Famílias terríveis - um texto talvez indigesto | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
22804 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> FÁBRICA DE CALCINHA, PARTE DA MOSTRA CENA SUL, EM TRÊS APRESENTAÇÕES NO SESC BELENZINHO
>>> PROJETO MÚSICA EXTREMA, DO SESC BELENZINHO, TRAZ EM MARÇO A BANDA REFFUGO, DE DEATH METAL
>>> ESPETÁCULO DE DANÇA ENCHENTE, COM DIREÇÃO DE FLAVIA PINHEIRO (PE), EM TRÊS DATAS NO SESC BELENZINHO
>>> EU e MÁRIO DE ANDRADE Livro de Anotações para Viagens Reais e Imagin
>>> Atom Pink Floyd Tribute retorna ao Rio Grande do Sul
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Minimundos, exposição de Ronald Polito
>>> Famílias terríveis - um texto talvez indigesto
>>> O Carnaval que passava embaixo da minha janela
>>> A menos-valia na poesia de André Luiz Pinto
>>> Lançamentos de literatura fantástica (1)
>>> Cidadão Samba: Sílvio Pereira da Silva
>>> No palco da vida, o feitiço do escritor
>>> Um olhar sobre Múcio Teixeira
>>> Algo de sublime numa cabeça pendida entre letras
>>> estar onde eu não estou
Colunistas
Últimos Posts
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
Últimos Posts
>>> Prefácio
>>> Descendências
>>> Nem mais nem menos
>>> Profissão de fé
>>> Direções da véspera III
>>> Mirante
>>> In Albis
>>> Mulher, ontem hoje e sempre
>>> Amor, entre o céu e o fardo
>>> O Estranho Mundo Atual que Julgamos
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Festival da Mantiqueira
>>> Eleições
>>> Portal dos Livreiros: 6 meses!
>>> Por que ler poesia?
>>> Entrevista com Miguel Sanches Neto
>>> Os superestimados da música no Brasil
>>> O pai da menina morta, romance de Tiago Ferro
>>> Quanto custa rechear seu Currículo Lattes
>>> Influências da década de 1980
Mais Recentes
>>> Análise Real: uma Introdução de A. J. White; Elza P Guimarães (coordenação) pela Edgard Blucher; Edusp (1973)
>>> Juventude e Revolução : uma Investigação Sobre a Atitude Revoluci de Hermes Zaneti pela Edunb (brasília) (2001)
>>> Ritos Mágicos e Ocultos de Idries Shiah pela Três (1973)
>>> Sócrates: os Pensadores de Nova Cultural pela Nova Cultural (1987)
>>> Da Revolução de 30 ao Terror do Estado Novo de J I Cabral de Vasconcellos Filho pela Cátedra (1982)
>>> Quo Vadis: a Ordem Mundial Perspectiva 2 de Alexander Zhebit pela Bennett (2003)
>>> Antologia Mitavaí: Poesia e Prosa da Oficina Literária Icp de Ivan Cavalcanti Proença pela Mitavaí (rj) (1986)
>>> Joana dos Santos de Ivan Bichara pela Bertrand Brasil (1995)
>>> Dictionnaire de La Bible de Andre Marie Gerard pela R Laffont (1989)
>>> Terapêutica Clínica - Segunda Edição de Paul G. Ramsey e Eric B. Larson & Cols. pela Artes Médicas (porto Alegre) (1995)
>>> Introduction to Opera (capa Dura) de Mary Ellis Peltz (editor) pela Barnes & Noble (1957)
>>> A Princesa e o Profeta de Shafique Keshavjee pela Ediouro (2004)
>>> Michelin Red Guide 1990: Main Cities, Europe de Michelin Travel Publications pela Michelin Travel Publications (1990)
>>> O Mandado de Seguranca e Outras Acoes Constitucionais Tipicas de Jose da Silva Pacheco (3ª Edição) pela Revista dos Tribunais (1998)
>>> Pedro Calmon de Luis Henrique Dias Tavares pela Fundação Cultural da Bahia (1977)
>>> Comandos do Ms-dos: Inclui Versão 4 e dos Shell de Van Wolverton pela Campus (1989)
>>> Ensayos Sobre Narrativa Francesa Contemporánea de Willi Hirdt pela Alfa (1984)
