Carles Camps Mundó e a poética da desolação | Jardel Dias Cavalcanti | Digestivo Cultural

busca | avançada
37900 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A Promessa da Política, de Hannah Arendt
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Luciano do Valle (1947-2014)
>>> Por que as velhas redações se tornaram insustentáveis on-line
>>> Ação Social
>>> Dá-lhe, Villa!
>>> forças infernais
>>> 20 de Abril #digestivo10anos
>>> Pensando sozinho
>>> Minha casa, minha cama, minha mesa
Mais Recentes
>>> Sade em Sodoma de Flávio Braga pela BestSeller (2008)
>>> Curso de Filosofia em Seis Horas e Quinze Minutos de Witold Gombrowicz pela José Olympio (2011)
>>> O pequeno Principe de Antoine de Saint Exupery pela Agir (2009)
>>> Zoloé e Suas Duas Amantes de Marquês de Sade pela Record (1968)
>>> Expressões Diante do Trono de Ministério de Louvor Diante do Trono pela Diante do Trono (2003)
>>> A separação dos amantes - uma fenomenologia da morte de Igor Caruso pela Cortez (1989)
>>> Os Titãs / A Saga da Família Kent (Volume V) de John Jakes pela Record/ RJ.
>>> A Universidade em Ritmo de Barbárie de José Arthur Giannotti pela Brasiliense (1986)
>>> A Mulher Só de Harold Robbins/ (Tradução) Nelson Rodrigues pela Record/ RJ.
>>> Dependência e desenvolvimento na América Latina - ensaio de interpretação sociológica de Fernando Henrique Cardoso e Enzo Faletto pela Zahar (1970)
>>> Tubarão de Peter Benchley pela Nova Cultural (1987)
>>> O Titã de Fred Mustard Stewart pela Record
>>> O Beijo da Mulher Aranha de Manuel Puig pela Codecri/ RJ. (1981)
>>> A Traição de Rita Hayworth/ Capa Dura de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1993)
>>> Boquitas Pintadas/ Capa Dura de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1988)
>>> Kit De Estudo Para Concursos: Só concursos (3 CDs + Folheto) + Guia do Concurseiro + Redação para Concursos de Equipe Mundial Editorial pela DCL - difusão cultural do livro (2016)
>>> Numa Terra Estranha de James Baldwin pela Rio Gráfica (1986)
>>> 1934 de Alberto Moravia pela Rio Gráfica (1986)
>>> Mil Platôs Vol. 1 de Gilles Deleuze e Félix Guattari pela 34 (2011)
>>> A Menina que Roubava Livros de Markus Zusak pela Intrínseca/RJ. (2007)
>>> Mil Platôs Vol. 2 de Gilles Deleuze e Félix Guattari pela 34 (2011)
>>> Mil Platôs Vol. 3 de Gilles Deleuze e Félix Guattari pela 34 (2012)
>>> Ajin - Demi-Human #01 de Gamon Sakurai pela Panini (2016)
>>> Ajin - Demi-Human #02 de Gamon Sakurai pela Panini (2016)
>>> Ajin - Demi-Human #03 de Gamon Sakurai pela Panini (2016)
>>> Incendio de Troia (capa dura couro) de Marion ZimmerBradley pela Circulo do Livro/ SP. (1994)
>>> Ajin - Demi-Human #04 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #05 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #06 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #07 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #08 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #09 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Nova Cultural (1987)
>>> Ajin - Demi-Human #10 de Gamon Sakurai pela Panini (2018)
>>> Ajin - Demi-Human #11 de Gamon Sakurai pela Panini (2018)
>>> Estratégia da Decepção de Paul Virilio pela Estação Liberdade (2000)
>>> Ajin - Demi-Human #12 de Gamon Sakurai pela Panini (2019)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1989)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Codecri (1981)
>>> Fort of Apocalypse #10 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Codecri (1981)
>>> Fort of Apocalypse #09 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #08 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Festa Sob as Bombas - Os Anos Ingleses de Elias Canetti pela Estação Liberdade (2009)
>>> Fort of Apocalypse #07 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #06 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #05 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #04 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Antologia da Poesia Parnasiana Brasileira de João Ribeiro Francisca Júlia/ Alberto Oliveira... pela Cia. Ed. Nacional/ Lazuli (2008)
>>> Antologia Poética de Ernesto Cardenal pela Salamandra (1979)
COLUNAS

