Como medir a pretensão de um livro | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
29517 visitas/dia
891 mil/mês
Mais Recentes
>>> CRIANÇAS DE HELIÓPOLIS REALIZAM CONCERTO DE GENTE GRANDE
>>> Winter Fest agita Jurerê Internacional a partir deste final de semana
>>> Coletivo Roda Gigante inicia temporada no Jazz B a partir de 14 de julho
>>> Plataforma Shop Sui dança dois trabalhos no Centro de Referência da Dança
>>> Seminário 'Dança contemporânea, olhares plurais'
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
>>> Do inferno ao céu
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Manual para revisores novatos
>>> A Copa, o Mundo, é das mulheres
>>> O espelho quebrado da aurora, poemas de Tito Leite
>>> Carta ao(à) escritor(a) em sua primeira edição
Colunistas
Últimos Posts
>>> Mirage, um livro gratuito
>>> Lançamento de livro
>>> Jornada Escrita por Mulheres
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 3
>>> Juntos e Shallow Now
>>> Dicionário de Imprecisões
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
Últimos Posts
>>> Pelagem de flor IV: AZUL
>>> Pelagem de flor IV: AZUL
>>> Pelagem de flor IV: AZUL
>>> É cena que segue...
>>> Imagens & Efeitos
>>> Segredos da alma
>>> O Mundo Nunca Foi Tão Intenso Nem Tão Frágil
>>> João Gilberto
>>> Retalhos ao pôr do sol
>>> Pelagem de flor III: AMARELO
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Palavras, muitas palavras
>>> Lula: sem condições nenhuma*
>>> Novos Melhores Blogs
>>> O primeiro Show do Milhão a gente nunca esquece
>>> Uma Receita de Bolo de Mel
>>> As pedras de Estevão Azevedo
>>> Meninos, eu vi o Bolsonaro aterrando
>>> Historia de Hotmail
>>> Maria Rita: música em estado febril
>>> Ser mãe
Mais Recentes
>>> A casa dos Bronzes de Ellery Queen pela Nova Fronteira
>>> Livro Coleção Fono na Escola de Márica Honora pela Ciranda Cultural (2009)
>>> Livro Irmãs vampiras - uma missão bem dentuça de Franziska Gehm pela V e R (2019)
>>> Infância dos Mortos de José Louzeiro pela Record (1981)
>>> Livro Dificuldades de Aprendizagem de Ana Maria Salgado Gómez pela Grupo Cultural (2018)
>>> O Misterioso Sr. Quin de Agatha Christie pela L&PM Pocket (2017)
>>> Rimbaud da América e Outras Iluminações de Maurício Salles Vasconcelos(Autografado) pela Estação da Liberdade (2000)
>>> Rimbaud da América e Outras Iluminações de Maurício Salles Vasconcelos(Autografado) pela Estação da Liberdade (2000)
>>> O Siciliano de Mario Puzo pela Circulo do Livro (1984)
>>> Cid-10 - Vol. 1: Classificação Estatistica Internacional de Doenças de Oms pela Edusp (2010)
>>> O Espírito de Liberdade de Erich Fromm pela Zahar (1981)
>>> Conversa na Catedral de Mario Vargas Llosa pela Circulo do Livro (1969)
>>> Livro Nada a perder 2 de Edir Macedo pela Planeta (2013)
>>> Livro Mundo Afora de Mel Lisboa pela Globo (2007)
>>> A Nova Ordem Mundial e os Conflitos Armados - Bilingue/ Capa Dura de Daniel Amin Ferraz/ Denise Hauser Coord. pela Mandamentos/ Belo Horizonte (2002)
