Crônicas indefinidas | José Frid

busca | avançada
66543 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Filó Machado encerra circulação do concerto 60 Anos de Música com apresentação no MIS
>>> Mundo Suassuna, no Sesc Bom Retiro, apresenta o universo da cultura popular na obra do autor paraiba
>>> Liberdade Só - A Sombra da Montanha é a Montanha”: A Reflexão de Marisa Nunes na ART LAB Gallery
>>> Evento beneficente celebra as memórias de pais e filhos com menu de Neka M. Barreto e Martin Casilli
>>> Tião Carvalho participa de Terreiros Nômades Encontro com a Comunidade que reúne escola, família e c
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Marcelo Mirisola e o açougue virtual do Tinder
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
Colunistas
Últimos Posts
>>> A melhor análise da Nucoin (2024)
>>> Dario Amodei da Anthropic no In Good Company
>>> A história do PyTorch
>>> Leif Ove Andsnes na casa de Mozart em Viena
>>> O passado e o futuro da inteligência artificial
>>> Marcio Appel no Stock Pickers (2024)
>>> Jensen Huang aos formandos do Caltech
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
Últimos Posts
>>> Cortando despesas
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Waldstein por Andsnes
>>> Festival de Inverno Ouro Preto
>>> Para gostar de ler
>>> Dos livros que li
>>> O legado de Graciliano Ramos
>>> Mané, Mané
>>> Ele é o Rei
>>> Corpos
>>> Dialogando com o público leitor
>>> O fim do futebol-arte?
Mais Recentes
>>> Textos Escolhidos de Condillac pela Abril Cultural (1979)
>>> Abragencia Dos Voos Poeticos De Avoante Do Cariri de Roberto Boaventura Da Silva pela Edufmt (2014)
>>> Sobre o infinito o universo e os mundos de Giordano Bruno pela Abril Cultural (1978)
>>> Dominando As Técnicas De Ensino de Joseph Lowman pela Atlas (2004)
>>> Curso de filosofia positiva de Auguste Comte pela Abril Cultural (1978)
>>> Investigações filosóficas de Ludwig Wittgenstein pela Abril Cultural (1979)
>>> Seu Madruga - Vila e Obra de Pablo Kaschner pela Mirabolante (2010)
>>> Mar Morto de Jorge Amado pela Círculo do Livro (1988)
>>> Mecânica Vetorial para Engenheiros: Estática de Ferdinand P. Beer; E. Russell Johnston Jr. pela Makron Books (1991)
>>> Marketing Global de Charles David Forte pela Copidart (2004)
>>> Escritos Políticos de Thomas Jefferson pela Abril Cultural (1979)
>>> O Que Todo Cidadão Precisa Saber Sobre Ideologia de Ciro Marcondes Filho pela Global (1985)
>>> Feng Shui Harmonia Dos Espacos de Nancy Santopietro pela Nova Era (2004)
>>> Não Sou Este Tipo De Garota de Siobhan Vivian pela Novo Conceito (2011)
>>> Guia da Vida do Yin-Yang no Universo 1 de Toru Lida pela Yacon (2002)
>>> Manual dos Escoteiros Mirins de Abril pela Abril (2016)
>>> Ocultismo Prático de H. P. Blavatsky pela Pensamento
>>> A Yoga da Disciplina de Swami Chidvilasananda pela Sem (2001)
>>> 20 Lições Essenciais Para Ganhar no Mercado de Ações de Vários Autores pela Saraiva (2007)
>>> Sete Contos De Fúria de António Bracinha Vieira pela Globo (2002)
>>> Tocaia de Amil Alves pela Do autor (1979)
>>> Yoga Prático Yoga Sádhana de Pedro Kupfer pela Sem (2000)
>>> Feng Shui Para Mudar a sua Vida de Nancilee Wydra pela Pensamento (2010)
>>> Arquivo Pessoal de Nelson de Senna de Nelson Coelho de Senna pela Apcbh (2000)
>>> Duluth de Gore Vidal pela Rocco (1987)
COMENTÁRIOS

Domingo, 21/11/2010
Comentários
Leitores

Crônicas indefinidas
A não-definição da crônica pelo José Castello é perfeita! Ela acolhe todos os tipos de cronistas que lemos hoje em dia nos jornais, nas revistas e na internet (sites, blogs etc.), sem deixar de fora nossos antigos cronistas, bem lembrados no texto. Saudades de Carlinhos Oliveira no JB! Saudades do JB também! Por essa não-definição podemos chamar os texto de Castello no "O Globo" como crônicas literárias.

