Carles Camps Mundó e a poética da desolação | Jardel Dias Cavalcanti | Digestivo Cultural

busca | avançada
29939 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
>>> Steve Jobs em 1997
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Até você se recompor
>>> Lobão e Olavo de Carvalho
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Crítica à arte contemporânea
>>> A literatura feminina de Adélia Prado
>>> Jorge Caldeira no Supertônica
>>> A insustentável leveza da poesia de Sérgio Alcides
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Millôr e eu
>>> As armas e os barões
Mais Recentes
>>> Aí vem o sonhador de Ronald S. Wallace pela Vida (2014)
>>> Cantando ao Senhor de D. Martyn lloyd- Jones pela Pes (2013)
>>> A vida crucificada de A.w. tozer pela Vida (2013)
>>> Relógio de Pandora de John J. Nance pela Record
>>> A Vinha do Desejo de Sylvio Back pela Geração Editorial (1993)
>>> Mana Silvéria de Canto e Melo pela Civilização Brasileira (1961)
>>> O Ladrão de Palavras de Marco Túlio Costa pela Record (1983)
>>> Belle Époque de Max Gallo pela Globo/ RJ. (1989)
>>> Sonetos (livro de Bolso) de Antero de Quental pela Edições Cultura/ SP.
>>> O Imprecador de René-Victor Pilhes pela Círculo do Livro
>>> Escola de Mulheres (Capa dura) de Molière (Tradução): Millôr Fernandes pela Circulo do Livro (1990)
>>> Vida Incondicional de Deepak Chopra pela Best Seller (1991)
>>> Poesias Escolhidas de Sá de Miranda pela Itatiaia (1960)
>>> Prosas Históricas de Gomes Eanes De Zurara pela Itatiaia (1960)
>>> Historiadores Quinhentistas de Rodrigues Lapa (Seleção pela Itatiais (1960)
>>> Os Oceanos de Vênus de Isaac Asimov pela Hemus (1980)
>>> O Vigilante de Isaac Asimov pela Hemus (1976)
>>> Today and Tomorrow And... de Isaac Asimov pela Doubleday & Company (1973)
>>> Como Fazer Televisão de William Bluem pela Letras e Artes (1965)
>>> Clipper Em Rede - 5. 01 de Gorki da Costa Oliveira pela Érica (1999)
>>> Para Gostar de Ler - Volume 7 - Crônicas de Carlos Eduardo Novaes e outros pela Ática (1994)
>>> londres - American Express de Michael jackson pela Globo (1992)
>>> Programando em Turbo Pascal 5.5 inclui apêndice da versão 6.0 de Jeremy G. Soybel pela Makron Books (1992)
>>> Lisa- Biblioteca do Ensino Médio -vol. 7 - Ciências - Minerais e sua pesquisa de Aurélio Bolsanelo pela Livros Irradiantes (1973)
>>> Ciências - Corpo Humano de Francisco Andreolli pela Do Brasil (1988)
>>> standard postage stamp catalogue de Sem autor pela Scott (1976)
>>> standard postage stamp catalogue de Sem autor pela Scott (1977)
>>> standard postage stamp catalogue de Sem autor pela Scott (1977)
>>> A World on Film de Stanley Kauffmann pela Harper & Row (1966)
>>> American Wilderness de Charles Jones pela Goushã (1973)
>>> Brazil on the Move de John dos Passos pela Company (1963)
>>> A Idade Verdadeira ( Sinta-se mais Jovem cada dia) de Michael R. Roizen M.D. pela Campus (2007)
>>> The Experience of America de Louis Decimus Rubin pela Macmillan Company (1969)
>>> Regions of the United States de H. Roy Merrens pela Nally & Company (1969)
>>> The Making of Jazz de James Lincoln Collier pela Company (1978)
>>> The Borzoi College Reader de Charles Muscatine pela Alfred. A. Knopf
>>> Architecture in a Revolutionary Era de Julian Eugene Kulski pela Auropa (1971)
>>> Asatru - Os Deuses do Tempo de Bruder pela Do autor (2018)
>>> Talento para ser Feliz de Leila Navarro pela Thomas Nelson Brasil (2009)
>>> Trappers of the West de Fred Reinfeld pela Crowell Company (1957)
>>> Familiar Animals of America de Will Barker pela Alastair (1956)
>>> Asatru - Os Deuses do Tempo de Bruder pela Do autor (2018)
>>> O Outro Lado do Céu de Arthur C. Clarke pela Nova Fronteira (1984)
>>> international human rights litigation in U. S. courts de Beth stephens pela Martiuns (2008)
>>> the round dance book de Lloyd shaw pela Caxton printers (1949)
>>> Fonte de Fogo de Anne Fraisse pela Maud (1998)
>>> The Story of Baseball de John Durant pela Hastings House (1947)
>>> Dicionário de Clínica Médica - 4 volumes de Humberto de Oliveira Garboggini pela Formar
>>> Modern artists na art de robert L. Hebert pela A spectrum book (1964)
>>> A Treasury of American Folklore de Benjamin Albert Botkin pela Crown (1947)
COLUNAS

