Como assim? | Eduardo Mineo

busca | avançada
61431 visitas/dia
2,0 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Inspirado nas Living Dolls, espetáculo de Dan Nakagawa tem Helena Ignez como atriz convidada
>>> As Caracutás apresentam temporada online de Tecendo Diálogos com bate-papo e oficina
>>> Obra de referência em nutrição de plantas ganha segunda edição revista e ampliada
>>> FAAP promove bate-papo com as atrizes Djin Sganzerla, Zezita Matos e com o diretor Allan Deberton
>>> Elísio Lopes Jr comanda oficina gratuita de dramaturgia nesta sexta-feira (27)
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
Colunistas
Últimos Posts
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
Últimos Posts
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Poesia sem ancoradouro: Ana Martins Marques
>>> Para você estar passando adiante
>>> Um brasileiro no Uzbequistão (II)
>>> Da História, De Livros e De Bibliotecas
>>> Sultão & Bonifácio, parte II
>>> Ser intelectual dói
>>> Vera Schettino
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> The world has gone blog mad
>>> É, não ser vil, que pena
Mais Recentes
>>> A Vida é Bela no Trabalho de Dominique Glocheux pela Sextante
>>> Eugène Delacroix 1798-1863: O Príncipe do Romantismo de Gilles Néret pela Taschen (2001)
>>> Agora Aqui Ninguém Precisa de Si de Arnaldo Antunes pela Companhia das Letras (2015)
>>> Nu de Botas de Antonio Prata pela Companhia das Letras (2013)
>>> Trilogia Suja de Havana de Pedro Juan Gutiérrez pela Companhia das Letras (1999)
>>> As Religiões no Rio de João do Rio pela Jose Olympio (2015)
>>> A Teoria da Causa Madura no Processo do Trabalho de Ben-hur Silveira Claus pela Ltr (2019)
>>> Pimentas de Raul Lody pela Nacional (2018)
>>> Zen a a Arte de Manutenção de Motocicletas de Robert M. Pirsig pela Paz e Terra (1984)
>>> Monobloco - uma Biografia de Leo Morel pela Azougue (2015)
>>> Lei Antiterror Anotada - Lei 13. 260 de Acácio Miranda Silva Filho, Alex Wilson Ferreira pela Foco (2018)
>>> Marketing de Nichos de Alexandre Luzzi las Casas pela Atlas (2015)
>>> Mundo do Luxo de Mark Tungate pela Seoman (2014)
>>> Ministério do Silêncio de Lucas Figueiredo pela Record (2005)
>>> O Efeito Melão de Fernanda Dutra pela Dvs (2018)
>>> A Síndrome de Otelo de Barry Lenson, Kenneth C. Ruge pela Best Seller (2006)
>>> Sucos e Smoothies de Cinzia Trenchi pela Manole (2016)
>>> Administração Legal de Josiano César de Sousa pela Appris (2016)
>>> Síndromes e Psicologia - Atuação, Prática e Pesquisa de Mafalda Luzia Coelho Madeira da Cruz pela Juruá (2019)
>>> Falando... Lendo... Escrevendo... Português - Professor de Emma Eberlein O. F. Lima, Samira Abirad Iunes pela Epu (1989)
>>> Como Pregar um Botão - e Outras Coisas Úteis Que Sua Avó Sabia Fazer de Erin Bried pela Civilização Brasileira (2011)
>>> A Grande Arte de Se Reinventar de Leo Chaves pela Planeta (2019)
>>> Paixão por Vencer: Winning - A Bíblia do Sucesso de Jack Welch; Suzy Welch pela Campus (2005)
>>> Como Lidar Com Pessoas Difíceis de Ursula Markham pela Mandarim (1999)
>>> Jantar Secreto de Raphael Montes pela Companhia das Letras (2016)
>>> De Repente uma Noite de Paixão de Lisa Kleypas pela Arqueiro (2020)
>>> Minotauro de Benjamin Tammuz pela Radio Londres (2017)
>>> Os subversivos de J. Bernard Hutton pela Artenova
>>> A doença como metáfora social: política e sensibilidade em tempos de pandemia de Michel Zaidan Filho pela Brazil Publishing (2020)
>>> Jaulas Vazias: Encarando o Desafio dos Direitos Animais de Tom Regan pela Lugano (2006)
>>> A disputa em torno de Frantz Fanon: a teoria e a política dos fanonismos contemporâneos de Deivison Mendes Faustino pela Intermeios (2020)
>>> As Etapas Decisivas da Infância de Françoise Dolto pela Martins Fontes (1999)
>>> O Primeiro e o Último Verão de Leticia Wierzchowski pela Globo Livros (2017)
>>> Duzinda de Clotilde Chaparro Rocha pela Thesaurus (2013)
>>> A Princesa Salva a Si Mesma Neste Livro de Amanda Lovelace pela Leya (2017)
>>> Manifesto do nada na terra do nunca de Lobão pela Nova Fronteira (2013)
>>> A Mezuzá nos pés da Madona de Trudy Alexi pela Imago (1994)
>>> A Espada Selvagem de Conan a coleção de Roy Thomas-Barry Windsor Smith-Gil Kane Neal Adams- Jim Starlin- Al Milgrom pela Panini Comics (2020)
>>> Aquaman- A Morte de um Rei de Geoff Johns pela Panini Comics (1500)
>>> Supen Man o que Aconteceu com o Homem de Aço de Disney pela Dc Comics Panini books (2013)
>>> Autoperfeição com Hatha Yoga: Um clássico sobre saúde e qualidade de vida de Hermógenes pela Nova Era (2004)
>>> A Era de Conan de Howard, Niemczyk, Hanna e Keith pela Marvel (2020)
>>> As Aventuras de Pinóquio de Carlos Collodi pela Companhia das Letrinhas (2002)
>>> Mega a Maior Revista em Quadrinhos Disney do Mundo de Abril pela Abril (2020)
>>> História Oficial que Deu Origem ao Jogo- God Of War de Robert E. Vardeman pela Leya (2013)
>>> Direito Civil - Volume 3 de Silvio Rodrigues pela Saraiva (2003)
>>> Gêneros Orais e Escritos na Escola de Bernard Schneuwly; Joaquim Dolz pela Mercado de Letras (2004)
>>> Lições de Direito Processual Civil - Vol.II de Alexandre Freitas Câmara pela Lumens Juris (2005)
>>> Estratégias de Leitura de Isabel Solé pela Penso (1998)
>>> Lições de Direito Processual Civil - Vol.I de Alexandre Freitas Câmara pela Lumens Juris (2004)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 19/9/2007
Comentários
Leitores