[Sobre "Crônica, um gênero brasileiro"]

por José Frid
http://blogdofrid.blogspot.com
21/11/2010 às
23h19 189.69.20.158
(+) José Frid no Digestivo...
 
Fugindo de Nietzsche
"Às vezes faço, com tracos, um pensamento profundo. Às vezes faço, com fatos, um nada sem fundo." (palavras minhas) Sempre me culpei por não ter lido Nietzsche, em vez de ler "Revolução vermelha" e outros do mesmo nível. Agora você, Andréa, redimiu-me de culpa. Desculpe, querida, mas ver em "simples palavras" de autoajuda, uma "desajuda" é estar por demais impregnada com os "decadentes" "desajuda" dele. Não desanime, leia a "Luluzinha", as diabruras da Mônica, do Saci, as histórias do Lobato, enfim, simples palavras de otimismo de escritores "sem preconceito" que amam o ser humano. Graças ele não estar na internet, botando todo mundo "pra baixo". A verdade... amanhã eu saberei.

[Sobre "A Auto-desajuda de Nietzsche"]

por maria anna machado
21/11/2010 às
13h53 70.118.124.179
(+) maria anna machado no Digestivo...
 
Depende do olhar
Olá, Mauricio. Nem sei por onde começar. Fui expositora da Praça da República de 1980 a 1998, quando fomos expulsos de lá, com metralhadora e tudo. E meus quadros sempre tinham "título", até o dia em que pintei o "Águas claras", uma moça de perfil aparando com as mãos uma límpida água caindo. A mulher que o comprou viu ali o seu gato branco, e até o prato onde dava leite para ele. A partir daí, não coloquei mais título, somente o numero de identificação. E eu sou figurativa, portanto, não devia haver "distorção" na imagem. Agora que envio minhas pinturas digitais para a Artwanted.com, novamente o título torna-se nescessário. Mas ver uma obra de arte é "sentir" o que se vê e então o "quem vê" é tanto ou mais importante que a própria obra. Muita gente vê no sorriso de Mona Lisa um sarcasmo indefinido; é o que essas pessoas sentem, e isso não quer dizer que sejam ignorantes em arte, mas sim que o sentimento de uma obra depende do olhar. Minha pintura "é minha" enquanto está no cavalete, depois, só o futuro dirá.

[Sobre "Escrita e Artes Visuais"]

por maria anna machado
http://Artwanted.com/mannam
21/11/2010 às
13h35 70.118.124.179
(+) maria anna machado no Digestivo...
 
Amando e odiando Nietzsche
Recebi este texto por e-mail e li por acaso. Mas achei super interessante e realista. Estudei um pouquinho de Friedrich Nietzsche quando fazia Direito. Tinha um professor que gostava muito. Aprendi algumas fases, discuti sobre elas. Tenho em casa alguns livros dele como "O Anticristo" e "Assim falava Zaratustra". O segundo eu comecei a ler e ainda não consegui terminar. Não que seja grande, mas é uma leitura complexa. Paro muitas vezes, releio, interpreto. Estou aprendendo a gostar e a odiar Friedrich Nietzsche. Acho que felizes mesmo são aqueles que vivem nesta falsa realidade, eles não têm com o que se preocupar. Os que sabem a "verdade" serão eternamente infelizes.

[Sobre "A Auto-desajuda de Nietzsche"]

por Mariana
21/11/2010 às
11h51 201.80.167.251
(+) Mariana no Digestivo...
 
