a fofoca inventou a língua | Pedro Sérvio

busca | avançada
51627 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Ana Cañas e Raíces de América abrem a programação musical de junho, no Sesc Santo André
>>> Sesc Santo André recebe Cia. Vagalum Tum Tum, em junho
>>> 3º K-Pop Joinville Festival já está com inscrições abertas
>>> Clube do Disco - Clube da Esquina
>>> MONSTRA exibe filmes feitos por e com crianças nos dias 25 e 26/5
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
>>> G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas
Colunistas
Últimos Posts
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
Últimos Posts
>>> Parei de fumar
>>> Asas de Ícaro
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
Blogueiros
Mais Recentes
>>> The Shallows chegou
>>> Ceifadores
>>> É hoje (de novo)!
>>> Trump e adjacências
>>> Entrevista com Pollyana Ferrari
>>> O novo sempre vem
>>> O estilo de Freddie Hubbard
>>> Fábrica
>>> Brasileiros aprendendo em inglês
>>> A revista Bizz
Mais Recentes
>>> Senhora das águas de Pedro Siqueira pela Prata (2011)
>>> Sos Truques do Lar de Leandro Margareth pela Ediouro (2010)
>>> As Melhores Frases Em Veja de Julio Cesar de Barros pela Benvirá (2012)
>>> São Francisco de Assis de Jacques Le Goff pela Record (2001)
>>> A Febre do Planeta de Edson Gabriel Garcia pela Ftd (2010)
>>> A Saga De Rondom de Jairo Mozart pela Brasília (2011)
>>> Como Abrir uma Loja Virtual de Sucesso! de Mauricio Salvador pela Comschool (2016)
>>> Plantando Sementes - Casos e Mensagens de Mara Brattig pela Rai (2010)
>>> Apesar de Não Parecer... Ele Não Está Só de Sérgio Chimatti Espírito Anele pela Vida & Consciência (2011)
>>> Scarlett - a Continuação de ... e o Vento Levou de Margaret Mitchell pela Record (1991)
>>> A Ladeira da Memória de José Geraldo Vieira pela Planeta do Brasil (2003)
>>> Depois da Escuridão de Tilly Bagshawe; Sidney Sheldon pela Record (2010)
>>> Isso é Grego para Mim de Michael Macrone pela Rotterdan (1994)
>>> A Escrava Isaura de Bernardo Guimarães pela Tecnoprint Gráfica
>>> Você É o Que Você Compartilha de Gil Giardelli pela Gente (2012)
>>> O Bispo: Amor e Sexualidade Face a Face de Ana Cristina Vargas pela Vida e Consciencia (2014)
>>> A Liga da Saúde - Livro do Aluno de Eureka pela Eureka
>>> Curso de Direito da Seguridade Social de Augusto Massayuki Tsutiya pela Saraiva (2008)
>>> O Imperialismo Sedutor: A Americanização do Brasil na Época da Segunda Guerra (relações Internacionais) de Antonio Pedro Tota pela Companhia Das Letras (2000)
>>> Ísis Sem Véu, Vol. II de H P Blavatsky pela Pensamento (2012)
>>> Como Manter a Mente Sã de Philippa Perry; Cristina Paixao Lopes pela Objetiva (2012)
>>> Liberdade Até Agora: uma Antologia de Contos de Vários Autores pela Móbile (2011)
>>> A Busca da Verdade no Processo Penal de Marco Antonio de Barros; Rogerio Laura Tucci pela Rt (2002)
>>> Onde Deixei Meus Óculos? de Martha Weinman Lear pela Sextante (2008)
>>> O Senhor da Fronteira de Sophia James pela Históricos
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 17/12/2003
Comentários
Leitores


a fofoca inventou a língua
Adriana,esses dias passou na Seleções do RD atual (Discovery Channel)um documentário onde se verificou que 60% de toda palavra proferida pelo sapiens sapiens refere-se a fofoca, ou seja, conversas sobre a vida alheia. Uma teoria foi apresentada defendendo a tese de q foi a fofoca que "inventou" a língua. Saber quem eram os outros e o que faziam, teria sido fundamental para a nossa sobrevivência em priscas eras. Seríamos os herdeiros q a seleção natural separou, entre os q melhor fofocavam. A acreditar nessa tese as manchetes deveriam ser fofocas. Os "Murdochs" e seus jornais q o digam.

