Depende de como você encara... | Ronie Uliana

busca | avançada
60226 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Livro beneficente ensina concurseiros a superar desafios e conquistar sonhos
>>> Cia Triptal celebra a obra de Jorge Andrade no centenário do autor
>>> Sesc Santana apresenta SCinestesia com a Companhia de Danças de Diadema
>>> “É Hora de Arte” realiza oficinas gratuitas de circo, grafite, teatro e dança
>>> MOSTRA DO MAB FAAP GANHA NOVAS OBRAS A PARTIR DE JUNHO
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
Últimos Posts
>>> Parei de fumar
>>> Asas de Ícaro
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Mínimas
>>> Ascese, uma instalação do artista Eduardo Faria
>>> Parangolé: anti-obra de Hélio Oiticica
>>> Tom Wolfe
>>> Queen na pandemia
>>> A história do Olist
>>> Kubrick, o iluminado
>>> Mr. Sandman
>>> Unchained by Sophie Burrell
>>> Reflexões na fila
Mais Recentes
>>> Qual é o Seu Lugar no Mundo de Leila Navarro pela Gente (2003)
>>> Fallen de Lauren Kate pela Galera Record (2010)
>>> Homem: o Sexo Frágil de Flávio Gikovate pela Mg (1989)
>>> A Magia do Acaso de Renato Marcondes, Maurício Gutemberg pela Dédalo (2009)
>>> Iniform Commercial Code de Stone pela Bradford Stone
>>> O Presente do Meu Grande Amor: 12 Histórias de Natal de Stephanie Perkins pela Intrinseca (2014)
>>> Candangos Tracos de Brasília de Cezar Britto pela Aracaju (2021)
>>> Entre o Amor e a Guerra de Zibia Gasparetto pela Lucius (1998)
>>> Ética Empresarial na Pratica de Mario Sergio Cunho Alencastro pela Ibpex (2010)
>>> Teto, Sentimento e Pele de Fernando di Primo pela Do Autor (1989)
>>> Liderança do trabalhador cristão de Pe. Urbano Rausch pela Loyola (1973)
>>> Aladdin a História do Filme Que Encanta Gerações de Disney pela Universo dos Livros (2019)
>>> Repertório de Politica Externa: Posições do Brasil de Fundação Alexandre Gusmão pela Fundação Alexandre Gusmão (2007)
>>> O Paulo do Gato a aventura do recém- descasado de Marcus Barros Pinto pela Objetivo (1999)
>>> Organização do Futuro de Peter F Drucker pela Futura (1997)
>>> O Sensacional livro antitedio do Lucas Rangel de Lucas Rangel pela Pararela (2016)
>>> Viajando de 1850 Ate 1900 Tunel do Tempo de Martinez pela Ftd (1997)
>>> Neurophilosophy of Free Will de Henrik Walter; Cynthia Klohr pela Mit Press (2009)
>>> A Conquista do espaço político de Maria Lúcia de Oliveira pela Jornal a Tarde (1983)
>>> Comece Hoje a Dizer - Eu Te Amo de Stephen Arterburn / Carl Dreizler pela Thomas Nelson (2012)
>>> Gestão Dde Hotelaria e Turismo de Reinaldo Dias e Outros pela Pearson (2005)
>>> Zeélia Uma Paixão de Fernando Sabrino pela Record (1991)
>>> Gestão para um Mundo Melhor de Elcio Anibal de Lucca pela Elsevier (2008)
>>> Vincent Van Gogh de Vincent Van Gogh pela Atica (2006)
>>> Florência Diante de Deus de Eliezer Moreira pela Patuá (2015)
COMENTÁRIOS

Segunda-feira, 28/1/2008
Comentários
Leitores


Depende de como você encara...
Sempre existe a opção de arranjar uma barraca na praia e altenar a vida entre vender umas coisitas pra turistas gostosas e tomar banho de mar. :) Faça como o Calvin, Eduardo: se você não está feliz ainda porque seus padrões de felicidade são altos..., abaixe seus padrões :D

[Sobre "Bem longe"]

por Ronie Uliana
28/1/2008 às
19h07 200.183.0.130
(+) Ronie Uliana no Digestivo...
 
Cumplicidade
Entendo um pouco da agonia que senti nesse texto. Porque também escrevo, e sei da necessidade de escrever.

[Sobre "Por que escrevo"]

por Tiana de Souza
http://www.tianadesouza01.blogspot.com/
28/1/2008 às
15h59 200.140.24.231
(+) Tiana de Souza no Digestivo...
 
Escolhendo livros
Existe também o problema dos livros que anulam outros. Parei de ler Proust para ler James Baldwin e depois não consegui voltar. Não consegui voltar pro Kafka depois do Faulkner. Salinger (Borges também, possivelmente) tornou difícil suportar os contistas russos. O contrário também rola: li O Nome da Rosa só porque é um pastiche de Sherlock Holmes. Vale, como disse Oscar Wilde, "o instinto da forma" e, talvez mais ainda, a aceitação tranqüila da impossibilidade de ler tudo. Quem gosta de ler não vai conseguir continuar, me parece, sem praticar essas duas coisas. Salve.

[Sobre "Ah, essa falsa cultura..."]

por Guga Schultze
28/1/2008 às
14h55 201.80.147.185
(+) Guga Schultze no Digestivo...
 