>>> Livro Maternidade Tardia. Mulheres Profissionais em Busca da Realização Plena de Sylvia Ann Hewlett pela Novo Século (2008)
>>> El Domador de Monstruos de Ana Maria Machado pela Sm (2007)
>>> Desafios do Trabalho de Ladislau Dowbor , Odair Furtado , leonardo Trevisan ,Hélio Silva pela Vozes (2004)
>>> Livro Bênção Diária 2 de Max Lucado pela Thomas Nelson (2014)
>>> Livro O grande livro das parlendas de Paulo F Netho pela Ciranda Cultural (2015)
>>> Sucessões - Teoria, Prática e Jurisprudência...Na Vigência do Código Civil 1916... de Wilson de Oliveira pela Del Rey/ Belo Horizonte (2004)
>>> A contagem dos sacis de Monteiro Lobato pela Globinho (2013)
>>> Os Crimes do Mosaico de Giulio Leoni pela Planeta (2006)
>>> Guadalupe e as Bruxas - Guia de Magia Católica de Márcia Frazão pela Planeta (2005)
>>> Família Notadez: Direito de Família e Sucessões de Sérgio Couto: Organização pela Notadez (2007)
>>> A ópera de Zito Baptista Filho pela Nova fronteira (2019)
>>> Damo Moral: Dano Moral Puro.- Protesto Indevido de Título... de João Roberto Parizatto/ Autografado pela Edipa: Ed. Parizatto (2001)
>>> Sem medo de viver de Zibia Gasparetto pela Vida e Consciência (1996)
>>> Quando A Vida Escolhe de Zibia Gasparetto pela Vida & Consciência (1992)
>>> Antropologia Cultural-Man and His Works/ Tomo II (2ª Parte) de Melville J. Herskovits pela Mestre Jou (1969)
>>> Antropologia Cultural-Man and His Works/ Tomo II (1ª Parte) de Melville J. Herskovits pela Mestre Jou (1969)
>>> Quando é Preciso Voltar de Zibia Gasparetto pela Vida e Consciência (2001)
>>> Antropologia Cultural-Man and His Works/ Tomo II (2ª Parte) de Melville J. Herskovits pela Mestre Jou (1973)
>>> Antropologia Cultural-Man and His Works/ Tomo II (1ª Parte) de Melville J. Herskovits pela Mestre Jou (1973)
>>> Destino Selado de Sandra Brown pela Atica (1998)
>>> Direitos Fundamentais P/ Concursos: Teoria Geral dos direitos...Art. 5 de Samuel sales Fonteles pela Jus Podivm/ Bahia (2014)
>>> O Jogo do Anjo de Carlos Ruiz Zafón pela Objetiva (2008)
>>> Procura-Se Lobo de Ana Maria Machado pela Editora Ática
>>> Monster High - V. 02 - O Monstro Mora Ao Lado de Lisi Harrison pela Id
>>> Monster High de Lisi Harrison pela Id
>>> Esmeralda de Zibia Gasparetto pela Editora EVD
>>> The adventures of Huckleberry Finn - Com CD de Mark Twain pela Pearson
>>> Antes que o mundo acabe de Marcelo Carneiro da Cunha pela Projeto
>>> Berenice Detetive de João Carlos Marinho pela Global
>>> Easystart: Marcel and the White Star - Com CD de Stephen Rabley pela Pearson
>>> Pearson English Readers Easystart: Lucky Break: Easystarts - Com CD de Jhon Escott pela Pearson Longman
>>> Level 2: The Prince and the Pauper (2nd Edition) - Com CD de Mark Twain pela Pearson Longman
>>> Ultima Busca De Gilgamesh, A - V. 03 de Ludmilla Zeman pela Editora Projeto
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis pela Ática
>>> Oníria: O reino dos sonhos (Vol. 1) de Bénédicte F. Parry pela Verus Editora
COLUNAS