A igualdade é uma mentira
Quem nasceu para dez réis nunca chega a tostão. Não há maior mentira do que a igualdade entre os "filhos de deus". Igualdade e consenso são a negação da vitória e da liderança. São a negação do talento e da inteligência. São a negação da qualidade e da superioridade. Milhões de jovens sonham com uma carreira de jogador de futebol. Algumas dezenas chegam à borda do sucesso, e apenas um punhado atinge o topo daquele mundo. É quando os iguais compram réplicas de seus uniformes, compram revistas, fotos, cartazes, emblemas, livros etc. Cantores, modelos, manequins, atores e atrizes, professores, escritores, alfaiates (e modistas), médicos, advogados, arquitetos, bandidos são imediatamente deificados, canonizados, entronizados e passam a viver melhor quanto mais for a sua desigualdade. Procura-se ensinar a igualdade, a fraterna igualdade como preceito divino, como qualidade a ser buscada em troca do... reino.

[Sobre "A Auto-desajuda de Nietzsche"]

por Raul Almeida
21/11/2010 às
10h15 189.106.252.155
(+) Raul Almeida no Digestivo...
 
Saudades do Digestivo
Obrigada pelo "up", Julio. Tenho um carinho imenso por esse texto, e, pela pessoa em questão, nem se fala... Apesar de "ter parado de escrever para sempre", as colunas do Digestivo são as mais sinceras, de um tempo de inocência do qual tenho saudades e nunca esquecerei. Saudades de vocês todos, muitas saudades, e um grande abraço.

[Sobre "A Auto-desajuda de Nietzsche"]

por Andréa Trompczynski
http://www.facebook.com/#!/andrea.trompczynski
21/11/2010 às
08h32 201.10.89.17
(+) Andréa Trompczynski no Digestivo...
 
Triste é viver na solidão
Prefiro viver feliz sozinho do que triste e acompanhado, embora, como dizia o Tom, triste é viver na solidão, na dor cruel de uma paixão... Triste é saber que ninguém pode viver de ilusão, que nunca vai ser, nunca vai dar num sonhador, tem que acordar...

[Sobre "Sim, é possível ser feliz sozinho"]

por Roberto
http://oblogdosblogs.com
20/11/2010 às
21h34 189.121.5.167
(+) Roberto no Digestivo...
 
Olhar no paraíso
O espelho é um olhar no paraíso!

[Sobre "O blog no espelho"]

por roberto
http://oblogdosblogs.com
20/11/2010 às
21h26 189.121.5.167
(+) roberto no Digestivo...
 
Os acasos do Google
O Google se trata de uma entidade temperamental: tem dias que a gente está lá e tem dias que não. A sorte me parece um fator preponderante. O azar também, mas talvez o grande culpado por isso tudo seja o acaso. Quem sabe? Faça uma pesquisa no Google.

[Sobre "Dicas para você aparecer no Google"]

por Roberto
http://oblogdosblogs.com
20/11/2010 às
21h24 189.121.5.167
(+) Roberto no Digestivo...
 
Brincar de escritor
Brincar de escritor e conquistar uma audiência fiel são alguns de meus motivos.

[Sobre "Dez motivos para blogar"]

por Roberto
http://oblogdosblogs.com
20/11/2010 às
21h19 189.121.5.167
(+) Roberto no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Você Pode Mais!
Marcos Scaldelai
Gente
(2015)



Camões- Revista de letas e culturas Lusófonas- Nº 14
Timor Lorosa'e
Instituto Camões



Livro Literatura Brasileira Tutaméia Engenho e Arte Debates 223
Vera Novis
Perspectiva
(1989)



Livro Biografia Perfis Brasileiros Leila Diniz
Joaquim Ferreira dos Santos
Companhia das Letras
(2008)



De Repente Nas Profundezas do Bosque
Amós Oz
Companhia das Letras
(2007)



O principio esquecido 2
Antonio maria baggio
Cidade nova
(2009)



Scorecard Para Performance Total
Hubert Rampersad
Elsevier
(2004)



O poder dos chakras
O poder dos chakras
Martin Claret



Livro Infantil Infanto Juvenis Biblioteca Maravilhosa Infantil Volume 1
Varios Autores
Age



Alice no País das Maravilhas
Lewis Carroll
Ática
(2014)





busca | avançada
66543 visitas/dia
2,1 milhões/mês