Uma outra visão do jornalismo | Fabio Silvestre Cardoso | Digestivo Cultural

busca | avançada
54051 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Missão à China
>>> Universidade do Livro desvenda os caminhos da preparação e revisão de texto
>>> Mississippi Delta Blues Festival será On-line
>>> Tykhe realiza encontro com Mauro Mendes Dias sobre O Discurso da Estupidez
>>> Trajetória para um novo cinema queer em debate no Diálogos da WEB-FAAP
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
>>> Meu malvado favorito
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Manual prático do ódio
>>> Isn’t it a bliss, don’t you approve
>>> Roberto Carlos:Detalhes em PDF
>>> Olhos de raio x
>>> Os dinossauros resistem, poesia de André L Pinto
>>> Pedro Paulo de Sena Madureira
>>> Fred Trajano sobre Revolução Digital na Verde Week
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> 7 de Setembro
>>> Fazendo as Pazes com o Swing
Mais Recentes
>>> Como Parar O Tempo de Matt Haig pela Harper Collins (2017)
>>> O guia dos curiosos: língua portuguesa de Marcelo Duarte pela Panda Books (2010)
>>> Mentes Geniais: Aumente em 300% a Capacidade do Seu Cérebro de Alberto Dell Isola pela Universo dos Livros (2013)
>>> O Ladrão de Raios de Rick Riordan pela Intríseca (2009)
>>> Tipo Destino: E se sua alma gêmea fosse o namorado de sua melhor amiga? de Susane Colasanti pela Novo Conceito (2013)
>>> Seu Cachorro É O Seu Espelho de Kevin Behan pela Magnitudde (2012)
>>> Os Contos dos Blythes Vol 2 de Lucy Maud Montgomery pela Ciranda Cultural (2020)
>>> O Assassinato de Roger Ackroyd de Agatha Christie pela Globolivros (2014)
>>> Cidade dos Ossos de Cassandra Clare pela Galera (2014)
>>> A Casa de Hades de Rick Riordan pela Intríseca (2013)
>>> Amores impossíveis e outras perturbações quânticas de Lucas Silveira pela Dublinense (2016)
>>> A Marca de Atena de Rick Riordan pela Intríseca (2013)
>>> Will e Will, Um nome, Um Destino de John Green, David Levithan pela Galera (2014)
>>> O Azarão de Markus Zusak pela Bertrand Brasil (2012)
>>> Capitão América: A Ameaça Vermelha de Steve Epting, Mike Perkins, Ed Brubaker pela Panini (2005)
>>> O Fio do Destino de Zibia M. Gasparertto pela Vida e Consciência (1500)
>>> O Fantasma da Ópera de Gaston Leroux pela Principis (2020)
>>> O Evangelho Segundo o Espiritismo de Allan Kardec pela Lafonte (1500)
>>> Coleção folha tributo a Tom Jobim nº8 Tide de Folha de São Paulo pela Mediafashion (2012)
>>> Rostos Do Protestantismo de José Míguez Bonino pela Sinodal/Est (2020)
>>> Coleção folha grandes vozes Fred Astaire nº4 de Folha de São Paulo pela Mediafashion (2012)
>>> Sherlock Holmes – O Vampiro de Sussex e Outras Histórias de Sir Arthur Conan Doyle pela L&PM Pocket (2003)
>>> As pernas de Úrsula e outras possibilidades de Claudia Tajes pela L&PM (2001)
>>> Comer, rezar, amar de Elizabeth Gilbert pela Objetiva (2008)
>>> A vitória final de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2008)
>>> Apoliom de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2005)
>>> O glorioso aparecimento de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2004)
>>> Armagedom de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2004)
>>> Assassinos de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2005)
>>> Nicolae de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2004)
>>> O possuído de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2005)
>>> Profanação de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2004)
>>> O remanescente de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2005)
>>> A marca de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2005)
>>> Comando Tribulação de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2009)
>>> A colheita de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2004)
>>> Deixados para trás de Tim LaHaye / Jerry B. Jenkins pela United Press (2004)
>>> Questões do coração de Emily Giffin pela Novo Conceito (2011)
>>> 1 Litro de lágrimas de Aya Kito pela New Pop (2013)
>>> O lado bom da vida de Matthew Quick pela Intrínseca (2013)
>>> A cidade do sol de Khaled Hosseini pela Nova Fronteira (2007)
>>> Toda sua de Sylvia Day pela Paralela (2012)
>>> Mais escuro - Cinquenta tons mais escuros pelos olhos de Christian de E L James pela Intrínseca (2018)
>>> Grey - Cinquenta tons de cinza pelos olhos de Christian de E L James pela Intrínseca (2015)
>>> História da Companhia de Jesus no Brasil - 5 volumes de Serafim Leite pela Itatiaia (2000)
>>> A hospedeira de Stephenie Meyer pela Intrínseca (2009)
>>> Crepúsculo de Stephenie Meyer pela Intrínseca (2008)
>>> Material Completo de Estudo Elite Musical de Equipe Elite Musical pela Elite Musical
>>> Lua nova de Stephenie Meyer pela Intrínseca (2008)
>>> Amanhecer de Stephenie Meyer pela Intrínseca (2009)
COLUNAS >>> Especial 2000 Colunas

