Linha versus cor | AlbertoBeuttenmüller

busca | avançada
83119 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Terreiros Nômades leva arte, história e saberes das culturas africanas e originárias a escolas
>>> Luarada Brasileira lança primeiro EP com participação especial de Santanna, O Cantador
>>> Quilombaque acolhe 'Ensaios Perversos' de fevereiro
>>> Espetáculo com Zora Santos traz a comida como arte e a arte como alimento no Sesc Avenida Paulista
>>> Kura retoma Grand Bazaar em curta temporada
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
>>> The Nothingness Club e a mente noir de um poeta
Colunistas
Últimos Posts
>>> Bill Ackman no Lex Fridman (2024)
>>> Jensen Huang, o homem por trás da Nvidia (2023)
>>> Philip Glass tocando Opening (2024)
>>> Vision Pro, da Apple, no All-In (2024)
>>> Joel Spolsky, o fundador do Stack Overflow (2023)
>>> Pedro Cerize, o antigestor (2024)
>>> Andrej Karpathy, ex-Tesla, atual OpenAI (2022)
>>> Inteligência artificial em Davos (2024)
>>> Bill Gates entrevista Sam Altman, da OpenAI (2024)
>>> O maior programador do mundo? John Carmack (2022)
Últimos Posts
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
>>> Ícaro e Satã
>>> Ser ou parecer
>>> O laticínio do demônio
>>> Um verdadeiro romântico nunca se cala
>>> Democracia acima de tudo
>>> Podemos pegar no bufê
>>> Desobituário
>>> E no comércio da vida...
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ler muito e as posições do Kama Sutra
>>> Lockdown Sessions No. 3
>>> Mundo negro, branco na capa
>>> Puro Guapos no Tom Jazz
>>> Google Music Search
>>> Nostalgia do país inventado
>>> Manifesto Infeliz
>>> Bill Gates entrevista Sam Altman, da OpenAI (2024)
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> A música que surge do nada
Mais Recentes
>>> O terraço dos Benardini de Suzanne Prou pela Civilização Brasileira (1978)
>>> Robin Hood A Lenda Da Liberdade - Série Deixa Que Eu Conto de Pedro Bandeira pela Moderna (paradidaticos) (2012)
>>> Estudos Espíritas de Divaldo Franco; Joana de Ângelis (Espírito) pela Feb (1983)
>>> Livro Religião Atos Introducao e Comentario de Howard Marshall pela Mundo Cristão (1980)
>>> Livro Literatura Estrangeira O Cortiço em Quadrinhos de Aluisio Azevedo pela Principis (2019)
>>> A Contadora De Historias de Pedro Bandeira pela Melhoramentos (2005)
>>> Nova Bíblia Viva de Vários Autores pela Mundo Cristão (2010)
>>> O poeta e o cavaleiro de Pedro Bandeira pela Ftd (1998)
>>> Livro Pedagogia Interdisciplinaridade Formação de Profissionais da Educação de Célia Maria Haas; Ecleide Cunico Furlanetto pela Pioneira (2000)
>>> Livro Infanto Juvenis O Pequeno Príncipe de Antoine de Saint Exupery pela Agir (2009)
>>> A Hora Da Verdade. Voo Livre de Pedro Bandeira pela Atica (paradidaticos) (1998)
>>> Livro Esportes Jogo Sujo O Mundo Secreto da Fifa Compra de Votos e Escândalo de Ingressos de Andrew Jennings pela Panda Books (2011)
>>> Emaranhados em mim - autografado de Fernanda Maia pela Ruja (2020)
>>> Dicionário Visual De Bolso 3 Em 1 de Dorling Kindersley pela Blucher (2011)
>>> Pântano de Sangue de Pedro Bandeira pela Moderna (1987)
>>> Livro Auto Ajuda Quando Termina é Porque Acabou de Greg Behrendt / Amira Ruotola-behrendt pela Rocco (2006)
>>> Livro Música Song and Circumstance The Work of David Byrne from Talking Heads to the Present de Sytze Steenstra pela Continuum (2010)
>>> Lusco Fusco - Vida e morte de um desconhecido de Marcello Mathias pela Bertrand Brasil (1991)
>>> A violencia na contemporaneidade: o olhar da psicologia de Sandra amorim pela Crv (2015)
>>> Livro Filosofia Guia Politicamente Incorreto da Filosofia Ensaio de Ironia de Luiz Felipe Pondé pela Leya (2012)
>>> O ludico e a cognição de Margarete Bertolo Boccia pela Oikos (2014)
>>> Pantano De Sangue de Pedro Bandeira pela Moderna (1992)
>>> Livro Turismo Guia Visual Folha de São Paulo Cuba de Dorling Kindersley pela Publifolha (2004)
>>> Livro Artes A Arte de Fazer um Jornal Diário de Ricardo Noblat pela Contexto (2007)
>>> O Grande Conflito Ellen G White Uma Saga Milenar Novo de Ellen G. White pela Casa Publicadora Brasileira (2022)
COMENTÁRIOS

