Pressione desfazer para viver | Ana Elisa Ribeiro | Digestivo Cultural

busca | avançada
40883 visitas/dia
1,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> CONGRESSO DE ENSINO/APRENDIZAGEM DAS ARTES NA AMÉRICA LATINA: COLONIALISMO E QUESTÕES DE GÊNERO
>>> FERNANDA CABRAL SE APRESENTA NA CAIXA CULTURAL BRASÍLIA
>>> Projeto Entrecruzados lança livro e videodança documental
>>> Inscrições Abertas || Residência Artística no Jardim Botânico de Brasília
>>> Gravação de videoclipe quase provoca prisão do irmão de Gabriel o Pensador
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> No palco da vida, o feitiço do escritor
>>> Um olhar sobre Múcio Teixeira
>>> Algo de sublime numa cabeça pendida entre letras
>>> estar onde eu não estou
>>> Nos escuros dos caminhos noturnos
>>> As Lavadeiras, duas pinturas de Elias Layon
>>> T.É.D.I.O. (com um T bem grande pra você)
>>> As palmeiras da Politécnica
>>> Como eu escrevo
>>> Goeldi, o Brasil sombrio
Colunistas
Últimos Posts
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
Últimos Posts
>>> É premente reinventar-se
>>> Contraponto
>>> Aparições
>>> Palavra final
>>> Direções da véspera I
>>> Nada de novo no front
>>> A Belém pulp, de Edyr Augusto
>>> Fatos contábeis
>>> Jaula de sombras
>>> Camadas tectônicas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Eu matei Marina Abramovic (Conto)
>>> Para você estar passando adiante
>>> Bonecas Russas especial
>>> Shiko e Chico!
>>> Outubro literário
>>> Entre o Curtir e o Trollar
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 1. À Beira do Abismo
>>> un dos sitios máis modélicos
>>> Senhor Amadeu
>>> Hilda Hilst
Mais Recentes
>>> Cavalo de Troia 9 - Caná de JJ Benítez pela Planeta (2011)
>>> Existiu Outra Humanidade de JJ Benítez pela Planeta (2012)
>>> Mil e Uma Noites - Livro de Colorir Anti Estresse - Arte Terapia de Sophie Leblanc pela Alaúde (2015)
>>> Regressou numa esteira de Luz de Gerson Simões Monteiro pela Eij (2014)
>>> Sonhos Despedaçados de Ellie James pela Novo Conceito (2014)
>>> A garota do penhasco de Lucinda Riley pela Novo Conceito (2013)
>>> Princesa das Florestas Livro 4 Parte 2 de Tea Stilton pela Fundamento (2015)
>>> Comer rezar amar de Elizabeth Gilbert pela Objetiva (2008)
>>> O Comunismo e as lutas Políticas do RN na Década de 30 de Luiz Gonzaga Cortez pela Sebo Vermelho (2015)
>>> 69 poemas de Chico Doido de Caicó de Moacy Cirne Org pela Sebo Vermelho (2010)
>>> Negociante e Mercadores Mossoró e suas Velhas Firmas de Raimundo nonato pela Sebo Vermelho (2010)
>>> Currais Novos Imagem Tempo Espaço de Francisco ivan pela Sebo Vermelho (2005)
>>> Comida da Terra Nota sobre o Sistema Alimentar do Seridó de Julie A Cavignac pela Sebo Vermelho (2018)
>>> Castanhas do RN de Amanda do Carmo pela Sebo Vermelho (2017)
>>> Castanhas do Rio Grande do Norte de Organizadores Amanda do Carmo pela Sebo Vermelho (2017)
>>> Aventuras na historia--21--hitler de Editora abril pela Abril
>>> Aventuras na historia--94--o dinheiro do vaticano. de Editora abril pela Abril (2011)
