Comentários de carl | Digestivo Cultural

busca | avançada
57128 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> SENTENÇA DISCUTE VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER E TRAZ CRÍTICA AO SISTEMA LEGAL BRASILEIRO
>>> Universidades públicas apresentam lições aprendidas com as crises
>>> Mega evento de preparação ao ENEM reúne personalidades e conteúdo exclusivo ao público jovem
>>> Lançamento do livro 'Pesquisa e ensino de história na Amazônia'
>>> Maurício Limeira lança coronavídeo GUERRA
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Coisa mais bonita é São Paulo...
>>> Cuba e O Direito de Amar (1)
>>> Aos nossos olhos (e aos de Ernesto)
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> Saudade do amanhã
>>> Cata-lata
>>> A busca
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> A forca de cascavel — Angústia (Fuvest)
>>> Eucanaã Ferraz
>>> Um século de paixão pela arte
>>> Meus melhores discos de 2008
>>> O guia do consumidor de livros
>>> Unsigned and independent
>>> Os Insones, de Tony Belloto
>>> 27 de Agosto #digestivo10anos
>>> Washington Olivetto no Day1
Mais Recentes
>>> História da Guerra do Peloponeso (Livro I) de Tucídides pela Martins Fontes (1999)
>>> Pensando biblicamente de André Lacoque e Paul ricoeur pela Edusc (2001)
>>> Rasteirando os deuses de James Hollis pela Paulus (1998)
>>> O Martelo das Feiticeiras - Malleus Maleficarum de Heinrich Kramer e James Sprenger pela Rosa dos Tempos (1991)
>>> O caçador de pipas de Khaled Hosseini pela Nova Fronteira (2005)
>>> Ser Mãe é Tudo de Bom: a Maternidade na Visão de Mães Brasileiras de Alice Ruiz e Outros pela Matrix (2008)
>>> O silencio amoroso de Deus de Paul Evdokimov pela Santuário (2007)
>>> A Volta para Casa de Bernard Schlink pela Record (2009)
>>> A cozinha das escritoras de Stefania Aphel Barzini pela Benvira (2020)
>>> A cozinha das escritoras de Stefania Aphel Barzini pela Benvira (2020)
>>> Libro Síntesis – Curso de Lengua Española 3 de Ivan Martin pela Ática (2012)
>>> A Decadência da Mentira e Outros Ensaios de Oscar Wilde pela Imago (1984)
>>> Contos de Fadas de Andersen Volume 1 e 2 de Hans Christian Andersen pela Contos de Fadas de Andersen Volume 1 e 2 (2020)
>>> Nummer 25 de Frank Kodiak pela Anchor Books (2003)
>>> Pátria Amada Palmeiras de Toriba pela Toriba (2014)
>>> O pastor que Deus usa de Eugene H. Peterson pela Textus (2005)
>>> The Missing Coins Level 1 + Cd de John Escott pela Penguin (2008)
>>> Código Ele 2 - Libro del Alumno – Versíon Brasileña de Belén Doblas Álvarez, olga Morales Lópes & Ainoa Polo Sánchez pela Edelsa (2012)
>>> O pastor contemplativo de Eugene H. Peterson pela Textus/Sepal (2002)
>>> Diário de Uma Boa Vizinha de Doris Lessing pela Record (1984)
>>> O pastor contemplativo de Eugene H. Peterson pela Textus/Sepal (2002)
>>> Finis Mundi de Laura Gallego pela Sm (2004)
>>> Voando nas Alturas: Por um Despertar Filosófico de Fábio Gai Pereira pela Universo Expandido (2017)
>>> Preparación al Diploma de Español Nivel B1 de Mónica García-Viño Sánchez pela Edelsa (2013)
>>> Atenção plena em poucas palavras de Patrizia Collard pela Sextante (2016)
>>> O pastor contemplativo de Eugene H. Peterson pela Textus/Sepal (2004)
>>> Paris é uma Festa de Ernest Hemingway pela Bertrand Brasil (2013)
>>> The Girl You Left Behind de Jojo Moyes pela Penguin Usa (2014)
>>> Jovens: Desenvolvimento e Identidade - Troca de Perspectiva na Psicologia da Educação de Roberto Daunis pela Sinodal (2000)
>>> Timor terra sangrenta de Jill Jolliffe pela O Jornal (1989)
>>> A Música da Natureza de Rubem Alves pela Papirus (2004)
>>> Jovens em Tempo de Pós-Modernidade: Considerações Socioculturais e Pastorais de J. B. Libanio pela Loyola (2004)
>>> Die Weibe Rose de Inge Scholl pela Klett International (1999)
>>> Jovens: A Educação, o Cuidado e o Trabalho como Éticas de Ser e Estar no Mundo de Dinora Tereza Zucchetti pela Feevale (2003)
>>> A manilha e o libambo de Alberto da Costa e Silva pela Nova Fronteira (2002)
>>> Ápis - Língua Portuguesa 5º Ano de Ana Trinconi, Terezinha & Vera Marchezi pela Ática (2015)
>>> Filho do Hamas de Mosab Hassan Yousef pela Sextante (2010)
>>> 1808 de Laurentino Gomes pela Planeta (2008)
>>> deixa Que Eu Faço! - Aprendendo Sobre Responsabilidade Col. Valores de Brian Moses; Mike Gorodn pela Scipione (2003)
>>> ...Apenas Uma Lembrança de Roberto Camargo/ Espirito João Batista pela Panorama (2000)
>>> ...Apenas uma Lembrança de Roberto Camargo pelo Espirito João Batista pela Panorama (2000)
>>> ...Apenas uma Lembrança - pelo Espirito João Bastista de Roberto Camargo pela Panorama (2000)
>>> @ pra Ser Feliz de Lisete Frohlich pela Sermais (2016)
>>> 10 Lessons From the Future a Personal Seminar on Tomorrow is a Matter de Wolfgang Grulke pela Prentice Hall (2001)
>>> 10 Mais do Cinema Col. Biblioteca Epoca de Denerval Ferraro Jr. pela Globo (2008)
>>> 100 Coisas Mais Nojentas do Planeta- Prepare Seu Estomago de Anna Claybourne - Nelson Alessio pela Zastras (2011)
>>> 100 Crônicas de Mario Prata pela Cartaz (1997)
>>> 100 Crônicas - o Estado de São Paulo de Mario Prata pela O Estado de São Paulo (1997)
>>> 100 Ensaios - por Dentro da Mente Que Gera Dinheiro para ... de Felipe Miranda pela Empiricus (2017)
>>> 100 Orações - para Quem Sabe Como Rezar de Lore Dardanello Tosi pela Ave-maria (2007)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Sábado, 5/8/2006
Comentários
carl


