Para não manchar o nome | Juliana Pereira

busca | avançada
75243 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Conto HAYEK, de Maurício Limeira, é selecionado em coletânea da Editora Persona
>>> Os Três Mosqueteiros - Um por Todos e Todos por Um
>>> Sesc 24 de Maio recebe o projeto Parlavratório - Conversas sobre escrita na arte
>>> Cia Caravana Tapioca faz 10 anos e comemora com programação gratuita
>>> Eugênio Lima dirige Cia O GRITO em novas intervenções urbanas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
>>> A história de Chieko Aoki
>>> Uma história do Fogo de Chão
>>> BDRs, um guia
>>> Iggor Cavalera por André Barcinski
>>> Dave Brubeck Quartet 1964
Últimos Posts
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
>>> Indistinto
>>> Mais fácil? Talvez
>>> Riacho da cacimba
>>> Mimético
Blogueiros
Mais Recentes
>>> A obra-prima de Raymond Chandler
>>> A obra-prima de Raymond Chandler
>>> Apresentação
>>> Literatura e cinema na obra de Skármeta
>>> Literatura e cinema na obra de Skármeta
>>> A todos que passem por aqui
>>> João Paulo Cuenca e seu Corpo Presente
>>> Neruda, oportunista fantasiado de santo
>>> VTEX e Black & Decker sobre transformação digital
>>> Apresentação
Mais Recentes
>>> Matemática : Jogos e material complementar 3º. Ano de Luiz Roberto Dante pela Ática
>>> Elementos de Geometria e Desenho Geométrico Volume 1 de José Carlos Putnoki “Jota” pela Scipione (1997)
>>> Tio Patinhas Nº 189 de Walt Disney pela Abril (1981)
>>> Tio Patinhas Nº 256 de Walt Disney pela Abril (1986)
>>> Tio Patinhas Nº 312 de Walt Disney pela Abril (1991)
>>> Tio Patinhas Nº 313 de Walt Disney pela Abril (1991)
>>> Desenho Geométrico 2 1º. Grau de Giovanni, Tereza, Elenice pela Ftd (1996)
>>> Tio Patinhas Nº 255 de Walt Disney pela Abril (1986)
>>> Tio Patinhas Nº 165 de Walt Disney pela Abril (1979)
>>> A morte de Ivan Ilitch de Liév Tolstói pela Principis (2021)
>>> Matemática interativa, 7a Série de Alexandre Trovon, Lourisnei F. Reis pela Casa (2002)
>>> O Médico de Lhassa de Lobsang Rampa pela Circulo do Livro
>>> Almanaque São Miguel 1959 de Padres do Verbo Divino pela Padres do Verbo Divino (1959)
>>> Elementos de Geometria e Desenho Geométrico Volume 1 de José Carlos Putnoki “Jota” pela Scipione
>>> As obras revolucionárias de George Orwell - Box com 3 livros de George Orwell pela Principis (2021)
>>> Pirâmide de Tom Martin pela Planeta (2010)
>>> Sucesso em poucas palavras de Celso Fortes pela Globo (2006)
>>> Matemática Volume II de Eduardo Afonso de Medeiros Parente pela Epu (1984)
>>> Clássicos Góticos de Vários pela Principis (2021)
>>> Almas Bravias e Outros Poemas de Dalmar Americano pela Nagy e Filhos (1975)
>>> As extraordinárias viagens de Júlio Verne - Box com 6 títulos de Júlio Verne pela Principis (2021)
>>> Tex Coleção Nº 69 de Bonelli pela Globo (1992)
>>> A mulher diante da vida e do amor de Marion Hilliard pela Cultrix
>>> Tex Coleção Nº 81 de Bonelli pela Globo (1993)
>>> Amar é preciso de Maria Helena Matarazzo pela Gente (1992)
COMENTÁRIOS

Terça-feira, 23/10/2007
Comentários
Leitores


Para não manchar o nome
Puxa, esse texto reflete toda a realidade que o recém-formado passa. Saber desses "detalhes" da profissão é muito bom para não cometer graves erros durante uma entrevista e não manchar o nome logo no começo da carreira. Dicas utéis que sempre devem ser lembradas.