Terça-feira, 14/11/2006
Uma outra visão do jornalismo
Fabio Silvestre Cardoso

+ de 4500 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Quando, em setembro de 2003, fui efetivado como colunista deste Digestivo Cultural, sinceramente, não imaginava que, menos de dois anos depois, eu me tornaria o editor-assistente do site, numa ascensão não somente no âmbito profissional, como também no ponto de vista intelectual. Em 2003, como um jornalista médio, ingressei para o site acreditando que colocaria em prática aquilo que havia aprendido ao longo dos quatro anos de faculdade: em síntese, a prática de um jornalismo ligado aos ideais da profissão, um jornalismo isento e engajado. Como Gabriel García Márquez, à época de minha estréia, eu acreditava que o jornalismo era, sim, a melhor profissão do mundo. O que mudou de lá pra cá? Mudou tão somente a forma de ver as coisas.

De fato, essa visão romântica, quase ingênua, do jornalismo tinha muito a ver com a influência de meus anos de universidade. Para quem não estudou jornalismo, vai um breve histórico. Grosso modo, professores realçam elementos importantes da profissão, mas que não condizem muito com a realidade do chamado "mercado de trabalho". Para citar um exemplo, e sempre de maneira geral, os docentes buscam como modelo de redação jornalística os principais veículos de imprensa do país, apostando, assim, que os estudantes estariam melhores capacitados se soubessem as regras dos manuais de redação, que, por sua vez, não passam de cartilhas. Do mesmo modo, na universidade, os alunos criam determinados consensos em relação às publicações e a opiniões políticas. Assim, é fácil identificar os estudantes de jornalismo não somente por seu aspecto descolado, mas, sobretudo, por suas opiniões politicamente corretas sobre o estado das coisas. É a partir daí que ele, esse jornalista ainda em formação, pára de considerar o público um interlocutor interessante, preferindo, em geral, a opinião (ou o consenso) dos colegas, como se as idéias e as opiniões dependessem de uma eterna reunião de pauta. E comigo não era diferente até ingressar no jornalismo on-line via Digestivo Cultural.

O primeiro choque de realidade foi na redação dos textos. Nas minhas primeiras resenhas para o site, não foram poucas as vezes em que me perguntava por que cargas d'água eu tinha de escrever um texto tão longo, algo entre 5 e 10 mil toques (que hoje já não acho tanto), sobre um único livro. Como acabava de entrar para o site, ficava receoso de confrontar esse modelo logo de início, mas ainda assim me incomodava. Foi somente em um dos encontros entre os Digestores que, entre uma pizza e outra, lembro-me do Julio ter comentado sobre o fato de as resenhas serem excessivamente descritivas e curtas, quando, na verdade, havia tanto para se falar dos livros. Fiquei com isso na cabeça e vi que os modelos da imprensa-impressa não eram tão absolutos assim e que, na internet, era possível publicar textos com extensão e fôlego. Tudo isso porque os livros teóricos acerca de webwriting pregam o conteúdo mínimo e chegam ao absurdo de pregar parágrafos de três linhas. Por quê? Eu também fiquei sem resposta...

Pouco tempo depois, ainda conhecendo os colegas, lembro-me de ter lido um contundente texto do Eduardo Carvalho sobre os intelectuais. Em verdade, a história remonta ao mesmo jantar do parágrafo anterior. Acompanhe: Eduardo confidenciara que, em breve, escreveria um texto contra os intelectuais. Eu perguntei: quais? E ele, sorrindo, respondeu: "contra todos". Achei, a um só tempo, escarnecedor e instigante, mas não disse nada, justamente por não me sentir à vontade, vejam só o absurdo, para manifestar-me contrário a uma opinião que me incomodava. Em síntese: não quis polemizar. Foi só quando eu li o artigo, algumas semanas depois, que eu vi a importância da polêmica. Não digo a polêmica como um fim em si mesmo, mas a importância de um ponto de vista pessoal que, mesmo não sendo o da maioria, pode ser legítimo e genuíno. Talvez mais importante do que a isenção jornalística seja a sinceridade com os leitores, interlocutores e semelhantes. E num debate de idéias isso não só pode, como deve, ser estimulado. O consenso jornalístico, aquele da Copa do Mundo ou das Eleições, é nocivo para a tão proclamada diversidade cultural e pluralidade de idéias. Àquela lenga-lenga politicamente correta do jornalismo é preciso enfrentar com pontos de vista consistentes e claros, como aquele do Edu sobre os intelectuais ou este do Julio sobre os blogs dos jornalistas (ainda que eu discorde parcialmente deste último, mas isso é assunto para depois).

