A pérola do cinema sul-americano | Guilherme Carvalhal | Digestivo Cultural

busca | avançada
23758 visitas/dia
773 mil/mês
Mais Recentes
>>> Segundas de julho têm sessões extras do espetáculo À Espera
>>> Circo dos Sonhos, do ator Marcos Frota, desembarca no Shopping Metrô Itaquera
>>> Startup brasileira levará pessoas de baixa renda para intercâmbio gratuito fora do país
>>> Filho de suicida, padre lança livro sobre o tema
>>> LANÇAMENTO DO LIVRO "DIALÓGOS DE UM RABINO REFLEXÕES PARA UM MUNDO DE MONÓLOGOS" DE MICHEL SCHLESI
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O dia em que não conheci Chico Buarque
>>> Um Furto
>>> Mais outro cais
>>> A falta que Tom Wolfe fará
>>> O massacre da primavera
>>> Reflexões sobre a Liga Hanseática e a integração
>>> A Fera na Selva, filme de Paulo Betti
>>> Raio-X do imperialismo
>>> Cães, a fúria da pintura de Egas Francisco
>>> O Vendedor de Passados
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> Sob o mesmo teto
>>> O alívio das vias aéreas
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES II
>>> Honra ao mérito
>>> Em edição 'familiar', João Rock chega à 17ª edição
>>> PATÉTICA
>>> Presságios. E chaves III
>>> Minha história com Philip Roth
>>> Lars Von Trier não foi feito para Cannes
>>> O brasileiro e a controvérsia
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Poesia sem ancoradouro: Ana Martins Marques
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. Epílogo. Ambaíba
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. Epílogo. Ambaíba
>>> Blog precisa ser jornalismo?
>>> Blog precisa ser jornalismo?
>>> Paulo Coelho para o Nobel
>>> 2008, o ano de Chigurh
>>> Quem é (e o que faz) Julio Daio Borges
>>> Onde fica o interruptor?
>>> Era uma vez
Mais Recentes
>>> A Colônia- (nova Ortografia)
>>> 1356 - 4ª ed. (Nova Ortografia)
>>> História e Arte no Mundo Ibérico - Tempo brasileiro- 184
>>> Limites: três dimensões educacionais - 1ª ed.
>>> Arcanjos e Mestres Ascensos
>>> Mentiras no divã
>>> Never, more forever: a poesia na modernidade, ou Shelley versus Peacock ...
>>> Mistérios Desvelados - Ensinamentos do Mestre Saint Germain
>>> Revista Civilização Brasileira - Número 25 (RARIDADE)
>>> Revista Civilização Brasileira - Número 18 (RARIDADE)
>>> Revista Civilização Brasileira - Número 17 (RARIDADE) - Guerra do Vietnã
>>> Revista Civilização Brasileira - Número 16 (RARIDADE) - Igraja e Marxismo
>>> Revista Civilização Brasileira - Número 14 (RARIDADE) - Mulheres, a revolução mais longa
>>> Revista Civilização Brasileira - Número 13: China - Uma revolução dentro da Revolução - (RARIDADE)
>>> Revista Civilização Brasileira - Números 9-10 (RARIDADE)
>>> Revista Civilização Brasileira - Número 7 (RARIDADE)
>>> Revista Civilização Brasileira - Números 5-6 (RARIDADE)
>>> Revista Civilização Brasileira - Número 3 (RARIDADE)
>>> Revista Civilização Brasileira - Número 1 (RARIDADE)
>>> Revista Civilização Brasileira - Caderno Especial 1: A Revolução Russa - Cinquenta Anos de História
>>> O Homem e o Universo
>>> O Judaísmo- do Exílio ao Tempo de Jesus
>>> Direito Penal - Parte Geral ( V. 7)
>>> O Exército de Cavalaria
>>> The Golden Treasury
>>> Surdez e linguagem- Aspectos e implicações neurolinguísticas (Nova Ortografia)
>>> El Libro Supremo de Todas las Magias - Magia Blanca - Negra - Roja
>>> Rituais e Egrégoras para a Era de Aquário
>>> O Despertar da Consciência
>>> Sic Questões Comentadas
>>> Sic Questões Comentadas
>>> Código Civil - 7ª Edição Atualizada
>>> Fonética e Ortografia - Coleção Linguagem Jurídica vol. 1
>>> Dicionário Jurídico
>>> Introdução Ao Direito
>>> Debate Sobre a Constituição de 1988
>>> Noções de Prevenção e Controle de Perdas Em Segurança do Trabalho 7ª edição revista e atualizada
>>> Vire a Página - Estratégias para Resolver Conflitos 6ª edição
>>> Tópicos de Administração Aplicada à Segurança do Trabalho 9ª edição
>>> Doenças Profissionais Ou do Trabalho 10ª edição
>>> Epidemiologia
>>> Cipa - Comissao Interna de Prevençao de Acidentes uma Nova Abordagem 14ª edição
>>> Prevenção e Controle de Risco Em Máquinas, Equipamentos e Instalações 3ª edição
>>> Os 10 Mandamentos: Princípios Divinos para Melhorar seus Relacionamentos
>>> Mini Código Saraiva Civi
>>> Mini Aurélio da Língua Portuguesa 7ª Edição
>>> Guia da Sexualidade - Reedição Ampliada e Ilustrada
>>> A Rosa do Povo
>>> Quando o Sofrimento Bater à Sua Porta
>>> Cura das Emoções Em Cristo
COLUNAS