Terça-feira, 9/2/2016
Carles Camps Mundó e a poética da desolação
Jardel Dias Cavalcanti

+ de 1600 Acessos


O que restaria para a poesia contemporânea depois que o modernismo fragmentou todas as certezas e instalou a ausência de perspectiva como um carma para o presente?

Ninguém melhor do que o poeta catalão Carles Camps Mundó para responder. E a antologia de poemas editado agora, com seleção, tradução e introdução de Ronald Polito, publicada pela Portal Editora de São Paulo, nos dá a medida da desolação, da certeza de que vivemos numa espécie de campo minado onde a curva da onda da maré da linguagem só pode falar dessa desesperança em queda livre.

Na introdução, onde se apresenta o percurso poético de Mundó, o tradutor Ronald Polito nos dá o topos dessa poesia: “Sem imagens, sem movimentos, sem destinos, o campo da linguagem pode se recolher ou reduzir às experiências tomadas como realmente essenciais ou verídicas: da dor, da ausência, da solidão, da errância, da impossibilidade de diálogo, da perda e do silêncio, corolários naturais de um mundo desprovido de magia, na qual precisamente as palavras estão destituídas de toda esperança e não oferecem a possibilidade de um exorcismo”.

Na coleção de poemas de “O ausente” (1989), a prova dessa desolação é concreta. A nostalgia dolorosa de um suposto lugar que a memória guarda como possibilidade, um jardim primigênio, faz do poeta, “ferido de pretérito”, o que canta sua perda. Já que... “Lá estive”, diz o poeta.

Segundo Polito, no caso de Mundó “as palavras poderiam se aproximar da clara enunciação dessa carência de plenitude”, dentro de “todos os instantes sucessivamente vazios” tal qual existem como legados de certa modernidade: “A escolha dessa alternativa situa a poética de Carles Camps Mundó na fratura de certa modernidade e suas projeções fracassadas, uma modernidade em eterna carência do absoluto, tornada concreta a agonia que não finda de um tempo sem perspectiva”, completa o tradutor.

É notável em Mundó o projeto de uma poesia para esse campo do esgarçamento das forças vitais do presente. Manter-se, ainda assim, como criador da linguagem capaz de enunciar essa “queda” constitui sua poética. Em seu texto em prosa “Ideia do poema”, uma citação de Hegel nos aproxima desse projeto: “a vida do espírito não é a vida que se espanta diante da morte e se mantém pura da desolação, mas a que sabe enfrenta-la e manter-se. O espírito somente conquista a sua verdade quando é capaz de se encontrar em si mesmo no absoluto esgarçamento”.

Como anota Victor da Rosa, no posfácio à tradução de Polito, “o próprio Mundó define o poema como uma viagem do otimismo à decepção”. Essa decepção existe porque o mundo que se coloca ao poeta é, como diz Polito, “sem deuses, sem epifanias, sem resgate pela história pessoal ou coletiva, mas principalmente sem nenhuma essência e sem sossego”.

Em sua “Autoapresentação”, Mundó fala de sua própria poética como “uma metafísica negativa”, alimentada pela "contradição entre o desejo e a realidade do corpo”. A sua angústia existencial se baseia, diz Mundó, nesta “oposição desejo-lembrança que nos impede de viver, como os animais e as plantas, o eterno presente de que nos fala Rilke”. Animais da linguagem, nos homens perdemos a unidade, ainda mais quando na modernidade desfragmentamos a ideia da própria linguagem (“Já nem gemido. Só palavras/ anônimas –/ imagens que me omitem”), sendo expulsas todas as esperanças como Adão foi expulso do Paraíso.



