações
>>> Homenagem a Paulo Francis
>>> Arte, cultura e democracia
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
>>> Jornada Escrita por Mulheres
Últimos Posts
>>> João Gilberto: o mito
>>> Alma em flor
>>> A mão & a luva
>>> Pesos & Contra-pesos
>>> Grito primal II
>>> Calcanhar de Aquiles
>>> O encanto literário da poesia
>>> Expressão básica II
>>> Expressão básica
>>> Minha terra, a natureza viva.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Toda forma de amor
>>> O filósofo da contracultura
>>> Oderint Dum Metuant
>>> Beleza e barbárie, ou: Flores do Oriente
>>> A fragilidade dos laços humanos
>>> A fragilidade dos laços humanos
>>> Melhores Blogs
>>> Dilbert
>>> Entrevista com Paulo Polzonoff Jr.
>>> Olavo de Carvalho: o roqueiro improvável
Mais Recentes
>>> Tudo valeu a pena de Zibia Gasparetto pela Vida e consciencia (2003)
>>> Concurso de Credores de Sylvio Martins Teixeira pela Jacintho (1936)
>>> Manual de Direito Processual Civil Vol.4 (Processo de Execução Processo Cautelar Parte Geral) de José Frederico Marques pela Saraiva (1976)
>>> Manual de Direito Processual Civil Vol.3 ( Processo de Conhecimento) 2ª Parte de José Frederico Marques pela Saraiva (1976)
>>> Codigo do processo Civil e Commercial do Estado de São Paulo (Annotações) de João Evangelista Rodrigues pela Revista dos Tribunais (1930)
>>> Traité Des Preuves En Droit Civil Et En Drit Criminel de Édouard Bonnier pela Librairie Plon (1888)
>>> Embargos de Nulidade e Infringentes do Julgado de E.D. Moniz de Aragão pela Saraiva (1965)
>>> Introdução ao estudo do processo Civil de Eduardo J. Couture pela José Bushatsky (1951)
>>> Estudo sobre o processo civil Brasileiro de Enrico Tullio Liebman pela Saraiva (1947)
>>> Processão de Execução de Enrico Tullio Liebman pela Saraiva (1946)
>>> Eficácia e Autoridade da Sentença e ouros escritos sobre a coisa Julgada. de Enrico Tullio Liebman pela Forense (1984)
>>> Princípios Gerais do Direito Processual de Anésio de Lara Campos Junior pela José Bushatsky (1964)
>>> Doutrina das Acções de José Homem Corrêa Telles pela H. Garnier (1902)
>>> Como Requer em Juízo ( Formulário Cível) de Yara Muller Leite pela Freitas Bastos (1967)
>>> Decisões de Decio Cesario Alvim pela Officinas do Centro da Boa Imprensa (1930)
>>> O Procedimento Sumaríssimo de Domingos Sávio Brandão Lima pela José Bushatsky (1977)
>>> Aspectos Fundamentais das Medidas Liminares de R. Reis Friede pela Forense (1993)
>>> Curso de Direito Processual Civil Volume 3 de Humberto Theodoro Júnior pela Forense (1995)
>>> Curso de direito Processual Civil Volume 1 de Humberto Theodoro Júnior pela Forense (1995)
