Volta logo! | Fabio Danesi Rossi

busca | avançada
54240 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Zé Miguel Wisnik lança VÃO, seu novo álbum de músicas inéditas no Sesc 24 de Maio nos dias 20 e 21/8
>>> Cia. Palhadiaço abre inscrições grátis para Oficina de Máscaras Utilitárias
>>> Realização do IV LEM Gastronomia - Luís Eduardo Magalhães Ba
>>> Prefeitura de SP institui gratificação de até R$ 1.500 reais para diminuir rotatividade de docentes
>>> Queen Immortal faz show em homenagem ao aniversário de Freddie Mercury
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
Colunistas
Últimos Posts
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
Últimos Posts
>>> Direitos e Deveres, a torto e a direita
>>> Os chinelos do Dr. Basílio
>>> Ecléticos e eficazes
>>> Sarapatel de Coruja
>>> Descartável
>>> Sorria
>>> O amor, sempre amor
>>> The Boys: entre o kitsch, a violência e o sexo
>>> Dura lex, só Gumex
>>> Ponto de fuga
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Serge Daney: o cinema como espelho
>>> Cada dia mais jovem - um retrato de minha mãe
>>> Orkut, um sonho impossível?
>>> A política de uma bunda
>>> Sociedade dos Poetas Mortos
>>> Davi, de Michelangelo: o corpo como Ideia
>>> Um aborrecimento e uma surpresa
>>> Chaves do Inferno
>>> Legado para minha filha
>>> Discurso de Obama no Nobel
Mais Recentes
>>> Como Pintar Com Aerógrafo de Miquel Ferron pela Desenhar e Pintar (1997)
>>> Os Três Incríveis de Stella Carr pela Moderna
>>> A Matemática na Escola Primária: uma Observação do Cotidiano de Maria Lucia Fraga pela Epu (1988)
>>> Ganz Leicht Ist Es Nicht de Aron Breuckner Mayer pela Epu (1977)
>>> Biologia para um Planeta Sustentável de Armênio Uzunian pela Harbra (2016)
>>> Introdução Ilustrada à Genética Com Muito Humor de L. Gonick pela Harbra (1995)
>>> Os Meninos da Biblioteca de Rômolo Dhipólito; João Luiz Marques pela Biruta (2015)
>>> Segredos de Minha Vida Em Hollywood de Jen Calonita pela Galera (2007)
>>> Xangô, O Trovão de Reginaldo Prandi & Pedro Rafael pela Comp (2003)
>>> Quem matou Nola Payne? de Walter Mosley pela Landscape (2005)
>>> Os 50 + Importantes Livros Em Sustentabilidade de Da Editora pela Fundação Peiropolis (2012)
>>> Principles of Economics de Richard W. Tresch pela Desconhecida
>>> Isabella de Medici/A vida gloriosa e o trágico fim de uma princesa da renascença de Caroline P. Murphy pela Record (2011)
>>> A casa dos Blessings/um relato magistral uma história de amor e redenção de Anna Quindlen pela Objetiva (2003)
>>> A Volta de Tarzan de Edgar Rice Burroughs pela Companhia Nacional
>>> Lições de Medicina Legal de A Almeida Jr e J B de o e Costa Jr pela Companhia Nacional (1996)
>>> Romeo e Giulietta de Shakespeare pela i Unita
>>> Play Dirty de Sara Brow pela Pocket Books
>>> Explosão de estrelas de Robin Pilcher pela Bertrand Brasil (2009)
>>> Comakership - a Nova Estratégia para os Suprimentos de Giorgio Merli pela Qualitymark (1994)
>>> O mistério da cripta amaldiçoada de Eduardo Mendoza pela Planeta Literário (2011)
>>> Para Gostar de Ler Vol 1 de Carlos Drummond de Andrade e Outros pela Atica
>>> Menino Drummond de Carlos Drummond de Andrade; Angela Lago pela Cia das Letrinhas (2012)
>>> 52 Mitos pop/mentiras e verdades nos boatos do mundo do entretenimento de Pablo Miyazawa pela Paralela (2016)
>>> Um Mais Um de Jojo Moyes; Adalgisa Campos da Silva pela Intrinseca (2015)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 8/6/2005
Comentários
Leitores


Volta logo!
Volta logo!

[Sobre "E depois, perder-se também é caminho"]

por Fabio Danesi Rossi
8/6/2005 às
03h42 201.6.16.224
(+) Fabio Danesi Rossi no Digestivo...
 