>>> Aventuras na historia--86--gestapo. de Editora abril pela Abril (2010)
>>> Aventuras na historia--43--apocalipse maia. de Editora abril pela Abril (2007)
>>> Quatro rodas--novo honda cr-v--jac j3 e quente ou uma gelada?. de Abril pela Abril (2012)
>>> Som & carro--a n:1 do som automotivo--45--testes-mercedes c280,corsa. de S&c pela S&c
>>> Carro hoje--52--honda brio. de Motor press brasil pela Motor press brasil
>>> Auto esporte--450--astra gsi--phaeton w12. de Globo pela Globo
>>> Go Girl! Melhores Amigas - Amigas Para Sempre de Chrissie Perry pela Fundamento (2011)
>>> A cor do seu cérebro. de Sheila N. Glazov pela Novo Conceito (2009)
>>> Entre o Céu e a Terra de Bruxa Déia pela Independente
>>> Gestão de Negócios em Alimentação. Princípios e Práticas. de June payne Palacio e Monica Theis pela Manole (2015)
>>> TACO. Tabela de Composição de Alimentos.Suporte para Decisão Nutricional. de Sônia Tucunduva Philippi pela Manole (2013)
>>> Alimentos saudáveis. Alimentos Perigosos. de Sergio Charlab pela Seleções do Reader's Digest (1996)
>>> Manual da Caça às Bruxas (Malleus Maleficarum) de Heinrich Kraemer e James Sprenger pela Três
>>> Autismo. Esperança pela Nutrição. História de vida,lutas, conquistas e muitos ensinamentos. de Cláudia Marcelino pela M.Books (2010)
>>> Pirâmide dos Alimentos. Fundamentos Básicos da Nutrição. de Sônia Tucunduva Philippi pela Manole (2014)
>>> Atendimento Nutricional a Crianças e Adolescentes. Visão Prática. de Dith Medeiros de Mesquita, Fernanda Ferreira Corrêa. Maria do Carmo Azevedo Leung. Mônica Santiago Galisa. pela Roca (2014)
>>> Amor e Magia de Marlene Goldsmith pela Pallas (1989)
>>> Emagrecimento Permanente. Nutrição para uma vida saudável. de Manuela Dolinsky pela Roca (2015)
>>> Se... Será, Serafina? de Cristina Porto pela Ática (1991)
>>> Educação Alimentar e Nutricional de Mônica Galisa, Alessandra Paula Nunes, Luciana Garcia, Sandra Chemin pela Roca (2014)
>>> A Vida Íntima das Mulheres - O Relatório Chapman de Irving Wallace pela Nova Fronteira (1980)
>>> A Técnica Literária e Seus Problemas de Carmelo M. Bonet pela Mestre Jou (1970)
>>> Hot--16--+ velozes + furiosos--fuscao 2.6. de Sisal pela Sisal
>>> Moto adventure--144-suzuki--hayabusa gsx1300r. de Grazy turkey pela Grazy turkey
>>> Escolha o Seu Sonho de Cecília Meirelles pela Record (1964)
>>> Écfrase e evidência nas letras latinas: doutrina e práxis de Melina Rodolpho pela Humanitas (2012)
>>> Abc da literatura de Ezra Pound pela Cultrix (2006)
>>> Aula de Roland Barthes pela Cultrix (2004)
>>> Esfinge clara e outros enigmas de Othom M. Garcia pela Topbooks (1996)
>>> Diário de Um Banana - Vol. 6 - Casa Dos Horrores de Jeff Kinney pela Vergara & Riba (2013)
>>> Car stereo tuning--72--hot station. de Grazy turkey pela Grazy turkey (2005)
>>> Hot--36--frances sarado--marea turbo 300 cv. de Sisal pela Sisal
>>> Motor show--400--ediçao especial de aniversario. de Editora tres pela Tres (2016)
COLUNAS