Outros exemplos poderiam ser citados (cobertura em Búzios, Rio das Ostras, Cuiabá; Concertos da Osesp; exposições de arte; etc), mas penso que este texto perderia seu foco (e sabe-se lá se já não perdeu), que é trazer um relato de um jornalista cujo batismo de fogo foi neste Digestivo. Em verdade, depois da experiência acadêmica, que considero fundamental, apareceu outra, tão importante quanto, nesta revista eletrônica. Qual das duas foi melhor?, qual das duas é mais necessária? Questões difíceis de serem respondidas com essa clivagem preto-e-branco. Prefiro dizer que a primeira não se consolidaria sem a segunda e que o repórter seria tão somente um digitador se não tivesse estudado. Ainda assim, foi no Digestivo Cultural que eu aprendi que o jornalismo está além de todas as expectativas de um estudante, principalmente se este estiver disposto a saber por que esta pode ser a melhor profissão do mundo.


Fabio Silvestre Cardoso
São Paulo, 14/11/2006


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Freud explica de Renato Alessandro dos Santos
02. Tecnologias e borboletas de Ana Elisa Ribeiro
03. O jornalismo cultural na era das mídias sociais de Fabio Gomes
04. Brasil, o buraco é mais embaixo de Luís Fernando Amâncio
05. Terna e assustadora realidade de Elisa Andrade Buzzo


Mais Fabio Silvestre Cardoso
Mais Acessadas de Fabio Silvestre Cardoso em 2006
01. Orgulho e preconceito, de Jane Austen - 5/5/2006
02. Por que quero sair do Orkut (mas não consigo) - 2/2/2006
03. Desejo de Status - 21/4/2006
04. As crônicas de Ivan Lessa - 30/3/2006
05. Google: aprecie com moderação - 2/3/2006


Mais Especial 2000 Colunas
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
14/11/2006
21h27min
Poxa, me deu um frio na barriga agora... estou formando.. estudando a hipermidia, com projeto experimental sobre..., para entregar na sexta... ai... não quero me decepcionar mesmo! Mas, em algumas parte, eu concordo com vc... a escola nos deixa "bitolados" a padrões... Complicado. Mas, q bom q a Internet está aí pra isso... pensa só... há alguns anos... qd os recém-formados não tinham por onde começar... onde mostrar o nome, o trab. Hj temos a rede e sites importantes q ajudam os jovens jornalistas a mostrarem a q vieram...
[Leia outros Comentários de Camila Martucheli]
24/11/2006
15h35min
Puxa, Fábio, fiquei feliz que lembrou da conversa e daquele texto. Escrevi sobre isso recentemente no blog. Seu texto, aliás, está muito bacana. Preciso depois escrever meu depoimento também. Abçs.
[Leia outros Comentários de Eduardo Carvalho]
2/5/2007
3. Boa
23h25min
Grande texto, ser estudante de jornalismo e depois jornalista é realmente um choque. Gostei da abordagem, mas fica uma questão: o que precisa mudar nas universidades? Ou no mercado de trabalho? Ou nos dois???
[Leia outros Comentários de Lucas Santiago]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ENGENHARIA DE INFORMACOES REDE DE CEREBROS E MENTES
PROF. HELBERT SILVA
O LUTADOR
(2004)
R$ 8,00



X-MEN Nº 121 - NOVEMBRO / 98
MARVEL COMICS
ABRIL
(1998)
R$ 7,00



DE VOLTA AO PASSADO
CÉLIA XAVIER DE CAMARGO, CÉSAR AUGUSTO MELERO
BOA NOVA
(2002)
R$ 7,99



O RAPTO EM UM PISCAR DE OLHOS
TIM LAHAYE E JERRY B. JENKINS
HAGNOS
(2007)
R$ 15,00



FÍSICA - ELETRICIDADE VOL. 3 - 77 EXERCÍCIOS RESOLVIDOS E 396 EXERCÍCIOS PROPOSTOS
DJALMA NUNES PARANÁ
ÁTICA
(1993)
R$ 6,00



DICIONÁRIO DE POLÍTICA - VOL. 1
NORBERTO BOBBIO-NICOLA MATTEUCCI-GIANFRANCO PASQUI
EDUNB
(1993)
R$ 38,00



PUNTO ESCLAMATIVO! LINGUA ITALIANA. GRAMATICA
VÁRIOS
DEAGOSTINI
(2020)
R$ 53,00



UM LIVRO FORJADO NO INFERNO
STEVEN NADLER
TRÊS ESTRELAS
(2013)
R$ 37,00



A REVOLTA DOS FANTASMAS
CLAUDIO THEBAS
LE
(1964)
R$ 5,90



SEIS MULHERES NA MADRUGADA
MODESTO NAVARRO
CAMINHO
(1995)
R$ 44,66





busca | avançada
54051 visitas/dia
2,1 milhões/mês