Uma alucinação chamada dezembro | Luís Fernando Amâncio | Digestivo Cultural

busca | avançada
62220 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Sempre Um Papo com Silvio Almeida
>>> FESTIVAL DE ORQUESTRAS JUVENIS
>>> XIII Festival de Cinema da Fronteira divulga Programação
>>> Centro em Concerto: ¡Navidad Nuestra!
>>> Edital Retomada Cultural apresenta Conexão Brasil-Portugal: podcast produzido pelo Coletivo Corpos p
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
>>> Sem chance
>>> Imcomparável
>>> Saudade indomável
>>> Às avessas
>>> Amigo do tempo
>>> Desapega, só um pouquinho.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Garanto que você não vai gostar
>>> Colunismo em 2004
>>> Frases de Drummond
>>> Luciano do Valle (1947-2014)
>>> 28 de Junho #digestivo10anos
>>> 19 de Julho #digestivo10anos
>>> Citizen Kane
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> Vida conjugal
>>> Querem acabar com as livrarias
Mais Recentes
>>> O Néctar da Devoção - a Ciência Completa da Bhakti-yoga de A C Bhaktivedanta Swami Prabhupáda pela The Bhaktivedanta Book Trust (1995)
>>> 3333 Pontos Riscados e Cantados - Volume 1 de Pallas pela Pallas (2008)
>>> 3333 Pontos Riscados e Cantados de Pallas pela Pallas (2011)
>>> As Chaves do Inconsciente de Renate Jost de Moraes pela Agir (1985)
>>> Mapas Mentais e Memorização para Provas e Concursos de Felipe Lima e William Douglas pela Impetus (2010)
>>> Yes, Nós Temos Bananas - Histórias e Receitas Com Biomassa de Banana de Heloisa de Freitas Valle Marcia Camargos pela Senac (2003)
>>> Técnicas de Redação para Concursos Teoria e Questões de Lilian Furtado/vinicius Carvalho Pereira pela Método Ltda. (2013)
>>> A Magia do Caminho Real de Anna Sharp pela Rocco (1993)
>>> Krsna - a Suprema Personalidade de Deus de A. C. Bhaktivedanta Swami Prabhupada pela The Bhaktivedanta Book Trust (2006)
>>> Relâmpagos com Claror - Lygia Clark e Helio Oiticica, vida como arte de Beatriz Scigliano Carneiro pela Imaginária (2004)
>>> Introduçao a Estilistica de Nilce Santanna Martins pela Tao (1997)
>>> Filosofia Concreta - Tomo 2 de Mário Ferreira dos Santos pela Logos (1961)
>>> Psicologia de Mário Ferreira dos Santos pela Logos (1963)
>>> Noologia Geral de Mário Ferreira dos Santos pela Logos (1961)
>>> Teoria da Pena e Execução penal - Uma Introdução Crítica de Massimo Pavarino; André Giamberardino pela Lumen Juris (2011)
>>> O Homem Perante o Infinito de Mário Ferreira dos Santos pela Logos (1963)
>>> Manual de Heráldica Portuguesa de Armando de Mattos pela Livraria Fernando Machado
>>> Pitágoras e o Tema do Número de Mário Ferreira dos Santos pela Logos (1960)
>>> Ontologia e Cosmologia de Mário Ferreira dos Santos pela Logos (1964)
>>> Filosofia Concreta dos Valores de Mário Ferreira dos Santos pela Logos (1964)
>>> Amazonas: águas, pássaros, seres e milagres de Thiago de Mello pela Salamandra (1998)
>>> A Bíblia e a Homeopatia de Carlos R. D. Brunini e Ezequiel P. Viriato pela Robe (2003)
>>> Princípios de Biologia do Desenvolvimento de Lewis Wolpert / Rosa Beddington / outros pela Artmed (2000)
>>> Nova Floresta - 5 Volumes de Padre Manuel Bernardes pela Lello e Irmão
>>> Amizade e Estética da Existência em Foucault de Francisco ortega pela Graal (1999)
COLUNAS

Sexta-feira, 11/2/2022
Uma alucinação chamada dezembro
Luís Fernando Amâncio

+ de 5200 Acessos

O cidadão humano é, acima de tudo, um sobrevivente. Até o momento em que deixa de sê-lo, evidentemente. Um curioso e infalível episódio que conhecemos com o nome de morte. Mas enquanto o derradeiro dia não chega, o cidadão humano vai levando. Contando os dias até o próximo feriado e lamentando a distância para o recebimento do próximo salário.

Durante o processo, ele ri de memes e comenta sobre o clima maluco dos últimos dias. Spoiler: o clima está sempre uma loucura.

