A massa não quer dizer nada! | Mateus

busca | avançada
77507 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Premiado espetáculo ‘Flores Astrais’ pela primeira vez em Petrópolis no Teatro Imperial para homenag
>>> VerDe Perto, o Musical Ecológico tem sessões grátis em Santo Antônio do Pinhal e em São Paulo
>>> Projeto Sinos volta a Teresópolis para oferecer aulas gratuitas
>>> Filó Machado encerra circulação do concerto 60 Anos de Música com apresentação no MIS
>>> Mundo Suassuna, no Sesc Bom Retiro, apresenta o universo da cultura popular na obra do autor paraiba
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Marcelo Mirisola e o açougue virtual do Tinder
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
Colunistas
Últimos Posts
>>> A melhor análise da Nucoin (2024)
>>> Dario Amodei da Anthropic no In Good Company
>>> A história do PyTorch
>>> Leif Ove Andsnes na casa de Mozart em Viena
>>> O passado e o futuro da inteligência artificial
>>> Marcio Appel no Stock Pickers (2024)
>>> Jensen Huang aos formandos do Caltech
>>> Jensen Huang, da Nvidia, na Computex
>>> André Barcinski no YouTube
>>> Inteligência Artificial Física
Últimos Posts
>>> Cortando despesas
>>> O mais longo dos dias, 80 anos do Dia D
>>> Paes Loureiro, poesia é quando a linguagem sonha
>>> O Cachorro e a maleta
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Fórum das Letras 2007
>>> Um conto-resenha anacrônico
>>> Andaime, de Sérgio Roveri
>>> Um lugar para o tempo
>>> A nova queda da Bastilha
>>> Ainda quer prestar jornalismo?
>>> Bendito Nelson Rodrigues
>>> Tell me all about it
>>> Os enciclopedistas franceses rolam nos túmulos
>>> Prólogo, com um Prólogo dos Prólogos, de Jorge Luis Borges
Mais Recentes
>>> La Gestion Del Proyecto En Arquitectura de Edward D. Mills pela Gg (1985)
>>> Dalton Paula: O Sequestrador De Almas de Dalton Paula pela Obogo (2022)
>>> Gravura de Itajahy Martins pela Fundaçao Nestlé de Cultura (1987)
>>> Livro Ilustrado De Lingua Brasileira De Sinais de Márcia Honora pela Ciranda Cultural (2009)
>>> O Cronista da América de Francis Ford Coppola pela Minesterio da Cultura (2015)
>>> Heróis de Areia de Noelly Russo pela Fabbrica (2022)
>>> National Parks Of Latin America de Luciana Napchan pela Ministério Da Cultura (2005)
>>> Vontade Construtiva Na Coleco Fadel de Paulo Harkenhoff pela Mam (2014)
>>> Tatuagens Urbanas E O Imaginario Carioca de Eduardo Paes pela Nau Das Letras (2015)
>>> Apoema Português - 7 Ano de Lucia Teixeira pela Do Brasil (2018)
>>> Teláris - Arte - 6º Ano de Eliana Pougy pela Ática (2019)
>>> Araribá Plus - História - 8º Ano de Maria Raquel Apolinário pela Moderna (2018)
>>> Teláris - Matemática - 6º Ano de Luiz Roberto Dante pela Ática (2019)
>>> Conexões Com A Física 2º Ano de Blaidi Sant´anna pela Moderna (2010)
>>> Alice Brill de Reinhard Andress, Alice Brill, Carla Ogawa pela Fundacao Armando Alvares Penteado (2007)
>>> Um Guia Do Conhecimento Em Gerenciamento De Projetos (guia Pmbok) de Project Management Institute pela Global Standard (2008)
>>> Gmat Official Guide 2019 de Gmac pela Wiley (2018)
>>> Abz Do Ziraldo de Ziraldo Alves Pinto pela Melhoramentos (2003)
>>> La Casa D´epoca de Quaderni Di Restauro pela DeAgostini (1996)
>>> Descobrindo A Historia Da Arte de Graça Proença pela Ática (2005)
>>> The Economics Book de Dk pela Dk Publishing (2012)
>>> Arturo Di Stefano de Jonh Berger pela Merrel (2001)
>>> Parques São paulo de Cassiano José Pimentel pela Prosperidade (2013)
>>> SãopauloSeculoXXI de Fausto Chermont pela Terra Virgem (2011)
>>> Sem Titulo | Untitled | Sin Titulo de Rochelle pela Galeria Brito Cimino (2005)
COMENTÁRIOS

Quarta-feira, 30/8/2006
Comentários
Leitores

A massa não quer dizer nada!
Como pode ter gente tão insistente ainda? Votei no Lula e me arrependo, nunca votei no Maluf, nem no Collor, até porque não tinha idade pra isso quando eles foram candidatos. E outra: "a massa" não quer dizer abolutamente nada! Se a maioria resolve se atirar em alto mar, não significa que outros devem fazer o mesmo. Aliás, difícil crer na "massa" depois de observar um mundo tão decadente como o nosso, em que a grande maioria das pessoas realmente não tem critério algum pras coisas mais simples. Parabéns pelo excelente texto, Lisandro! Ótimo ponto de vista!