Como assim?
Eu ia fazer algum comentário que eu esqueci quando li "como dizem os paulistas, virá-la de ponta-cabeça". Como assim, meu, como assim? Em Minas não se usa isso? Que ultraje! hehe.

[Sobre "O Leão e o Unicórnio II"]

por Eduardo Mineo
http://iaad.blogspot.com
19/9/2007 às
10h26 201.63.98.162
(+) Eduardo Mineo no Digestivo...
 
Set-point do Guga!
Creio que a maioria das obras que tenho comprado ultimamente não vem de recomendações, mas de percepções...Percebo que já está na hora de comprá-las, explicando melhor. Vou mais longe: percebo que está na hora de comprá-las, mas isso não significa que já está na minha hora de lê-las. Tenho então, "armazenados" em minha estante, nada menos que uns quarenta livros a espera de "sua" hora. Pode levar anos, mas é muito interessante perceber como, chegando o momento certo, a hora da obra e a minha se encontram, então desfruto de uma leitura que nunca antes haveria de ter sido tão fundamental. É uma espécie de dejavu onde, na verdade, nunca sonhei com o que veio a ocorrer, mas compreendo que o que vejo é algo que já antevia. É assim com Carroll da mesma forma que ainda não o é com Marx. E do jeito que esse bonde vai, será logo (ou não). Duro é explicar para minha mulher porque estou comprando mais livros se há tantos outros esperando sua vez. Não sei como explicar...