Quinta-feira, 6/10/2016
A pérola do cinema sul-americano
Guilherme Carvalhal

+ de 1700 Acessos



Retratar determinados aspectos comuns à América do Sul no cinema é uma missão ao mesmo tempo comum e estranha. Comum porque muitos filmes o fizeram. Estranha pela forma como boa parte dessa abordagem ocorre.

Um caso clássico são as produções estrangeiras situadas em solo sul-americano. Por exemplo, Werner Herzog filmou Fitzcarraldo e Aguirre, a cólera dos deuses, ambos situados no contexto da Amazônia e focando na figura do desbravador estrangeiro. Causa estranheza ver um filme sobre a colonização latino-americana falado em alemão. Em A Missão, Roland Joffé retrata as missões e a figura do religioso europeu protegendo os índios. Em uma lista desse tipo cabem inúmeros filmes, sempre com a visão da alteridade permeando a narrativa.

Em O Abraço da Serpente, vemos uma situação comum a esses filmes todos, uma relação com a Amazônia, com a lógica da colonização e o viés um tanto quanto apátrida, causado pela sensação de que a floresta está acima de quaisquer noção geopolítica criada pelo homem. A ideia de localização se dá apenas por sabermos que o filme é uma produção colombiana e pela linguagem parcialmente em espanhol.

A história aborda a temática do desbravador europeu, mas aqui a relação de poder é posta de maneira diferente. Situada em dois momentos diferentes, podemos analisá-las através da figura de Karamakate. Em 1909, Karamakate é abordado por Théo, um viajante alemão que pretende registrar a floresta amazônica para conhecimento de seu povo. Em 1949, Karamakate já idoso é procurado por Evan, que pretende refazer os passos de Théo atrás de uma planta milagrosa, a yakruna.

Em 1909, Théo está doente e solicita ajuda de Karamakate, prometendo ajudá-lo a juntar-se a seu povo em troca. Ele ainda conta com a ajuda de outro índio, Manduca, que o auxilia pelo interesse em ajudar os europeus a compreenderem sua cultura. Já em 1949, Evan é um botânico que está interessado na yakruna com interesses financeiros. Ele oferece dinheiro e ervas a Karamakate e esse o ajuda alegando apenas querer rever a tal planta.

Nos dois períodos temporais, a relação expressa é de uma negociação igualitária entre as partes. O cinema estadunidense e europeu, ou dominado pela sua normativa estética, provavelmente colocaria o foco na figura do explorar (conforme fez Herzog). Nessa caso, a figura principal é o índio, que ajuda o branco em troca de favores, que estão mais próximos da mera curiosidade. Não se distingue claramente qual vantagem Karamakate ganha em ajudá-los exceto a mera vontade de conhecer mais.