Financiamento?
O cinema nacional ainda é financiado principalmente pelo parco dinheirinho dos nossos impostos. A idéia de que para se manter cineasta tem que se ganhar dinheiro ainda não pegou no Brasil... Na Índia, não é assim. Mesmo quem quer fazer filme de arte, se vira de um jeito ou de outro. E os melhores diretores são os que tem alguns sucessos comerciais, e suas aventuras artísticas, ou ambos em um só pacote. Quando nossos artistas decidirem parar de correr para as tetas governamentais, estaremos dando o primeiro passo para a maturidade. Se engenheiro não pode, porque cineasta pode?

[Sobre "Cinema brasileiro em debate"]

por Ram
7/6/2005 às
03h01 160.39.240.184
(+) Ram no Digestivo...
 
Autopropaganda?
Olá, Daniela! Vim parar aqui por acaso! Um amigo-virtual meu colocou um link pra esse texto teu... Vim ver! E, como faço em todo post-de-blog-que-tenha-sessão-de-comments, vou falar sobre o escrito - ou alguma parte dele que me chamou a atenção... Nesse caso, queria falar sobre essa idéia de "autopropaganda"... Como eu disse, sempre que visito algum blog, procuro deixar meu ponto-de-vista, algum questionamento ou coisas do gênero com relação ao post... Eu também sou tímido! Tímido demais para falar em público, ou puxar conversa, ou mesmo deixar uma mensagem na sessão-de-comentários dizendo: "oi! legal seu blog! visite o meu e deixe 1 comment! :)"! Mas não para escrever sobre o que eu penso! E, no embalo, inconscientemente, automaticamente, até mesmo roboticamente, preencho aquela caixa-de-texto com o label "Blog" - ou "Homepage", ou "URL", ou "Link", sei lá! -, colocando o endereço do meu blog! Isso faz de mim um marqueteiro?

[Sobre "Eu não sei blogar"]

por J. F. de souza
6/6/2005 às
14h36 200.185.31.200
(+) J. F. de souza no Digestivo...
 
carvão e fumo
Vou sentir tua falta. Dani, justo agora que eu estava em diálogos mentais com você nessa sua fase nietzscheana... ciclo. Temos os arquivos, é claro, mas, o bom é ler você de onde você se encontra naquele momento. Para você, Dani, uns versos do Friedrich, com o sincero desejo de que a influência dele construa um ciclo a ser lembrado: "Sim! Eu sei muito bem de onde venho!/ Insaciável como a chama no lenho/ Eu me inflamo e me consumo./ Tudo que eu toco vira luz,/ Tudo que eu deixo, carvão e fumo./ Chama eu sou, sem dúvida."

[Sobre "E depois, perder-se também é caminho"]

por Andréa Trompczynski
4/6/2005 às
14h19 201.10.90.117
(+) Andréa Trompczynski no Digestivo...
 
Linhas e espirais
Daniela! Uma pena sua saída. No entanto, nós, os lineares, aguardaremos seu retorno, cheia de idéias e coisas novas pra escrever. Uma honra ter estado na sua companhia, mesmo que em silêncio. E nós duas, mesmo que uma cíclica e uma linear, andamos fazendo as mesmas coisas e estamos nos mesmos lugares. No final, não existe linearidade. O que existe são pessoas com discursos menos fragmentados e certo ar falso de uma certeza que não têm. Eis a máscara dos lineares. Grande abraço e sucesso.

[Sobre "E depois, perder-se também é caminho"]

por Ana Elisa Ribeiro
3/6/2005 às
21h02 200.216.215.15
(+) Ana Elisa Ribeiro no Digestivo...
 
Cegueira das editoras
Luis, concordo plenamente com suas observações. Uma grande saída para esse impasse seria a internet. Autores novos poderiam aprimorar seu estilo na internet, o que facilitaria muito o trabalho das editoras, que pegariam os autores "maduros". Mas, infelizmente, as editoras ainda não chegaram à era da internet. Editores não entram na rede, em sites literários, e os sites das editoras são sempre sofríveis. Certa vez comentei com o dono de uma editora que um livro virtual de minha autoria tinha sido lido por 30 mil pessoas. Ele me respondeu: "E daí?", o que exemplifica bem a cegueira das editoras para com a net...