[Sobre "Jornalismo cultural: da futilidade à prioridade"]

por Pedro Sérvio
17/12/2003 às
18h02 200.179.47.2
(+) Pedro Sérvio no Digestivo...
 
Uma proposta modesta
Excelente o artigo, descrevendo de forma exata o desastre que processa cotidianamente em nossas escolas. Idealmente acredito que a Literatura deveria ser ensinada nas escolas não como parte do currículo de Língua Portuguesa, mas como uma disciplina independente voltada para a reflexão sobre a vida. Com esse contexto englobaria a literatura de outras línguas em boas traduções e ofereceria um leque de opções ao aluno. Assim, a cada mês o professor ofereceria uma lista de, digamos, 5 livros dentre os quais o aluno escolheria livremente aquele de sua preferência. No final, faria uma rápida redação contando de forma resumida a história e as reflexões que esta lhe inspirou. Além disso, seria também oferecida uma coletânea de poesias relativas ao período histórico estudado para que o aluno descobrisse vários poetas e adotasse aquele de sua preferência. É uma sugestão simples, sensata e razoável. E por isso mesmo não vai pegar :-) Abraços. Daniel

[Sobre "Formando Não-Leitores"]

por Daniel Malaguti
17/12/2003 às
17h21 200.152.34.150
(+) Daniel Malaguti no Digestivo...
 
Mandou bem, Lem
Belo texto, Lem. Contudo, lamento que não haverá essa reforma no ensino que você espera. Só uma ação de mercado bem ordenada e a extinção de uma série de incentivos e recompensas aos academicismos, dará resultado. Afinal as escolas não estão nem conseguindo fazer as crianças aprenderem a ler, quanto mais se tornarem leitoras.

[Sobre "Formando Não-Leitores"]

por Lisandro Gaertner
16/12/2003 às
17h13 200.165.198.60
(+) Lisandro Gaertner no Digestivo...
 
Sobre a Segunda Divisão
Imagine, Daniel, ter que passar três anos da faculdade de Letras com um professor de literatura profundamente concreto. Ter que ter a 'inspiração' (bah!) para produzir poemas concretistas e defender o movimento, sob pena de levar bomba. Nós, alunos, costumávamos nos animar uns aos outros, dizendo: 'Arbeit macht frei'.

[Sobre "Considerações Sobre a Segunda Divisão Poética"]

por Barbara Pollacsek
14/12/2003 às
09h22 192.168.133.51
(+) Barbara Pollacsek no Digestivo...
 
Terror Nota 10
Desde que o vi o 1º Evil Dead, me encantei, não pelos efeitos, mas pela história e pelas idéias do autor, o 1º e o 2º são realmente clássicos do Terror. Neles, há o que realmente se quer em um filme de terror, há sangue, mortes, cenas de angústia e medo. Realmente nota 10!!!

[Sobre "Trilogia Evil Dead"]

por Márcio Marchesini
13/12/2003 às
21h13 200.102.197.90
(+) Márcio Marchesini no Digestivo...
 
Texto perigoso
Seu texto me fez refletir um pouco. De fato, reconheço essa camada de jovens que não se enquadram em "tribos" e que detêm uma personalidade bem forte. De certa forma me enquadro nesse grupo, pois tenho um grande apreço por literatura, cinema, história, economia, música, política etc. Enfim, sou ávido por conhecimento. O que me preocupa em seu texto é o louvor exacerbado ocm que descreve esses novos jovens, pois me parece que estes representam um grupo - privilegiado, diga-se de passagem - da sociedade globalizada que se preocupa muito em aprimorar suas qualidades individuais e não liga muito para os problemas do mundo. Nutrem um sentimento arrivista e se mantém distante dos outros de forma soberba e arrogante ( sei que generalizações são perigosas, mas é esta a sensação que tenho de todos estes jovens). Praticam uma forma de hedonismo, curtem a vida de forma desinteressada - o que aliás sempre foi um traço marcante de elites privilegiadas -, enfim representam o desengajamento, desinteresse e conformismo tão típicos da era pós-moderna. Todavia, também vejo uma nova onda de jovens surgindo: são aqueles que ainda acreditam em mobilizações - e não estou falando daqueles barbudos que se acham herdeiros de Che Guevara -, manifestações e ainda fazem política - no sentido amplo do termo,isto é, a prática da cidadania - através de trabalhos voluntários e ONGs e em partidos. Portanto, entre um intelectual desinteressado e um jovem recém-saído da escola pública, mas que se preocupa com os problemas da sociedade ao seu redor e, consequentemente, procura buscar soluções e superar obstáculos,fico com o segundo.