A jornada nessas duas situações é repleta de paradas em situações diversas. É uma tribo indígena onde a bússola de Théo causa polêmica, em uma vila onde um autodeclarado Messias está desesperado por causa da esposa doente, uma missão onde o frade pega em armas para se defender, no meio de um seringal e de homens em busca de látex. A ideia da jornada remete a Coração das trevas, a descoberta em meio a um mundo misterioso, com algo poético.

Essa é a maior qualidade do filme, a maneira poética como narra a história e retrata um universo comum a tantos países que compartilham da floresta. Os índios e a possibilidade de crescimento tecnológico, o messias impotente diante da esposa doente, a tentativa de engodo disfarçando a cobiça como altruísmo, esses são alguns dos episódios recobertos de sensibilidade por parte do diretor, efeito garantido pela fotografia que remete a passado.

O Abraço da Serpente recebeu bastante repercussão internacional. Foi finalista no Oscar de Melhor Filme (competindo com o genial O Filho de Saul), também concorreu à Palma de Ouro em Cannes esse ano e ganhou o 3º Prêmio Platino, o equivalente ao Oscar dos filmes ibero-americanos.

A proposta do diretor Ciro Guerra em buscar nos nativos uma história de muita profundidade humana deu muito certo. Ele apresenta ao espectador uma série de choques e conflitos, e, por contraponto, acaba unificando a América do Sul através de sua narrativa.


Guilherme Carvalhal
Itaperuna, 6/10/2016


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo de Jardel Dias Cavalcanti
02. Thoreau, Mariátegui e a experiência americana de Celso A. Uequed Pitol
03. Vocês, que não os verei mais de Elisa Andrade Buzzo
04. Píramo e Tisbe de Ricardo de Mattos
05. Preparar Para o Impacto de Marilia Mota Silva


Mais Guilherme Carvalhal
Mais Acessadas de Guilherme Carvalhal em 2016
01. Submissão, oportuno, mas não perene - 5/5/2016
02. Brasil em Cannes - 30/6/2016
03. Dheepan, uma busca por uma nova vida - 28/7/2016
04. Os novos filmes de Iñárritu - 17/3/2016
05. Três filmes sobre juventude no novo século - 3/11/2016


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




TRILOGIA DO ASFALTO
DÊNISSON PADILHA FILHO
P55 EDIÇÕES
(2016)
R$ 22,00



QUANDO EM ROMA
GEMMA TOWNLEY
RECORD
(2005)
R$ 12,35



THE TKT COURSE - FIRST EDITION
MARY SPRATT E OUTROS
CAMBRIDGE
(2008)
R$ 84,90



CORAÇÕES FERIDOS
LOUISA REID
NOVO CONCEITO
(2013)
R$ 25,00



VITÓRIA - COLEÇÃO 2ª GUERRA MUNDIAL - VOL. 3
EDITORA ABRIL
ABRIL
(2007)
R$ 15,00



MANGÁ HITMAN - A SEGUNDA TEMPORADA 2
HIROSHI MUTO
SAMPA ARTE / LAZER
(2012)
R$ 14,90



FOLCLORE NORDESTINO - LENDAS E CANTIGAS
ANNA FROTA MENDES
HORIZONTE
R$ 49,90



TERTÚLIA DOS VALES
RAFAEL AVELINO (ORG.)
ALBATROZ
(2018)
R$ 30,00



DOIS CLÁSSICOS - A HORA DO PESADELO INTRIGA INTERNACIONAL
HUGH PENTECOSTE SAMUEL FULLHER
NOVA CULTURAL
(1989)
R$ 8,04



COMO FAZER SUA PROPAGANDA FUNCIONAR
KENNETH ROMAN / JANE MAAS
NOBEL
(1994)
R$ 8,00





busca | avançada
23758 visitas/dia
773 mil/mês