Boas novas em novos horários | Rennata Airoldi | Digestivo Cultural

busca | avançada
36499 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 13/8/2003
Boas novas em novos horários
Rennata Airoldi

+ de 1800 Acessos

Sem dúvida, a diversidade e a qualidade são a alma do negócio quando o assunto é um bom roteiro cultural. Dito isto, devo colocar que é imenso o número de produções teatrais na cidade de São Paulo e, a cada temporada, surgem novos horários e novas propostas, democratizando a nossa arte em todos os sentidos. Se o cinema arrebata o público das tardes e noites diariamente, porque não o Teatro buscar novas perspectivas em tempos de crise?

Estreou, na última quinta-feira, a peça A Mulher do Trem no Teatro Folha, num horário inusitado: às dezoito horas! Sim! E o interessante é que a sala estava lotada! Claro, isso é esperado na estréia de uma companhia de qualidade e de conteúdo artístico, mas não eram só os amigos e a classe teatral que estava na platéia. Ao meu lado, curiosamente, sentaram três senhoras, muito simpáticas, que comentaram com entusiasmo a novidade: o fato de poder assistir uma peça no fim da tarde, num dia de semana qualquer.

Claro que, há algum tempo, os ditos "horários alternativos", em diversos espaços, vêm ganhando adeptos e público. Hoje em dia, é possível ir ao teatro de terça à domingo em horários inusitados. O que ocorre é que os grupos e produções alternativos, de grande competência e de ótimas obras, viram estes novos horários como uma forma de arrebatar o público que já freqüenta o chamado "teatrão" nos fins de semana. E isso está se tornando uma grande válvula de escape. Uma vez que, com novos dias e horários, mais produções se revezam na utilização do mesmo espaço. Ganha o teatro, ganha o público, ganham os atores e investidores. Entretanto, é preciso colocar que: estar em cartaz em dias convencionais, não tem nada a ver com qualquer juízo de valor; ou seja, não significa que o espetáculo de sábado seja melhor do que o da terça, e vice-versa. Na maioria das vezes, é só uma questão de oportunidade.

Mas voltando a A Mulher do Trem, posso dizer que foi uma agradável surpresa. A Cia os Fofos Encenam, comandada pelo diretor Fernando Neves, mergulhou no universo quase esquecido das peças do Circo-Teatro. O resultado, é o resgate de um texto e também de uma maneira de representar. Um piano, que está o tempo todo em cena, faz da trilha e da sonoplastia (ao vivo) uma atração à parte, que contracena com os atores e dita o ritmo da peça. Os atores representam tipos bem caricatos e trazem à tona a comédia ingênua e a maneira exagerada de representar. Tudo é de extrema coerência: figurino, direção, interpretação, cenário.

É bom ressaltar: a diversidade é o grande acerto da arte atual. Ou seja: a possibilidade de diferentes grupos desenvolverem diferentes linguagens e traduzirem esses universos de maneira igualmente interessante. Cada um na sua: o importante é que cada espetáculo construa a sua própria unidade, a sua identidade, e que isso fique sempre claro para o público. Nesta peça, o grupo acertou ao mergulhar nesse universo, ao fazer esse resgate, sem medo de ir até o limite da proposta. O texto de Maurice Hennequim e de Geroge Mitchel é uma trama simples, não traz nada de ineditismo, não é diferente, ousada e nem surpreende. Pelo contrário: no meio da história, todo o público já desvendou o "mistério". Mas isso também não é o mais importante. O engraçado é a maneira com que tudo é executado. Como cada ator representa aquele tipo específico: a ingênua, o galã, o cínico, etc.

Bom mesmo é ver que os grupos não se prendem a modismos ou a formas estagnadas. Se por um lado, vemos teatro de vanguarda, com toda tecnologia e mecanismos a seu favor, vemos por outro, um teatro simples, dos pequenos focos de luz, do ator como centro de tudo e, por que não também, o resgate de nossas origens, do circo, do teatro de revista, tão populares há décadas atrás. Ou seja: assim como as diferenças devem e podem conviver em nosso dia-a-dia, é importante que a arte, em qualquer forma de expressão, também levante essa bandeira. Cabe ao público escolher o que lhe é mais agradável! O importante é que haja sempre esta flexibilidade: que as companhias e os teatros busquem novas maneiras de abrir espaço para todos. Se não é possível estar em cartaz no sábado, que seja na terça ou na quarta, mas que seja feito!

