Tenhamos paciência | Erwin

busca | avançada
80910 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Contos do Índio e da Floresta estreia dias 03 e 04 de outubro na Sympla Streaming
>>> “Conversa de Criança – Coronavírus” discute o acolhimento das emoções das crianças durante pandemia
>>> São Paulo ganha grafitti gigante que propõe reflexão sobre igualdade racial
>>> Buena Onda Reggae Club faz maratona de shows online a partir de 1ª de outubro
>>> Filó Machado e Felipe Machado dividem o palco em show online pelo CulturaEmCasa
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Meu malvado favorito
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Trauma a ser evitado
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> 28 de Abril #digestivo10anos
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> O jornalismo que dá nojo
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> Útil paisagem
>>> O Brasil da inovação
>>> A terra das oportunidades
Mais Recentes
>>> A máquina de fazer espanhóis- 2ª ed. de Valter Hugo Mãe pela BIblioteca Azul- Globo (2016)
>>> A máquina de fazer espanhóis- 2ª ed. de Valter Hugo Mãe pela BIblioteca Azul- Globo (2016)
>>> Manuscrito revista de Filosofia Volume II No 2 abril 1979 de Gérard Lebrun, Herman Parret, Yuval Lurie e outros pela Unicamp (1979)
>>> Ele ela 71 março 1975 de Diversos autores pela Bloch (1975)
>>> Tex especial de férias 10 de Mythos editora pela Mythos (2011)
>>> Novo Vocabulário Político Volume Um - Hegemonia e Pluralismo de Pedro Claudio Cunca Bocayuva; Sandra Mayrink Veiga pela Fase-Vozes (1992)
>>> Costos sociales de las reformas neoliberales en America Latina de Anita Kon / Catalina Banko / Dorothea Melcher / Maria Cristina pela Miguel Á. Garcia / Venezuela (2000)
>>> Ícone de Frederick Forsyth pela Record (1997)
>>> Câes de guerra de Frederick Forsyth pela Circulo do Livro (1974)
>>> Gre-nalzinho é sempre gre-nalzinho de Kalunga pela Maneco (2011)
>>> Receitas Comemorativas de Rede feminina de combate ao cancer pela Do autor (1999)
>>> Sob Pressão de Bruce Hoverd pela Gente (2015)
>>> Ai comprei um bode e um bezerro de Nilton Ferreira pela Kirios (2013)
>>> Casa de vó é sempre domingo de Marina Martinez pela Nova Fronteira (2014)
>>> O mundo de Sofia de Jostein Gaarder pela Jostein Gaarder (1996)
>>> Introdução à psicologia vol. 100 de Ernest R. Hilgard / ///Richard C. Atkinson pela Nacional (1979)
>>> Teologia do Antigo Testamemto de Eugene H. Merriell pela Shedd (2009)
>>> Scientia et Virtus Julho 1956 de Colegio Estadoal Lemos Junior pela Do autor (1956)
>>> La guerra de Matisse de Peter Everett pela Circe (1998)
>>> Compêndio de Teologia Apologética de François Turretine pela Cultura Cristã (2011)
>>> Alergia na infância de Maria Candida Faria Rizzo pela Lemos (2002)
>>> Archivos de la universidad de Buenos Aires año 26 n 1 de Diversos autores pela Meuba (1951)
>>> Anais do Primeiro congresso de câmaras Municipais do estado de São Paulo 1° volume de Diversos autores pela Ibge (1948)
>>> Os filhos da África em Portugal: Antropologia, multiculturalidade e educação (2ªed.) de Neusa Maria Mendes de Gusmão pela Autêntica (2006)
>>> A arte de desenhar Perspectiva 14 de Renato Silva pela Conquista
>>> Almanaque do tchê! de Diversos autores pela Tchê (1984)
>>> Cinderela - coleção fantasminha de Cordélia Dias D'Aguiar pela Ediouro (1975)
>>> Signale der Sinnlichkeit erotik de Wolf Donner pela Whilhelm heyne (1989)
>>> King's English 3ª série Ginasial de Harold Howard Binns pela Companhia Nacional (1944)
>>> Ele Ela 70 Rosemary de Bloch editora pela Bloch (1975)
>>> O clube do filme de David Gilmour pela Intrínseca (2020)
>>> Les Deux Nigauds de La condesse de Segur pela Hachette
>>> Navegação - Curso para pescador profissional especializado de Ministério da Marinha pela Marinha (1985)
>>> Riquinho 32 de Editora Globo pela Globo (1990)
>>> x-9 229 março 1951 O mistério do 5° homem de Roberto Marinho diretos pela Vecchi (1951)
>>> Aulas de artesanato Apostila n° 2 Pintura em Madeira de Lazeres da Família pela L da familia
>>> Almanaque Total sagitário de André De Biasi pela Três
>>> Obra Imatura de Mário de Andrade pela Agir (2009)
>>> Plotinus - ennead ii, v.2 de Plotino; A. Hilary Armstrong pela Loeb (1966)
>>> A Vida dos Grandes Compositores de Harold C. Schonberg pela Novo Século (2012)
>>> Não Há Silêncio Que Não ermine de Ingrid Betancourt pela Companhia Das Letras (2010)
>>> Almirante Nelson -0 O Homem que derrotou Napoleão de Armando Vidigal pela Contexto (2012)
>>> No ser DIOS - Una Autobiografía a Cuatro Manos de Gianni Vattimo e Piergiorgio Paterlini pela Paidós Entornos 7 (2008)
>>> Pilares para uma Vida Saudável de Mohamad Barakat pela Vital (2017)
>>> Anticâncer Prevenir e vencer usando nossas defesas naturais de David Servan-Schreiber pela Fontanar (2008)
>>> A Marca da Vitória de Phil Knight pela Sextante (2016)
>>> O Grande Livro da Saúde Natural - 73 Segredos da Cura Sem Remédios de Jolovi Natural Health pela Jalovi Natural (2018)
>>> Slapstick Lonesome no more! de Kurt Vonnegut pela Dell (1976)
>>> Relatos de uma Quarentena de Acioli Junior pela Promove (2020)
>>> Les Fiançailles D'Imogène de Exbrayat pela Champs - Elysees (1971)
COMENTÁRIOS