[Sobre "O Leão e o Unicórnio II"]

por Albarus Andreos
http://www.albarusandreos.blogspot.com
19/9/2007 às
08h31 200.218.186.190
(+) Albarus Andreos no Digestivo...
 
Tão perto...eu não sabia!
Ele não é global, mas é fantástico (sem trocadilho)! O primeiro contato que tive com miniconto foi com o Augusto Monterroso. Ainda procuro o dinossauro no meu quarto, talvez em mim. Conheci também um pouco do gênero e notei o quanto é possível mergulhar profundo em poucas palavras. Estou voltando agora do site do Leonardo (sem fôlego) e gostei muito do que li. Pausa...Pronto. Ótima apresentação, Marcelo. Agora bicho, fica aí que eu vou ler o cara!

[Sobre "Um Jabuti para o miniconto"]

por Pablo
19/9/2007 à
00h00 201.50.151.125
(+) Pablo no Digestivo...
 
Vendendo o Coelho ou o artigo?
Só para o capitalismo "vender" é sinônimo de "bom". Paulo Coelho foi bem mal vendido, porque ele realmente merece aplausos, não o Nobel. A sua obra não exige uma leitura a fundo. Por que será que os leitores dele "não têm talento para demonstrar as virtudes profundas dos seus livros"? Melhor um Nobel qualquer do que nenhum? Já perdemos a dignidade em nosso país devido à corrupção, não devemos perder também a coerência. As pessoas geralmente gostam (são incentivadas a gostar?) do que é fácil, do que não angustia e do que as faz sentir que a vida é maravilhosa. Mas a vida não é sempre maravilhosa e a existência é angustiante, mais cedo ou mais tarde nos certificamos disso. Alguns livros e autores nos despertam pra coisas que muitas vezes não queremos ver, sentir, assumir, nos deixando angustiados em relação à vida, frente ao mundo. Pode doer, mas que é melhor enfrentar a angústia do que ler somente Paulo Coelho, isso é!

[Sobre "Paulo Coelho para o Nobel"]

por Cristina Sampaio
http://www.minhasvozes.blogspot.com
18/9/2007 às
21h24 201.50.177.228
(+) Cristina Sampaio no Digestivo...
 
Ótimo!
Muito bom seu texto e suas colocações. Incluo em tua lista de fatores ilusórios o multi mega empresário bem sucedido Roberto Justus, responsável pelo programa de auto-ajuda empresarial "O Aprendiz", que é assistido, em sua maioria, pelas mesmas pessoas de baixa renda que enchem as salas de administração das faculdades citadas. Como resultado disso, é comum as pessoas acharem que todos podem ser executivos de sucesso, sem que para isso seja preciso saber escrever ou desenvolver uma vivência e cultura geral. Basta ser empreendedor e pró-ativo.

[Sobre "Curso superior de auto-ajuda empresarial"]

por Carlos
18/9/2007 às
20h14 201.24.42.52
(+) Carlos no Digestivo...
 
Mano Brown
Carlos, belas palavras você disse. Mano Brown pode e deve continuar falando, com muito mais legitimidade e sintonia com o mundo real. Acho que esse rapaz aí e acostumado a ver notícia de crueldade que a própria polícia e seus governantes há mais de...Sei lá quantos anos! Eles cantão a verdade...

[Sobre "Os manos Racionais"]

por leandro
18/9/2007 às
13h10 200.198.212.34
(+) leandro no Digestivo...
 
Que sei do chiclete?
Ana, lendo seu texto fiz uma conexão direta com as épocas em que o chiclete era um ícone do inconformismo associado a uma geração contestadora, rebelde e de uma inocência libertária. Fico pensando o quanto esta prática está ligada a este tempo e não consigo resposta alguma. A minha relação se deu pelo fato de ser atleta. Era com o chiclete que administrava a minha ansiedade e durante muito tempo ainda era assim que enfrentava ambientes de stress. Os sabores eram os que encontrava nas padarias e afins, mas fica agora uma certa nostalgia de um tempo quase romântico que ainda mascava chicletes.

[Sobre "Chicletes"]

por Carlos E. Oliveira
18/9/2007 às
13h07 201.65.37.4
(+) Carlos E. Oliveira no Digestivo...
 