a razão da existência?
suicídio, homicídio, acidente, que importa? o fluxo e refluxo do universo necessita de todos os atos. fios da tapeçaria, notas da sinfonia, eis o que somos. a natureza nutre-se da adrenalina resultante do embate dos humores humanos. isso é necessário ao seu equilibrio, tal o movimento das células no corpo. os destinos humanos só importam aos humanos; à natureza importa o tipo, não os indivíduos. acaso possui o horteleiro interesse na vida individual de suas alfaces? ou o madeireiro comiseração por tal madeira que não se diverte com as outras? vão para o fogo. vão para a mesa e transformam-se naquilo que schopenhauer chamou de morte da vida. entramos na natureza ao nascermos, tal o alimento na boca, e saímos dela ao fim da digestão, depois de utilizados pelo organismo. a razão da existência? a mesma da de uma alface. ser devorado para alimentar um organismo, que é o que chamamos de natureza. o sentido disso tudo? bom, eles devem saber. não nós ou algum rabanete.

[Sobre "Está Consumado"]

por carl
5/8/2006 às
12h00 201.34.119.67
 
os romances de rininha
olá rininha, eu quero ler teus dois romances, pode mandar para mim ([email protected])?

[Sobre "O desafio de publicar"]

por carl
31/1/2006 às
17h05 200.182.146.142
 
tchê
essa ana elisa ribeiro tá precisando de um gaúcho pra resolver esses conflitos internos traduzidos pelo falso desdém lançado. de qualquer forma, se o colunista fosse gaúcho e o texto falasse o mesmo sobre curitiba, a opinião seria a mesma, às avessas, para agradar a rede e liberar um pouco do gás intoxicante de que parece padecer. beijos para a amigona raquel. engenheiros na primeira fase é muito bom. depois virou lixo. precisando de um joelhaço, que tudo resolve, é só falar.