>>> A Filosofia da Medicina Oriental de Georges Ohsawa 5ª Edição pela Associação Macrobiótica (rs) (1977)
>>> La Muerte En El Alma - los Caminos de La Libertad III de Jean Paul Sartre pela Losada (1967)
>>> A Sociedade e o Crime de Luís de Carvalho e Oliveira pela Arcádia (lisboa Portugal) (1960)
>>> São José do Norte Aspectos Linguístico-etnográficos do Antigo Municípi de Heinrich A. W. Bunse (2ª Edição) pela Mercado Aberto (1981)
>>> Daemon de Daniel Suarez pela Planeta do Brasil (2011)
>>> Gustavo Cisneros: un Empresario Global de Pablo Bachelet pela Planeta (buenos Aires) (2004)
>>> Guia do Acervo do Arquivo Museu de Literatura Brasileira de Eliane Vasconcellos e Laura Regina Xavier pela Casa de Rui Barbosa (2012)
>>> Lista Vermelha de Animais Ameaçados de Extinção no Estado do Para de Márcia de Guadalupe, Olaf Mielke e Outros pela Sema; Piab (1995)
>>> Redigindo a Sentença Cível 5ª Edição de Elpídio Donizetti pela Lumen Juris (rj) (2008)
>>> Hip Hotels: Paris (em Inglês) de Herbert Ypma pela Thames & Hudson (2007)
>>> A Máquina de Xadrez - 2ª Edição de Robert Löhr pela Record (2007)
>>> Relação Nacional de Medicamentos Essenciais (rename) de Ministério da Saúde - 5ª Edição pela Ministério da Saúde (2007)
>>> Quem Matou John Maynard Keynes? de W. Carl Biven pela Mcgraw Hill (1990)
>>> Química na Sociedade: Projeto de Ensino de Química Em um Contexto de Eliane Nilvana F. de Castro, Rogério S. Mol pela Unb (1998)
>>> Curso de Direito do Trabalho Aplicado. Parte Geral Vol 1 de Homero Batista Mateus da Silva 3ª Edição pela Revista dos Tribunais (2015)
>>> Antes Tempos Depois: Pequenos Ensaios de Roberto Cavalcanti de Albuquerque pela José Olympio (2007)
>>> Na Imprensa... Coletânea de Artigos (1987 - 2004) de Ives Gandra da Silva Martins (capa Dura) pela Do Brasil (2005)
>>> Antes Tempos Depois: Pequenos Ensaios de Roberto Cavalcanti de Albuquerque pela José Olympio (2007)
>>> Cultura del Renacimiento - Tercera Edicion de Robert F Arnold (capa Dura) pela Labor (barcelona Espanha) (1936)
>>> Reengenharia do Setor Público: as Bases para a Construção do Esta de Francisco Paulo de Melo Neto pela Quartet (1995)
>>> O Novo Oriente Médio de Shimon Peres pela Relume Dumará (1994)
>>> Expedições Militares Contra Canudos: Seu Aspecto Marcial de Tristão de Alencar Araripe pela Bibliex (1985)
>>> Petrobrás: um Monopólio Em Fim de Linha de Gilberto Paim pela Topbooks (1994)
>>> Estratégia Militar e Desarmamento de Nelson Freire Lavenère Wanderle pela Bibliex (1971)
>>> O Estado Super Desenvolvido de Gilberto Mathias e Pierre Salama pela Brasiliense (1983)
>>> Manual da Constituição - 2ª Edição de Themistocles Brandão Cavalcanti pela Zahar (1963)
>>> Jesus de Nazaré: Esplendor no Ocidente de Marco Aurélio Baggio pela Compos (bh) (2002)
>>> O Demônio da Barba Manchada de Rodolfo Gomes Pessanha pela Saint Paul (niterói) (1991)
>>> Três Faces de uma Cidade de José Aparecido de Oliveira pela Gdf (1987)
>>> O Problema do Trabalho de Alceu Amoroso Lima (2ª Edição) pela Agir (1956)
>>> O Homem do Gravador de Jean Jaques Abrahams pela Imago (1978)
>>> Fresno Contra o Mundo; o Passado Secreto do Nazismo no Brasil de Rolling Stone, Nº 51 de 2010 pela Spring (2010)
>>> Em Casa Com Deborah Secco; Keith Richards Arquivo Rs de Rolling Stone, Nº 53 pela Spring (2011)
COLUNAS

