Um desafio infinito | Marcos Ordonha

busca | avançada
64349 visitas/dia
2,9 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Arsenal da Esperança faz ensaios de teatro com moradores em situação de rua
>>> Vem pra Feira do Pimp Estoque: Economia Circular com catadoras, catadores e artistas!
>>> Companhia de Danças de Diadema apresenta Nas Águas do Imaginar no Brincando na Praça
>>> Projeto cultural ensina adolescentes de Uberlândia sobre alimentação saudável
>>> MAS.SP exibe mostras de Presépios em comemoração ao Período Natalino
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
>>> The Nothingness Club e a mente noir de um poeta
>>> Minha história com o Starbucks Brasil
>>> O tipógrafo-artista Flávio Vignoli: entrevista
>>> Deixe-me ir, preciso andar, vou por aí a procurar
>>> Olimpíada de Matemática com a Catarina
>>> Mas sem só trapaças: sobre Sequências
>>> Insônia e lantanas na estreia de Rafael Martins
Colunistas
Últimos Posts
>>> Temer fala... (2023)
>>> George Prochnik sobre Stefan Zweig (2014)
>>> Hoffmann e Khosla sobre inteligência artificial
>>> Tucker Carlson no All-In
>>> Keleti: de engenheiro a gestor
>>> LeCun, Bubeck, Harris e a inteligência artificial
>>> Joe Satriani tocando Van Halen (2023)
>>> Linger by IMY2
>>> How Soon Is Now by Johnny Marr (2021)
>>> Jealous Guy by Kevin Parker (2020)
Últimos Posts
>>> Sarapatel de Coruja
>>> Culpa não tem rima
>>> As duas faces de Janus
>>> Universos paralelos
>>> A caixa de Pandora do século XX
>>> Adão não pediu desculpas
>>> No meu tempo
>>> Caixa da Invisibilidade ou Pasme (depois do Enem)
>>> CHUVA
>>> DECISÃO
Blogueiros
Mais Recentes
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O que não me mata, me fortalece
>>> A Caixa de Confeitos
>>> Não é assim um smartphone
>>> Cavernas e Concubinas
>>> A universalidade de Anish Kapoor
>>> Um texto com esmalte vermelho
>>> Como esquecer um grande amor
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (III)
Mais Recentes
>>> Livro Literatura Brasileira As Pessoas Lá De Fora de Gladston Mamede pela Longarina (2018)
>>> Livro Auto Ajuda A Vida do Bebê Cuidados e Medicamentos de Rinaldo de Lamare pela Ediouro (2006)
>>> Livro Didático Geração Alpha Matemática 9 de Carlos N. C. de Oliveira e Felipe Fugita pela Sm (2019)
>>> Cartografia Sentimental de Suely Rolnik pela Estação Liberdade (1989)
>>> Livro Infanto Juvenis O Passeio de Ciça pela Nova Fronteira (2003)
>>> Livro Didático História Conexões Parte I Das Origens do Homem à Conquista do Novo Mundo Moderna Plus de Alexandre Alves; Leticia Fagundes de Oliveira pela Moderna (2010)
>>> Livro Didático História Conexões Caderno do Estudante Parte III Moderna Plus Da Expansão Imperialista aos Dias Atuais de Alexandre Alves - Leticia Fagundes de Oliveira pela Moderna
>>> Logística Empresarial de Martin Christopher pela Cengage (2009)
>>> A Marca De Uma Lagrima de Pedro Bandeira pela Moderna (2013)
>>> Livro Capa Dura Infanto Juvenis Ver, Tocar E Sentir Dinossauros! de Mammoth World pela Happy Books (2020)
>>> Uma Introdução Às Equações Diferenciais Parciais de G. Stephenson pela Edgard Blucher (1975)
>>> Livro Infanto Juvenis Viagem ao Céu de Monteiro Lobato pela Globinho (2016)
>>> Livro Cinema Manual Do Roteiro O Desenvolvimento de Histórias, a Criação e Definição de Personagens, a Estrutura da Ação. Os Fundamentos do Texto. Das Cena de Abertura ao Roteiro Final. As Linhas Mestras para Tornar o Texto de Cinema e TV Acessível a Todo de Syd Field pela Objetiva (2001)
>>> Livro Infanto Juvenis Depois Que Papai Se Foi... de Júlio Emílio Braz pela Ftd
>>> Livro Comunicação em Prosa Moderna de Othon M. Garcia pela Fundação Getulio Vargas (1997)
>>> Anatomia Esotérica de Douglas Baker pela Mercuryo (1993)
>>> Planejamento e controle da produção de Idalberto Chiavenato pela Manole (2008)
>>> Livro Infanto Juvenis João e Maria Coleção As Sobrinhas da Bruxa Onilda de M. Company e R. Capdevila pela Scipione (2002)
>>> Livro Didático Moderna Plus História Conexões Parte II Caderno do Estudante Da Colonização da América ao Século XIX de Alexandre Alves e Letícia Fagundes de Oliveira pela Moderna
>>> O Misterio Da Casa Verde de Moacyr Scliar pela Ática (2005)
>>> Livro Capa Dura Infanto Juvenis Le Livre de la Jungle de Walt Disney pela France Loisirs (1979)
>>> Livro Literatura Estrangeira Marcador de Robin Cook pela Record (2007)
>>> Livro Didático História Conexões Parte III Da Expansão Imperialista aos Dias Atuais Moderna Plus de Alexandre Alves e Outros pela Moderna
>>> Nova História Crítica (Volume Único) de Mario Furley Schmidt pela Nova Geração (2005)
>>> A Linguagem Cinematográfica de Marcel Martin pela Brasiliense (2003)
COMENTÁRIOS