[Sobre "Um presidente relutante"]

por Mateus
30/8/2006 às
15h59 201.10.99.159
(+) Mateus no Digestivo...
 
O teatro de Bergman
Bergman só é um cineasta porque produziu filmes; a frase é, desculpe-me, óbvia. Lidando com cinema é natural (ou espera-se) que alguma coisa da especificidade (argh!) cinematográfica apareça na obra. Assim é que Bergman acaba focando os rostos ou usando algum corte, alguma montagem, tipicamente cinematográfica. Mas ele faz isso quase relutantemente. Bergman "pensa" como diretor de teatro. "Gritos e Sussurros" ou "O Sétimo Selo" poderiam ser facilmente montados em palco, sem grandes problemas. Se alguém tentar uma coisa dessas com, digamos, "2001 - Uma Odisséia no Espaço", essa eu queria ver. Mas isso realmente não importa. Bergman é um grande autor com seu grande e sombrio teatro que esfarela questões sem importância. Um teatro que não é pra todo mundo, não é pra mim, que preciso de pelo menos um ano de intervalo entre dois filmes dele, para me recompor de toda aquela morbidez cristã excessiva.

[Sobre "A despedida de Ingmar Bergman"]

por Guga Schultze
http://gugasic.blogspot.com
30/8/2006 às
15h54 200.222.168.245
(+) Guga Schultze no Digestivo...
 
O mar não está pra peixe
Adriana, me identifiquei bastante com esse seu texto. Sobretudo porque fui eu quem decidiu quando sair do meu primeiro e único emprego. Se já não é fácil ver gente menos capacitada do que você conseguir promoções só porque é o puxa-saco do chefinho, imagine ter o tapete puxado, justamente por seu superior? A pessoa fica sem tesão algum pelo trabalho, e foi o que aconteceu comigo. O problema é que o mar não está pra peixe, e não consegui outro emprego ainda. Mas enfim, tenho a sorte de poder contar com meus pais. Mas a situação de desempregado incomoda. Fico imaginando pais de família, sem emprego, como devem se sentir. O sentimento de impotência deve ser extremo e muito ruim. Terrível essa situação do Brasil, onde sobra - demais da conta - mão-de-obra, e falta - e muito - emprego.

[Sobre "Fui demitida, e agora?"]

por Rafael Rodrigues
http://3vozes.blogspot.com
29/8/2006 às
23h44 201.50.0.203
(+) Rafael Rodrigues no Digestivo...
 
Déjà vu
Você deve trabalhar com publicidade, não é? Lendo seu texto meio veio uma sensação de déjà vu...

[Sobre "I do not want this"]

por Adriana
29/8/2006 às
18h44 201.47.15.185
(+) Adriana no Digestivo...
 
Em defesa de Manuel Carlos
Falar em novelas é falar da Rede Globo, que faz delas o seu cartão postal, pelo mundo afora... A seu modo, está divulgando o Brasil, nossa cultura, nossa gente, ainda que deturpadamente ou com exagero, às vezes. Em especial, as novelas do Manuel Carlos. Este autor sacode a mesmice com suas tramas que são, ainda que repetitivas, interessantíssimas. A ambientação delas, na zona sul do Rio, redimensiona esta cidade e a família carioca, nas várias classes sociais. A abordagem "clean" de temas sociais é primorosa. O paulatino aprofundamento psicológico de certos personagens é instigante. Ele consegue levantar as massas, em geral inertes e sem opinião, promovendo debates naturais entre pessoas das mais variadas classes e grau de instrução que, se assim não fosse, talvez permanecessem inexpressivas, por não serem acostumadas a opinar... De algum modo, tal debate traz crescimento e fomenta, no povo, a ação democrática... Exercendo-a, o brasileiro pode vir a se tornar mais seletivo...

[Sobre "Páginas e mais páginas da vida"]

por Beth de Castro Souza
29/8/2006 às
17h48 201.58.185.140
(+) Beth de Castro Souza no Digestivo...
 
Autores que não consigo ler
Rafael, você está melhor que eu, sô: conseguiu ler um e quase outro de dois autores que eu não consigo... Quanto ao terceiro... nunca tinha ouvido falar... Abraços.

[Sobre "Sobre palavras mal ditas"]

por Guga Schultze
http://gugasic.blogspot.com
29/8/2006 às
16h54 200.222.170.172
(+) Guga Schultze no Digestivo...
 