Sexta-feira, 15/3/2019
Famílias terríveis - um texto talvez indigesto
Ana Elisa Ribeiro

+ de 500 Acessos

Conheço filhos que viajam com os pais por toda a vida. Filhos, netos, genros, noras, periquitos, cães de estimação, todos de mala e cuia, juntos na aventura, por céu ou por terra. Acho digno, como diz a turma hoje. Irmãs que combinam passeios; primos que marcam idas à praia ou ao resort; netos que vão ao cinema com os avós ou tios. Conheço alguns que se abraçam depois de adultos, até os que andam de mãos dadas. Dia desses vi pai e filho andando abraçados no shopping. Meus olhos chegaram a marejar. Em seguida, desejei sorte a eles. É ter cuidado com a homofobia, que grassa por todo lado, agora em sua versão autorizada. E sempre que vejo essas famílias por aí, dando o ar de sua graça, com leveza e um amor infinitamente tolerante, gosto de me lembrar que os tempos mudaram e que nem sempre foi assim.

Faz poucas décadas, pais e filhos mal podiam se falar. Longas narrativas e confissões... nem pensar. Liberdade era confundida com folga. Autoridade e respeito confundidos com medo e subordinação. Fácil, fácil. Pancada era coisa certa, por qualquer motivo que fosse. Minha memória guarda bem os episódios de ver entes queridos apanhando de cinto, sob ameaças que hoje mereceriam um telefonema para a polícia ou o conselho tutelar. Amor não era coisa que se expusesse. E eu só tenho pouco mais de 40 anos. Então as famílias podem ser terríveis, como também sabemos.

Uma experiência ruim na vida – desemprego, divórcio, uma frustração qualquer – e vem logo a vontade do colo materno. Por que não, do paterno também, a depender de quem seja o progenitor e da sorte de tê-lo realmente participativo. Mas enquanto uma parcela das pessoas pode dar um telefonema para a casa dos pais e pedir um socorro, nem que seja de um jeito meio tímido, uma outra parcela não pode fazer isso, não consegue, não vê disponibilidade alguma ou intercompreensão. Enquanto há pais que conseguem ouvir, por mais estapafúrdia que possa ser a narrativa, há outros que vetam qualquer tentativa de aproximação. Não. É não. Ou os filhos estão sempre errados, seja lá a idade que tenham.

Famílias podem ser terríveis. Dos drásticos exemplos de abuso sexual, que também grassam pelo país – e pelo mundo, à sutileza das sabotagens e dos impedimentos de todo tipo. Das mães que se projetam nas filhas às que têm inveja delas, de sua juventude ou de sua coragem, talvez. Do massacre produzido por pais competitivos à insanidade das mães que adoram comparar os filhos aos rebentos dos vizinhos, dos colegas de trabalho ou mesmo dos parentes mais exibicionistas. Pode ser tudo isso terrível para uma pessoa. Quanto estrago uma família pode fazer.

Há pessoas que, claramente, substituem suas famílias de sangue pelos amigos. Alguns, uns poucos, que pintam vida afora e que ficam, com quem se pode ter afinidade nascida no coração mesmo. É raro, mas pode acontecer. Conheço amigos que se parecem mais com irmãos do que os irmãos. E irmãos que se parecem com inimigos. E pais que também parecem jogar no time adversário. Um comentário e pronto: a devastação se faz. As famílias podem não ser, mas podem também ser terríveis. E quando dão de sê-lo, são um massacre, muitas vezes insolúvel. De quanta terapia cada um precisa? E quanto tem a família a ver com isso?

Mesmo que seja ruim, que seja devastador, que a convivência seja nefasta, perder familiares é tristíssimo. Sabem-no bem os que perderam os pais, seja em que circunstância for. Conheço gente que mal conviveu com o pai, por exemplo, que é mais comum, mas sofreu quando da morte dele. As pessoas sofrem com essas perdas próximas ou aparentemente conectadas. Conheço quem tenha perdido a mãe no parto, no parto do próprio nascimento, e que sinta isso como se fora carregar uma cruz, uma culpa. E conheço quem ame profundamente aqueles que nem são seus pais. Famílias podem ser terríveis, mas ainda bem que podem ser adotadas, em qualquer caso.