Sexta-feira, 10/5/2019
Como medir a pretensão de um livro
Ana Elisa Ribeiro

+ de 2300 Acessos

Mal escrevi este título e já me arrependi. Não sei se o livro tem culpa no cartório. A pretensão pode ser do autor ou da autora, do editor ou da editora, do departamento de marketing ou de quem mais houver envolvido no empreendimento, seja ele de grande ou de pequeno porte. Culpei o objeto livro por algo que ele apenas materializa. Humanizei, antropomorfizei, mas o intuito era comentar (e apenas isso) minha percepção sobre alguns livros que leio, desleio, releio, transleio e mesmo dos que desprezo na estante, até que me venha uma gana qualquer de lê-lo.

O que chamei de "pretensão" pode ser sinônimo de "presunção" e mesmo de "arrogância". Mas também pode significar "desespero", "despreparo", "exagero" e um tantinho de falta de noção. De maneira mais simples e direta, pode ser só uma pergunta: o que este livro/autor(a) pretende? Vai saber. Só mesmo nos bastidores de uma produção editorial de livro é que se pode compreender o que de fato ocorreu. E daí? Apenas terá ocorrido.

Livros são objetos tão antigos quanto complexos. Não vou aqui me aprofundar nessas questões tecnológicas, sociais, sociológicas. O que quero deixar posto é que se trata de um objeto compósito. Não é apenas uma coisa qualquer, não é apenas um emaranhado de textos. Um livro (e sua existência material) é tão político quanto sinal de resistência, persistência, insistência. A despeito de qualquer força contrária, os livros existem. Com eles, seus escritores e seus leitores, menos duradouros do que o objeto, como sabemos.

Para existir bem, é comum que um livro seja integrado por vários textos, além do "principal". Prefácio, introdução, apresentação, orelhas, quarta capa, posfácio e o que mais existir que possa compor, emoldurar, contextualizar, avalizar e mais... um texto que às vezes é de um iniciante, outras vezes, não. Em caso de escritor conhecido, pode ser que esses paratextos (para usar o termo de Genette) sirvam para analisar, historiar, elevar ainda mais a obra. É quando tomamos para ler um poemário do Manuel Bandeira e ele vem com um prefácio inteligente de um estudioso universitário, como que a nos ajudar a compreender aquela obra. Um pouco de aula, um pouco de contextualização, um tanto de explicação.

No caso de escritores iniciantes, ocorre algo parecido, mas a troca simbólica é mais assimétrica. Um nomão da universidade ou um crítico badalado emprestam suas assinaturas a prefácios ou orelhas que avalizam o texto principal, os poemas, contos ou o romance, a fim de "dar um pezinho" ao autor que ali se joga no palheiro da literatura nacional, seja ela qual for.

Funciona. Muitas vezes, o nomão ou a nomona ajudam a alçar o iniciante a "promessa da nova geração". Muitas vezes, tudo fica apenas na promessa, porque são muitos os elementos que levam alguém ao cânone. No entanto, esses mecanismos (que chamam por aí de legitimadores ou tais) estão aí e mantêm a marcha, desde que o mundo é mundo e tem livros com que se preocupar. Um iniciante geralmente vai em busca de um(a) fiador(a) relevante, que o/a ajude a se destacar ou ao menos a convencer os resenhistas e os colegas de labuta. É uma espécie de QI (quem indica) literário e que não tem demérito por existir. Qual é o problema de dizer que alguém é promissor ou que vale a pena prestar atenção?

Meu incômodo é quando sobra. Sobra prefácio, posfácio, orelha e falta miolo. Quando há tanto o que ler antes e depois que nossas expectativas ficam altas demais para pouco material. Livros feitos com tantos paratextos que nos fazem desconfiar de suas possibilidades: precisam falar tanto assim? Livros que vêm com trechos da fortuna crítica em jornais e revistas, livros excessivamente cercados, livros em que o autor e/ou o editor juntam tudo o que há que possa testemunhar a genialidade do postulante a novo(a) escritor(a) canônico. Quando me parece demais, a santa desconfia.

Mas não quero pisar no calo dos(as) colegas. Já fiz isso. Já encomendei prefácio chique, já pedi ajuda de celebridade, já recortei matérias de jornais em que diziam como eu era interessante e como minha poesia era sagaz. Nunca adiantou muito. É claro que um ou outro reparou nos links, na network, mas nada disso me fez passar de uma promessa. E ainda estou com sorte: alguns não passam de mentiras.

Há certas editoras que têm tanta bala na agulha que podem inventar autores. Elegem um ou uma para ser o próximo "melhor romancista do século" e executam uma campanha de convencimento bastante efetiva. Já vi matéria em revista sobre livro de autor iniciante que ainda nem tinha sido lançado... mas já era o gênio do milênio. Mesmo com toda essa força de marketing e de mercadão, não há controle sobre o que realmente ocorrerá a um(a) autor(a) ou a um livro. Todo esforço pode ser vão.