Terça-feira, 9/2/2016
Carles Camps Mundó e a poética da desolação
Jardel Dias Cavalcanti

+ de 1600 Acessos


O que restaria para a poesia contemporânea depois que o modernismo fragmentou todas as certezas e instalou a ausência de perspectiva como um carma para o presente?

Ninguém melhor do que o poeta catalão Carles Camps Mundó para responder. E a antologia de poemas editado agora, com seleção, tradução e introdução de Ronald Polito, publicada pela Portal Editora de São Paulo, nos dá a medida da desolação, da certeza de que vivemos numa espécie de campo minado onde a curva da onda da maré da linguagem só pode falar dessa desesperança em queda livre.

Na introdução, onde se apresenta o percurso poético de Mundó, o tradutor Ronald Polito nos dá o topos dessa poesia: “Sem imagens, sem movimentos, sem destinos, o campo da linguagem pode se recolher ou reduzir às experiências tomadas como realmente essenciais ou verídicas: da dor, da ausência, da solidão, da errância, da impossibilidade de diálogo, da perda e do silêncio, corolários naturais de um mundo desprovido de magia, na qual precisamente as palavras estão destituídas de toda esperança e não oferecem a possibilidade de um exorcismo”.

Na coleção de poemas de “O ausente” (1989), a prova dessa desolação é concreta. A nostalgia dolorosa de um suposto lugar que a memória guarda como possibilidade, um jardim primigênio, faz do poeta, “ferido de pretérito”, o que canta sua perda. Já que... “Lá estive”, diz o poeta.

Segundo Polito, no caso de Mundó “as palavras poderiam se aproximar da clara enunciação dessa carência de plenitude”, dentro de “todos os instantes sucessivamente vazios” tal qual existem como legados de certa modernidade: “A escolha dessa alternativa situa a poética de Carles Camps Mundó na fratura de certa modernidade e suas projeções fracassadas, uma modernidade em eterna carência do absoluto, tornada concreta a agonia que não finda de um tempo sem perspectiva”, completa o tradutor.

É notável em Mundó o projeto de uma poesia para esse campo do esgarçamento das forças vitais do presente. Manter-se, ainda assim, como criador da linguagem capaz de enunciar essa “queda” constitui sua poética. Em seu texto em prosa “Ideia do poema”, uma citação de Hegel nos aproxima desse projeto: “a vida do espírito não é a vida que se espanta diante da morte e se mantém pura da desolação, mas a que sabe enfrenta-la e manter-se. O espírito somente conquista a sua verdade quando é capaz de se encontrar em si mesmo no absoluto esgarçamento”.

Como anota Victor da Rosa, no posfácio à tradução de Polito, “o próprio Mundó define o poema como uma viagem do otimismo à decepção”. Essa decepção existe porque o mundo que se coloca ao poeta é, como diz Polito, “sem deuses, sem epifanias, sem resgate pela história pessoal ou coletiva, mas principalmente sem nenhuma essência e sem sossego”.

Em sua “Autoapresentação”, Mundó fala de sua própria poética como “uma metafísica negativa”, alimentada pela "contradição entre o desejo e a realidade do corpo”. A sua angústia existencial se baseia, diz Mundó, nesta “oposição desejo-lembrança que nos impede de viver, como os animais e as plantas, o eterno presente de que nos fala Rilke”. Animais da linguagem, nos homens perdemos a unidade, ainda mais quando na modernidade desfragmentamos a ideia da própria linguagem (“Já nem gemido. Só palavras/ anônimas –/ imagens que me omitem”), sendo expulsas todas as esperanças como Adão foi expulso do Paraíso.



