Lugares ou pessoas? | Bernardo B Carvalho

busca | avançada
78105 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Buena Onda Reggae Club faz maratona de shows online a partir de 1ª de outubro
>>> Filó Machado e Felipe Machado dividem o palco em show online pelo CulturaEmCasa
>>> Cassio Scapin e artistas de grandes musicais fazem campanha contra o abuso sexual infantil
>>> Terça Aberta na Quarentena une teatro e a dança
>>> “Um pé de biblioteca” estimula imaginação e ajuda a criar novas bibliotecas pelo Brasil
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Amor fati
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Maria Erótica e o clamor do sexo
>>> Arte, cultura e auto-estima
>>> Escrevendo um currículo
>>> Frases que soubessem tudo sobre mim
>>> Por que somos piratas musicais
>>> 6 pedras preciosas do rock
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST)
>>> Para você que vai votar...
Mais Recentes
>>> O Futuro do Trabalho – Fadiga e Ócio na Sociedade Pós-Industrial de Domenico de Masi pela José Olympio (2003)
>>> Mudando Paradigmas na Formação de Quadros Políticos de Ricardo João Santin (Org.) pela Hs (2009)
>>> Os Militares e a Guerra Social de Péricles da Cunha pela Artes e Ofícios (1994)
>>> Dez Anos de leis e de Ações Municipais: 2002 a 2011 de Vários Autores pela Câmara Municipal de Porto Alegre (2011)
>>> aris Boêmia. Cultura, política e os limites da vida burguesa 1830-1930 de Jerrold Seigel pela L&PM (1992)
>>> 30 anos do The New York Review of Books. A primeira antologia de Robert B. Silvers et alii pela Paz e Terra (1997)
>>> Lendo Freud. Investigações e entretenimentos de Peter Gay pela Imago (1992)
>>> 1680-1720. O império deste mundo de Laura de Mello Souza & Fernanda Baptista Bicalho pela Companhia das Letras (2000)
>>> The Face Magazine 4, Spring 2020 de Lara Strong pela Wasted Talent (2020)
>>> Photo 543 Octobre-Nevembre 2019 de Tony Kelly pela Photo (2019)
>>> The Entrepreneurs 2, 2020 de Business Handbook pela Monocle (2020)
>>> A Nave de Noé de Trigueirinho pela Pensamento (1995)
>>> Miz Tli Tlan – Um Mundo que Desperta de Trigueirinho pela Pensamento (1995)
>>> Entertainment Weekly Magazine de Black Widow pela Time (2020)
>>> ERKS – Mundo Interno de Trigueirinho pela Pensamento (1995)
>>> Entertainment Weekly Magazine July 2020 de Tenet pela Time (2020)
>>> Creative Review de Annual 2020 pela Creative Review (2020)
>>> Monocle Magazine July/August 2020 de Special Edition pela Winkontent (2020)
>>> Mojo 321 August 2020 de Paul Weller pela Mojo (2020)
>>> Mojo 320 July 2020 de Talking Heads pela Mojo (2020)
>>> Mojo 319 June 2020 de Nick Cave pela Mojo (2020)
>>> O Livro do Pênis de Maggie Paley pela Conrad (2001)
>>> A Colheita dos Grãos: Odes Sonoras de Filippi Fernandes pela Kotter (2020)
>>> Dom Casmurro de Machado de Assis pela Nova Fronteira (2007)
>>> Introdução ao Estudos Linguísticos de Francisco da Silva Borba pela Pontes (1991)
>>> Mulherzinhas de Louisa May Alcott pela Principis (2020)
>>> Linguística Textual - Introdução de Leonor |Lopes Fávero e Ingedore G. Villaça Koch pela Cortez (1988)
>>> Aulas Vivas de Marcos Tarciso Masetto pela Mg (1992)
>>> A Lenda do Baal Schem de Martin Buber pela Perspectiva (2003)
>>> La Théologie de La foi Chez Bultmann de J. Florkowski pela Du Cerf (1971)
>>> O Professor como Agente Político de Maria Anita e Viviane Martins pela Loyola (1987)
>>> Estilística da Língua Portuguesa de M Rodrigues Lapa pela Acadêmica (1968)
>>> Extensão ou Comunicação? de Paulo Freire pela Paz e Terra (1977)
>>> Conversas com quem gosta de Ensinar de Rubem Alves pela Cortez (2005)
>>> Reflexões sobre a Prática Docente de Maria Oly Pey pela Loyola (1992)
>>> O que é teoria? de Otaviano Pereira pela Brasiliense (1982)
>>> A Dieta Ideal de Marcio Atalla e Desere Coelho pela Paralela (2015)
>>> Rádio : 24 Horas de Jornalismo de Marcelo Parada pela Panda Books (2004)
>>> Dicionário da Língua Portuguesa Medieval de Joaquim Carvalho da Silva pela Eduel (2007)
>>> Estilística da Língua Portuguesa de M. Rodrigues Lapa pela Martins Fontes (1988)
>>> Iniciação à Análise Linguística de Martin Riegel pela Rio (1981)
>>> Contos Brasileiro Contemporâneos de Org: Julieta de Godoy Ladeira pela Moderna (1991)
>>> Ensino Híbrido: personalização e tecnologia da informação de Organizadores: Lilian Bacich, Adolfo Tanzi Neto e Fernando de Mello Trevisani pela Penso (2015)
>>> Iracema de José de Alencar pela Ática (1997)
>>> Contos Novos de Mário de Andrade pela Itatiaia (1999)
>>> In Italiano 2 de Angelo Chiuchiu - Fasuto Minciarelli e Marcelo S pela Fecibesp
>>> O Nariz & outras crônicas de Luís Fernando Veríssimo pela Ática (1999)
>>> Baderna, a Arte de Viver para as Novas Gerações de Raoul Vaneigem pela Conrad (2002)
>>> Triste Fim de Policarpo Quaresma de Lima Barreto pela FTD (1995)
>>> A Ilha Perdida de Maria José Dupré pela Ática (2006)
COMENTÁRIOS

