A entranha aberta da literatura de Márcia Barbieri | Jardel Dias Cavalcanti | Digestivo Cultural

busca | avançada
53897 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Projeto Nascentes Criativas promove ações culturais gratuitas no interior de Minas
>>> Pekka Pylkkänen (FIN) - Brazil Tour 2024
>>> Domingo, 19, 17h, tem 'Canta Teresa' - Roda Cultural com os rappers Ramonzin e Emitê OG
>>> HOJE E AMANHÃ - JÁ ESTAMOS BEM - IMPROVISO DE DANÇA ABORDA ADOECIMENTO HUMANO E PLANETÁRIO
>>> Selvageria synth pop no Pantera Clube
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
Colunistas
Últimos Posts
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
>>> Glenn Greenwald sobre a censura no Brasil de hoje
>>> Fernando Schüler sobre o crime de opinião
>>> Folha:'Censura promovida por Moraes tem de acabar'
>>> Pondé sobre o crime de opinião no Brasil de hoje
Últimos Posts
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
>>> Calourada
>>> Apagão
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Room Full of Mirrors no Royal Albert Hall (1969)
>>> Machado e a AR-15
>>> Religioso, mágico, sofisticado, profano
>>> O iPod por Da Vinci
>>> Gleiser, o cientista pop
>>> Faustão sobre protestos #full
>>> As sobras completas, poesias de Jovino Machado
>>> 7 que sigo
>>> Quem tem medo de Gerald Thomas? (Parte I)
>>> Os 33 mineiros e nossa visão limitada
Mais Recentes
>>> Alquimia - Introdução ao Simbolismo e à Psicologia de Marie-Louise Von Franz pela Cultrix (1993)
>>> Livro Infanto Juvenis 10 Anos Com Mafalda de Guino pela Guino (2010)
>>> Livro Literatura Estrangeira Terra dos Homens de Antoine de Saint-exupéry pela Nova Fronteira
>>> Livro Literatura Estrangeira As Brumas de Avalon A Senhora da Magia de Marion Zimmer Bradley pela Imago (1987)
>>> Livro Cerco De Jerico: O Caminho Da Vitória de Alberto Gambarini pela Ágape (2005)
>>> Livro Infanto Juvenis Projeto Desafio Os Três Porquinhos de Vários Autores pela Moderna (2013)
>>> Livro Infanto Juvenis Dicionário de Humor Infantil de Pedro Bloch pela Ediouro (1998)
>>> Livro Turismo Guia de Viagem Nova York de National Geographic pela Abril (2008)
>>> Livro de Bolso Literatura Estrangeira Mistérios Perdidos de Sir Arthur Conan Doyle pela Literatura Estrangeira (2020)
>>> Livro Infanto Juvenis Flauta Doce Método de Ensino para Crianças de Nereide Schilaro Santa Rosa pela Scipione (1999)
>>> Livro Story Of O de Pauline Réage pela Corgi
>>> Livro Literatura Brasileira Clarice e as Mulheres de Clarice Lispector e Outras pela Prefeitura de São Paulo (2020)
>>> Livro Literatura Estrangeira Meus Dias na Livraria de Morisaki Satoshi Yagisawa pela Bertrand Brasil (2023)
>>> Livro Literatura Estrangeira Às Cegas de Claudio Magris pela Companhia das Letras (2009)
>>> Livro Infanto Juvenis A Lua e a Princesa de Celi S Saito pela Brasil Seikyo (2007)
>>> Carreira Fiscal - Direito Administrativo - Vol.1 - Baseado Nos Editais Dos Concursos Para A Receita Federal Do Brasil de Jerson Carneiro Gonçalves Júnior pela Conceito (2010)
>>> Livro Literatura Estrangeira Médico Astronauta de Frank G. Slaughter pela Record (1970)
>>> Livro Literatura Estrangeira As Brumas de Avalon O Gamo Rei Livro 3 de Marion Zimmer Bradley pela Imago (2008)
>>> Livro de Bolso Religião O Evangelho Segundo o Espiritismo de Allan Kardec pela Ide (2007)
>>> Livro Infanto Juvenis In My Pond de Sara Gillingham pela Concept (2009)
>>> Livro de Bolso Literatura Brasileira Memórias de um Sargento de Milícias de Manuel Antônio de Almeida pela Best Bolso (2010)
>>> Livro Infanto Juvenis Os Árabes na Época de Seu Esplendor de Mokhtar Moktefi Véronique Ageorges pela Augustus (1997)
>>> Livro Gibis Kare Kano As Razões Dele, Os Motivos Dela Volume 12 de Masami Tsuda pela Panini Comics
>>> Livro Literatura Estrangeira Fique Onde Está e Então Corra de John Boyne pela Seguinte (2024)
>>> Livro Infanto Juvenis Chapeuzinho Amarelo de Ziraldo Chico Buarque pela Jose Olympio (1997)
COLUNAS

Terça-feira, 9/5/2017
A entranha aberta da literatura de Márcia Barbieri
Jardel Dias Cavalcanti
+ de 6700 Acessos



Acaba de ser publicado pela editora Patuá, de São Paulo, o terceiro romance de Márcia Barbieri: O Enterro do Lobo Branco. Entre 2013 e 2014 a autora publicou, respectivamente, Mosaico de Rancores e A Puta, ambos pela editora Terracota. Mosaico de Rancores foi publicado também em edição alemã, pela Clandestino Publikationen.