>>> Estudo sobre o processo civil Brasileiro de Enrico Tullio Liebman pela José Bushatsky (1976)
>>> Processão de Execução de Enrico Tullio Liebman pela Saraiva (1980)
>>> Consultor Civil Acerca de Todas as Acções Seguidas no Fôro Civil de Carlos Antonio Cordeiro e Oscar de Macedo Soares pela H. Garnier (1910)
>>> O Brasil na vidão do artista. O país e sua cultura de Frederico Morais pela Prêmio (2003)
>>> Um certo ponto de vista. Pietro Maria Bardi 100 anos de Emanoel Araújo. Curadoria pela Burti (2000)
>>> A riqueza de um vale. A richly endowed valley de Ricardo Martins pela Kongo (2011)
>>> Tomie Ohake de Ana Paula Cavalcanti Simioni pela Folha de S.Paulo (2013)
>>> Bez Batti. Esculturas de Instituto Moreira Salles pela Ims (2006)
>>> Responsabilidade Civil - Doutrina e Jurisprudência de Yussef Said Cahali (Coordenador) pela Saraiva/ SP. (1984)
>>> O Problema da Língua Brasileira de Homero Senna (Entrev. c/ Prof. Souza da Silveira) pela Dep. Imprensa Nacional/ RJ. (1953)
>>> A Trégua de Mario Benedetti pela Alfaguara (2007)
>>> Divalndo Franco Responde Vol 1 de Divaldo Franco pela Intelitera (2010)
>>> Sonhos de J. J. Benitez pela Record (1995)
>>> Hora de Poesia de Ivan Luís Corrêa da Silva pela Modelo (2008)
>>> (In) Quietude Narrativas de Mim de Walkiria Helena pela Catalão em Prosa e Verso (2010)
>>> O Diário das Bruxas Parte I de F. A. F. Melo pela Catalão em Prosa e Verso (2008)
>>> Resgatando o Capital Humano de Roberto Boclin pela Folha Dirigida (2015)
>>> Personas Sexuais de Camille Paglia pela Companhia das Letras (1994)
>>> Uma Vida com Karol de Cardeal Stanislaw Dziwisz pela Objetiva (2007)
>>> Quem Me Roubou de Mim? de Pe. Fábio de Melo pela Canção Nova (2008)
>>> Saúde de Miramez João Nunes Maia pela Fonte Viva (2016)
>>> Ataque do Comando P. Q. Descobrindo os Clássicos de Moacyr Scliar pela Ática (2004)
>>> Divalndo Franco Responde Vol 2 de Divaldo Franco pela Intelitera (2013)
>>> The Colour Of Memory de Geoff Dyer pela Canongate (2012)
>>> Dark Places de Gillian Flynn pela Phoenix (2009)
>>> O Livro que Ninguém Leu de Owen Gingerich pela Record (2008)
>>> Coisas que Todo Professor de Português Precisa Saber a Teoria na Prática de Luciano Amaral Oliveira pela Parábola (2010)
>>> Políticas da Norma e Conflitos Linguísticos de Xoán Carlos Lagares Marcos Bagno pela Parábola (2011)
>>> Robinson Crusoe de Daniel Defoe pela Barnes & Noble Classics (2003)
>>> Sense And Sensibility de Jane Austen pela Barnes & Noble Classics (2004)
>>> Muito Antes de 1500 de Epiága R. T. pela Madras (2005)
COLUNAS