[Sobre "Breve reflexão cultural sobre gaúchos e lagostas"]

por carl30
18/1/2006 às
11h39 200.182.146.142
 
felic/imbecil/idade
não quer dizer bom dia ao sol, boa noite à lua e agradecer ao papaizinho do céu por mais um dia de vida? talvez, ah, molhar o pé na poça dágua, abraçar o mendigo que passa, dar pulinhos no ar comentando, ah, que que tem, a novela de ontem, vamos dançar o tigrão? sim, sim, vamos ver filmes alegres, curtir cada momento, dançar pagode, qual o problema? ser feliz é o que importa, deixem os rabugentos para lá, ei, seu maroto, o universo responde positivamente àquilo de bom que você faz, vamos dançar amarelinha? ah, que felicidade, obrigado menininho jesus por toda essa alegria que é a vida! é a vida, é bonita e é bonita! e se o horóscopo do jornal me for favorável, uh, talvez eu nem precise de sexo que, pensando bem, nem é tão importante assim, posso ficar limpinho, ah, que alegria, que felicidade! o melhor pra ti, amiguinho! viva a felicidade! esses bobões que não sabem viver! pobres coitados, que idiotas, se soubessem que a vida é simples, é tão simples de ser vivida, ah, seu bobinhãumn!

[Sobre "Em defesa da normalidade"]

por carl
16/12/2005 às
17h41 200.182.146.142
 
parem de encher o saco
não entendi a preocupação. nem os aplausos. qual o problema de pessoas tentarem passar pelo que não são? quem tem autoridade para dizer que determinada coisa é ruim o boa? voce acha que esta certo. cada um acha que está certo também, e não está errado, pois está certo dentro da sua verdade. por que a irritação? não é acaso a vida um peso com variações determinadas por circunstâncias havidas em face de história prévia e herança genética? vai tirar o barato do sujeito que se sente melhor pensando-se sábio, culto ou algo que o valha? essa preocupação de vocês denota uma infração corespondente à que estão acusando. parem de encher o saco do pessoal, é desgradável para quem está tentando fazer valer uma tola existência, e pior para quem critica, pois, ao mesmo tempo em que não está respeitando limitações de uns pobres coitados, revela uma preocupação demasiada por algo que não conta. leiam, instruam-se, se quiserem, mas respeitem as opções de quem não tem opções. abraços a todos!

[Sobre "Como parecer culto"]

por carl
18/11/2005 às
15h34 200.182.146.142
 
se és escritor, basta a pena
parem de falar bobagens! escritor escreve. não importa se tem que trabalhar, fazer o que quer que seja para viver: se for escritor, fatalmente, como forma de manter-se vivo, animicamente, escreve. rilke, embora exagerado, em essência, estava certo: se és escritor, precisas escrever para respirar. o mesmo não se dá, por exemplo, no cinema, o que, apesar disso, não é resolvido com esses milhões que tiram do nosso bolso para essses fatídicos cineastas, que mais fazem cinema por vaidade do que por inclinação pessoal. não é a falta de mercado, a injustiça divina ou a negação ao decúbito ventral que impede que sejamos escritores. o que nos impede de sê-lo é o fato de não o sermos. e se querem ser conhecidos como escritores por digitar esse monte de bobagens que os indigitados de porcelana escrevem, então é de vocês também que estou falando.

[Sobre "Aflições de um jovem escritor"]

por carl
30/11/2004 às
17h07 200.182.146.140
 
falar do jô: chover no molhado
bom, falar mal do jô soares é chover no molhado, já que é consenso a sua arrogância, limitação, etc. todas as pessoas que conheço que o assistem - onde não me incluo: insônia se resolve com leitura, não com programas de tv ruins, o que apenas os prestigia e os mantêm no ar - têm a mesma opinião de todos aqui. se "celebridades" ou "estrelas" tupiniquins vão ao programa, por prostituição ou ignorância, anuindo sem protestos com a idiotice do gordo - já vemos as frustrações que uma tal condição traz consigo - não diferem muito dele, assim como não se diferem dele os que o prestigiam dando audiência ao programa. preciso dar o conselho? não, né, aí estaria ofendendo vocês. se não entendeu a ironia, assista ao jô. sentir-se-á em casa.

[Sobre "Anti-Jô Soares"]

por carl
30/11/2004 às
16h34 200.182.146.140
 
uma questão estéril
a matéria começou pretensiosa, cheia de clichês (graal, reincidente no crime, borboletear, exequível), parecia a marta medeiros, mas depois melhorou. quanto às revistas, já temos experiências falidas no mesmo modelo aqui proposto, mas acredito que a bravo, a cult e outras tantas já oxigenam essa "galáxia de gutemberg" (de novo!). quanto ao jovem, não se preocupe, é uma questão estéril e só serve para masturbação. abs.