Nesse ritmo calculado, sem muitas surpresas, o cidadão humano sobrevive mês a mês. De janeiro a novembro. Até dezembro. Dezembro é um capítulo excepcional. A maior alucinação coletiva de que se tem notícia.

Nada é mais insano do que a decoração natalina. Ao menos no Brasil, fim de mundo de onde disparo essas palavras. Podem até ser bonitas as luzinhas piscando, os pinheiros enfeitados e os presépios. Mas, em pleno verão tropical, entre temperaturas abrasivas e temporais, é um tanto insano a gente ficar contemplando trenós e globos de neve. É, literalmente, ter saudades daquilo que nunca vivemos.

Papai Noel, esse velhinho simpático, se aparecesse em alguma cidade brasileira em outro mês, portando aquelas vestes volumosas, seria tomado como louco. Mesmo no nosso cruel inverno.


E as árvores de Natal? Com a tarifa de energia elétrica no preço atual, faz algum sentido acender pisca-pisca para decoração interna?

Até aí, tudo bem. São comportamentos abobalhados, mas podemos dar um desconto. Os onze meses anteriores não foram fáceis. O que é realmente dramático em dezembro é a ilusão de que estamos, de fato, no fim de alguma coisa. Por mais que, na racionalidade, saibamos que janeiro do próximo ano está logo ali, o clima do último mês do ano é o de despedida.

De repente, é difícil encontrar uma data na agenda que não tenha alguma confraternização prevista. É pizza com a turma da natação, amigo oculto no grupo da igreja, piquenique com o pessoal da faculdade e, claro, a tão aguardada festa da firma. Se confraternizássemos assim o ano todo, a paz mundial já era uma realidade.

De repente, aquele sujeito que só lhe acena com a cabeça na fila do café quer saber se sua família vai bem. Gente que sequer sabe o seu nome te informa que o espetinho de frango da festa está um pouco salgado. E, se você tiver azar, vai ouvir o colega da raia 3 da piscina cantando no karaoquê.

A ceia em família também faz parte desse conjunto de aleatoriedades que é dezembro. Afinal, de onde vem essa cultura de que é saudável a gente se empanturrar de comida com pessoas que, por acaso, compartilham do mesmo sobrenome que você? Duas ou três opções de carne, pratos de abertura que geralmente levam maionese, diferentes possibilidades de sobremesa. Eu ouvi pavê?

Dezembro faz o fim do ano soar como o fim do mundo. E o capítulo final tem que ser com abundância. Por isso as caixinhas de Natal no comércio, o “Papai Noel” do lixeiro e as cestas natalinas para a equipe de limpeza. Se é o fim, que cada família, por mais pobre que seja sua realidade, possa ao menos celebrar com vinho Canção e panetone.

A fantasia do fim do ciclo é o grande atrativo de dezembro. E só há uma forma de desfrutar do mês: deixar a racionalidade de lado. Afinal, se a gente pensa muito, lembra que janeiro está logo ali, com impostos para pagar e o começo de um novo ano. Melhor comer uma coxa de peru e cantar qualquer canção de Natal. Que o amanhã seja só depois.


Luís Fernando Amâncio
Belo Horizonte, 11/2/2022


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Escrever ou ser mulher de Ana Elisa Ribeiro
02. O Paciente Steve, de Sam Lipsyte de Ricardo de Mattos


Mais Luís Fernando Amâncio
Mais Acessadas de Luís Fernando Amâncio em 2022
01. Epitáfio do que não partiu - 8/4/2022
02. As fezes da esperança - 1/7/2022
03. Mamãe falhei - 11/3/2022
04. Uma alucinação chamada dezembro - 11/2/2022
05. A pior crônica do mundo - 23/9/2022


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Introdução à História das Idéias Econômicas
R L Heiçbroner
Zahar
(1969)



A Orquidea Tatuada e Outras Viagens
Pedro Veludo
Arte Final
(2011)



Vença o Desânimo
Lewis E. Losoncy
circulo do livro



Adestramento e Cuidados para Seu Cão
Desconhecido
Escala



O Cirio Perfeito
Pedro Nava
Nova Fronteira
(1983)



Gato Zen, O: um Livro para Meditar e Colorir
Jean-vincent Sénac
Publifolha
(2015)



O Bale Quebra-nós
Carlos Eduardo Novaes
Circulo do Livro
(1979)



O Segredo da Lua
Yedda Pereira dos Santos
Heresis
(2007)



Inocência
Visconde de Taunay
Atica
(2006)



O Ateneu
Raul Pompéia
Scipione
(2010)





busca | avançada
62220 visitas/dia
1,6 milhão/mês