Domingo, 10/5/2015
10 coisas que a Mamãe me ensinou
Julio Daio Borges

+ de 2200 Acessos

* A Mamãe me ensinou a amar. Incondicionalmente. Todos os dias ou "todos os dias da vida", como ela dizia. Todas as horas. Em todos os momentos. Sempre. Amar acima de todas as coisas. Amar, como um mandamento.

* A Mamãe me ensinou a ter alegria. A Mamãe era o sol nas nossas vidas. A Mamãe iluminava tudo. Sempre tinha um sorriso. Era cordial com todo mundo. Claro que vi a Mamãe triste. Mas ela nunca deixou que isso afetasse sua disposição. Ou "dispossição", como ela dizia. "Tem de ter dispossição", ela dizia.

* A Mamãe me ensinou a importância de ter uma família, um núcleo. Mesmo tendo perdido o pai muito cedo, e vendo seu núcleo se desestruturar, a Mamãe perseguiu a família como um ideal. E encontrou no Papai a base, e a cumplicidade, para construir seu próprio núcleo. Nós. Mesmo não tendo quase família por perto - meus pais não são de São Paulo -, o nosso núcleo sempre se bastou. E foi a base de tudo. Tudo.

* A Mamãe me ensinou a importância de ter amigos. Até hoje, quando encontro as amigas dela, é um encontro feliz. Mesmo que a ausência dela paire sobre nós. Quando o encontro termina, eu sinto que é como se ela tivesse estado ali, entre nós. Como se ela tivesse feito parte da conversa. A Mamãe fazia amigos em todos os lugares. Mesmo nos mais improváveis. Não tratava ninguém mal. Era muito querida. Não era preconceituosa. Tratava todo mundo igual. A Mamãe era "amigueira", como ela mesma dizia.

* A Mamãe me ensinou a importância de estudar, de ter uma formação. Uma das grandes frustrações da vida dela foi não ter "estudado", no sentido de não ter tido uma formação, de não ter concluído o ensino superior. Frustração que ela compensou conosco. Ela vibrava conosco a cada conquista da nossa vida escolar - como se fosse dela. E era dela. Dela e do Papai, que estudou, e que nos passou a importância do estudo como alguém que estudou. "O saber não ocupa lugar", dizia a Mamãe. E, além da escola, ela nos acompanhou em cada curso, em cada atividade - às vezes até se matriculando junto. Além de me ensinar a estudar, a Mamãe me ensinou a importância da curiosidade intelectual, que ela não perdeu nunca.

* A Mamãe me ensinou a importância de cuidar da saúde. A Mamãe estava sempre preocupada com a alimentação. Era um assunto inesgotável para ela. Estava sempre lendo e pesquisando. Queria saber, queria se manter informada. E a Mamãe sempre cuidou do corpo como cuidou da alma. Era esportista. Ou "desportista", como ela dizia. Mesmo o Papai não sendo muito fã dos esportes, ela nos matriculou em tudo. Até no futebol, ela nos matriculou. Mesmo a gente não tendo engrenado, ela insistiu - e acabamos engrenando na natação. A Mamãe não sabia nadar e foi aprender conosco. Lembro do Papai admirado de vê-la nadando. E a Mamãe se consultava periodicamente. Fazia seus "controles". Não era um fardo para ela... Era apenas parte da sua rotina.

* A Mamãe me ensinou a importância de ter uma segunda língua. E uma segunda cultura. Antes das atuais discussões sobre "bilinguismo", a Mamãe nos fez bilíngues. E ela foi uma embaixadora da sua cultura, mesmo tendo se adaptado tão bem ao Brasil, e nunca ter reclamado, ou se sentido "dividida". Ela nunca perdeu o contato, nunca deixou para trás, e nos transmitiu sua bagagem de uma maneira sutil e delicada, sem ser xiita, nem fanática. Usou as diferenças para fazer delas algo interessante, e não para se fazer de vítima, como muitos "diferentes" fazem hoje em dia. A Mamãe me ensinou que a cultura é algo orgânico. Que a gente transpira. Não é uma pregação, nem um estandarte.

* A Mamãe me ensinou a ter vida espiritual. Como ela nos ensinou a cuidar da mente, e do corpo, a Mamãe nos ensinou a cuidar do espírito. Ela quis que nós tivéssemos formação religiosa. Independente de praticar ou não, hoje eu acho importante. Nem que seja como cultura geral. Mais alinhado com o meu pai, eu sempre fui cético, e tive vários embates com a minha mãe, sobre o assunto. Mas hoje dou razão a ela. Quando a Catarina veio, e quando a própria Mamãe se foi, eu fui convencido - pela experiência - de que existe, sim, "algo mais". De que não somos apenas matéria. De que a ciência não explica tudo. E de que devemos ser humildes e respeitar o mistério. Não vou voltar a frequentar a igreja (porque continuo não tendo paciência), mas voltei a rezar - até como um jeito de conversar com a minha mãe, e de agradecer, pelas bênçãos.

* A Mamãe me ensinou a celebrar a vida em todos os momentos. A comemorar todas as vitórias, as pequenas e as grandes, como dizem agora. "O Papai falou que vocês podem escolher um presente, porque vocês foram bem na escola", ela dizia a cada final de ano ou semestre. Os nossos aniversários então... eram inescapáveis. A Mamãe às vezes não se animava de comemorar o dela, mas sempre, sempre, queria comemorar o nosso. E o bolo, e os parabéns, eram, igualmente, inescapáveis. Fazer o bolo que a gente gostava, era uma questão de honra para ela. E não adiantava dizer que não queria cantar parabéns naquele ano: quando a gente menos esperava, lá vinha ela com o bolo, as velinhas acesas, puxando o coro, às vezes com a minha avó a tiracolo. A Mamãe me ensinou que sempre temos coisas a comemorar. Sempre.