Segunda-feira, 4/11/2002
Comentários
Leitores

Linha versus cor
Quero agradecer a oportuidade, que o Jardel me dá, de acrescentar mais algumas questões essenciais:A dificuldade em conceber uma linha e uma cor usadas como mesmo elemento provém da tradicional dicotomia entre o linear (desenho)e o pictórico(cor abudante não contida pelo desenho) estabelecido por Heinrich Wolflin, em Principles of Art History (1915). venezianos e florentinos são considerados em rígidos termos de história da arte como representantes dessas polaridades em fins do século XV. Do mesmo modo, os adeptos de Poussin versus os de Rubens, no século XVII; a ruptura entre clássicos e românticos simbolizada por Ingres e Delacroix, como bem enfatizou o Jardel, acima. Alberto Beuttenmüller.

[Sobre "Matisse e Picasso, lado a lado"]

por AlbertoBeuttenmüller
4/11/2002 às
11h40 200.158.28.226
(+) AlbertoBeuttenmüller no Digestivo...
 
Quanta vulgaridade
"Válido" no sentido de razoável ou correta, como em "acho válido esse seu comentário". "Pegar" no sentido de considerar ou pensar. "Vamos pegar o exemplo do livro". "Encaminhamento" em vez de programa. "O encaminhamento do seminário de hoje vai ser o seguinte..." O uso de termos que enfraquecem a veemência com que se defende uma idéia, por medo de parecer arrogante, ou de não soar relativista como todo mundo. Por exemplo: sempre dizer que "acha" alguma coisa, mesmo quando se tem certeza. "Li tudo o que encontrei sobre o assunto, e eu acho que Fulano estava mesmo certo." Ou chamar uma idéia de "proposta". "A discussão estava num impasse, quando vieram Fulano e sua proposta." O uso do adjetivo "revolucionário" como um elogio. Ou para qualificar coisas que, afinal, não são tão "revolucionárias" assim. "Filme revolucionário". "Descoberta revolucionária". E, claro, "proposta revolucionária", que é especialmente aplicado a artistas. "Potencial" no sentido de capacidade. Geralmente precedido do imperativo "acredite". "Acredite no seu potencial". "Vocês precisam acreditar no potencial do nosso Brasil". "Estratosférico" para designar qualquer coisa grande ou alta. "Juros estratosféricos". "Poderes estratosféricos". Ao leitor José Maria da Silveira: "mulher" no sentido de "cônjuge do sexo feminino" é perfeitamente recomendável. O termo é abundantemente usado no Código Civil brasileiro de 1916, redigido por Clóvis Beviláqua e Rui Barbosa, numa época em que as leis ainda eram modelos de expressão portuguesa. "Esposa", rigorosamente, é a noiva e não a mulher.

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Felipe Ortiz
4/11/2002 à
00h14 200.184.182.2
(+) Felipe Ortiz no Digestivo...
 
A NIVEL DE...
Pior que isso é o tal A NIVEL DE ... ! Aiiiiiiiiiiiiiii!!!!!

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Eleutério Langowski
3/11/2002 às
23h22 200.219.150.53
(+) Eleutério Langowski no Digestivo...
 
"estar .. fazendo"
Hummm... esta lista pode nao acabar nunca, do jeito como as coisas vao... Mas sinto um arrepio especial pelas expressoes "(fulana/o) nao se encontra" e pelo uso e abuso do anglicismo "estar .. fazendo" ('estarei fazendo sua reserva num instante", etc). e suas multiplas e igualmente deleterias variacoes ("eu estarei chamando.." "voce vai estar usando o mini-bar?" e, horror total "estar acessando". Ui!

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Ana Maria Bahiana
3/11/2002 às
22h41 66.166.212.66
(+) Ana Maria Bahiana no Digestivo...
 