Li alguns livros de poesia nos últimos meses, um ou dois romances, um livro de contos e outro de crônicas. A maioria de editoras pequenas, muitas fora do eixão-mais-do-mesmo. A ideia é ser afetada pela diversidade que há e pelo que acontece, fervilha, em todos os cantos do país. A ideia é também falar do que precisa ser visto e falado; deixar o que e quem não precisa por conta dos que só enxergam o metro adiante. Em vários casos, paratextos levantam autores e obras, a ver se alguém corta e faz ponto. Nem sempre acontecerá. Na maioria dos casos, não. Em alguns deles, o excesso de fiadores torna o livro pretensioso, o que pode não cair bem.

A pretensão ou a presunção podem estar na linguagem de uma obra, mas também na sua apresentação, na forma como ela vem ao mundo, rodeada de padrinhos e madrinhas de maior ou menor capital simbólico. Em alguns casos, nomes regionais; em outros, figuras amplamente conhecidas. E essas escolhas vão afetar um livro para sempre. Conheço quem opte sempre por publicar livros "secos", despidos de quaisquer paratextos que os distorçam ou emoldurem; conheço quem prefira ser apresentado(a), convidando professores, críticos e outros escritores(as) a entregar o texto ao(à) leitor(a); e conheço quem tenha tomado decisões erradas, erradíssimas, e tenha sido marcado de tal forma que o que era para ser um texto fiador ou de apresentação se transformou em um estigma.

Mas quando é que um livro diz por si mesmo? O que é a mínima existência de um livro e de seu(sua) autor(a)? Ter uma editora X ou Y já envolvem aval, fiança, confiança. E não ter nada? Ou ter em excesso? Enfim, esse "mercado" já foi tema de muitos poemas, de maneira irônica ou não, e continuará sendo. Sorte de quem se apoia nos elementos certos, na justa medida de um bom livro.


LeP



Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 10/5/2019


Quem leu este, também leu esse(s):
01. De pé no chão (1978): sambando com Beth Carvalho de Renato Alessandro dos Santos
02. Os Doze Trabalhos de Mónika. 7. Um Senador de Heloisa Pait
03. Preparar Para o Impacto de Marilia Mota Silva
04. Uma norma para acabar com os quadrinhos nacionais? de Gian Danton
05. Educação divertida e diversão educativa de Carla Ceres


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2019
01. 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis - 22/3/2019
02. Famílias terríveis - um texto talvez indigesto - 15/3/2019
03. Como medir a pretensão de um livro - 10/5/2019
04. Carta ao(à) escritor(a) em sua primeira edição - 7/6/2019
05. Manual para revisores novatos - 21/6/2019


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A QUALIDADE DOS SENTIMENTOS
WILLY PASINI
ROCCO
(1995)
R$ 28,00



ENCONTROS COM 40 GRANDES AUTORES
BEN NAPARSTEK
LEYA CASA DA PALAVRA
(2010)
R$ 10,00



CULTURAL RELIGIOSA VOL II - TEMAS RELIGIOSOS ATUAIS
IRINEU WILGES E OLÍRIO PLÍNIO COLOMBO
VOZES
(1985)
R$ 10,00



MIMESIS E PHANTASIA NA POÉTICA DE ARISTÓTELES
THIAGO SEBBEN DE SOUZA
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 391,00



MATEMÁTICA MODERNA APLICADA À EMPRESA
K WILLIAMS
FORUM
(1973)
R$ 5,00



ADMINISTRAÇÃO DE MEDICAMENTOS - REVISANDO UMA PRÁTICA DE ENFERMAGEM
NÉBIA MARIA ALMEIDA DE FIGUEIREDO
YENDIS
(2006)
R$ 44,10
+ frete grátis



O PROCEDIMENTO SUMARÍSSIMO NO PROCESSO DO TRABALHO
MANOEL ANTONIO TEIXEIRA FILHO
LTR
(2000)
R$ 28,40
+ frete grátis



QUALIDADE DO AR DE INTERIORES. ANÁLISE DE CO2 E FUNGOS
RENATA ALVES MONTEIRO CORREIA UND WAGNER GALVÃO DE MAGALHÃES
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 251,00



OBJETOS GRAVADOS
LUCIANA ESTIVALET
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 349,00



ALMAS GÊMEAS: APRENDENDO A IDENTIFICAR O AMOR DA SUA VIDA
MONICA BUONFIGLIO
OFICINA CUTURAL MONICA BUONFIGLIO
(1996)
R$ 8,00





busca | avançada
29517 visitas/dia
891 mil/mês