Não li mas gostei
Gostei. Claro que não li o livro de Bayard. Mas pra quê, se Sérgio Augusto nos passou o que é necessário para discutirmos em uma roda de "intelectuais" e pontuarmos com segurança o que sabemos da obra. Mas, gostei, principalmente pela exposição clara do que acontece com muita gente, supostamente, leitores inquestionáveis. O que se pode concluir é o seguinte: Se lemos um livro realmente de cabo a rabo, excelente, o livro é bom, nos agradou. Caso contrário, usemos o procedimento citado. Pode dar certo.

[Sobre "Ah, essa falsa cultura..."]

por Adriana Godoy
28/1/2008 às
13h15 201.58.121.17
(+) Adriana Godoy no Digestivo...
 
Outra corrida armamentista
A frase mais simples seria: "Não li". Ponto. Ou então esta: "Estou na página 30", que era o modo como João Guimarães Rosa respondia aos autores que lhe mandavam suas aflitivas, pedintes e carentes "obras-primas". Mas Pierre Bayard talvez só esteja dando álibi a uma nova corrida armamentista, que é a da construção da imagem pública a todo custo e a qualquer preço, pela contracapa, pelas orelhas ou pelo vento. Sem traumas. E diet.

[Sobre "Ah, essa falsa cultura..."]

por Paulinho Assunção
http://paulinhoassuncao.blogspot.com
28/1/2008 às
12h45 201.80.189.49
(+) Paulinho Assunção no Digestivo...
 
Por que invento tanto?
Ah, mas por que gosto de inventar tanto? Achei de aprender a escrever com a mão esquerda. Uma aventura. Aprendi. Não sei pra que, mas aprendi. Rs! E já escutei todas estas conversas escritas aqui...

[Sobre "Mínimas"]

por Anna
http://anny-linhaozzy.blogspot.com/
28/1/2008 às
10h27 200.170.244.177
(+) Anna no Digestivo...
 
Pena que só estou lendo agora
1º de dezembro? :-O

[Sobre "Cursos gratuitos em BH"]

por Rodrigo
28/1/2008 às
09h21 200.198.56.2
(+) Rodrigo no Digestivo...
 
Leia aqui e economize
Agradeço ao Sérgio Augusto pelo texto acima. Já tinha até colocado o tal livro do Pierre Bayard na lista de comprar do Submarino, mas, como não tinha o cartão de crédito correto na mão, deixei para comprar depois. Agora, graças ao incentivo de tão boas sugestões e reflexões, não vou comprá-lo de jeito nenhum!

[Sobre "Ah, essa falsa cultura..."]

por Albarus Andreos
http://www.albarusandreos.blogspot.com
28/1/2008 às
08h34 200.218.186.190
(+) Albarus Andreos no Digestivo...
 
Mas é claro que é!
Claro que sim! Eu mesmo sou solteiro e uma namorada não me faz falta alguma... Esse negócio de alma gêmea é bobagem, coisa de novela das oito. Respeito as opiniões dos românticos, mas ser feliz sozinho é 100% possível.

[Sobre "Sim, é possível ser feliz sozinho"]

por Leandro Lúcio
27/1/2008 às
22h41 200.225.146.211
(+) Leandro Lúcio no Digestivo...
 
Diogo, o moço
O Mainardi ainda é novinho e ainda irá mudar o modo de pensar! Na idade dele é assim mesmo; muitos nessa idade passam de radicais, às vezes de esquerda, para revoltados e críticos de tudo e de todos. Ainda bem que ele é crítico de quem merece ser criticado... Agora, saibam que o Diogo já foi comunista, desses de passeatas e quebrar tudo pelas ruas, um radical de esquerda. Era bonitinho ser radicalzinho! Depois ele cresceu, escreveu alguns textos, uns bons e outros nem tanto, vendeu alguns livros, e arrumou um emprego na Veja. Assim, de garoto revoltado e metido a comunista, hoje é um rapaz em transição e se tornando crítico, como todos fomos. Daqui a pouco ele envelhece e passa a ter bom senso, como "quase" todos tivemos. É difícil ficar velho radical. Notem como somente alguns energúmenos são, na maioridade, fanáticos radicalizados. Mas eu gosto do Diogo assim, deixemos que ele execre os medíocres atuais. Quando ficar mais velho ele muda!

[Sobre "Diogo Mainardi"]

por I. Boris Vinha
http://oslivros-iborisvinha.blogspot.com
27/1/2008 às
16h57 201.52.247.134
(+) I. Boris Vinha no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Controladoria Avançada - Economia
Clovis Luis Padoveze
Thomson
(2005)



Helena Série Bom Livro
Machado de Assis
Atica
(1987)



Certificação Ccna: Guia Preparatório para o Exame 640-802
Jefferson Mello
Novaterra
(2012)



Vampire Killer
Paul Shipton
Oxford University Press
(2008)



Estatutos do Homem
Thiago de Mello
Matins Fontes
(1984)



Técnicas para uma Leitura Rápida e Eficaz
Donald Weiss
Nobel / Klick
(1992)



The New Capitalists
Stephen Davis Jon Lukomnik
Harvard Business School Press
(2006)



A Linguagem do Olhar
Lina Barroso
Loyola
(2010)



Intimidade Salmos 25:14
Denio Lara
Denio Lara



Mid 12 Anos no Serviço Diplomático Soviético
Nicolas Polianski
Record
(1984)





busca | avançada
60226 visitas/dia
1,8 milhão/mês