Sartre e a liberdade
Que belíssimo texto. Essa visão de Sartre é nítida como poucas. Discordo apenas, numa avaliação puramente pessoal, da afirmação de que Simone de Beauvoir seja melhor escritora. Sem chance. Agora, voltando ao tema, Sartre foi como uma criança-problema para a esquerda. Seu engajamento foi relativo, ao longo da vida e, nas entrelinhas de suas páginas (e muitas vezes explícitamente), se lê a palavra "liberdade", uma palavra bastante incômoda que azucrina as "palavras de ordem", sejam quais forem, seja de onde vierem. Beatriz, muito acuradamente, toca nesse ponto chave. E liberdade não é uma palavra pacífica. As utopias sócio-econômicas, as ideologias, as teologias de toda ordem evitam o confronto com ela como o conde Drácula evita a luz do sol. Rodeiam, tentam adaptá-la, tentam se apossar dela, mas a palavra escapa de qualquer controle. É uma pena que Sartre não tenha vivido o suficiente para ver a internet. Realmente uma pena.

[Sobre "Sartre e a idade da razão"]

por Guga Schultze
http://gugasic.blogspot.com
29/8/2006 às
16h34 200.222.170.172
(+) Guga Schultze no Digestivo...
 
Nas pegadas do velho Bill
Os grandes da tecnologia da informação não são ingênuos, são in-gênios, numa conversa íntima com seus borbotões... Citei o Steve Jobs porque não me lembrei de mais ninguém; provavelmente o MacOS trava bem menos que o Windows, mas quaisquer cinco milhões de máquinas sempre dão mais problemas que quaisquer cinco mil outras, a proporção deve ser por aí... e o pior: não temos (eu e todos os retardados mentais da tecnologia) nenhuma intuição tecnológica. Não estou defendendo o Windows (pra mim é tão complexo como qualquer outro sistema), defendo apenas a visão, a idéia-chave do velho Bill: facilitar as coisas. O Windows fechou seu código mas abriu milhares de possibilidades para o usuário DMT (Débil Mental Tecnológico) que nem se preocupou com o fato da porta da sala das máquinas estar fechada. Se o Steve Jobs (ou qualquer um) pretender algum (ou mais) sucesso (comercial) vai ter que seguir a trilha e pisar nas velhas pegadas que o velho Bill deixou.

[Sobre "Digestivo nº 293"]

por Guga Schultze
http://gugasic.blogspot.com
29/8/2006 às
15h24 200.222.170.172
(+) Guga Schultze no Digestivo...
 
ideologia: alguém sempre paga
Certo, enquanto houver explorado e exploradores teremos jovens na contramão do capital. A única coisa esquecida é que cada vez mais os exploradores fazem parte da súcia política - e de cunho marxista. E o capital sempre foi um bom parceiro dos regimes marxistas. Afinal, alguém tem que pagar a conta das ideologias megalomaníacas.

[Sobre "Sartre e a idade da razão"]

por Roberto Hockman
29/8/2006 às
14h56 200.247.14.2
(+) Roberto Hockman no Digestivo...
 
o Digestivo lá no meu blog
O bom de um blog, eu acho, é justamente essa desmistificação de antigos conceitos. A liberdade de expressão é tamanha que vc pode expressar simplesmente... nada. Adorei seu comentário. E linkei o Digestivo lá no meu blog, passe por lá.

[Sobre "Há um tempo atrás"]

por Edd
http://www.eddcaulfield.wordpress.com
29/8/2006 às
12h43 201.30.142.5
(+) Edd no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Em Defesa do Socialismo - o Vendaval de Mudança na União Soviética
Zillah Branco; Miguel Urbano Rodrigues
Caminho
(1990)



O Brasil Visto Do Mar Sem Fim 2
João Lara Mesquita
Terceiro Nome
(2007)
+ frete grátis



Livro Infantil Portinholas
Ana Maria Machado, Candido Portinari
Mercuryo Jovem
(2009)



Introdução à psicolingüística
Jean-Michel Peterfalvi
Cultrix
(1973)



Elizabeth Levanta Vôo
Elizabeth Taylor
Best Seller
(1988)



Um Estranho no Ninho
Ken Kesey
Best Bolso
(2013)



Endocrinologia Básica e Clínica 287
Francis S. Greenspan
Mcgraw Hill
(2006)



Sobre Nietzsche Voluntad de Suerte
Georges Bataille
Taurus
(1986)



O Menino Que Inventou a Verdade
Pedro Bloch
Edições de Ouro
(1977)



Winning Now, Winning Later
David M. Cote
Harpercollins Leadership
(2020)





busca | avançada
77507 visitas/dia
2,1 milhões/mês