Sexta-feira, 26/8/2005
Comentários
Leitores


Tenhamos paciência
Creio que o tédio contamina, contagia. A perspectiva na qual é abordada a política cotidiana é muito diferente daquela que gostaria de ver abordada. Creio que há um desvio fundamental em tudo isso. Despertar interesse pela política quando se pega alguém com a “boca na botija” é muito pouco para todos nós. Isso é algo corriqueiro, a sociedade controlar o uso dos seus recursos que, afinal de contas, sai de seu trabalho, suor e lágrimas muitas vezes. Nem sempre são de crocodilo. Errou? Substitua-se. E vamos para o próximo. Vamos em frente, temos um governo para tocar. Certo? Não, ficamos “patinando” em cima do assunto. Patinando continuamos. As apurações demorarão anos e anos, e já temos prática nisso. Nada acontecerá. Absolutamente nada. O castigo será o de ser afastado temporariamente. Gostaríamos de ter uma política de governo que apontasse para algum lado real e efetivo. Nada. Eu acredito que temos uma falta absoluta, absurda de lideranças. Lideranças com uma visão de Estado, que tenha a coragem de dizer que temos quinhentos anos de acúmulo de problemas que só serão resolvidos por mais cinqüenta anos de ataque direto, constante, cotidiano, cansativo e persistente. Que as vaidades pessoais deveriam ser deixadas de lado e se recompensasse o trabalho efetivo com votos, na medida da lei. Qualquer orientação política serviria apenas para dar ajustes e correções de rota, assim como quando fazemos um orçamento. O previsto jamais será igual ao real. Mas... a realidade é essa que seu artigo muito bem lembrou. Temos o instinto de sobrevivência tão aguçado pela injustiça que também não temos paciência pra mais nada, a não ser punir violentamente e verbalmente, punir e punir, sem perceber que sempre foi assim, e que só deixará de ser lentamente. O movimento social se aperfeiçoa com a educação e ela só virá daqui muitos anos. Muitos anos. Tenhamos paciência. Troque as peças e governe. Coloque os holofotes sobre a educação. Simples, não? De falar, é. E de fazer?