Sexta-feira, 17/6/2011
Pressione desfazer para viver
Ana Elisa Ribeiro

+ de 4900 Acessos
+ 3 Comentário(s)

Algumas ações que a gente pode executar no computador me fazem morrer de inveja. Talvez a mais relevante delas seja o "desfazer" (que em alguns programas está em inglês "undo" e que pode ser similar ao delete e ao "back"). Eu morro de inveja daquela possibilidade de "desexecutar" uma ação, de retroagir, de me arrepender do escrito, desenhado ou testado e simplesmente apagar tudo. Mas não é apenas apagar. É desfazer. É voltar ao ponto zero, àquele momento em que decidi fazer algo. É como não viver aquilo.

Mas mesmo no computador aquela ação e aquela sensação são enganosas, meus caros leigos. A interface gráfica (que é com o que a gente lida) na verdade esconde uma operação mais complexa. Nos bastidores do computador, lá onde os códigos e as linguagens não são mais legíveis para pessoas leigas como eu, o computador gravou o caminho que eu fiz ao me decidir por uma ação, ao me arrepender dela (ou ao avaliar mal seu resultado) e ao apertar o "desfazer". Na verdade, nada se desfaz. Os indícios, os rastros e as pistas ficam lá, para quem sabe ler. O que importa, no entanto, para uma leiga é que parece que eu desfiz tudo, sem deixar marcas e mágoas, e que poderei começar de novo, em especial, fazendo melhor.

Não é para morrer de inveja? É claro que é. Inveja de poder desistir sem me macular com escolhas erradas; inveja de poder zerar a conta; de poder optar por refazer, mas muito melhor, com resultados muito mais felizes e satisfatórios. Vejam que maravilha esta máquina pode ser.

O "undo" é uma espécie de botão mágico. Na vida, esses dispositivos não existem. A decisão errada de sete ou oito anos atrás, que inclusive nem parecia um decisão (camuflada que estava pela negligência e pela irresponsabilidade), faz um imenso estrago nas ações posteriores e nas possibilidades que passarão a não existir. Mas, é claro, existirão outras. Mas serão bacanas?

Sem o "desfazer", as pessoas precisam viver de acertos. A ideia é acertar, não é? Ou alguém já se prontifica a errar, sem pudor? Não é meu caso, muito embora eu tenha deixado de ouvir meus "instintos" e mesmo as pessoas mais sensíveis do que eu várias vezes. Uma lástima. Eu, que sempre me esforcei por me ouvir antes de agir (talvez seja o famoso "ouvir seu coração"), consegui errar desastradamente muitas vezes. E não existe "undo", constato, cheia de cicatrizes pela alma afora.

Como acertar sempre? É algo da ordem do inviável, não é? Não é possível acertar sempre. Os alvos são móveis e imprevisíveis. Não nos favorecem frequentemente. E viver acertando não depende apenas de nós, de nossas vontades individuais. É claro que vamos errar, mesmo quando achamos que estamos na direção do acerto. Quantas vezes me enganei com isso! Erro de avalição, erro de trajetória, erro desde o início, quando algo me dizia para não continuar.

Bem, mas o computador permite coisas que deixam a vida da gente no chinelo. O computador me sinaliza coisas que só posso fazer depois das outras. São como pré-requisitos, para me ajudarem a acertar na operação. O computador também permite que eu tenha várias experiências ao mesmo tempo e que fique apenas com aquela que me parecer mais satisfatória. E como isso seria bom. Seria como viver no mundo do "se", como fazemos quando as coisas vão mal na vida real, em que não se pode decidir de novo por caminhos que já ficaram para trás.

O computador me permite desenhar sem ter talento. O computador me permite colorir e simular o resultado, dando-me a opção de remodelar tudo, se eu quiser. E com rapidez, sem muita resistência. O computador me testa e eu nele testo meus desejos. Não é assim com a vida, ao menos geralmente. Nela eu me vejo de cara com meus medos, claro, coisa que perdi quando lido com a máquina. Mas na vida as decisões são booleanas. E pior: não se pode dimensionar que efeito as decisões terão de fato. Atropelar um pombo e matar uma abelha podem ter efeitos catastróficos tanto quando decidir sequestrar um avião. Não será gratuito se o leitor se lembrar de uns filmes que tratam de algo assim, como "O efeito borboleta" e assemelhados. Essa ausência do "desfazer" e a sequência desencadeada por nossas ações (inclusive na linguagem) são intrigantes desde sempre, e principalmente no cinema.

Se eu pudesse, eu juro, eu apertaria o "undo" para algumas coisas nesta vida. O problema é que nenhuma ação traz consequências apenas boas ou apenas ruins. O problema é que um ou dois dos efeitos grandes dessas decisões que eu queria apagar são deliciosos, experiências e resultados importantes, relevantes e fundamentais para a vida que se seguiu. Como apagar uns itens e não outros? Existiria um "desfazer" seletivo? O que está posto que pode ser positivo, mesmo nesta lama? O "undo" do computador é mais simples porque parece relacionado a apenas uma ação, sem maiores consequências.

Mas se eu pudesse eu deletaria algumas partes desta história. Tenho certeza. Seria como matar o que me agride hoje. Seria como me poupar, uma espécie de presente que eu me daria. Há, certamente, coisas que a gente dispensa viver, não é mesmo? E o que fazer com essas coisas senão instalar-lhes uma tecla "desfazer"?