[Sobre "A Arte da Entrevista"]

por Juliana Pereira
23/10/2007 às
10h20 200.198.42.178
(+) Juliana Pereira no Digestivo...
 
Fora ditadura
Ainda bem que o filme não se enquadra no gênero "filme da ditadura militar brasileira". Por mais que devemos nos posicionar politicamente em relação aos fatos, o cinema é um lugar para se contar histórias e já estamos cansados de tantos filmes sobre os guerrilheiros de não sei de onde, assim como não agüentamos mais adaptaçãoes cinematográficas de peças teatrais. Acho "O Ano" um filme bem original justamente por utilizar a ditadura como um pano de fundo e destacar a relação que Mauro estabelece com pessoas completamente estranhas a ele. A importância do futebol e a esperança de que com a chegada da Copa os pais retornem. Há cenas lindíssimas como aquela em que Mauro larga o jogo de futebol para correr atrás de um fusca. Os personagens são simples, sinceros e possuem essa fraternidade que o Clayton tanto citou. Quanto ao Oscar eu não sei, mas aí concordo com Arnaldo, comunidade judaica, criança e situação-limite têm boas chances.

[Sobre "O ano em que estou pouco me lixando para o Oscar"]

por Bia Cardoso
http://groselha.wordpress.com
23/10/2007 às
09h08 201.15.78.10
(+) Bia Cardoso no Digestivo...
 
E voltou com poesia...
Salve, salve, Arnaldo! Sim, ele pode ser colocado lado a lado com Kamtchaka e Machuca, dois belos filmes latinos que também abordam a ditadura a partir do ponto de vista da criança (e nos três casos prevalecem os meninos, tendo Machuca uma dupla nos papéis principais). Isso, para mim, não o diminui. Mas acho que a maior riqueza de "O ano" é justamente extrapolar a questão meramente relacionada à ditadura, como muitas vezes fazem os filmes nacionais que têm esse tema como ponto de partida. "O ano" parte daí, mas não se encerra no assunto. Você citou Iracema e Pra frente Brasil (ótimos), mas não creio que "O ano" possa ser colocado lado a lado com eles. Vai em outra direção. A originalidade pode ter saído de férias, mas voltou cheia de poesia.

[Sobre "O ano em que estou pouco me lixando para o Oscar"]

por Clayton Melo
http://www.pontodefuga.jor.br
23/10/2007 às
06h35 201.1.153.48
(+) Clayton Melo no Digestivo...
 
A auto-reflexão de Holden
A leitura do livro de Salinger nos faz recorrer à mesma auto-reflexão feita por Holden. Talvez por conter tantos elementos de reciprocidade com os leitores, o livro seja tão válido a nós mesmos.

[Sobre "O apanhador no campo de centeio"]

por Nielly
22/10/2007 às
23h42 189.41.80.153
(+) Nielly no Digestivo...
 
O Google vai dominar o mundo?
É, parece que o Google quer dominar o mundo. Se conseguir atingir seu objetivo de criar o GPhone isso não ficará muito longe. Dominando a internet e a telefonia celular, o Google estará muitas e muitas vezes na capa e nas páginas da Economist.

[Sobre "O Google na capa da Economist"]

por Juliana Pereira
22/10/2007 às
22h17 201.78.162.98
(+) Juliana Pereira no Digestivo...
 
Bacana
Muito bom. Ótima relação entre os textos.

[Sobre "Os beijos de Tchekhov"]

por Juliana Pereira
22/10/2007 às
22h12 201.78.162.98
(+) Juliana Pereira no Digestivo...
 
