A Mão Invisível | Marilia Mota Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
39219 visitas/dia
1,2 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quarta-feira, 11/11/2015
A Mão Invisível
Marilia Mota Silva

+ de 2900 Acessos

No mês de outubro agora, um jovem empresário virou celebridade, da noite para o dia. Quem é e o que fez para ganhar espaço nobre nos principais jornais, nos noticiários e, principalmente, nas redes sociais?

Ele é Martin Shkreli, de 32 anos, que aos vinte já fazia sucesso no mercado financeiro; ultimamente, voltou seus interesses para a indústria farmacêutica e foi nessa condição que se tornou famoso.

Em agosto ele comprou os direitos sobre um remédio chamado Daraprim, essencial para quem tem Aids e imediatamente subiu o preço de $13.50 para $750.00 a pílula.

Essa decisão levantou protestos dos especialistas em doenças infecciosas. O New York Times fez um artigo sobre o assunto que repercutiu intensamente na midia e redes sociais.

Quando li sobre isso , meu primeiro pensamento foi que esse jovem teria ambições políticas e sua atitude seria uma estratégia esperta para ganhar a mídia, o cenário nacional, trazendo ao debate questões fundamentais nesse momento.

Uma delas seria o mercado livre, sem qualquer regulamentação. O que ele fez mostraria a necessidade de supervisão do governo para coibir abusos como a formação de monopólio, por exemplo, monopólio que ele tinha sobre esse medicamento.

Outro ponto que emergia, pedindo debate urgente é o conluio em que vivem a indústria farmacêutica e os convênios, levando à estratosfera o custo da saúde.

Uma tacada de mestre, pensei, e muito oportuna nessa época em que os pré-candidatos à Presidência debatem os temas de interesse nacional. Conquistada a indignada atenção do país inteiro, bastaria uma palavra, bastaria tuitar seus motivos e, naturalmente, trazer o preço do remédio de volta ao preço original, e ele se transformaria em líder nacional. O Senado e mesmo a Presidência, quando tivesse idade para concorrer ao cargo, seriam um caminho natural.

Quando ele tentou marcar uma entrevista pessoal com Bernie Sanders, pré-candidato socialista à Presidência, depois de doar o máximo que podia como pessoa física ($ 2.700) para sua campanha, achei que isso confirmava suas ambições políticas.

Estava convencida porque o oposto me parecia inconcebível: que uma pessoa - por maior que fosse sua ganância ou sociopatia - aumentasse o preço de um remédio essencial em 5000%, apenas para auferir mais lucros.

No entanto foi isso mesmo que aconteceu: uma simples decisão de negócios. Ele apenas avaliou mal a reação do público. Bernie Sanders recusou- se a receber sua doação e recusou-lhe a entrevista. Em tuite, ele se declarou furioso. Mostrou-se ressentido com as críticas, as manifestações de rua, a pressão das redes sociais. Argumentou que Laboratórios como Pfizer e Merck e centenas de outras companhias sempre fizeram isso, e ninguém trouxe de volta seus preços, então por que ele faria?
E avisou os que esperavam uma mudança de atitude: só baixaria o preço quando tivesse dados suficientes sobre a demanda e isso levaria muito tempo. De qualquer maneira, que ninguém esperasse grandes reduções.

Felizmente, passado cerca um mês da decisão, uma empresa concorrente, a Imprimis Pharmaceuticals, Inc, pôs no mercado uma caixa do remédio com cem cápulas por $99,00 ou $0.99 a pílula. Com lucro ainda.

Final feliz. A "mão invisível do mercado" restabeleceu a harmonia. Isso prova que essa teoria funciona sempre? É discutível. Desde Reagan, que pôs em prática essa política, a concentração da riqueza nos Estados Unidos se acelerou drasticamente. Riqueza gera poder político. A democracia vira oligarquia. Os representantes políticos se tornam funcionários das corporações. É o que temos visto. Sem lei que impeça, formam-se monopólios ou cartéis, e o trabalhador, o consumidor ficam sem escolha. Liberdade pressupõe responsabilidade mas é ilusório contar com isso quando o lucro é a medida de todas as coisas.

Parece contraditório mas para ser livre a economia precisa de normas claras e estáveis. Não de um estado-babá, não de um estado autoritário, tudo menos isso, mas de normas, de leis e instituições respeitáveis. Precisa de nós, mais que tudo, a sociedade vigiando para nos defender do fascismo que pode vir de qualquer lado.



Marilia Mota Silva
Washington, 11/11/2015


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Teatro sem Tamires de Elisa Andrade Buzzo
02. Nos braços de Tião e de Helena de Renato Alessandro dos Santos
03. Minimundos, exposição de Ronald Polito de Jardel Dias Cavalcanti
04. O artífice do sertão de Celso A. Uequed Pitol
05. Os Doze Trabalhos de Mónika. 12. Rumo ao Planalto de Heloisa Pait


Mais Marilia Mota Silva
Mais Acessadas de Marilia Mota Silva em 2015
01. Memorial de Berlim - 23/12/2015
02. O Velho e Bom Complexo de Inferioridade - 4/2/2015
03. Minha Terra Tem Palmeiras - 15/7/2015
04. Pendurados no Pincel - 18/3/2015
05. A Mão Invisível - 11/11/2015


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A NÃO VIOLÊNCIA E O DESTINO DO OCIDENTE
LANZA DEL VASTO
AFRONTAMENTO
(1978)
R$ 23,70



OSSUÁRIO DE CAVALOS-MARINHOS
CLEBER JUNIO FALQUETE
VITRINE LITERÁRIA
(2014)
R$ 8,01



A IMPROVÁVEL JORNADA DE HAROLD FRY
RACHEL JOYCE
SUMA DE LETRAS
(2013)
R$ 10,00



A MORTE DO CLÓVIS - E OUTRAS HISTÓRINHAS DO TEATRO GAÚCHO
ZÉ VICTOR CASTIEL
L&PM
(2001)
R$ 15,00



MÍNI LAROUSSE
VÁRIOS AUTORES
LAROUSSE
(2008)
R$ 12,00



A LÓGICA DO MERCADO DE AÇÕES
JONH ALLEN PAULOS
CAMPUS
(2000)
R$ 15,00



A CASA DO MORTOS - DOSTOIÉVSKI (LITERATURA RUSSA)
DOSTOIÉVSKI
EDIBOLSO
(2016)
R$ 12,00



HEADWAY STUDENT´S BOOK + WORK BOOK ELEMENTARY
LIZ AND JOHN SOARS
OXFORD UNIVERSITY PRESS
(2001)
R$ 30,00



A CABEÇA BEM-FEITA
EDGAR MORIN
BERTRAND BRASIL
(2010)
R$ 22,41



CHARLES WILLIAM MILLER
JOHN R. MILLS
SPAC
R$ 20,00





busca | avançada
39219 visitas/dia
1,2 milhão/mês