Quinta-feira, 3/5/2007
Comentários
Leitores


Lugares ou pessoas?
Olá, Ana! Não há como negar que o meio influencia o comportamento das pessoas, não é mesmo? Os relacionamentos familiares antigos, tao comuns em Minas, facilitavam o fortalecimento da "boa índole", acredito eu. E a boa índole, se não é mãe, é parteira das gentilezas. Os relacionamentos familiares atuais, tão desencontrados, não permitem mais esse fortalecimento recíproco da boa índole. Logo, cada vez mais dependemos menos do jeito do lugar e ficamos mais e mais vinculados (vítimas?) ao "jeito" das pessoas. Esse mineiro-livreiro ainda existe por aí, até mesmo em Sampa, eterno símbolo da cidade-das-não-gentilezas, mas é espécie em extinção (e não é culpa do aquecimento global, mas - se permite um trocadilho piegas - do esfriamento local)... Abs, Bernardo B Carvalho, Goiânia-GO

[Sobre "Contato com o freguês"]

por Bernardo B Carvalho
3/5/2007 às
12h17 201.47.182.85
(+) Bernardo B Carvalho no Digestivo...
 
As goiabas e as avós
As goiabas fazem parte da infância mais tenra e terna de todos. Elas e as avós. Minhas lembranças, goiabas e avós também sabem, a mim, como delícias dos deuses. Também tive meus galhos de goiabeira, avós e quintais. Ô saudade! Mas, é nas lembranças que o gosto é melhor...

[Sobre "De cima da goiabeira"]

por Maria Luiza Lobo
3/5/2007 às
12h14 192.168.133.52
(+) Maria Luiza Lobo no Digestivo...
 
Bichos ensinam e revolucionam
Coincidentemente, neste momento estou lendo "Os Bichos Ensinam", da Editora Códex, no qual o autor, que é viciado em documentários sobre animais selvagens, nos mostra vários situações em que aprendemos todo tipo de lição com os mesmos. É o oposto de "Revolução dos Bichos", na qual os animais desaprenderam com os homens.