Alexandre, o novo Marcelino
Caro Alexandrino, quantos minutos seriam necessários para detectar sua vulgaridade? Ou a minha? Pego o caso da Elis. Em um mundo em que Fafá de Belém, Joana, Ivete Sangalo são consideradas cantoras, por que a senhora do Uísque não deveria gostar de Elis, apesar do repertório em grande parte detestável? Ella também não gravou ruindades inomináveis? O problema da língua: normalmente apresentamos a esposa pelo nome, mas há situações em que "minha esposa" é mal menor, preferível a minha senhora, patroa e o pior: "minha mulher". Atores é jargão de sociologia, assim como agentes é jargão de economia. Em certas situações é preciso usar o termo. Global players tem um poder de síntese que jogador não tem. Curiso, faltou em sua lista: O sujeito é neoliberal, talvez a maior marca de vulgaridade dos últimos 10 anos.

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por José Maria da Silvei
3/11/2002 às
15h22 143.106.37.196
(+) José Maria da Silvei no Digestivo...
 
Retificação
Retificação: Parassem e não paracem. Desculpem-me, na pressa escrevi errado.

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Sidney Vida
2/11/2002 às
20h35 200.168.64.113
(+) Sidney Vida no Digestivo...
 
seus escritos são ótimos
Alexandre seus escritos são ótimos. Fui a uma palestra na FGV em SP e notei o quanto vulgar são as pessoas que se dizem "da elite empresarial e acadêmica". Poderia escrever milhares de linha sobre o que eu - infelizmente - presenciei. Mas... não tenho o seu talento. Gostaria que as pessoas paracem em falar coisas como: "Responsabilidade social"; "vazio ideológico que prevalece em nossa sociedade"; "...esta sociedade de consumo desvairada"; "economia solidária"; "capitalismo selvagem baseado neste modelo neo-liberal - este é o mais idiota de todos na minha humildde opinião - "um novo mundo é possível". Palavras de ordem tão repetidas sem a miníma reflexão. Será que em algum dia voltaremos a ensinar para os jovens como os antigos aristocratas ensinavam para os seus pares? Grego, Latim, História - sem ideologias - os clássicos: Aristóteles, Platão, Sto Agostinho e etc? Fica a pergunta no ar.

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Sidney Vida
2/11/2002 às
20h22 200.168.64.113
(+) Sidney Vida no Digestivo...
 
TIPO ASSIM!
É, essa lista TÁ TIPO ASSIM!

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Eleutério Langowski
2/11/2002 às
15h42 200.219.150.53
(+) Eleutério Langowski no Digestivo...
 
Gerundismos irritantes
Gerundismos irritantes: "Vamos estar encaminhando a proposta"; "Vou estar enviando o parecer". Dá a impressão de algo que vai demorar, e muito. Juro que num evento de informática, ouvi o palestrante demonstrando um programa, disse, entre inacabáveis gerundismos: agora vou 'tar clicando aqui e o programa vai 'tar renderizando a imagem. Onde 'tar é corruptela de "estar". E ainda acham bonito falar assim!!!

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Carlos Muniz
2/11/2002 às
14h31 200.244.126.166
(+) Carlos Muniz no Digestivo...
 
Globo e Folha
Ih, esta lista não termina mais... Por que "na seqüência" (do qual a a Globo gosta tanto e agora a Folha usa e abusa) e não "em seguida"? Porque problemas "pontuais" (uma adjetivo dúbio) e não problemas "isolados"?

[Sobre "Sinais de Vulgaridade - Parte II"]

por Augusto Reis
2/11/2002 às
13h39 200.158.82.52
(+) Augusto Reis no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Aventuras Maravilhosas do Capitão Cororan
Alfred Assolant
Companhia Nacional
(2007)



Diários do Vampiro Anoitecer
L.J. Smith
Galera
(2010)



As Certezas Perdidas da Psicanálise Clínica
Stefania Turillazzi Manfredi
Imago
(1998)



Guia da Paris Impressionista
Patty Lurie
Record
(1998)



Livro de Bolso Literatura Estrangeira A Noite do Professor
Jean Pierre Gattégno
Companhia das Letras
(1995)



Amarras do Passado
Emile Rose
Harlequin
(2013)



Dom Casmurro - Coleção Literatura Brasileira - Nova Ortografia
Machado de Assis
Ciranda Cultural
(2008)



Mercado Financeiro Produtos e Serviços
Eduardo Fortuna
Qualitymark
(2002)



Livro Sociologia Dez Lições para o Mundo Pós-pandemia
Fareed Zakaria
Intrínseca
(2021)



Pedagogia Social - Educação e Trabalho...
Noêmia de Carvalho Garrido et al. (Org.)
Expressão e Arte
(2011)





busca | avançada
83119 visitas/dia
1,8 milhão/mês