Em todos os seus livros, Barbieri está pondo à prova os limites da linguagem, usando para isso o corpo, o desejo, a perversão, as relações humanas desnorteadas. Trata-se, pode-se dizer, de um romance erótico-existencial, talvez até pornográfico (segundo Alain Robert-Grillet, “pornografia é o erotismo dos outros”). No entanto, o erotismo, esse lugar fora do lugar, é quem, por força da descrição de sua prática na literatura de Barbieri, tem uma função mais do que de produzir prazer no leitor, é ele que obriga a linguagem a romper com o discurso tradicional, levando-a a lugares inesperados.

Servir-se de uma prática “que não tem juízo nem nunca terá”, o sexo livre e perverso, faz a literatura perder também suas estribeiras produzindo um discurso molhado na libido da linguagem (Barthes). A narrativa tradicional não suportaria as descrições sensuais, brutais e libidinosas da literatura de Barbieri. É preciso abolir pontos, vírgulas, deslizando-se por zonas obscuras de descrições que vão além do simples agrupamento de fatos. É preciso estar no caldeirão das forças irracionais do pesadelo, dos sonhos, dos desejos sofridos, para que a literatura se liberte das descrições prosaicas e alcance o reino da poesia.

Essa literatura não produz no crítico o desejo de resumo da obra. Seria trair o projeto da autora, trair sua poética aterradora, que fornece deleite no terror sobre-humano do desejo livre e na linguagem contemporânea do desvio. Não é à toa o aviso do editor de que em algumas passagens há desacordo com as normas padrão do português brasileiro. Não há língua que suporte a poesia e a “escritura fora do poder”.

A epígrafe de Nietzsche sobre o Eterno Retorno no romance é a pista mais clara para entender O Enterro do Lobo Branco.

Parafraseando o pensador alemão, a literatura de Barbieri produz “a existência em sua forma mais aterradora, a existência como ela é, sem objetivo nem significado, mas sempre repetida, sem um final no nada”. A literatura mais dura possível começou a existir, resta-nos criar a criatura que a aceitará alegre e felizmente.

Vale, nesse sentido, indicar a seguinte passagem do romance: “Haverá um tempo em que todo pensamento será tola pretensão as aranhas não tecerão mais suas teias não precisarão mais engolir insetos as opiniões cairão por terra e as sílabas bailarão libertas na saliva dos loucos e dos ladrões as letras seguirão aleatórias cartografia inusitadas a solidão reinará na cabeça dos poetas os escritores não procurarão nenhum vocábulo os discursos serão escritos sem discórdia sorriremos felizes porque nenhuma cabeça precisará ser arrancada para que as palavras encontrem a envergadura da linha reta.”

“Cadáveres não se arrepiam”, dirá Barbieri em outra passagem do livro. Talvez a sua literatura os faça tremer, descobrindo, como disse Kafka, “a alegria de imaginar uma faca dando voltas em meu coração”.


Jardel Dias Cavalcanti
Londrina, 9/5/2017

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Internet - sociedade = direito? de Vicente Escudero
02. Reminiscências de Rafael Lima
03. Sobre o ato de fumar de Rafael Lima


Mais Jardel Dias Cavalcanti
Mais Acessadas de Jardel Dias Cavalcanti em 2017
01. A entranha aberta da literatura de Márcia Barbieri - 9/5/2017
02. Como se me fumasse: Mirisola e a literatura do mal - 26/12/2017
03. Crítica/Cinema: entrevista com José Geraldo Couto - 5/9/2017
04. Amy Winehouse: uma pintura - 28/3/2017
05. A poesia afiada de Thais Guimarães - 3/10/2017


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Renascimento do Império China 325
Cláudia Trevisan
Planeta
(2006)



Livro História Geral A Máscara da África
V.S. Naipaul
Companhia das Letras
(2011)



Livro Religião Visão Espírita do Evangelho
Rogério Coelho
Mythos Books
(2007)



A Orelha de Van Gogh 520
Moacyr Scliar
Companhia das Letras
(1989)



Pensar Com os Pés
Allan Percy e Marcelo Barbão
Sextante
(2014)



Livro Documentos A Noite Mais Longa
Miguel Pinheiro
A Esfera Dos Livros
(2014)



Heurística- A ciência do pensamento criador
V. N. Puchkin
Zahar
(1967)



Estudos de Saúde Coletiva - 5
Guilherme Rodrigues da Silva e Outros
Abrasco
(1988)



Livro Literatura Estrangeira O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares
Ransom Riggs
Leya
(2015)



Direito Meio Ambiente e Cidadania
Flávia de Paiva de Oliveira
Wvc
(2004)





busca | avançada
53897 visitas/dia
2,4 milhões/mês