[Sobre "Lula, PT, essas coisas..."]

por Erwin
26/8/2005 às
08h49 200.207.119.199
(+) Erwin no Digestivo...
 
Definições de Blogs
As diversas definições de blogs que tenho encontrado na rede são apresentadas a partir de dois princípios: 1. Do uso comum da ferramenta. As definidas desta forma descrevem Blogs como Diários, Agregadores de Links, etc. Ou seja, de como as pessoas estão utilizando a ferramenta. 2. As funcionalidades da ferramenta. A sobre o que está por trás dos Blogs, o diferindo de outras formas de publicação de conteúdo - entradas, dinâmica de publicação, classificação de conteúdo. Quando pessoas interessadas em publicação na Internet compreendem as duas abordagens, elas podem tanto se interessar pela criação de blogs como utilizar a ferramenta por trás dos blogs, para desenvolver outras funcionalidades de publicação além dos diários e coleção de links.

[Sobre "Blogues: uma (não tão) breve história (I)"]

por Fabiano Caruso
26/8/2005 às
08h44 150.162.0.162
(+) Fabiano Caruso no Digestivo...
 
Ouvi todo o programa!
Ouvi todo o programa, na Cultura, com a Giovana Bordon e descobrir você e suas idéias foi presente grande! Aliás, a escolha de Los Hermanos arrasou! Estou pesquisando o mundo cibernético e a tela como lugar de ensino (e aprendizagem, claro!). Você tocou em questões que me interessam! Gostei da sua atitude sem preconceitos e da visão mais real deste equipamento/mundo que nos está dominando! Em breve tentarei um contato para entrevista, ok? Bete Salgado

[Sobre "Digestivo nº 241"]

por Elizabeth Salgado
25/8/2005 às
21h25 201.1.21.238
(+) Elizabeth Salgado no Digestivo...
 
Fliperama
Caro Julio: fico feliz que tenhas percebido as ilusões da nossa literatura, que tem como símbolo Paulo Coelho. Concordo contigo sobre os que escrevem, mas não são escritores. Pena que venhas a te sentir tão só em meio a tanta gente, personalidades sem persona. AB

[Sobre "Flip 2005"]

por AlbertoBeuttenmuller
25/8/2005 às
12h35 200.158.60.19
(+) AlbertoBeuttenmuller no Digestivo...
 
É f..., mas é a verdade
Aliás, quem comprou um livro no último mês? Eu comprei, mas em sebo! No Brasil falta os tais livros de bolso, com papel de jornal e bem baratinho. Eu adoraria ser um escritor com duzentos pseudônimos e quinhentos livros sem nenhum valor literário, apenas divertidos.

[Sobre "Não existe pote de ouro no arco-íris do escritor"]

por Mão Branca
25/8/2005 às
12h26 192.168.133.47
(+) Mão Branca no Digestivo...
 