Jabberwocky
Ei Guga, ótimo texto. Li até o final! Porém quando li aquele trecho do Jabberwocky quis desistir da profissão... quê que é aquilo?! Depois me passa - see ya!

[Sobre "O Leão e o Unicórnio II"]

por Claudia Serretti
22/10/2007 às
20h40 201.80.157.230
(+) Claudia Serretti no Digestivo...
 
Fogueira, não (II)
E plagiando Drummond: "e eu não sabia que a SUA história era mais bonita que a de Robson Crusoé"

[Sobre "Guga, para iniciantes"]

por Adriana Godoy
22/10/2007 às
19h46 201.80.157.230
(+) Adriana Godoy no Digestivo...
 
Fogueira, não
O que posso dizer, primo querido! A sua biografia literária é mais fiel a você, do que você mesmo. Cada palavra sua escrita aqui é uma verdade incontestável de si mesmo ou da imagem que ,pelo menos, eu tenho de você. Bicho, isso daria início a um belo livro, que jamais seria jogado na fogueira. Acho que você não foi abençoado só pela bruxa do oeste. Foi pela do leste, sul, norte, e todos outros pontos cardeais. Me emocionei de verdade. Isso não é uma biografia, mas uma história deliciosa que pode e deve ser continuada. Quero mais! Quero mais! Amei. Bj. Dri PS: Não jogue nada na fogueira. Tem pérolas demais. Seria uma maldade...

[Sobre "Guga, para iniciantes"]

por Adriana Godoy
22/10/2007 às
19h39 201.80.157.230
(+) Adriana Godoy no Digestivo...
 
A originalidade saiu de férias
Salve Clayton! O filme do Cao tem seus méritos, mas acho que ele acrescenta muito pouco ao gênero "filme da ditadura militar brasileira". Com raras exceções, como "Iracema, uma Transamazônica", o tema parte de um ponto de vista da classe média. Nenhum discurso à esquerda ou à direita, mas acabo me convencendo de que a ditadura foi uma questão importante para essa população, especialmente a urbana, ligada a atividades mais liberais. Os ricos se beneficiaram dela e os pobres não foram sequer considerados. Então achei que o filme carece de originalidade. E no que toca especificamente à relação ditadura x criança, ele lembra demaaaaais dois ótimos filmes latinos "Kanchatka" (Argentina), e Machuca (Chile). Sem falar no repeteco da idéia ditadura x futebol, de "Pra frente Brasil". Em resumo, tem poucos méritos para Oscar, salvo (sem nenhum anti-semitismo, pelamordedeus) o fato dos personagens judaicos serem muito bem recebidos pela Academia.

[Sobre "O ano em que estou pouco me lixando para o Oscar"]

por Arnaldo
http://www.arnaldocomin.com.br
22/10/2007 às
18h26 200.192.163.169
(+) Arnaldo no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Romance de Ana Durocher
Maria Lucia Mott
Siciliano
(1995)



Viver Plenamente
Kenn Jupp
Papirus
(1998)



O Segredo dos Incas - Coleção Descoberta do Mundo
Siegfried Huber
Itatiaia
(1958)



O Pensamento Judeu Como Fator de Civilização
Leon Roth
Biblos
(1965)



Arte Em Interação - Volume único / Ensino Medio
Perla Frenda; Hugo B. Bozzano
Ibep
(2013)



Cecil - Loeb Textbook of Medicine
Paul Beeson e Walsh Macdermott
Wb Saunders
(1971)



Foi Ele Que Escreveu a Ventania
Rosana Rios
Pulo do Gato
(2017)



Sua Vida e Suportável
Jose Masi Netto
Camara Brasileira do Livro
(1984)



Clt Completa
Renato Saraiva*aryanna Linhares*refael Tonasi Sout
Juspodivm
(2017)



Dirigindo Com Sabedoria Com Cd
Tony Gandra
Abrather
(2002)





busca | avançada
75243 visitas/dia
2,2 milhões/mês