[Sobre "Geração abandonada"]

por Henrique
10/12/2003 às
02h33 201.0.238.22
(+) Henrique no Digestivo...
 
Prefiro os quadrinhos...
Adriana, considerando a pauta da maioria desses cadernos, você esqueceu de mencionar os quadrinhos, especialmente os do Laerte e do Angeli-muito mais relevantes culturalmente do que qualquer "press-release", que é o que a maioria dessas matérias é,ou de promoção daquela turma do segundo time,salvo Ledo e Ivo engano meu. Isso sem mencionar coisas que estariam melhor naqueles periódicos técnicos, sustentados pelo governo(i.e., dinheiro de imposto)que não são lidos nem por quem é da área. Um uso menos ruim dos meus impostos, se essas porcarias de vez em quando não tomassem o lugar de gente mais interessante nos cadernos culturais.

[Sobre "Jornalismo cultural: da futilidade à prioridade"]

por Alessandro
10/12/2003 à
01h51 143.107.228.118
(+) Alessandro no Digestivo...
 
Exercitar a escrita
Pois escrever bem eh o misterio maior. Acho que a escrita, antes de ser um dom, eh um exercicio. Mas, para exercitar, temos que gostar. As vezes fico horas para escrever um tantinho assim. Outras, que facilidade, parece que as palavras ja estavam ali e eu simplesmente fui descobrindo-as da nevoa em que estavam envoltas. Sinto como se escrevesse com uma borracha no papel, apagando em vez de digitando. O texto jah existia. Porisso, louvo os escritores, esses seres que estao acima de nos mortais, livres como sua imaginacao.

[Sobre "Como se fosse fácil escrever"]

por Marco Linhares
9/12/2003 às
14h41 200.140.13.11
(+) Marco Linhares no Digestivo...
 
Capacidade Intelectual?
Como se uma prova de vestibular fosse capaz de medir a "capacidade intelectual", e muito mais, como se a "capacidade intelectual" fosse uma coisa projetada para um único sentido.

[Sobre "O rei nu do vestibular"]

por Fabiano Caruso
9/12/2003 às
12h42 150.162.113.110
(+) Fabiano Caruso no Digestivo...
 
É para tanto?
Ela canta tanto assim? Conheço inúmeros casos de pessoas que se recordam de Elis Regin, viva e fenomenal, e choram em shows de Maria Rita. Acho que ela é uma baita cantora, melhor do que 95% das interpretes de sua geração, mas e Mônica Salmaso e outras? É fácil estabelecer como linha média da MPB Anas Carolina, Marisa Monte ou Ivete Sangalo e fazer uma comparação direta: mesmo o senso comum, aquele que aponta seu gosto sob os ditames das rádios, percebe que há uma gritante diferença. Mas, sinceramente, é para tanto? Ela é a única grande cantora do país? É droga para se consumir até a overdose? Maria Rita canta muito, tem uma rara sensibilidade para o repertório e é hábil em conduzir sua imagem. Mas que fique só na arte, não adentre a esfera do mito. Ainda é cedo.

[Sobre "Maria Rita: música em estado febril"]

por Daniel Aurélio
9/12/2003 às
08h27 200.161.131.239
(+) Daniel Aurélio no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Doces Momentos
Danielle Steel
Record
(2008)



Histórias do Clube da Esquina
Laudo Ferreira; Omar Vinole
Devir
(2011)



O Ministério Carismático
Gordon Lindsay
Graça
(1997)



Viagem à Aurora do Mundo
Érico Veríssimo
Globo
(1996)



Juízo Final
Sidney Sheldon
Siciliano
(2000)



Cristo - O avatar do amor
Haroutiun Saraydarian
Pensamento
(1991)



A Queixa da Paz
Marcos Eduardo Melo Dos Santos
Clube De Autores
(2020)



Que Raio de Professora Sou Eu?
Fanny Abramovich
Scipione
(1990)



A nau dos insensatos
Katherine Anne Porter
Abril
(1974)



Filosofia da Educação
Maria Lucia de Arruda Aranha
Moderna
(2006)





busca | avançada
51627 visitas/dia
1,8 milhão/mês