O capital do desconforto
Nao acho que todos estejamos virando suco. É justamente o contrário. A independência, que de um lado pode ser escravizante, permite que cada um escolha se quer virar suco. Num lugar onde o capital está amadurecido, como os Estados Unidos hoje, as pessoas podem escolher o padrão de vida que desejam, e a partir daí estabelecer o tipo de trabalho que irão realizar, e tudo mais. Obviamente, do ponto de vista da regulamentação do estado para o trabalhador, o novo "capital" não é apropriadamente regulado. Por outro lado, nunca houve tanta transferência de riqueza dentro dos EUA, das classes mais ricas para a classe média. Nos últimos anos observamos uma reversão nesta tendência, mais pela incipiente política econômica do governo atual, do que por mudanças estruturais. Quanto aos direitos sindicais do trabalhador, os sindicatos já vem se tornando máquinas de poder político, e, se por um lado, são fundamentais para o direito do trabalhador, por outro, podem atrapalhar sua vida. Um exemplo: até hoje existem recolhedores que trabalham em postos de pedágio, com seus direitos garantidos pelo sindicato. Obviamente esta é uma profissão que não abre oportunidades para o trabalhador envolvido ali, e ainda cria um ciclo vicioso, onde pessoas sem campo se vêem cada vez mais 'a mercê do sindicato. Este sindicato é poderoso, e determinante na eleição dos prefeitos de cidades pequenas. Talvez, agora, o papel do estado, como provedor de saúde e educação, esteja se tornando mais claro. E financeiramente necessário, pipocando aqui e ali entre empresários onerados por ter que oferecer o benefício de saúde (não é mandatório segundo a lei americana). Acho que a grande graça do mundo moderno é esta: ao homem cada vez mais se dá a liberdade de escolher. De fugir de estigmas. E cada vez menos ele faz isso. Se prende 'a grande máquina, e depois se sente vitimizado por ela. Quando é justamente o contrário. Hoje, por ser estudante, vivo com 1/10 do meu salário de ontem. E vivo. Posso ganhar mais, posso viver em outros lugares, posso ser consultor trabalhando de casa das 9 'as 3 da tarde, existem muitas opções. Obviamente, a vida não será a proposta por Hollywood. Quanto ao Brasil, o problema é justamente a falta de direção capitalista. O Brasil não é afeito a lucros, a pessoas ganhando e perdendo. É afeito 'a manutenção do status-quo, que é uma espécie de socialismo trabalhista 'as avessas. Minha alma não é o "capital". Talvez hoje, pela primeira vez, minha alma possa ser livre...

[Sobre "Todos viraremos suco"]

por Ram
25/8/2005 às
10h55 207.237.221.196
(+) Ram no Digestivo...
 
encontrei muito mais
Li seu texto na tentativa de encontrar uma definição de devir humano para um trabalho de pós graduação, mas encontrei muito mais. Gostaria de lhe parabenizar pela profundidade da mensagem contida num texto aparentemente simples, com ela aprendi e refleti sobre muito mais do que eu procurava.

[Sobre "Para gostar de ler?"]

por Maria Heliodora
24/8/2005 às
09h44 200.163.76.70
(+) Maria Heliodora no Digestivo...
 
Vamos virar suco!
Olá, Carlos, não sei se interpretei mal seu texto, mas tive a impressão que critica essa nova maneira de encarar o mundo, onde quase tudo é um "investimento". Penso que há maneiras distintas de avaliar isso. Uma viagem para o deserto do Atacama é um investimento, e por que não? Lá você pode meditar, filosofar, criar. Óbvio tem um custo, mas seria melhor fazer uma aplicação financeira para 4 anos depois comprar um carro? Será mesmo que hoje nossa alma é a alma do capital? Se isso fosse verdade o homem atual apenas poparia, pouparia e pouparia. Acho que pelo ao contrário, muitos encaram a vida de uma forma diferente, onde o que importa é a busca da felicidade, da realização pessoal, do enriquecimento da formação. Está claro que o velho capitalismo está mudando de cara. Qual é a verdadeira importância de um currículo hoje? Será que as atititudes não valem mais? Sobre dar as costas ao Estado, concordo em parte, mas está claro que ele não deve ter o peso que teve em seus bons tempos, até porque os tempos são outros. Na verdade precisamos apenas fazer com que o Estado trabalhe adequademente, fiscaliza'-lo e seguir nossas vidas, empreendendo, e "investindo" em nós, em nossa família e em nossa sociedade. Sobre a "segunda carreira", a vida é feita de desafios, é dinâmica. Vejo essa "segunda carreira" como algo muito digno que pode inclusive transformar a vida de uma e mais famílias para muito melhor. Espero realmente que, pelo menos, alguns virem suco.