Se eu fizer algum esforço, e será pouco, poderei me lembrar de episódios devastadores de entre as muitas experiências que tenho com a família. Uma frase lancinante, uma desconfiança, uma afirmação injusta, uma fofoca inoportuna, uma demonstração de raiva, um xingamento doloroso, e isso nem é tanto. Há pessoas que podem lembrar, com profunda dor, episódios de violência muito piores, muito mais contundentes. Cada um com seus processos. E continuo achando: fala-se tanto em família, não é? Ainda mais agora, diante desse discurso moralista francamente hipócrita... mas elas, as famílias, podem ser terríveis.

Qualquer um pode se lembrar de ter conhecido uma família convencional no seio da qual uma mulher sofria impedimentos e muita violência simbólica todos os dias. Ou quem sabe uma viúva chorosa, mas nos olhos da qual era possível divisar certo alívio. E lá nos comentários baixinhos, murmurados, ela dizia à amiga: “agora vou viver minha vida”. Ou uma mulher cujo pai jamais fora de fato seu pai; ou um homem que jamais aprendeu o que é cuidar de um filho e de uma casa. As famílias terríveis tendem a produzir repetições delas mesmas. Arremedos do pior que elas podem ser. Nem sempre e não só apenas as alegrias expostas nos porta-retratos da sala.

Conheço filhos que viajam com os pais e famílias que organizam festas de Natal realmente alegres e sinceras. Não sei avaliar se são raras. Nem poria minhas mãos no fogo por qualquer uma delas. Sejam de que casta forem, há famílias que se integram de fato, com mais afinidade e amor do que outras coisas. Mas é preciso admitir que, sim, as famílias podem ser terríveis e podem produzir dinastias de pessoas terrivelmente afetadas por uma convivência “complicada”, para dizer com a suavidade que a hipocrisia nos ensina.


Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 15/3/2019


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Minimundos, exposição de Ronald Polito de Jardel Dias Cavalcanti
02. O Carnaval que passava embaixo da minha janela de Elisa Andrade Buzzo
03. A menos-valia na poesia de André Luiz Pinto de Jardel Dias Cavalcanti
04. Lançamentos de literatura fantástica (1) de Luís Fernando Amâncio
05. Cidadão Samba: Sílvio Pereira da Silva de Renato Alessandro dos Santos


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro
01. O menino mais bonito do mundo - 29/1/2010
02. Digite seu nome no Google - 8/3/2006
03. Ler muito e as posições do Kama Sutra - 2/6/2004
04. Dar títulos aos textos, dar nome aos bois - 27/7/2007
05. Autor não é narrador, poeta não é eu lírico - 24/3/2004


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




UMA AJUDA LÁ DE CIMA
CATHERINE LANIGAN
BUTTERFLY
(2007)
R$ 11,89



MÉTODO DE ANÁLISE DE INVESTIMENTOS EM AÇÕES
WAUILIAN SEIXAS
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 251,00



A NOVA DISCIPLINA DA CAPACIDADE CIVIL DAS PESSOAS NATURAIS
MARIANA OLIVEIRA DE SÁ UND FERNANDA C. LOPES CARDOSO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 293,00



A LUA É DOS NAMORADOS
PAULO MOURA
PÉ DA LETRA
(2007)
R$ 10,00



250 RAÇÕES BALANCEADAS PARA SUÍNOS
CLAUDIO CID VALVERDE
AGROPECUÁRIA
(1997)
R$ 23,00



DESENVOLVIMENTO DE EQUIPES - SÉRIE GESTÃO DE PESSOAS - 2ª EDIÇÃO
HELENA TONET E OUTROS
FGV
(2010)
R$ 10,00



FARSA DE INÊS PEREIRA - AUTO DA BARCA DO INFERNO - AUTO DA ALMA
GIL VICENTE
MARTIN CLARET
(2008)
R$ 8,00



A RELÍQUIA - COLEÇÃO LIVROS O GLOBO Nº 2
EÇA DE QUEIRÓS
O GLOBO-KLICK ED.
(1997)
R$ 6,00



PERCEPÇÃO DOS CONDUTORES DE TRANSPORTE DE TORAS NA AMAZÔNIA LEGAL
FRANCIANE SCHIO UND MARIANA P. L. C. CARVALHO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00



O MILAGRE DA MANHÃ - 1ª EDIÇÃO
HAL ELROD & MARCELO SCHILD ( TRADUÇÃO )
BEST SELLER
(2018)
R$ 31,95





busca | avançada
22804 visitas/dia
1,1 milhão/mês