Então, da lembrança de um jardim primigênio,

do anseio sepre irresoluto da memória,

ferido de pretérito,

eu canto minha perda: lá estive.

Unicamente isto, e este irredutível

corrompimento das perguntas

que inda me faço indenes.



O que o poeta invoca é essa fratura do ser, única possibilidade do poema ainda poder dizer algo, mesmo que apenas sobre o que sobra como o oco:



Inclino-me sobre mim mesmo

já oco. Sombra de Narciso:

evaporação da água que

contém o reflexo. E me invoco.



Talvez a parte mais atordoante da seleção dos poemas de Mundó seja o “Livro das alusões”, onde o pessimismo, a dor, a violência da morte se concentram na ideia da ausência de possibilidade de redenção pela palavra do poeta.



Morreste, e vivo com a culpa

da vida: como se viver

fosse não ser triste bastante.

---

Irremissivelmente. Agonizavas.

E te dávamos a mão

para ajudar-te a morrer, para que o tato

- já último dos sentidos –

te fizesse sentir um pouco menos só

na solidão da morte,

mas a mim me parecia notar

- talvez, desamparados, todos o notávamos –

que eras tu que nos seguravas

com tuas benignas mãos

- como quando crianças – para ajudar-nos

a viver.

---

A tua morte fez com que a palavra

mãe – tão terrena e alimentadora –

se haja convertido em mim numa

palavra sem nada tangível

que a assegure,

uma palavra isenta,

como Deus ou ausência.


Jardel Dias Cavalcanti
Londrina, 9/2/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Como medir a pretensão de um livro de Ana Elisa Ribeiro
02. Assum Preto, Me Responde? de Duanne Ribeiro
03. O tremor na poesia, Fábio Weintraub de Jardel Dias Cavalcanti
04. Diálogos no Escuro de Heloisa Pait
05. Ler para ficar acordado de Cassionei Niches Petry


Mais Jardel Dias Cavalcanti
Mais Acessadas de Jardel Dias Cavalcanti em 2016
01. Os dinossauros resistem, poesia de André L Pinto - 9/8/2016
02. O titânico Anselm Kiefer no Centre Pompidou - 5/4/2016
03. Tempos de Olivia, romance de Patricia Maês - 5/7/2016
04. A literatura de Marcelo Mirisola não tem cura - 21/6/2016
05. Poesia e Guerra: mundo sitiado (parte II) - 1/11/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ESPAÑOL LENGUA VIVA 4 LIBRO DEL ALUMNO
SANTILLANA
SANTILLANA ESPAÑOL
(2013)
R$ 23,95



DICIONÁRIO PRÁTICO DE LITERATURA BRASILEIRA
ASSIS BRASIL
EDIÇÕES DE OURO
(1979)
R$ 20,00



PAGOS A DOBRAR
JAMES M. CAIN
LIVROS HORIZONTE
(1985)
R$ 17,70



GUIA PRÁTICO DO PORTUGUÊS CORRETO
CLÁUDIO MORENO
L&PM POCKET
(2006)
R$ 9,90



O ENIGMA DAS LETRAS VERDES
STELLA CARR
MODERNA
(2000)
R$ 4,90



A CAUSA DA SUPRESSÃO
L. RON HUBBARD
BRIDGE
(2005)
R$ 16,00



DEUS - UM DELÍRIO
RICHARD DAWKINS
CIA DAS LETRAS
(2007)
R$ 47,70



ALQUIMISTAS E QUÍMICOS -O PASSADO, O PRESENTE E O FUTURO
JOSÉ ATÍLIO VANIN
MODERNA
(1994)
R$ 4,30



ZEICHNEN IM KONSTRUKTIVEN INGENIEURBAU
RICHARD GOLDAU
BAUVERLAG
(1978)
R$ 250,00



DIREITO ELETRONICO
RENATO OPICE BLUM
EDIPRO
(2001)
R$ 33,76





busca | avançada
37900 visitas/dia
1,3 milhão/mês