[Sobre "Na pior em Parati e em Londres"]

por Carlos Juvenal
3/5/2007 às
11h27 201.37.168.237
(+) Carlos Juvenal no Digestivo...
 
Orwell era um neoliberal
Eu li A Revolução dos Bichos na escola, no colégio Tiradentes, anos 80. Não me lembro da conclusão que era tirada. Mas agora, depois de ter visto o filme que Peter Postlewaite fez, estou convicto de que Orwell era um neoliberal, um neoconservador à frente de seu tempo.

[Sobre "Na pior em Parati e em Londres"]

por Lúcio Emílio do Espí
3/5/2007 às
11h04 200.97.92.133
(+) Lúcio Emílio do Espí no Digestivo...
 
No alto dos dezoito anos
Conversando ontem com meu filho, abordávamos a mesma revolução. Aquela revolução tão sonhada e tão distante; e que sob a perspectiva do tempo, ela fica cada vez mais longínqua. Confesso: sonhei muito. Ele, no alto dos seus dezoito anos, me alertou para o seguinte: "Pai, parece que não há jeito, sempre teremos explorados e exploradores." Dezoito anos e tanta sabedoria. Ou não?

[Sobre "Na pior em Parati e em Londres"]

por Djabal
http://nonliquet.havesometea.net
3/5/2007 às
08h36 200.207.119.199
(+) Djabal no Digestivo...
 
Boa
Grande texto, ser estudante de jornalismo e depois jornalista é realmente um choque. Gostei da abordagem, mas fica uma questão: o que precisa mudar nas universidades? Ou no mercado de trabalho? Ou nos dois???

[Sobre "Uma outra visão do jornalismo"]

por Lucas Santiago
http://www.luelucas.com.br
2/5/2007 às
23h25 201.14.112.137
(+) Lucas Santiago no Digestivo...
 
Sua Loli sabe das coisas
Seu texto é puro deleite. Amei sua Loli e todas as subversões. Também moro no mato, dou minhas aulas e, sempre, subverto a ordem de tudo que posso. Como meu cachorro que dorme nos meus pés. E fico pensando nos netos que ainda não tenho. Para conhecerem enquanto há tempo: pitangas, jambos, jabuticabas, o cheiro das folhas da canelinha, as orquídeas que florescem no mato... Loli sabe das coisas... Um abraço, Zizi. (E você: como deixa tudo muito bem no papel, para que saibamos também de coisas tão doces e tão suas...)

[Sobre "De cima da goiabeira"]

por Zizi Araujo
2/5/2007 às
19h43 200.196.224.243
(+) Zizi Araujo no Digestivo...
 
Ótimo aviso aos leitores!
Daniel, parabéns pelo texto! Precisamos de informações úteis como as elucidadas por seus textos. Defendendo seus argumentos, discordo do comentário do leitor Carlos E. F. Oliveira, pois, infelizmente, a maioria dos leitores não possui discernimento, nem tampouco tempo, para checar todas as informações lançadas ao seu conhecimento. Na era em que vivemos, é necessária a maior celeridade possível na obtenção de informações, o que leva até “pessoas informadas” (ressalte-se ainda que nenhuma pessoa pode ter conhecimento de tudo) a não só acreditarem, como divulgarem, informações obtidas em sites ou quaisquer outros tipos de fontes de pesquisa. Vale aqui citar o velho ditado: “A pressa é inimiga da perfeição”.

[Sobre "Wikipedia: prós e contras"]

por Vanessa Braz
2/5/2007 às
09h31 200.162.51.98
(+) Vanessa Braz no Digestivo...
 