Então, da lembrança de um jardim primigênio,

do anseio sepre irresoluto da memória,

ferido de pretérito,

eu canto minha perda: lá estive.

Unicamente isto, e este irredutível

corrompimento das perguntas

que inda me faço indenes.



O que o poeta invoca é essa fratura do ser, única possibilidade do poema ainda poder dizer algo, mesmo que apenas sobre o que sobra como o oco:



Inclino-me sobre mim mesmo

já oco. Sombra de Narciso:

evaporação da água que

contém o reflexo. E me invoco.



Talvez a parte mais atordoante da seleção dos poemas de Mundó seja o “Livro das alusões”, onde o pessimismo, a dor, a violência da morte se concentram na ideia da ausência de possibilidade de redenção pela palavra do poeta.



Morreste, e vivo com a culpa

da vida: como se viver

fosse não ser triste bastante.

---

Irremissivelmente. Agonizavas.

E te dávamos a mão

para ajudar-te a morrer, para que o tato

- já último dos sentidos –

te fizesse sentir um pouco menos só

na solidão da morte,

mas a mim me parecia notar

- talvez, desamparados, todos o notávamos –

que eras tu que nos seguravas

com tuas benignas mãos

- como quando crianças – para ajudar-nos

a viver.

---

A tua morte fez com que a palavra

mãe – tão terrena e alimentadora –

se haja convertido em mim numa

palavra sem nada tangível

que a assegure,

uma palavra isenta,

como Deus ou ausência.


Jardel Dias Cavalcanti
Londrina, 9/2/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Desenhando desde criança de Diogo Salles
02. Um clássico argentino de Daniel Lopes
03. Nós — os jornalistas de alma vendida de Julio Daio Borges
04. Quatro Mitos sobre Internet - parte 2 de Adrian Leverkuhn


Mais Jardel Dias Cavalcanti
Mais Acessadas de Jardel Dias Cavalcanti em 2016
01. Os dinossauros resistem, poesia de André L Pinto - 9/8/2016
02. O titânico Anselm Kiefer no Centre Pompidou - 5/4/2016
03. Tempos de Olivia, romance de Patricia Maês - 5/7/2016
04. A literatura de Marcelo Mirisola não tem cura - 21/6/2016
05. Conto de amor tétrico ou o túmulo do amor - 1/3/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




DOCE VÔO DA JUVENTUDE
DR ALEX BOTSARIS E DRA FLÁVIA ADDOR
OBJETIVA
(2007)
R$ 35,00
+ frete grátis



LONELY PLANET: NOVA YORK - COM MAPA DESTACÁVEL
REGIS ST. LOUIS E CRISTIAN BONETTO
GLOBO LIVROS
(2014)
R$ 24,00



CAMPINAS, SEMENTEIRA DE IDEAIS - VULTOS E TRADIÇÕES VOL 1
MÁRIO PIRES
LETRAS DA PROVINCIA
R$ 65,00



KOREAN. SENIOR VOCABULARY 10,000 HIGH SCHOOL ENGLISH WORDS & IDIMOMS
DIVERSOS AUTORES
KOREAN
R$ 25,00



AS INTERAÇÕES NO COTIDIANO ESCOLAR, DESVENDANDO O ESTIGMA NA INCLUSÃO
MANOEL ALVES DO NASCIMENTO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00



O CASAMENTO
DANIELLE STEEL
RECORD
(2002)
R$ 7,00



AVENTURAS DE BUSCAPÉ
GISELDA LAPORTA NICOLELIS
MODERNA
(1989)
R$ 4,00



CONTABILIDADE AMBIENTAL
MARINA GARCIA BONITO, JORGE CASAS NOVAS UND TERESA EUGÉNIO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 251,00



WARPED PASSAGES UNRAVELING THE MYSTERIES OF THE UNIVERSES
LISA RANDALL
PERENNIAL
(2006)
R$ 50,00
+ frete grátis



O DISCURSO NA AULA UMA ANÁLISE SOCIOLINGUÍSTICA DA PRÁTICA
EMÍLIA RIBEIRO PEDRO
CAMINHO
(1982)
R$ 59,36





busca | avançada
29939 visitas/dia
1,1 milhão/mês