[Sobre "Uma questão de ética editorial"]

por Gian Danton
3/6/2005 às
20h33 200.211.148.135
(+) Gian Danton no Digestivo...
 
Pace e Bene
Caro Gian Danton, muito bom o seu artigo. Principalmente quando falas das particularidades dos blogs e suas capacidades de influenciar outras realidades. Também gostei de ter colocado os blogs de Amapá, como bem disse a Carol, os blogueiros da Amazônia postam uma outra realidade e ainda estamos na primavera desse mundo. Toco um blog onde tento mostrar a realidade de uma cidade no Coração do Amazonas: Coari e seus arredores. Como no Amapá são poucos os blogueiros por aqui que tratam das questões regionais, a maioria quer ir caminhando imitando os blogueiros de sucesso em nível naiconal. Parabéns pelo artigo. Abraços e continue.

[Sobre "A voz da singularidade"]

por Francisco José
3/6/2005 às
15h26 81.193.47.245
(+) Francisco José no Digestivo...
 
349
Meu comentário é curto, porém creio eu que não é necessário mais que isso: "Para ser publicado é presiso ser bom escritor". Está bem, esses autores estrangeiros vendem bem, mas será que relmente escrevem bem? O que são eles perto de pessoas como Machado de Assis, Clarice Lispector...? É preciso reavaliar nossos conceitos de literatura.

[Sobre "Os desafios de publicar o primeiro livro"]

por Lucas Restelli
2/6/2005 às
23h03 201.11.16.120
(+) Lucas Restelli no Digestivo...
 
Sebo, lugar sagrado
Dizem que o livro é o alimento da alma. Pode-se acrescentar que é um alimento que não se deteriora, não se modifica e, com o correr dos anos, se torna cada vez mais delicioso. Nele o que interessa são as mensagens, não a aparencia. Um bom livro continua a ser um bom livro sempre, mesmo com folhas amareladas ou poidas. Por isso o sebo é sempre um lugar fantástico, onde vamos nos deliciar com textos que o tempo não modificou e, na maioria das vezes, enriqueceu. O sebo, para mim é quase um lugar sagrado pois sua atmosfera me contamina somente de boas coisas.

[Sobre "O discreto charme dos sebos"]

por elisa maria paiva
2/6/2005 às
13h49 200.216.18.220
(+) elisa maria paiva no Digestivo...
 
agradecimento tardio
Dani, mesmo com atraso, quero agradecer pelo texto -muito bom, como sempre- e pela citação elogiosa. Discordo apenas da história de que a linguagem dos blogues seja "rápida e rasteira", bobagem completa e empiricamente desmentível. Para citar dois exemplos fáceis, Alexandre não é nenhuma dessas coisas, e FDR pode ser rápido, mas jamais é rasteiro. Ambos, aliás, estão escrevendo ainda melhor do que no tempo em que eram colunistas deste sítio. Hesitar, escrever, reescrever, repensar, destilar etc. é perfeitamente possível num texto de blogue -até muito tempo depois da publicação. Digo todas essas coisas para, como a Daniela Castilho, tentar convencê-la a revelar seus blogues, ou a ressuscitá-los; sobretudo, a escrever neles. Escondê-los desse jeito é muita crueldade com seus leitores. ;) Um beijo.

[Sobre "Eu não sei blogar"]

por Ruy Goiaba
2/6/2005 à
01h34 200.221.28.204
(+) Ruy Goiaba no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Sermão da Montanha
Huberto Rohden
Alvorada



Rompendo o Silêncio - Gênero e Literatura na América Latina
Macia Hoppe Navarro, Org
Ufrgs
(1995)



Wireless Java With J2me - Sams Teach Yourself - in 21 Days.
Michael Morrison
Sams



Zé Carioca Nº 1415
Walt Disney
Abril
(1978)



Cyrano de Bergerac
Edmond Rostand
Nova Cultural
(2002)



Realidade Brasileira - Visão Universitária
Sebastião Amoêdo
Eco
(2004)



Projeto Multiplo - Literatura - Revisão 1
José de Nicola
Scipione Didaticos
(2014)



A Criminal History of Mankind
Colin Wilson
Grafton
(1986)



Policarpo o Inseto Desclassificado
Ana Cecilia Carvalho
Formato
(1993)



Você é o Líder da Sua Vida
César Souza
Sextante
(2007)





busca | avançada
54240 visitas/dia
2,0 milhão/mês