Para ir além
A Mulher do Trem, direção: Fernando Neves.
Teatro Folha - Shop. Higienópolis (Av. Higienópolis, nº 618).
Quinta-feiras às 18hrs.
Contato: 11 3823-2323

Dica da Semana
Está em cartaz, no Teatro Ágora, a peça Bargaia, de Viviane Dias, com direção de Jairo Mattos. A montagem é simples e prima pelo trabalho dos atores. Em cena, três amigos enclausurados num bar, que resolvem compartilhar uma mesma experiência. Começam a "viajar" representando personagens conhecidos e se relacionando através deles. Sem querer, as neuroses pessoais vão se revelando bem como os desejos e as vontades de cada um.

O texto inédito desta jovem dramaturga, é bom embora peque pelas inúmeras citações; o que, de certa forma, faz com que o espectador se desprenda da ação cênica. Por outro lado, traz momentos de profunda identificação com o público, principalmente para os espectadores que costumam freqüentar bares. O garçom que vira amigo, o antigo freguês que sempre volta, e a jovem sensual que surge como novidade mexendo com a libido de todos no bar. O que seria normalmente "pouco" é o suficiente para criar esse ambiente noturno tão presente no nosso dia-a-dia. Mesas, cadeiras, penumbra, boa música e, claro, boa bebida.

Para ir além
Bargaia, direção: Jairo Mattos
Teatro Ágora, R. Rui Barbosa, 672
Sextas e sábados às 21hrs., e domingos às 20hrs.
Contato: 11 3284 0290 ou ainda www.agoranarede.com.br.


Rennata Airoldi
São Paulo, 13/8/2003


Mais Rennata Airoldi
Mais Acessadas de Rennata Airoldi em 2003
01. Temporada de Gripe - 17/11/2003
02. O Belo Indiferente - 24/9/2003
03. As Nuvens e/ou um deus chamado dinheiro - 4/6/2003
04. Zastrozzi - 2/7/2003
05. José Tonezzi: Arte e Pesquisa Sem Fronteiras - 12/2/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ESCARGOTS - CRIAÇÃO CASEIRA E COMERCIAL
MÁRCIO INFANTE VIEIRA
PRATA
(1994)
R$ 5,00



CATARINA E JOSEFINA
EVA FURNARI
FORMATO
(2009)
R$ 18,00



LA DOROTEA/LA TERCERA CELESTINA - LOPE DE VEGA (TEATRO ESPANHOL)
LOPE DE VEGA
BÉRGUA
(1933)
R$ 35,00



CÓDICE DE DRESDE. LIBRO DE JEROGLIFOS MAYAS (SPANISH EDITION)
JOHN ERIC SIDNEY THOMPSON (CAPA DURA)
FONDO DE CULTURA ECONÓMICA
(1995)
R$ 45,28



TUDO É MATEMÁTICA 7ª SÉRIE
DANTE
ÁTICA
(2009)
R$ 9,77



GRAMATICA EM 44 LIÇÕES
FRANCISCO PLATÃO SAVIOLI
ATICA
(1991)
R$ 29,00



INTRODUÇÃO À TEORIA DO EMPREGO
JOAN ROBINSON
FORENSE UNIVERSITÁRIA
(1980)
R$ 90,00



LANGENSCHEIDTS GROBWORTERBUCH DEUTSCH ALS FREMDSPRACHE
DIETER GOTZ E OUTROS
LANGENSCHEIDT
(1977)
R$ 150,00



UMA MARCA CHAMADA VOCE - PROFISSÃO DESEMPREGADO
JAIRO DE PAULA
BEST SELLER
(2004)
R$ 4,00



MITTELSTUFE DEUTSCH: LEHRBUCH
J SCHUMANN
VERLAG FUR DEUTSCH
(1992)
R$ 12,50





busca | avançada
36499 visitas/dia
1,2 milhão/mês