Tabu
Resenha objetiva, clara e reveladora sobre um assunto polêmico, quase um tabu na nossa sociedade que tem que aprender a lidar de forma mais aberta e educativa com esta mazela.

[Sobre "Christiane F., 13 anos, drogada, prostituída..."]

por Paulo Almeida
18/9/2007 às
12h21 200.176.41.126
(+) Paulo Almeida no Digestivo...
 
Cara dos en Bauman
Me atrevería a pensar que ya pasamos por la fluidez dentro del amor. Estamos cruzando un espacio medio gaseoso, luchando con la condensación de algún fluído evaporado por la modernidad sólida. Es un punto e vista favorable, en la medida que permite reconocer que sucede con el hecho humano el amor y los sentimientos. No creo que mutemos por mutar, y aquí critico a Bauman, hay que cambiar para poder comprender que sucede después de lo sólido. Por tanto, y si es aceptada, una adehesión a Bauman pordría ser el hecho de ver la mutaciones como cambios necesarios, a los se les deben cierta reflexión.

[Sobre "A fragilidade dos laços humanos"]

por diana
18/9/2007 às
02h00 190.28.142.16
(+) diana no Digestivo...
 
A leveza de ser
Veronica, ótimo e oportuno; o massacre da auto-ajuda tem conexão direta com este altíssimo nível de exigência que o mundo vem exigindo atualmente. Vira e mexe ecoa na minha cabeça a abertura do "Poema em linha reta" (Fernando Pessoa via Álvaro de Campos), e vejo que vivemos num mundo de invencíveis e quando a equação real não fecha somos sufocados pelo que de fato somos; então tome auto-ajuda, prozac e toda sorte de venenos antimonotonia como dizia o poeta. A felicidade que conhecemos através dos nossos pais e avós está desfigurada pelo fervor capitalista que insiste que tudo tem um preço. O que mais gostei foi a sua sensata reflexão sobre a necessidade de desvendar (questionar), que foi substituida pela ânsia do esclarecimento (resposta), que nos transformou numa sociedade monocórdia, de tendências e juízos emprestados. Acredito também que a arte é um dos poucos caminhos do diálogo possível, principalmente pelo seu caráter único que não se presta a servir nenhum estereótipo. Um grande texto.

[Sobre "Insuportavelmente feliz"]

por Carlos E. Oliveira
17/9/2007 às
21h10 201.65.37.4
(+) Carlos E. Oliveira no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O QUE SABEMOS SOBRE O ISLAMISMO? - 4114
DOREEN FINE
CALLIS
(1998)
R$ 10,00



MEU CORAÇÃO PERGUNTOU: O SIGNIFICADO DAS VIRTUDES
SELMA SAID
VOZES
(1999)
R$ 9,96



GRANDEZA E DECADÊNCIA DE ROMA - III DE JÚLIO CÉSAR A AUGUSTO
GUGLIELMO FERRERO
GLOBO
(1963)
R$ 14,00



OS CONTOS DE BEEDLE, O BARDO
J. K. ROWLING
ROCCO
(2008)
R$ 19,90



NÃO PEÇA SARDINHA FORA DE TEMPORADA
ANDRÉU MARTÍ/ JAUME RIBERA
PLANETA
(2003)
R$ 15,00



DIX GRANDES NOTIONS DE LA SOCIOLOGIE
JEAN CAZENEUVE
SEUIL
(1976)
R$ 7,84



TRADUZIR O POEMA - POESIA
ALVARO FALEIROS
ATELIE EDITORIAL
R$ 35,00



A BRINCADEIRA
MILAN KUNDERA
CIRCULO DO LIVRO
(1967)
R$ 18,00



SHAKESPEARE - O GÊNIO ORIGINAL
PEDRO SUSSEKIND
ZAHAR
(2008)
R$ 23,00



BITTERGIRL ESQUEÇA O EX E DÊ A VOLTA POR CIMA
ANNABEL GRIFFITHS E OUTROS
BEST SELLER
(2010)
R$ 8,85





busca | avançada
61431 visitas/dia
2,0 milhões/mês