Sexta-feira, 3/6/2011
Comentários
Leitores

Um desafio infinito
Lindo. "De qualquer desses cenários decorre que é preciso aprender que o texto escrito (e lido) tem poder, função, regras, parâmetros, serventias, segredos. Independentemente da ferramenta usada, escrever bem, por exemplo, é um desafio infinito, que a muitos custa uma vida inteira (e que a maioria abandona bem cedo)."

[Sobre "Ler, escrever e fazer contas, só que hoje"]

por Marcos Ordonha
http://identidadesolida.wordpress.com/
3/6/2011 às
21h21 189.47.121.73
(+) Marcos Ordonha no Digestivo...
 
Eugenia e nazismo
Interessante, seu artigo. Gostaria de comentar esse trecho apenas: "Embora acreditassem que a raça branca era superior à negra, acreditavam também que a mestiçagem era a pior opção, fazendo com que as duas raças entrassem em degeneração a partir da mistura. Ao contrário da vertente nazista, a eugenia norte-americana não pregava a matança de raças, mas via como algo negativo a mistura entre elas." O movimento sulista norte-americano Ku Klux Klan se inspirava em teorias eugenistas. Era ponto pouquíssimo questionado o pressuposto de que a raça branca seria superior às outras, e a mestiçagem seria ruim principalmente por comprometer a melhor raça, ou seja, a branca. Eis um dos argumentos que justificavam a vinda de migrantes europeus ("brancos", dizia-se) para "melhorar a raça brasileira". As teorias eugenistas certamente não são um grande obstáculo aos genocídios. Os nazistas também não pretendiam exterminar judeus: essa ideia lhes ocorreu ao longo da IIª guerra.

[Sobre "Monteiro Lobato, a eugenia e o preconceito"]

por Cyrano
3/6/2011 às
11h51 200.198.205.19
(+) Cyrano no Digestivo...
 
Se fosse uma questão de raças
Curioso o fim do seu texto. Os que defendem cotas para negros não defendem cotas "raciais", mas sim cotas para um grupo populacional que, historicamente, herdou condições sociais, econômicas e políticas que o mantém mais distante do acesso aos direitos sociais básicos do que os outros grupos sociais. Se fosse uma questão de raças, as universidades que aplicaram cotas para negros teriam adotado métodos científicos, de laboratório, exames sanguíneos para escolher quais candidatos seriam da raça adequada, e quais não. Logo, a maneira como você coloca a questão, como se estivesse sendo discutida em termos de "que raça é melhor", não corresponde de forma alguma à realidade.

[Sobre "O Presidente Negro, de Monteiro Lobato"]

por Cyrano
3/6/2011 às
11h28 200.198.205.19
(+) Cyrano no Digestivo...
 
A questão é mais profunda
Grande infelicidade comentários como o de Julio Winck e Daniela Castilho, acima. Pra não alongar - como talvez fosse melhor - levanto ao menos um tópico: os aparelinhos eletrônicos por acaso nãp poluem? A energia que os alimenta vem de onde mesmo? Até onde sei, energias limpas estão longe de se tornarem tão comuns como os jornais e, atualmente, tablets e afins. Ainda persiste a ilusão da boa ação ambiental por parte da mídia eletrônica. Além disso, a questão é mais profunda, não se trata somente de onde ler/acessar o que se chama de "tempo real" por aí...