[Sobre "Todos viraremos suco"]

por Ricardo Cabral Jahne
24/8/2005 às
08h35 192.168.133.52
(+) Ricardo Cabral Jahne no Digestivo...
 
Sobre a Flip 2005
Boa, Julio. Tentei ir, desisti. Os ingressos se revezaram tanto entre "compre aqui" e "esgotados" que cansei de esperar pra comprar. Cheguei até a acreditar que em alguma hora seria realizada uma gincana para se conseguir os ingressos (algo como corrida de saco com ovo na colher). Sobre os "autores", algumas escolhas foram infelizes. Mas talvez seja esse o objetivo: provocar a contradição. E, quando bem feitas, as escolhas ajudam a desenvolver o senso crítico das pessoas. Quando bem feitas. E a FLIP realmente cresceu de tamanho. E acho que é essa a imagem que querem passar. É a famosa crença de que para se conseguir patrocinadores para sustentar o evento, é necessário atrair a grande mídia. Me assusta a idéia de ir a uma festa literária e acabar aparecendo na Caras. Talvez a sensação de Paraty estar mais vazia esse ano se deve ao fato de os próprios moradores terem fugido desse fuzuê...

[Sobre "Flip 2005"]

por Juliana Nolasco
23/8/2005 às
16h58 200.212.36.3
(+) Juliana Nolasco no Digestivo...
 
um texto cheio de verdade...
É, amiga, nunca tinha lido um texto tão cheio de verdade, do fundo da alma e sem maquiagem. Eu também acredito que devemos sempre ouvir nossa alma porque viver ao lado de outra pessoa apenas por viver é na verdade morrer antecipado. Mesmo que gostemos dela, o amor acaba mas o respeito, a amizade e o carinho... isso eu acredito que, dependendo do relacionamento, nunca acaba, mas não é por isso que devemos abdicar de nossa vida em prol de outra pessoa.

[Sobre "Todos os amores acabam"]

por Rafael
23/8/2005 às
08h52 200.223.23.66
(+) Rafael no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A MAGIA DA AMIZADE
SUSAN SQUELLATI FLORENCE
VERGARA & RIBA
(2003)
R$ 14,90



FIELD GUIDE TO THE ORCHIDS OF THE SERRA DE SÃO JOSÉ - GUIA DE CAMPO
RUY J. VALKA ALVES
M. G. BRASIL
(1991)
R$ 29,00



O REI DE RAMOS - COM AS LETRAS DAS CANÇÕES DE CHICO BUARQUE
DIAS GOMES
CIVILIZAÇÃO BRASILEIRA
(1979)
R$ 6,90



A PALAVRA É... HUMOR
VÁRIOS AUTORES
SCIPIONE
(1991)
R$ 6,90



LE SERRURIER VOLANT
TONINO BENACQUISTA
GALLIMARD
(2006)
R$ 10,00



CAVALEIROS DO DEMONIO A ORIGEM DE TODO O MAL 2
DC COMICS
PANINI COMICS
(2013)
R$ 24,00



FÍSICA DO CIENTÍFICO E DO VESTIBULAR - VOL. 4
DALTON GONÇALVES
AO LIVRO TÉCNICO
(1970)
R$ 12,00



AS RELAÇÕES PERIGOSAS
CHODERLOS DE LACLOS
NOVA CULTURAL
(2002)
R$ 5,89



QUÍMICA FÍSICA -QUÍMICA 2
USBERCO E SALVADOR
SARAIVA
(2005)
R$ 12,00



O VISITADOR DA SAÚDE - REFLEXÕES SOBRE OS ENSIN. CONTIDOS NOSSO LAR
VITOR RONALDO COSTA
FONTE VIVA
(2002)
R$ 5,00





busca | avançada
80910 visitas/dia
2,2 milhões/mês