O meu FUP
O meu Fup desencavei num balcão de encalhados numa das pouquíssimas livrarias de Macapá, uns dez anos atrás. Naquela época, eu costumava pôr a data de aquisição e o local. Infelizmente, neste não consta nada. Quando o peguei - pra mim um ilustre desconhecido - o que me atraiu foi o release da contracapa. “Uma pequena editora da Califórnia, em 1983, lança seu terceiro livro, tornando-se um sucesso graças à divulgação de seus entusiasmados leitores.” O quê? Como pôde uma história onde três personagens improváveis de se darem bem em qualquer núcleo familiar vira uma obra cult? E eu - que me julgava o cara mais ligado em qualquer coisa cult - não sabia disso? Pois é. E ainda tinha na capa um comentário do The New York Times (...um best-seller do underground). Além de Fup toda poser desfilando à beira de um rio (acho), sobre um fundo azul. Sem querer estragar a leitura de vocês não me prenderei à história. Termino dizendo que meu Fup é da Nova Fronteira, 4ª edição, de 1984. Pegue o seu logo!

[Sobre "Fup, de Jim Dodge"]

por Pepê Mattos
http://www.pepemattos.zip.net
2/5/2007 às
08h03 200.164.55.17
(+) Pepê Mattos no Digestivo...
 
Tupi or not tupi (C.D.A.)
Pesquisa super instigante, mas a gente precisa lembrar que o inglês tem, por sua vez, 60% de latim e 40% de outras misturas linguísticas. O latim que influenciou o inglês, por sua vez, já era o latim vulgar, derivado da língua culta. E assim vai... Falar de "controle" linguístico seria demonstrar uma enorme ingenuidade em relação ao processo da fala humana, cujo enigma de nascimento até agora, afinal de contas, ninguém conseguiu decifrar: se a fala constitui a realidade ou é por ela constituída, eis a questão (lembrando outra vez o bardo). Isto posto, fico pensando como seria a aplicação de uma possível (e inaplicabilíssima) lei. E me provoca o riso sua aplicação. Ser censurado por falar ou escrever uma palavra estrangeira é, no mínimo, andar na mais absoluta contramão da História, negar todos os princípios de comunicabilidade humana e tentar desperdiçar os benefícios da tecnologia que nos dá, na primeira vez de todos os tempos, a oportunidade de mergulhar na babélica torre...

[Sobre "Estrangeirismos, empréstimos ou neocolonialismo?"]

por Marcia Rocha
1/5/2007 às
21h15 201.79.6.116
(+) Marcia Rocha no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




DA PEDRA À ESTRELA
CLAUDE ALLÉGRE
PUBLICAÇÕES DOM QUIXOTE
(1987)
R$ 69,28



EÇA DE QUEIROZ VIDA E GLÓRIA
FRANCISCO AYRES
NORDICA
(1983)
R$ 8,28



OS BIGODES DE TIO SAM
RONALD CLAVER
ATUAL
(1997)
R$ 7,00



ARCHITECTURE IN USE: AN INTRODUCTION TO THE PROGRAMMING, DESIGN AND EVALUATION OF BUILDINGS
THEO JM VAN DER VOORDT, HERMAN BR VAN WEGEN
ARCHITECTURAL PRESS
(2005)
R$ 240,00



MAXIMUM RIDE: PROJETO ANGEL
JAMES PATTERSON
IRADO
(2014)
R$ 9,90



DOCES VENENOS CONVERSAS E DESCONVERSAS SOBRE DROGAS
LIDIA ROSENBERG ARATANGY
OLHO D'ÁGUA
(1991)
R$ 10,00



YOGA COLEÇÃO CARAS ZEN
COLEÇÃO CARAS
CARAS
R$ 5,00



TIRANT LO BLANC, 2.º VOLUME
JOANOT MARTORELL Y MARTI JOAN DE GALBA
ALIANZA EDITORIAL
(1988)
R$ 65,82



ADIOS, CORDERA! Y OTROS CUENTOS
LEOPOLDO ALAS CLARIN
NUEVO SIGLO
(1995)
R$ 12,00



PARIS MA DIT: ANNEES 50, FIN DUNE EPOQUE
CHRISTIAN MILLAU
FALLOIS
(2000)
R$ 49,28





busca | avançada
78105 visitas/dia
2,2 milhões/mês