O computador me deixa ansiosa pelas analogias que ele permite com a vida. Não bastasse dizer que "processo" informações, como as máquinas, eu também me ressinto de não poder deletar sem deixar vestígio. Ou ao menos uma ilusão de que nada foi registrado de um evento indesejável. No entanto, o sistema do computador executa ações ilegais e se fecha, repentinamente. E eu, viva que estou, consigo me ressignificar, isto é, corrigir meu próprio software quando me vejo em apuros. E vamos nos invejando para lá e para cá: eu porque não desfaço; o computador porque não experimenta.


Ana Elisa Ribeiro
Belo Horizonte, 17/6/2011


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Como você aprende? de Débora Carvalho
02. Palácio dos sabores 4/5 de Elisa Andrade Buzzo
03. Raios, trovoadas e técnicos de informática de Ana Elisa Ribeiro
04. A ambição de poder (também na internet) de Julio Daio Borges
05. @mores bizarros de Pilar Fazito


Mais Ana Elisa Ribeiro
Mais Acessadas de Ana Elisa Ribeiro em 2011
01. É possível conquistar alguém pela escrita? - 21/1/2011
02. Meus livros, meus tablets e eu - 15/4/2011
03. Você viveria sua vida de novo? - 18/2/2011
04. Pressione desfazer para viver - 17/6/2011
05. Bibliotecas públicas, escolares e particulares - 20/5/2011


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
2/6/2011
10h27min
Na minha vida, já aconteceu da mesma situação aparecer com outra aparência, e eu pude fazer nela o que me arrependi de não ter feito na anterior. Houve uma anulação, compensação, substituição, ou seja lá o nome que se quiser dar.Não deu para apagar a anterior, mas houve uma nova e melhor.
[Leia outros Comentários de Ricardo]
18/6/2011
12h56min
Ter a ferramenta "desfazer" é o desejo de todos. Entretanto, como saber o momento certo de acioná-la? Que caminhos, decisões escolher depois de acionado o "desfazer"? Continuaríamos precisando viver de acertos. Precisaríamos ter também o "refazer", isto é, voltar ao ponto atual. Mas nessas idas e vindas a vida não ficaria parada? E essa paralização seria um acerto ou um erro?
[Leia outros Comentários de José Frid]
28/6/2011
08h03min
Ana, acho interessante que comigo é exatamente o contrário. Adoro as teclas Ctrl + Z onde posso "refazer" o meu texto apagado da tela.
[Leia outros Comentários de Manoel Amaral]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PROPOS SUR L' ÉDUCATION
ALAIN
PRESSES UNIVERSITAIRES DE FRANCE
(1972)
R$ 33,00



O MESTRE INESQUICÍVEL - ANÁLISE DA INTELIGÊNCIA DE CRISTO -5
AUGUSTO CURY
SEXTANTE
R$ 9,62



FINANÇAS CORPORATIVAS E VALOR
ALEXANDRE ASSAF NETO
ATLAS S.A.
(2012)
R$ 70,00



DIREITO CONSTITUCIONAL (COLEÇÃO RESUMOS DE BOLSO)
ERIVALDO DA SILVA OLIVEIRA
PREMIER MÁXIMA
(2008)
R$ 15,00



VAREJO SOCIALMENTE RESPONSÁVEL
JACOB JACQUES GELMAN, JURACY PARENTE
BOOKMAN
(2008)
R$ 15,00



CURSO DE DIREITO CIVIL BRASILEIRO: VOLUME 7 - RESPONSABILIDADE CIVIL
MARIA HELENA DINIZ
SARAIVA
(2005)
R$ 17,43



FAZENDO MEU FILME 1 - A ESTREIA DE FANI
PAULA PIMENTA
GUTENBERG
(2009)
R$ 12,00



SOBRE A VIDA FELIZ
SANTO AGOSTINHO
VOZES
(2014)
R$ 7,00



REVISTA XBOX--113.
EUROPA
EUROPA
R$ 16,00



SUBSIDIOS PARA UMA REFORMULAÇÃO POLÍTICA
ERLINDO SALZANO
EDAMERIS
R$ 18,00





busca | avançada
40883 visitas/dia
1,0 milhão/mês