[Sobre "Uma revista de cultura no Brasil"]

por carl
30/11/2004 às
16h06 200.182.146.140
 
faltou o cure
smiths, U2 e police? um tem tanto a ver com o outro quanto jota quest e sex pistols. faltou o cure. cure e smiths, smiths e cure, andavam de mãos dadas nos anos 80. noves fora o caju.

[Sobre "Lembranças do Morrissey"]

por carl
12/11/2004 às
12h10 200.182.146.140
 
errar duas vezes é americano
não, lula não foi eleito porque o pt se mexeu para o centro. o pt só foi para o centro, acabando na extrema direita, depois que lula venceu as eleições. venceu com discurso de esquerda e governa (governa?) com o oposto. daí a perda de referência da esquerda no país. talvez o psol, daqueles traídos pelo governo por defenderem as idéias dele próprio antes da eleições. o pt acabou se tornando, tal qual o crack para a cocaína, ele para os pmdb/psdb/pfl/assemelhados da vida. quanto ao bush, o simão falou tudo. errar é humano. errar duas vezes é americano.

[Sobre "Uma derrota moral"]

por carl
11/11/2004 às
11h58 200.182.146.140
 
a diversidade e a padronização
não discordo do texto, tampouco concordo com ele. a diversidade é tão necessária quanto a padronização. para que haja outsiders, é necessário haver "insiders" e a necessidade de se travestir para pertencer a algum grupo é tão antiga quanto a existência humana, só variando a forma de manifestação, e ninguém está mais certo ou mais errado por optar por uma coisa ou outra. acaso regozijar-se por não estar massificado difere em algo de regozijar-se por assim estar?

[Sobre "Outsider: quem não se enquadra"]

por Carl
23/9/2004 às
12h04 200.182.146.140
 
o da mansarda
é, o problema é que vivemos num mundo de semi-analfabetos metidos a eruditos. por óbvio que as pessoas gostariam de ser cultas, viajar pelo mundo, ter grandes conhecimentos, empíricos e teoréticos (até nesse "teorético" vemos o pecado da vaidade do bundão que o escreve, pois teórico soaria menos pretensioso - a arma dos pseudoalgumacoisa), realizações em grandes feitos e tudo o mais. mas não consigo vislumbrar com clareza a linha que separa a nobreza de intento de um eventual exercício de auto-afirmação. todo mundo quer ser melhor do que é, mas, por ironia de uma natureza indiferente ou de um deus bem pouco paternalista, não é. e fica assim, não sendo e aspirando a sê-lo. poderia terminar o comentário com algum lugar comum, mas prefiro poupar as pessoas disso. senão por respeito, ao menos por economia, tão prestigiada pelo nobre colunista.

[Sobre "Geração abandonada"]

por Carlos
20/11/2003 às
11h54 200.163.167.140
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




VENÇA A DOR COM DO-IN
DR. PEDRO CHAN
RECORD
(1982)
R$ 9,00



A CRIATIVIDADE DO REI
ROBERTO LIMA NETO
EDIOURO/SEBRAE
(2004)
R$ 15,00



O OCEANO MÁGICO
SUSANNAH LEIGH
SCIPIONE
R$ 12,00



LA PSICOLOGÍA DEL MIEDO
JEFFREY A. GRAY
BIBLIOTECA PARA AL HOMBRE ACT
(1971)
R$ 24,02



LOGO TU REPOUSARAS TAMBEM - CONTOS
CHARLES KIEFER
RECORD
(2007)
R$ 7,00



ESPOSA SEM AMOR
BARBARA CARTALAND
NOVA CULTURAL
(1987)
R$ 24,00



TRAVESSIAS & OUTRAS TURBULÊNCIAS
KEMI OSHIRO
NÃO CONSTA
R$ 7,50



PENSAR É DIVERTIDO
SIEGFRIED KOTHE
HERDER
(1970)
R$ 10,00



ROTEIROS DE APRENDIAGEM - ATHOS HISTÓRIA 9
JOELZA ESTHER
FTD
(2014)
R$ 9,90



A OBRA DE CRISTO: RESSURREIÇÃO
WATCHMAN NEE
ÁRVORE DA VIDA
(1993)
R$ 15,00





busca | avançada
57128 visitas/dia
2,0 milhão/mês