[Sobre "A morte do jornal, pela New Yorker"]

por Pedro Monteiro
http://twitter.com/pedro3c
3/6/2011 às
02h40 189.12.84.60
(+) Pedro Monteiro no Digestivo...
 
Me soou bem estranho
Confesso que gostei do começo do texto, cheio de sensibilidade, em que qualquer bom paulistano se identifica, e ainda mais quando vi meu nome lá escrito. Mas em uma frase um sentimento de estranheza cobriu tudo o que eu havia lido antes: comparar o português do Bento 16, um estrangeiro, com o do ex-presidente Lula, dizendo que o do primeiro é exemplar e o do segundo é vergonhoso e desprezível, me soou bem estranho. Ideologias à parte, e quando se cita no próprio texto os nordestinos que pra São Paulo vieram, o português de Lula, impróprio talvez em certas ocasiões, é o mais original e exemplar do que certas palavras decoradas de um Papa. Comentário desnecessário!

[Sobre "Junho artístico em Sampa"]

por Renata
2/6/2011 às
18h50 189.100.213.131
(+) Renata no Digestivo...
 
Aparecer com outra aparência
Na minha vida, já aconteceu da mesma situação aparecer com outra aparência, e eu pude fazer nela o que me arrependi de não ter feito na anterior. Houve uma anulação, compensação, substituição, ou seja lá o nome que se quiser dar.Não deu para apagar a anterior, mas houve uma nova e melhor.

[Sobre "Pressione desfazer para viver"]

por Ricardo
2/6/2011 às
10h27 201.63.221.164
(+) Ricardo no Digestivo...
 
TCC sobre Lobato
Excelente texto. E muito esclarecedor. Meu tcc será sobre esse tema, e foi o seu texto que me ajudou a decidir de uma vez, rs. Obrigada!

[Sobre "Monteiro Lobato, a eugenia e o preconceito"]

por Bianca Naponiello
1/6/2011 às
23h22 201.74.128.82
(+) Bianca Naponiello no Digestivo...
 
Sobre Chapman e Lennon
Retificando sua informação meu caro, Mark Chapman pediu a John Lennon que autografasse o álbum Double Fantasy e não o livro.

[Sobre "O apanhador no campo de centeio"]

por Maurício
1/6/2011 às
15h28 201.56.247.41
(+) Maurício no Digestivo...
 
Proibido para menores
Fernando Pessoa deveria ser proibido para adolescentes...

[Sobre "Alberto Caeiro, o tal Guardador de Rebanhos"]

por jardel
31/5/2011 às
17h30 186.214.210.186
(+) jardel no Digestivo...
 
Fernando Pessoa faz muito mal
Belo texto, Julio! Fernando Pessoa faz muito mal para leitores ingênuos, que a partir dele e sem entendê-lo começam a achar que não precisam pensar, ler, conhecer a tradição... e acabam virando "poetas" da noite para o dia e por causa de dor de cotovelo. O mesmo que você disse para os poetas, poderia ser dito para praticantes de artes plásticas, que depois de Duchamp pensam que qualquer porcaria deve ser chamada de arte e qualquer imbecil de artista.

[Sobre "Alberto Caeiro, o tal Guardador de Rebanhos"]

por jardel
31/5/2011 às
17h28 186.214.210.186
(+) jardel no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Quatro vidas de um cachorro
W. Bruce Cameron
Haper Collins
(2016)



Gramática normativa da língua portuguesa
Francisco Silveira Bueno
Saraiva
(1958)



American Indian Basketry
Otis Tufton Mason
Dover
(1988)



Folha de Corte
Lucia Romeu
Cátedra
(1988)



Respiração e Circulação
José A. Gaiarsa
Brasiliense
(1987)



Vidya Ano 5 N° 9
Ffclic
Ffclic
(1980)



Til
José de Alencar
Melhoramentos
(2012)



Chama Fatal
Lisa Jackson
Bertrand Brasil
(2009)



Os Remédios Florais do Dr. Bach Passo a Passo
Judy Howard
Pensamento



A Psiquiatria no Mundo Moderno
E. B. Strauss
Herder
(1962)





busca | avançada
64349 visitas/dia
2,9 milhões/mês