* A Mamãe me ensinou que a vida continua. A Mamãe era capricorniana e eu nunca vi a Mamãe se abater com nada. Nem quando a Abuelita se foi. Ela logo transformou a dor da morte - o luto e a ausência - em novos rituais, inserindo-os na sua rotina, e encontrando conforto. Um deles era visitar minha avó no cemitério, que ela chamava de "cementério". "Vou lá ver a Abuelita", ela dizia. E ia. E voltava. E continuava sua vida. A Mamãe nunca perdeu a fé. Renovava a crença nos seus valores todos os dias. E sua crença em nós. A Mamãe nunca duvidou de cada um de nós. E estava sempre levantando o nosso moral. Sempre. Incansavelmente. E dava feedback para tudo o que a gente fazia. Se a gente achava que ninguém tinha visto, ou reparado, ela tinha. E ela falava. E elogiava. Tento aprender com a infinita generosidade da Mamãe. E com a sua grandeza de alma. Algumas pessoas nunca param de nos ensinar. Nunca.

Para ir além
Compartilhar


Julio Daio Borges
São Paulo, 10/5/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Treliças bem trançadas de Ana Elisa Ribeiro
02. K 466 de Renato Alessandro dos Santos
03. As Lavadeiras, duas pinturas de Elias Layon de Jardel Dias Cavalcanti
04. Inferno em digestão de Renato Alessandro dos Santos
05. Hilda Hilst delirante, de Ana Lucia Vasconcelos de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Julio Daio Borges
Mais Acessadas de Julio Daio Borges em 2015
01. Lendo Virgílio, ou: tentando ler os clássicos - 25/5/2015
02. Regras de civilidade (ou de civilização) - 21/9/2015
03. Por que a discussão política tem de evoluir - 24/8/2015
04. Man in the Arena 100 (e uma história do Gemp) - 30/11/2015
05. 10 coisas que a Mamãe me ensinou - 10/5/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




MUSCLE INFORM Nº 56
VÁRIOS AUTORES
MUSCLE INFORM
R$ 5,00



ROBIN HOOD - COLECAO REENCONTRO LITERATURA
JOEL RUFINO DOS SANTOS
SCIPIONE
(2013)
R$ 39,00



ALIENAÇÃO E CAPITALISMO
LAYMERT G. DOS SANTOS
BRASILIENSE (SP)
(1982)
R$ 30,28



VINGT MILLE LIEUES SOUS LES MERS - TEXTES EN FRANÇAIS FACILE
JULES VERNE
HACHETTE (PARIS)
(1971)
R$ 14,28



TERMELETRICIDADE - GERAÇÃO DIRETA
HENRIQUE ALENCAR UND CICERO SOUTO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 251,00



PROCESSO CIVIL - RECURSOS
GILSON DELGADO MIRANDA E PATRICIA MIRANDA PIZZOL
ATLAS
(2001)
R$ 10,00



DISCURSO SOBRE O MÉTODO
RENÉ DESCARTES
HEMUS
(1978)
R$ 6,00



MENINOS EM GUERRA
JERRY PIASECKI
ATICA
(2011)
R$ 16,00



COLEÇÃO OBJETIVO TRIGONOMETRIA E GEOMETRIA PLANA LIVRO 24
JORGE KRIKORIAN / MAURO GRESPAN
CERED
R$ 8,00



PERCEPÇÕES DE SUSTENTABILIDADE EM INDÚSTRIAS DE CALÇADOS GRANDE PORTE
ALESSANDRO CARLONI
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 391,00





busca | avançada
28584 visitas/dia
1,0 milhão/mês